História Você é o Meu Ódio, Mas Também o Meu Amor - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Iris, Kentin, Kim, Li, Melody, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Rosalya
Tags Amor Doce, Colegial, Gamer, Jogos
Exibições 37
Palavras 1.392
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oie gente, cheguei, demorei mais tô aki!

E DESCULPA pelo cap pequeno, sério, DESCULPA.

Enfim... Boa leitura ^~^

Jentt, tem um avizinho lá em baixo pra v6, leiam! <3

Capítulo 12 - Verdade ou Consequência?


Me levantei e fui até a cozinha, peguei uma garrafa qualquer e voltei para onde todos estavam.

— Pronto, vamos começar. — Falei colocando a garrafa em nosso meio e me sentando.

Pryia girou a garrafa e parou no Castiel para a Melody.

— Verdade ou consequência? — Perguntou Castiel.

— Verdade!

— Hum... É verdade que você tirou uma foto do Nath no vestiário? 

— N-não! É-é... e-eu... — Falou Melody nervosa tentando desviar o olhar.

— Ah é mesmo? Essa foto diz o contrário. — Falou Castiel mostrando uma foto pra ela.

— Mais o quê!? — Falou Nath nervoso.

— Enfim... Vai tirando — Falou Castiel.

— Minha vez! — Ela girou e parou na Rosa para o Lys.

— Verdade ou consequência? — Perguntou Rosa.

— Verdade! 

— É verdade que você já teve uma queda por mim?

— C-claro que n-não! Eu...

— A primeira é a que conta! — Falou Melody rindo.

— Ava — Falou e tirou seu casaco — Próximo.

Ele virou e parou na Ambre para o Castiel.

— Verdade ou consequência?

— Verdade!

— Castiel, é verdade que você gosta de uma menina do colégio? 

— ... — Ele tirou a camisa sem ao menos responder — Minha vez!

Ele girou e parou no Alexy para mim.

— Verdade ou consequência?

— Consequência!

— Hum... Beija o Armin!

— ... — Fiz uma cara de "vai se danar", me levantei e peguei minha sandália, coloquei no pé e depois tirei.

— Pera... Agora chinelo é peça de roupa? — Perguntou Alexy com as mãos na cintura.

— Sim, agora é. — Falei.

— Ah mas isso não vai ficar assim... Não mesmo... — Falou.

Ele girou a garrafa e parou no Alexy para Armin, eu não sei se isso foi o destino ou só foi o Alexy fazendo macumba.

— Verdade ou consequência? — Ele nem esperou Armin responder e já foi falando — Consequência, ok!

— Mas eu nem falei... — Armin tentou falar mais já foi sendo interrompido por Alexy.

— Shiu! Beija a Keiko. — Falou apontando pra mim.

— Ow, não me envolva nisso! — Falei com carranca.

— Regra nova aqui! Se uma pessoa tirar o mesmo desafio, um que seja uma coisa entre esses dois, se o segundo receber, ele tem que cumprir! — Falou Pryia.

— Pera quê!? Você não pode mudar nem adicionar novas regras no jogo. — Falei.

— Não posso, mas estou fazendo! — Falou cruzando os braços.

— Vamos gente! Sempre quis ver isso. — Falou Alexy levantando as mãos.

— Alexy, você vai dormir hoje, e se você não acordar amanhã, pode ter certeza que fui eu quem te matou! — Falei com raiva apontando para o mesmo.

— Pff, beija logo. — Falou passando a mão no ar, com uma expressão de despreocupado.

— Filha da mãe. — Falei olhano o mesmo com ódio.

— Vamos gente, tenho o tempo todo não! 

Armin veio em minha direção, totalmente corado, foi se aproximando lentamente do meu rosto, tava puta da vida mas ao mesmo tempo querendo sumir dali, sério, meu primeiro beijo vai ser com o Armin!?

— E não vale selinho demorado — Falou Alexy se aproximando da gente mais a Rosa — Tem que ser de língua, trinta segundos!

— Ah não, vai tomar no cu — Falei me afastando de Armin e me levantando — Anota ai: NUNCA MAIS brinco disso com vocês. NUNCA, esquece

— Aaah, vem jogar com a gente, vocês podem se beijar depois. — Falou Alexy manhoso.

— E pode rolar tapão na sua cara depois? — Perguntei séria.

— Hum... Talvez... — Falou pensativo.

Me sentei novamente e o jogo continuou. O jogo foi passando e acabou que Nath, Castiel, Lys e Kentin estavam de box, o Armin, de bermuda, Melody de sutiã e saia, Vio de meias, Alexy de calças, Rosa e Pryia de lingerie, Kim de calcinha e casaco, e eu de pijama e descalço.

— Sério, minha casa ta parecendo um puteiro...

Fiquei um tempo calada e escutei meu celular tocando no meu quarto, subi e peguei ele, 21 chamadas perdidas de quem? Isso mesmo, mainha, fodeuu.

- Alô?

- Alô!? Alô, é o caramba! Me dá 21 motivos pra você não atender esse telefone.

- Aaaaahn, eu... Eu... Tava dormindo!

- E que sono é que não acorda com um toque de celular?

- Eu tava dormindo... Lá... Lá fora!

- Ta, vou acreditar...!

- Então o que queres?

- Você já buscou a Max no colégio?

- Como assim?

- Como assim o que?

- Como assim, ela ta no colégio?

- Sim! Eu não te avisei?

- Acho que sim...

- Keiko... KEIKO! EU NÃO ACREDITO QUE VOCÊ ESQUECEU A SUA IRMÃ NA ESCOLA, KEIKO!

-  Ai calma! Grita não!

- COMO NÃO POSSO GRITAR, KEIKO? AH QUER SABER? VAI BUSCAR ELA AGORA! ANTES QUE EU CHEGUE AI E TE DÊ UNS TAPAS.

- Ta, ta, fala onde é que eu vou.

- VOCÊ NÃO SABE, KEIKO?

- Ai mãe, calma, da tempo ainda - Me enclinei pra ver que horas são. - Ainda são 18:58!

- 18:58!? Você ainda tem a coragem de falar que horas são, Keiko?

Estava com o celular no ouvido segurando com uma das mãos, enquanto pegava uma roupa.

- Mãe... Mãe... Calma ae, já tô indo. - Falei vestindo a calça, sai do quarto correndo e eles ainda estava jogando.

- Vou ali rapidão, não descruam a casa! - Falei saindo como louca, e eles me olharam assustados.

- Você ta com pessoas ai em casa Keiko? Você não estava dormindo?

- Tava!

- Keiko...

- Ai mãe! Eu estava com uns amigos.

- Não acredito que você esqueceu sua irmã por causa de amigos! Keiko, eu vou te bater!

- Mãe, pelo amor de deus, onde é essa bendita escola?

- Onde você está?

- Ahn... Eu estou perto de um parque!

- Vai pra frente, vira à direita e depois esquerda, frente, segunda esquerda, e vira novamente pra esquerda. 

Ela falava o caminho e eu corria o mais rápido que eu conseguia, minhas pernas já estavam doendo, até que uma pedra decide entrar na minha frente e fazer eu quase cair, mas eu derrubei meu celular.

- Caralhooo - Peguei o celular e coloquei novamente no ouvido e minha mãe terminou de falar uma frase, fingi escutar e continuei correndo.

Cheguei na frente do colégio e vi Max sentada em um banco olhando para o céu, até que tava fofa, pensativa, parada no tempo, pensando no que fazer... Poderia tirar uma foto, mas meu celular es precioso.

- Pronto, cheguei!

- Ok, mas tarde eu estou ai. E mais uma coisa, se você esquecer sua irmã quando eu estiver viajando, você ta morta. 

- Ta...

Direi o celular do ouvido e desliguei. Entrei no colégio e até que tinha várias crianças, isso é sorte? Ela me viu, se levantou e veio até mim.

— Sabia que não é bom esquecer a irmã mais nova na escola? — Falou de braços cruzados com carranca.

— É, eu percebi — Me agachei um pouco pra ficar na sua altura e afofei seus cabelos — Ainda bem que você ainda ta viva.

— Eu estou, mas com certeza você não vai ficar. — Falou ela com um olhar ameaçador.

— Nossa, precisa jogar na cara? — Falei fingido estar magoada.

— A mamãe vai te matar, e vai começar a falar espanhol, que é muito chato. — Falou ela andando pra saída.

— É... Agora deu medo! — Falei acelerando o passo e indo atrás dela.

Fomos andando até a nossa casa no maior silêncio, o chato agora é que eu vou ter que buscar essa praga quando mamãe e o papai viajarem, mas se bem que eu tenho a Nessah, é agora que ela se torna útil!

Cheguei em casa e fui mandando a Max ir para o quarto, sem ela ver o que tem na sala, porque pelo amor, sério, minha casa ta parecendo um puteiro! Sério!

— Ta, cheguei! Vamos continuar essa putaria. — Falei me sentando.

— Onde estava? — Perguntou Rosa.

— Eu estava... Buscando uma irmã esquecida.

— Nossa, você é bem responsável. — Falou Rosa me olhando indignada.

— É, eu sei

— Ok vamos continuar.

Rosa girou a garrafa e parou no Castiel para o Armin.

— Verdade ou consequência? — Perguntou Castiel.

— Verdade.

— Oh Armin... — Um grande sorriso abriu em seus lábios — É verdade que você já beijou a Bia?

— Sim — Respondeu Armin.

— A-ah... Que... Eca! — Falou Rosa com cara de nojo.

— Perdeu Keiko! — Falou Alexy rindo.

— Nossa que decepção! — Falei sarcástica me jogando no sofá — Eu tô com muito sono...

— Querida, o jogo não acabou. — Falou Rosa.

— Shiii, eu tenho um plano. — Falou um ser, não sabia quem era, aliás estava morta.

Peguei no sono logo quando deitei, por isso que eu amo correr!

Continua...


Notas Finais


Dicupa, vou tentar fazer o próximo maior bjo ´3´

Então... Jentt, eu estou pensando em trocar o nome da fic, tipo, "Vida Virtual" só foi pra encher linguiça enquanto não achava um nome melhor, a história não vai mudar, apenas o título e a capa, não sei ainda, veio uma ideia na cabeça e vou pensar se vou usá-la! Sei que já ta no meio da fic mas é que sou trouxa mesmo, só decido as coisas na hora errada. Não é certeza, me digam oq v6 acham, ajuda eu ae.

Agora bjo, vejo v6 na próxima, fuiz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...