História Você é meu Amor - Capítulo 30


Escrita por: ~ e ~Matheusfav

Visualizações 11
Palavras 321
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Harem, Hentai, Josei, Lírica, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Sobrenatural, Steampunk, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 30 - Voce sempre será o meu Amor.


Maria On

Levantei-me cedo , me despedi dos dois ,e fui Para a minha casa para falar com Kobato . 

já lá . 

Aprtei a campaniuhna mas nada , delas ,  e entao resolvi abrir a porta  e Kobato estava lá sozinha.

Maria - KObato , voce tá bem ? - perguntei

KObato - que , foi ? , venho me humilhar mais e dizer que tá com Ichgio , agora - disse bebebdno mais um gole de cerveja

Maria - nao - falei

Kobato - oque entao ? - perguntou

Maria - quero , voltar - falei colocando a aliança novamente

Kobato - serio? -   perguntou

Maria - sim - respondi

ela me abraça e come a chorar

Kobato - Obrigado mesmo , e em desculpe eu jamais farei tao ato novamente- disse ela

eu limprei suas lagrimas e dei um beijo 

 
Se o amor for grande... 
a espera não será eterna, 
os problemas não serão dilemas, 
e a distância será vencida. 
Se a compreensão insistir, 
as brigas fortalecerão-nos, 
os fatos farão-nos rir, 
e os diálogos marcarão-nos. 
Se o respeito prevalecer, 
os carinhos serão doces e suaves, 
os beijos profundos e cheios de valor, 
e os abraços calorosos e confortantes. 
Se a confiança existir, 
a dúvida se extinguirá, 
as perguntas serão respondidas, 
e as palavras poderão ser ditas. 
Talvez não seja um amor eterno. 
E não é um amor doentio, 
Nem um amor ideal. 
Mas um amor verdadeiro. 
Aquele que vence as barreiras 
Impostas pela vida e pelas ocasiões. 
Aquele que não teme a escolha, 
E faz a opção de simplesmente 
Ser intensamente vivido.
Desconhecido
Os ventos que às vezes
Levam para longe o que amamos
São os mesmos
Que trazem algo mais para ser amado
Nós não podemos chorar pelo
Que nos foi tirado
Nós não iremos... / Nós não iremos...
Nós amaremos o que nos foi dado 
Pois tudo que é realmente nosso...não irá embora...

 

to be continue



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...