História Você é minha! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bleach
Personagens Karin Kurosaki, Rangiku Matsumoto, Toushirou Hitsugaya
Tags Bleach, Karin, Romance, Toushirou
Exibições 57
Palavras 1.727
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oie, bem estou aqui primeiramente para agradecer todos que vão ler essa fic, obrigada por dar uma chance, sendo minha primeira história estou um pouco nervosa kkkk devo muito a ~misaki403 que me ajudou bastante e me incentivou a escrever.
Espero que gostem

Obs:a capa não me pertence, o link é esse, caso queiram dar uma olhada: http://e--l--m--o.deviantart.com/art/Hitsukarin-Not-H-119548185

Capítulo 1 - Visita a uma humana


Pov Matsumoto

Já faz uns dias que o Taichou está estranho, no início pensei que fosse estresse já que depois da guerra com Aizen ele não tirou mais férias, mas mesmo assim, ele estava bem, gritando comigo por não fazer meu trabalho e estar sempre de ressaca ou tentando curá-la tomando mais Sake. Estou realmente preocupada, apesar de ser um rapaz sério ele está pensativo de mais.
  - Taichou... Taichooou... Taichooooooooooou!
  - O que foi Matsumoto, qual o motivo da gritaria?
  - Pensei que não estava ouvindo. O senhor não parece bem, aconteceu alguma coisa?
  - Não, não aconteceu nada.
Ele não está nem um pouco bem, acho que se ele se abrisse comigo seria  melhor, mas ele parece não querer falar sobre o assunto, droga ele é como um filho, fico preocupada, ele poderia ao menos levar isso em consideração, estou precisando beber.
  - Taichou, acabei de lembre, o Kyõraku Taichou pediu para ajuda-lo com algo, acho que ja estou atrasada en...
  - Ajuda-lo a acabar com o sake Matsumoto? Pode ir.
  - Es-Es-Esta bem
Ele deixou eu sair pra beber? Será que era pra poder ficar sozinho? Não sei o que está acontecendo, mas espero que passe logo, prefiro ele gritando comigo.

Pov Autora

A um tempo Toushirou vem visitando Karin, no início era apenas amizade, mas em uma noite Karin simplesmente o beijou, e as coisas só pioraram, a se ela soubesse o que causou no capitão gelo, depois disso ela se tornou sua droga, o que eram visitas semanais viraram diárias, todas as noites e elas sempre acabavam em beijos quentes, era óbvio para Toushirou que se as coisas continuassem assim seria impossível para ele suportar o desejo que sentia pela pequena.
Depois de apenas duas semanas o inacreditável aconteceu o capitão Hitsugaya chegou atrasado em seu bantai por passar a noite com uma humana, pela primeira vez se viu o capitão mais frio sorrir abertamente, e ninguém fora sua tenente tinha coragem suficiente para perguntar o motivo da mudança em sua atitude, mas nem mesmo Matsumoto conseguiu arrancar essa informação.
Mas  quem não aguentou a situação foi Karin, era óbvio para ela que Toushirou não a amava, afinal em todos os momentos juntos ele nunca nem se quer havia falado algo romântico e apesar de não admitir Karin queria ouvir, ela sabia que ele se esforçava para vê-la todas as noites, e apesar de não falar ele demostrava, mais ouvir dele seria como ter a confirmação que não seria só mais mais para ele, afinal ela sabia que ele não acreditava nessa relação, ela sendo viva e ele já morto, sabia que ele acreditava ser um atraso para si, mas não era assim que ela pensava, havia se apaixonado  por ele no seu lugar favorito, o campo de futebol, só demorou de mais para perceber que as noites em claro por estar muito preocupada, ou o fato de sempre procurar na colina os seus tão amados cabelos brancos, era amor, e após um tempo algo suportável se tornou insuportável, Karin tentava de todos os modos fazer com que ele ao menos falasse que se importava com ela, mas ele sempre desvia o assunto ou a calava com suas carícias o que para ela era impossível resistir, mas claro que tudo acaba, cansada disso em uma noite ela acabou por discutir com ele, ela queria ser como qualquer outro casal ,sair para passear, andar de mãos dadas, mas não podia se ele não queria, para todos ela era solteira, o que acabou levando um de seus amigos a pedir ela em namoro, é claro que ela negou, mas ele continuou a insistir e Karin querendo ouvir o que significa para Toushirou, e depois de sua discussão acabou cedendo ao pedido

Pov Toushirou

Duas semanas sem vê -la e já estou assim louco para tocar sua pele tão macia, marca-la com meus beijos, ouvir ela gemer meu nome como só ela consegue, ahhhhhhhhhh droga, não posso estar excitado só por imaginar a cena, porque ela tem que dificultar as coisas.

Lembrança on

Pov Autora

Já era noite em Karakura quando o senkaimon foi aberto e dele saiu um rapaz jovem, com seus 20 anos, albino, com cabelos tão brancos quanto a neve, dono de olhos verde esmeralda, porte físico atlético, vestindo seu Haori, o que o identificava como sendo Hitsugaya Toushirou Taichou do 10° bantai, ou seja o Capitão gelo veio visitar o mundo real.
Como nas noites anteriores ele veio ver sua amiga de infância, já havia se tornado hábito, ele simplesmente não conseguia evitar, algo o atraia para ela, e como todas as noites o desejo falou mais alto.

Pov Toushirou

Finalmente fora daquela sala, estava morrendo de sono, fora que estou exausto afinal fazer o meu trabalho e o de Matsumoto não é fácil, não acredito que tenho uma tenente tão irresponsável, ainda por cima me fez atrasar, espero que Karin não tenha dormido ainda.
Cheguei na janela de seu quarto como sempre estava aberta, sorri sem saber o motivo, claro que Karin com seus 19 anos achou melhor ter um quarto só seu, o que hoje eu agradeço, afinal não daria pra fazer metade das coisas que desejo com ela se sua irmã gêmea estivesse no quarto.
Quando entrei perdi o fôlego, ela parecia um anjo o meu anjo, com seus cabelos negros como o carvão espalhados pelo travesseiro, era uma noite quente, o que levou Karin a dormir somente de lingerie de cor preta rendada, que contrastava perfeitamente com sua pele branca, a qual estava louco para marcar com meus beijos, que vontade de marca-la como minha,  seu corpo bem desenvolvido, apesar de não possuir os peitos tão grandes quanto Matsumoto,  os dela cabiam perfeitamente em minha mão, pareciam ter sido feitos para mim, seus cabelos exalavam aquele cheiro de chocolate que eu tanto amava, não acho certo acorda-la passo decidir passar a noite toda a observar aquele anjo dormir, mas não resisto e a beijo, é só um afinal, não irá acorda-la.

Pov Autora

Toushirou se aproxima de Karin e a beija, ela estava de com a boca um pouco aberta o que permitiu que coloca-se a língua dentro da boca dela, ele explorou sua boca com ancia, enroscou sua língua na dela, mas com ela tão vulnerável ele teve que toca-la, assim sendo apertou sua coxa.
Karin havia acordado no momento em que ele invadiu sua boca com a lingua, mas queria saber até onde ele iria, quando estava quase correspondendo ao beijo ele apertou sua coxa a levando ao delírio, foi impossível não gemer, ahhhh como ela o amava.
Depois de uma noite de carícias Toushirou acordou de madrugada para voltar a Sociedade das Almas, Karin acordou bem na hora e pediu para ele passar a noite, Toushirou já previa que ela não iria gostar da resposta, mas mesmo assim respondeu
  - Estou voltando para o Sereitei.
  - Vc só pode estar de brincadeira né Toushirou, não poderia passar nem uma noite comigo, você simplesmente vem aqui me seduz e depois vai embora
  - Não comece Karin, e não fale como se não tivesse gostado, sei que gostou tanto quanto eu.
  - Não começar, não começar Toushirou, eu não sou mais criança, quero um relacionamento como todos os outros e tão difícil assim entender, eu sei que jamais seria normal, eu entendo mas se ao menos você não precisasse pular a janela pra entrar, eu pudesse dizer que tenho um namorado, sabe as vezes sinto um pouco de inveja de Iuzu ela tem o Gin, o modo como eles se relacionam não se parece nada com a nossa, as vezes acho que sou apenas alguém para você matar as suas necessidades.
  - Eu nunca disse que teríamos algo, não te prometi nada disso,  se quer ter um relacionamento de verdade acho melhor arranjar um namorado, deixei claro que seria apenas isso, você que insistiu, sou homem Karin, o que esperava, é claro que tenho desejos
  - Então eu sou apenas alguém por quem sente desejo, diga Toushirou? Eu preciso ouvir
Karin já estava em lágrimas, e Toushirou sem demonstrar se importar respondeusua pergunta
  - Sim, se era só isso eu preciso ir.
  - Se realmente não se importa, não irei pedir pra que fique, mas saiba que o que tínhamos acabou, não quero mais ve-lo, e vou fazer o que falou, seguir em frente, e vou fazer isso amanhã, o garoto que você me viu conversando aquele dia, aqui em casa, ele me pediu em namoro, pensei que hoje conseguiria conversar com você e decidir de uma vez o que eramos, mas já que não somos nada não vejo problema em aceitar.
  - Faça o que achar melhor, sua vida não é da minha conta.

Lembrança off

Pov Toushirou

Como pude deixar ela pensar que não a amava, acho que no fundo eu mereço sofrer por ela, o que eu estava pensando quando decidi me envolver, é claro que não daria certo por mais que ela diga que sim, não posso atrapalhar a vida dela, ela é jovem, vai superar, bem eu espero que sim, ela precisa... Ela precisa... NÃO ela não precisa, não posso acreditar que o idiota a pediu em namoro, eu o avisei, eu avisei pra não tocar no que é meu, droga não consigo ficar mais tempo longe dela, sem saber como ela está, se tem outro tocando ela como eu desejo tão loucamente,  ela não ousaria se entregar a outro, ela não pode, ela me pertence, DROGA!!!

Pov Autora

Toushirou havia congelado sua sala, de tanta raiva, a cena de Karin sendo tocada por outro, o deixava furioso, Matsumoto que já havia vontade para o bantai, notou a mudança na reatsu de seu Taichou, mesmo estando em um dos dormitórios escondida bebendo, se ele ao menos se abrisse com ela, não a deixaria tão preocupada, não sabia o que se passava com ele, mas sabia que não queria ser o responsável pela raiva dele.
Toushirou se acalmou e decidiu visitar Karin essa noite, ela estaria mais calma, poderiam conversar, e quem sabe ele não a convencia a deixar a relação deles como estava, quem sabe até poderia rolar o tipo de conciliação que acaba em cima da cama, esses eram os pensamentos de Toushirou que se animou na mesma hora com a ideia, uma pena Karin não desfrutar dos mesmos pensamentos.
   


Notas Finais


Bem espero que tenham gostado
Bjs e até o próximo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...