História Você é o Próximo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Assassinato, Assassino, Drama, Horror, Massacre, Morte, Pânico, Psicopata, Sangue, Scream, Suspense, Terror
Visualizações 35
Palavras 680
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Essa é a minha primeira história, pessoal. Espero que gostem!

Capítulo 1 - Bem-vindos (ou não) à Lakefield


Fanfic / Fanfiction Você é o Próximo - Capítulo 1 - Bem-vindos (ou não) à Lakefield

Cidade de Lakefield

Dias Atuais 

(Casa da Julie - 10:33 AM) 

Julie: Amor, estou muito feliz de estar com você! Esses 2 meses foram os melhores da minha vida!

Shawn: Nem me fale, você foi a melhor coisa que já me aconteceu. Eu te amo muito! 

O celular de Shawn vibra indicando que chegou uma mensagem. 

Julie: Quem é? 

Shawn: É o David. Está me dizendo que o jogo foi cancelado por falta de verbas na escola. 

Julie: Poxa, querido. Sinto muito! Sei o quanto esse jogo era importante para você... 

Shawn: Pois é, mas não há nada que possamos fazer, infelizmente... Bem, vou subir e tomar um banho, ok?

Julie: Ok, amor. Vou continuar estudando aqui. 

Eles dão um beijo e Shawn sobe.

Julie está estudando quando recebe uma mensagem de um estranho...

[Mensagem do Estranho: Pobre Shawn... Ele sabe o que você e David fizeram? Eu sei.]

[Mensagem da Julie: David, é você?]

[Mensagem do Estranho: Eu não sou o David!]

[Mensagem da Julie: Seja quem for, por favor, você não pode contar para o Shawn! Me diga o que você quer!]

[Mensagem do Estranho: Pobre Julie... Acha que o mundo gira ao seu redor... O que eu quero? Bem... Gosto de jogar... Principalmente com as pessoas e suas pobres vidas medíocres...]

[Mensagem da Julie: Pare com essas brincadeiras e me diga logo quem você é!]

[Mensagem do Estranho: Você saberá quem eu sou quando eu quiser! Nem um minuto a mais, nem um minuto a menos!]

Julie fica apreensiva e resolve não contar nada sobre as mensagens para Shawn para não precisar contar o segredo que ela esconde com David, o melhor amigo de Shawn.

(Casa da Amy - 18:04 PM) 

Amy está deitada em sua cama mexendo no celular enquanto espera a pizza chegar. E acaba recebendo uma chamada de vídeo por Skype de Shawn. 

Amy: Oi, gato! Senti saudades... 

Shawn: Oi, gatinha! Também senti sua falta. Queria estar nessa sua cama aí junto de você!

Amy: Shawn, fale baixo! Alguém pode te ouvir!

Shawn: Relaxa, amor. Julie não está aqui em casa. Estou sozinho. 

Amy: Menos mal... O que minha melhor amiga iria pensar se soubesse que estou pegando o garoto mais gostoso da escola, vulgo o namorado dela? Hahaha. 

Shawn: Hahaha. Você é demais, gata! Mas vem cá... Que tal fazer aquilo que você faz que me deixa maluquinho, hein?!

Amy: Aquilo tipo... Isso?!...

Amy começa a tirar sua blusa quando a campainha toca.

Amy: Droga! Deve ser a pizza... Depois eu te ligo, amor!

Shawn: Aff! Agora que estava ficando bom?! Tudo bem... Beijos.

Amy desliga e vai até lá em baixo buscar a pizza. 

Ela dá o dinheiro, pega a pizza, agradece e vai até a cozinha. 

Quando ela abre a caixa, ela encontra um bilhete grudado na tampa que diz: "Amy, Amy... A garota mais vadia de Lakefield pegando o namorado da própria amiga?! Acho que vocês duas tem muito mais em comum do que imaginam.".

Amy, assustada, vai até a porta em busca de ver se o entregador ainda estava lá, mas ele não estava.

"Que droga de brincadeira sem graça é essa?! Deve ser o Shawn! Vou ligar para ele!" - diz Amy.

Antes mesmo que ela possa discar o número de Shawn, ela recebe uma mensagem.

[Mensagem do Estranho: Oi, Amy. Como estava a pizza?]

[Mensagem da Amy: Quem é você? O que você quer?]

[Mensagem do Estranho: Eu sou a última pessoa que você verá na sua vida.]

Amy, já assustada, ouve um barulho do lado de fora de sua casa e corre rapidamente para seu quarto, no andar de cima. 

Chegando lá, ela tranca a porta e se distancia da mesma bem lentamente olhando para ela. 

Quando está prestes a digitar o número da polícia, uma figura com vestimenta preta e máscara de fantasma sai de seu armário de trás dela, cortando sua garganta de orelha a orelha, fazendo o sangue espirrar por todo o quarto.

Amy, desesperada e vendo que ali era o seu fim, consegue puxar a máscara do assassino enquanto caia no chão. Ela olha para o rosto dele com um olhar de surpresa e, ao menos que consiga dizer algo, morre. Fechando os seus olhos lentamente enquanto ele foge. 

CONTINUA






Notas Finais


Espero que tenham gostado desse primeiro capítulo. Em breve sairá o próximo. Aguardem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...