História Você é minha - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Fugaku Uchiha, Hidan, Itachi Uchiha, Madara Uchiha, Mebuki Haruno, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha
Tags Drogas, Itachi, Itasaku, Naruto, Romance, Sakura, Sasuke
Exibições 281
Palavras 771
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Josei, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 31 - Um desconhecido


Fanfic / Fanfiction Você é minha - Capítulo 31 - Um desconhecido

 

 Sakura? - Chamou ele e quando verificou vendo que estava bem ele introduziu dois dedos na garganta da garota e apoiando a com a cabeça um pouco baixa a fez vomitar.

Akari - Tudo bem. De novo. - Colocou novamente e com sorte nem todos os comprimidos tinham sido digeridos pois a maioria ainda estava inteiro.

   Com Sakura sonolenta ele a levou até o sofá e a deixou lá deitada de lado. Depois de algumas horas ela acordou e vendo que o homem estava lá, apenas se sentou com o olhar vago.

Akari - Qual o seu problema? - Perguntou sério.

Sakura - Problema? - Piscou sem entender.

Akari - Você quer morrer!?

Sakura - Não! Do que está falando!?

Akari - Um só desse aqui já é forte o suficiente. E se estivesse entrado em coma? Ou coisa pior? - Falou balançando a caixa de remédios.

Sakura - Akari-San… Eu só tomei remédio pra dormir que o psicólogo me receitou.

Akari - Você tomou quase uma cartela do comprimido!

Sakura - É que eu não consegui dormir a noite toda mesmo tendo tomado um, e, quando foi de manhã estava meio com sono mas não dormia…

Akari - Aí resolveu se entupir pensando. “Ah… mais um não vai fazer mal”?

Sakura - … Eu não sei. - Falou e Akari suspirou.

Akari - Eu tenho uma filha meio doidinha? - Se perguntou mas por dentro ele sabia que a garota estava estranha.

 Akari On

 Mesmo que não tenha sido com vontade de tirar a própria vida alguém tem que ficar de olho nessa menina. Ela está claramente confusa das idéias.  - Pensou enquanto olhava o rosto estranho da Haruno.

Sakura - Posso pedir um favor?

Akari - Qual?

Sakura - Não diz isso para o Itachi… Ele pode pensar que tentei me matar.

Akari - E não tentou? - Indagou observando-a.

Sakura - Não!

Akari - Tem certeza?

Sakura - Eu tenho.

Akari - O seu psicólogo não presta. - Comentou.

Sakura - Você é engraçado. - Sorriu.

Akari - Eu poderia ter um ataque e tudo o que me diz é isso? Garota você tem problemas. - Dizia em sinal de negatividade.

  Sakura On

  Digam o que quiser mas achei interessante. Ele estava ali, claramente preocupado comigo. Eu me senti mal mas fiquei feliz nunca tive aquele tipo de preocupação por parte dos meus “pais” e agora estou tendo de um desconhecido?

 Narrador

 Sakura se prontificou e ainda meio zonza fez algumas coisas para os dois comerem. Sentaram-se à mesa e começaram a conversar.

Akari - Então…

Sakura - Akari-San… Eu realmente não tentei me matar! Só que minha cabeça estava fervendo e eu não pensei direito nas coisas.

Akari - Eu entendo. Quando ficar assim chame alguém.

Sakura - Itachi está trabalhando e o irmão dele estudando. - Sorriu.

Akari - Bem… Se estiver tudo bem pode me chamar quando quiser… Poderíamos conversar ou coisa assim. - Falou e ela sorriu.

Sakura - Eu não sou nenhuma criança.

Akari - É pior! Uma criança não tomaria tantos remédios! Além do mais, você precisa ser criança pra sair ou conversar com o pai? - Indagou e Sakura o olhou estranho.

Sakura - Que estranha cena de novela… Agora vai dizer que quer me conhecer melhor? Haha - Riu um pouco.

Akari - Não deboche. Eu não posso? Sou uma pessoa legal! - Se gabou.

Sakura - hahahahahahahahahaha - Ria divertida.

Akari -  Falando sério… Não vejo nada de mais em nos conhecermos.

Sakura - Você é realmente diferente do meu pai. - Comentou pensativa.

Akari - Também sou muito mais bonito! - Brincou e ela riu.  - Não sou? - Perguntou.

Sakura - Eu puxei a você. - Se gabou também.  - Mas então… O que veio fazer aqui?

Akari - Vim te ver. Não posso? - Perguntou depois tomando um gole de suco.

Sakura - Tem cerveja do Itachi na geladeira se quiser.

Akari - Obrigado. Eu não bebo mais.

Sakura - Era um alcoólatra? - Perguntou animada.

Akari - Não sei se eu seria considerado um. - Disse pensativo.

     

    Narrador

    Depois de toda essa conversa a noite chegou e Akari teve que ir embora deixando uma Sakura meio triste pra trás. Na hora de dormir ela só pensava em uma coisa, na frase que ele falou antes de ir embora… “Se você tentar se matar eu me mato pra irmos ao inferno juntos e lá eu dou um jeito de te punir”!     Com essa frase e um sorriso no rosto a garota pegou no sono sem saber o que tinham soltado na mídia naquele dia...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...