História Você e Monsta X - Imagines (Romance) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Personagens Originais, Show Nu, Won Ho
Tags Imagine, Monsta X, Romance
Exibições 367
Palavras 1.382
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Escolar, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem! ♥

[LEIAM AS NOTAS FINAIS PRIMEIRO! <3]

*Desculpe ter apagado o capítulo agora pouco, só notei depois que faltava ainda algumas coisas.
Já está arrumado.*

Capítulo 6 - Another year at his side. (Minhyuk)


Fanfic / Fanfiction Você e Monsta X - Imagines (Romance) - Capítulo 6 - Another year at his side. (Minhyuk)

Você mal abre os olhos e já encontra seu marido, Minhyuk, lhe olhando com um sorriso no rosto, ainda de pijama e com aquele brilho nos olhos que tornava sua face angelical. Você dá um sorriso meio desnorteado por ainda estar sonolenta e logo ele retira uma bandeja com alguns alimentos.

- Bom dia minha princesa – Ele diz indo até ti, você se acomoda, sentando na cama e ele coloca a bandeja em seu colo, seria um café da manhã na cama?

- Bom dia amor – Você diz soltando um curto bocejo acompanhado e fica animada ao ver que no café da manhã continha biscoitos recheados, um copo de suco de laranja, sanduíche com presunto e queijo, geléia e torradas.

- Nossa – O que você aprontou? – Você pergunta surpresa, já que raramente ele fazia as coisas assim, mesmo sendo sempre um homem romântico.

- Nada amor – Eu só quis mostrar o quanto te amo – Ele diz fazendo um biquinho triste e se sentando ao seu lado, você pega o sanduíche e coloca na boca dele, ele dá uma mordida e ainda sorri.

Vocês lancharam juntos na cama, Minhyuk como sempre estava sendo totalmente carinhoso, lhe fazendo cafuné, lhe enchendo de beijos e até uma massagem você ganhou. Realmente o dia estava muito bom hoje, e o pior é que você sabia muito bem o porquê disso, hoje seria o dia em que vocês fariam dois anos de casados.

- Amor – Temos que trabalhar – Você diz terminando o lanche e lembrando que já era para os dois estarem na empresa, ainda mais você que trabalhava com ele.

- Daqui a pouco vamos – Ele disse manhoso, tirando a bandeja de seu colo e colocando na escrivaninha ao lado.

- Minhyuk – É sério – Iremos chegar atrasados – Você continua a falar até que ele te puxa para mais perto dele, lhe abraçando como se fosse um bicho preguiça.

- Sinto muito – Você diz dando leves tapinhas no braço dele e se levantando da cama.

Ele apenas continua ali deitado com uma carinha triste, ele sempre foi mimado e quando não ganhava o que quer ficava ali, triste e solitário, com falta de dengo. Você apenas suspirou dando uma curta risada e foi até o banheiro fazer sua higiene, e sabia muito bem que logo ele iria vir junto para se arrumarem.

~//~

Depois de muito trabalho e um dia cansativo, você já tinha terminado tudo. Minhyuk ainda estava dentro da própria sala, você arrumou sua mesa de trabalho e foi até a sala dele, o chamando e logo ele terminou todo o serviço prontamente. Vocês dois se despediram dos poucos que ainda restaram na empresa e se retiraram.

- Vamos sair hoje? – Minhyuk pergunta enquanto ligava o carro.

- Claro – Onde você quiser – Você responde sorridente.

Em poucas horas vocês já tinham chego em casa. Você foi se arrumar enquanto Minhyuk estava apenas colocando o terno dele, não demorou muito e você já estava pronta e animada, queria saber onde dessa vez ele te levaria, já que da ultima vez quando fizeram um ano de casados passaram a noite fora em uma floresta a luz da lua.

- Está pronta? – Minhyuk aparece com um belíssimo terno.

- Claro – Estava apenas dando alguns retoques – Você diz terminando de por a maquiagem dentro da bolsa.

- Você está como sempre maravilhosa – Ele disse te olhando dos pés a cabeça.

- Obrigada – Você agradece de uma maneira tímida, logo vocês dois saem de casa de mãos dadas.

Mesmo dentro do carro vocês dois não desfizeram as mãos, sempre que ele passava a marcha você acariciava a mão dele, e ele sempre dava aquele sorriso doce que somente ele sabia fazer. E em poucas horas dirigindo vocês já estavam em frente a um restaurante de muito boa aparência pelo visto.

- O que vamos fazer aqui? – Você pergunta e logo ele estaciona o carro, desliga e sai, depois indo até sua porta e a abrindo pra você.

- O que fazemos em um restaurante? – Pulamos corda? – Ele fala zombando de ti e você apenas mostra a língua pra ele, até que os dois começam a rir e entram logo para o restaurante.

O restaurante estava tão bonito, as pessoas conversavam baixinhos entre suas mesas, na maioria eram casais. O tema do restaurante estava tudo branco, algumas flores brancas que você não reconhecia tão bem, até que chegando a mesa, ele puxa a cadeira para você gentilmente, você se senta e logo ele senta a sua frente, as flores na mesa era algodão.

- Que lugar lindo – Você diz olhando tudo a sua volta, as flores brancas que você não reconhecia, agora sabia, eram realmente algodões.

- Você ainda não viu nada – Ele disse pegando o cardápio.

Você começou a encarar a mesa e viu que tudo era de algodão, a toalha de mesa, os detalhes, realmente estava tudo tão lindo, até que você demorou a notar um cartão branco dentro do prato. Você olha para Minhyuk mais ele continua a conversar com o garçom sobre alguns pratos que você não conseguia ouvir tão bem, até que pega o pequeno papel, abre e começa a ler.

“Porque você é linda? Porque esse é rosto é tão bonito? Eu não podia dizer o que eu planejava dizer. Quando você sorri, o mundo inteiro para. Quando você chama meu nome, com aqueles lábios. Só eu posso ouvir as próximas palavras, eu te amo... Lindo dia, lindo amor. O dia do nosso amor começou... Cada momento timidamente parado. Eu acho que isso é amor... Linda garota, lindo amor. Sob o céu que brilha com a deslumbrante luz solar... Fora de todas as coisas que eu vi. Você é a mais bonita! Espero que goste de nossas Bodas de Algodão, meu amor!”

Você queria chorar de emoção e felicidade, mas você estava tão estática e sem o que dizer que não conseguia ter reação naquele momento, apenas ficou encarando o pequeno papel ainda em suas mãos. Você olhou para Minhyuk e lá estava ele sorridente te olhando com aquele brilho no olhar que somente ele tem.

Logo o garçom veio até a mesa de vocês, com uma bandeja em mãos, ele retirou duas taças de dentro da bandeja, pondo na mesa de vocês e um champagne, mas por curiosidade, dentro das duas taças tinha uma bola rosa, que chegando mais perto, você notou que era bolas de algodão doce.

- O que é isso? – Você pergunta curiosa apontando para a taça.

- Algodão doce meu amor – Ele disse sorrindo e logo o garçom abriu o champagne e começou a colocar na taça de vocês, fazendo com que a pequena bola rosa se desmanchasse.

Até que uma voz doce e um som de piano começou a tocar, uma graciosa melodia, deixando todo o clima romântico e gentil. Você apenas ficou ali, encarando Minhyuk e ele fazendo o mesmo. A música era tão gostosa de ouvir e parecia que tudo estava desfocado, apenas você e Minhyuk estavam ali, visíveis. Vocês começaram a tomar o champagne e enfim ele resolveu dizer algo quebrando esses olhares fixos.

- Eu te amo – Ele disse atingindo um tom avermelhado nas bochechas, como ele conseguia ser fofo e tímido nesse momento?

- Eu te amo Minhyuk – Você disse e logo ele se levanta um pouco, você faz o mesmo e acabam dando um selinho doce.

- Eu não sei bem o que dizer – Você diz também ficando tímida, já que não tinha nada preparado para ele também.

- Apenas continue casada comigo – E eu serei grato pelo resto da minha vida – Ele disse e vocês dois voltam a se encarar e acariciar as mãos um do outro ao som daquela bela voz no piano fazendo o clima voltar para o mundo mágico onde pra você, só tinha Minhyuk, aquele anjo a sua frente.


“♫ Como posso ficar com você? Ele já começou
Eu não consigo parar...
Quando eu abrir meus olhos, eu só posso vê-la.
Você se tornou meu tudo...
Oh amor... Todos os dias eu vou te dar todo o meu amor
Este é o meu primeiro amor... Como posso expressá-lo?
Todos os dias eu vou te dar todo o meu coração
Palavras que preparei para você
Posso te dizer com confiança
Mesmo que você tenha medo
Eu te amo! ♫”


Notas Finais


A música tocada acima é essa e de preferência, ofereço a vocês a ouvirem enquanto leiam esse capítulo.
Link -> https://www.youtube.com/watch?v=wxyBTHa99JI

[ As palavras escrita acima entre " é essa, ouçam caso quiserem depois que terminarem o capítulo.
Link -> https://www.youtube.com/watch?v=NpY4ZxRBbfI ]

*O que significa Bodas de Algodão?
R: Bodas de Algodão é o nome dado a comemoração do 2º ano de casamento!*

Obrigada por lerem até aqui! ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...