História Você é minha garotinha - Capítulo 10


Escrita por: ~

Exibições 200
Palavras 2.103
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oia eu aqui de novo amores!!!!!
Sei que demorei um pouquinho, porém, compensei e trouxe um cap meio grandinho e importante, uma nova personagem vai aparecer, ohhhh!!! rsrs
Vai ter algumas explicações no fim do texto para facilitar o entendimento de duas coisinhas.
É isso..
Curtam :*

Capítulo 10 - Piscina, lágrimas e mais um intruso


Fanfic / Fanfiction Você é minha garotinha - Capítulo 10 - Piscina, lágrimas e mais um intruso

O que ninguém percebeu foram as olhadas que Harry direcionava a Louis.

E nem as vezes que o menino Louis se pegou admirando as orbes castanhas.

...

Já faz dois meses que Harry veio morar com o irmão.

Nesse período Patrick não abusou de Louis e agiu como se fossem um casal normal, prestes a se casarem.

O moreno já está ficando louco por não ter possuído o corpo de sua garotinha por tanto tempo, mas tem em mente que seu irmão pode desconfiar, sabe que tem que agir com cautela.

Sua mente calculista já estar armando um novo plano.

Promover um dia ao lar livre na piscina é perfeito.

Além de passar um bom tempo com seu irmão, ainda vai reforçar sua encenação com Louis.

...

Patrick desce as escadas e encontra Harry na sala.

- Oi Harry - sorri abraçando o irmão.

- Oi - responde correspondendo ao abraço.

- Que tal aproveitarmos essa manha linda de sol e ficarmos um pouco na piscina, sei que você não vai trabalhar hoje? - sugeri Patrick de forma ardilosa.

- Seria ótimo - concorda o bronzeado.

- Ok. Vou acordar Luíza, nos vemos em alguns minutos na piscina.

O moreno sobe em direção ao seu quarto e Harry segue para os seus aposentos também.

- Acorda minha vadiazinha - cantarola Patrick subindo em cima de Louis, que se encontra dormindo encolhidinho.

- Vamos minha garotinha - um selar em seus lábios - acorde.

Aos pouquinhos o menino abre os olhos e seu pesadelo está ali bem diante de si.

O sonho que acabara de ter vai embora junto com a esperança de ter sua antiga vida de volta. No mundo das fantasias, o pequeno estava em sua casa com sua loira linda, que estava lhe fazendo brigadeiro e dizendo que lhe amava. Quando o garoto percebe já está chorando copiosamente, a saudade de sua mamãezinha, de suas tias Freiras e amiguinhos é tão grande que seu peito chega a doer.

- Já estais chorando Luíza? - o moreno balança a cabeça irritado - se te bato você chora, se não te bato você chora - ele se levanta da cama e passa as mãos pelos cabelos - aí haja paciência viu.

Louis apenas se encobre com o cobertor e lamenta baixinho. Ele sabe que quando seu Daddy está irritado, acaba sobrando pra si as consequências.

Um sorriso malicioso brota nos lábios de Patrick. Com muita calma ele arranca o tecido que cobre o menino.

Louis já fica em alerta, as lembranças do moreno lhe abusando veem a sua mente e o pobrezinho fica enjoado.

- Você sabe o que eu quero Luíza - Patrick sobe novamente na cama e retira a parte de cima do pijama do pequeno - vamos me agrade e eu poupo você de castigos - tenta convencê-lo mais este já chora e soluça alto, faz tantos dias que seu corpo não é profanado que o pobre fica muito temeroso.

- Não-o dad-ddy - Louis murmura tentando se afastar das mãos de Patrick;

- Shiuu pequena - o moreno abraça o menino e afaga seus cabelos, por alguns segundos o pequeno se perdeu naquele carinho e se sentiu amado e protegido, mas a realidade lhe é muito cruel - guarde sua boquinha linda e quentinha para me aliviar - Patrick ri nasalmente e sente as lágrimas do outro lhe molhar a camisa.

Louis não reagi e deixa sua triste sina se cumprir, seu corpo é despido por completo e o de seu daddy também.

O moreno se curva entre as pernas do pobrezinho, que apenas aperta os olhos e se prepara pra sentir a dor tão dilacerante e conhecida, que para sua surpresa não veem. Ele arrisca abrir os olhos e dá de cara com os lábios de Patrick que encostam nos seus e pede passagem, ele cede e sua boca é vasculhada pela língua quente e macia do moreno. Após alguns segundos, os corpos são afastados e Patrick deita na cama e apoia os braços atrás de sua cabeça.

- Me satisfaça garotinha - ordena calmo e gentil.

Seu humor já mudou totalmente, o lado malvado e frio deu lugar ao brincalhão e menos sádico.

Com lágrimas banhando seu rosto o menino envolve a ereção alheia com suas pequenas mãozinhas.

- Não Luíza - o maior se diverti - eu quero com a boca.

O pequeno derrama mais lágrimas e um bolo se forma em sua garganta, ele tenta se controlar mais a ânsia de vomito lhe acerta em cheio. Continua tentando, mas não consegui.

Patrick percebe seu estado e sorri entretido.

- Vamos garotinha faça logo ou eu posso mudar de ideia e meu pau vai entrar em outro lugar de seu corpinho - o menino entra em choque e rapidamente abocanha o membro a sua frente.

Ele faz movimentos lentos e vacilantes, a vontade de vomitar aumenta. Muitas vezes se engasga e Patrick ordena que continue mais rápido. O moreno chega a seu limite se desfazendo na boca do outro. O menino muito enojado deixa seu corpo escorregar pra fora da cama e se encolhe no chão, de certa forma se sente imundo, seu subconsciente tem a sensação de estar fazendo algo tão errado e pecaminoso.

- Você é tão perfeita garotinha - o moreno diz ainda mergulhado nos prazeres de seu recente orgasmo.

O que entre dois amantes após esse ato deveria ser um elogio, para Louis é apenas uma ofensa que machuca ainda mais o seu coração.

 O moreno se recupera, sai da cama e fita o menino encolhido no chão. Toma seu corpo nos braços e caminha para o banheiro.

Deposita-o na banheira e beija seus lábios, sentindo seu próprio sabor.

Patrick enche a banheira e toma banho junto com Louis, de forma simples e normal, sem nenhuma maldade.

Louis se encontra deitado na cama de seu Daddy, ele está tão triste que nem se mexe, apenas deixa Patrick fazer o que quiser consigo.

- Luíza, como sou um Daddy tão bondoso - o moreno beija a coxa esquerda e magrinha do outro - vamos passar o dia na piscina, um dia de sol vai te fazer bem - outro beijo em sua outra coxa.

O menino nada diz e Patrick continua.

- Já sei que roupa você vai usar e também tenho um brinquedinho novo para você.

Ele continua calado e já se conforma com a certeira dor que vai ter que aguentar.

- Seu biquíni é lindo, não é? - indaga o moreno ao retornar do closet trazendo em suas mãos uma sacola vermelha de grife cara.

Ele estende em suas mãos um biquíni branco e um vestido floral de tecido leve.

- Vamos aos preparativos - o moreno profere e um sorriso gigante se forma em seus lábios logo em seguida.

O corpo de Louis está quase curado, só algumas marcas de cicatrizes são visíveis, poucas. Nada que vá preocupar Patrick, já que sua intenção é escondê-las embaixo do vestido.

Mas antes de qualquer coisa ele tem que “esconder” o pênis de Louis, então decide utilizar uma técnica muito usada pelas Travestis e Drag-queens, chamada Tucking/Taping.

Com toda calma do mundo ele faz Louis ficar sentado com as costas recostadas na cabeceira da cama e afasta suas pernas minimamente, o suficiente apenas para conseguir mexer suas mãos.

O menino não protesta, sabe que tem que obedecer.

Patrick posiciona suas mãos no entre pernas do pequeno e pressiona seus testículos “para dentro’’. Louis se remexe, o processo não dói, mas é desconfortante. Com uma certa insistência os testículos sobem pelo canal inguinal*, deixando o saco escrotal vazio. Patrick não perde tempo, puxa o pênis para trás acomodando sobre o saco vazio, deixando as “bordinhas” semelhantes aos lábios vaginais de uma mulher. Porém, ao invés de prender o “pacote” com uma fita, como geralmente é feito, ele prefere usar um plug de gancho. Prende a argolinha na glande de Louis e sua outra extremidade é introduzida violentamente no seu já tão castigado ânus.

Algumas lágrimas ousam escorrer pela face alvinha do menino, mas ele não arrisca interferir, deixa Patrick prosseguir.

O moreno manda Louis ficar de pé e faz uma foto com seu smartphone.

- Essa vai para o seu mural garotinha - Patrick tem seus olhos brilhando em satisfação.

Louis é vestido com a calcinha e a parte de cima de seu biquíni branco.

Mais uma foto.

Louis aperta suas cochas com o desconforto que a posição de seu pênis está causando.

- Está doendo Luíza? - a voz do maior está carregada de sacarmos.

O menino apenas confirma com a cabeça.

Patrick se aproxima e dá um tapa na virilha do pequeno que solta um gritinho dolorido.

Pelo pênis de Louis ser pequeno o disfarce ficou perfeito.

O moreno passa protetor por toda a pele do outro e veste seu vestido.

Algumas ordens são dadas e os dois descem pra piscina.

...

O “casal” se encontra a beira da piscina e outro casal também preenche o recinto.

Harry convidou uma advogada amiga sua.

Ela é ruiva e linda, sua pele é clara. Seus olhos são verdes esmeraldas, tem 26 anos. Seu nome é Isabelly Canty.

Os tempo vai passando e os quatro conversando animadamente. Por ordem de Patrick, Louis apenas fala o necessário, para todos os efeitos é muito tímido.

Já são 2 horas da tarde, eles já almoçaram e agora estão na quadra de tênis. Harry e Patrick duelam, enquanto Isabelly e Louis torcem, cada um por seu respectivo acompanhante.

A partida termina e resolvem tomar outro banho de piscina, mais dessa vez Patrick permite que Louis entre na água.

O menino retira o vestido e seu corpo chama atenção. Os hormônios femininos que o moreno lhe aplicou durante os três anos renderam resultados, o corpo de Louis é cheio de curvas apesar de sua magreza, seu bumbum é avantajado e seus seios são pequenos porém bonitos. As cicatrizes estão quase sumindo e a luz do sol disfarça todas.

Os dois entram na água e o pequeno fica agarrado a Patrick, ele não sabe nadar.

O moreno se aproveita da situação e assusta-o de leve, arrancando risadas do outro casal.

A tarde segue e apesar de tudo Louis se sente um pouco feliz, estar ao ar livre tomando sol e interagindo com outras pessoas é bastante bom pro pequeno. Porém a presença de Isabelly o incomoda de certa forma, ele não sabe explicar, apenas sente.

Isabelly vai embora e Louis fica mais aliviado.

É inegável que Harry e a ruiva já tiveram alguma coisa, um caso aqui outra noite ali, mas nada sério, apenas sexo casual.

...

Eles já jantaram e Patrick está nesse momento arrancando o moletom de Louis, que chora descontrolado, sua tarde foi de certa forma tão boa.

- Quietinha Luíza - o moreno tapa a boca do outro - lembre-se que meu irmão pode escutar e eu não vou te proteger dele.

O menino chora mudo, apenas lágrimas escorrem por sua face e essas são as mais doloridas.

Patrick termina de o despir e arranca sua própria roupa também.

Ele deita Louis de lado, o mesmo esperneia e recebe três patas em suas nádegas.

Patrick tenta penetrá-lo mais o pequeno não para quieto, quando a glande entra ele se contrai a expulsando.

O moreno continua tentando mais não obtém sucesso e resolve parar, pois Louis chora e faz muitos barulhos, ele não quer colocar a perder toda a encenação que fez mais cedo.

- Tudo bem Luíza - o moreno se levanta e o outro se encolhe soluçando - hoje você está liberada - seus olhos são puro ódio - mas não se preocupe você vai me pagar e muito caro.

O moreno veste uma cueca box e se deita ao lado do temeroso pequenino.

Assim que Patrick dorme Louis se levanta e se esconde no closet, tentou sair mais a porta está trancada. Mesmo com medo o menino dorme em meio a tantas roupas.

Mais o pobre Louis nem sabe que o destino lhe guarda tantas surpresas.

 

CONTINUA...

Obs: *Tucking/taping é a técnica feita por drag-queens e transgêneros masculinos para esconder o pênis e ficar com a púbis reta.

*Canal iguinal é a passagem no interior da parede abdominal anterior na qual transitam, nos homens, o cordão espermático e, nas mulheres, o ligamento redondo do útero. O canal inguinal é maior e mais proeminente nos homens. Durante o desenvolvimento masculino, os testículos descem pelo canal inguinal até o abdômen, atingindo o escroto, a partir de seu ponto inicial perto dos rins e sobem quando são pressionados, temperaturas baixas ou durante o sexo em alguns casos.


Notas Finais


Espero que tenham gostado <3
Qualquer erro de ortografia já sabem ;)
Qualquer dúvida pode fazer perguntas, prometo responder.
E a Isabelly vai continuar conosco, digam aí o que acharam dela? (aí tu diz: autora a mulher nem falou, como vou julga-la? Eu sei kk, mas falem a primeira impressão que ela causou)
Até a próxima <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...