História Você é perfeito para mim. - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroshitsuji
Personagens Alois Trancy, Ciel Phantomhive, Grell Sutcliff, Sebastian Michaelis
Tags Grell Sutcliff, Sebastian Michaelis
Visualizações 37
Palavras 2.902
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpem os erros e Boa leitura.

Capítulo 7 - Cap.7


Fanfic / Fanfiction Você é perfeito para mim. - Capítulo 7 - Cap.7

--Grell-San acorda.- escuto a voz de Sebastian abro meus olhos lentamente tendo a visão dele me olhando.

 

 

 --Hn?- resmungo me sentando.- Cade o Ciel?- pergunto me espreguiçando.

 

 

 --Escola, você parecia cansado então deixamos você dormi mais um pouco.- responde ele começando a arrumar a sala.

 

 

 --Como você se sente.- pergunto me levantando.

 

 

 --Me sinto bem, desculpe se eu dei trabalho ontem, não vai se repetir.-diz Sebastian me olhando intensamente.

 

 

 --Tudo bem, você se lembra...-pergunto meio incerto.

 

 


 --An? Do que exatamente?- ele pergunta parecendo curioso.

 

 

 --Ah nada não, vou me arrumar e ir tomar café.- digo deprimido saindo da sala.

 

 


Me arrumei e tomei café em silêncio, estava um muito chateado ontem ele disse que me amava e não se lembra, poxa Sebastian por que me dar esperança e logo tirar assim do nada.

 

 


 --Grell-San arruma a Alice para mim e toma conta dela, eu vou ao supermercado.- pede Sebastian aparecendo no batente da porta da cozinha.

 

 

 --Tudo bem.- respondo sem fita-lo.

 

 


 --Algum problema?- ele pergunta tocando no meu ombro oque me fez estremecer e me esquivar inconscientemente.

 

 


 --N-Não.. Vou la cuidar dela.- digo e saio praticamente correndo da cozinha.

 

 

 Droga oque eu estou fazendo, Que raiva eu quero contar para ele como me sinto mais não consigo me expressar tenho medo de acabar piorando as coisas.

 

 

E por pensar nisso eu acabei evitando ele por uma semana inteira, ele me perguntou algumas vezes oque avia acontecido eu sei que estou sendo infantil mais eu não posso evitar eu sou assim.

 

 

Ontem ele foi para um hotel, Ele disse que seria melhor assim, até eu resolver conversa com ele. Como Ciel e Alois estão em uma viajem com a escola foi mais fácil resolvi deixar Alice com a babá e ir atrás dele.

 

 

    (******)

 

 

   Sebastian ouvi batidas na porta de seu quarto, indicando que Grell avia chegado. ja fazia algum tempo que o ruivo avia ligado dizendo que precisava falar algo muito importante e para tirar esse clima estranho entre eles  ele aceitou conversa.

 

 

  --Entre.-diz Sebastian.

 


  O ruivo adentrou o quarto pequeno, tendo a visão de Sebastian com os cabelos úmidos balançando levemente com a brisa fresca que passava pela porta, o Shinigami sentiu seu coração acelerar.

 


 
 Sebastian se levantou,e andou a passos lentos ficando muito próximo do ruivo que ficou com as bochechas da cor de seus cabelos.

 

 

 O moreno estende a mão fechando a Porta e da um dos seus sorrisos sedutores.

 

 


 --Grell-san sente-se vou te ouvir.- dito isso ele se afasta voltando para sua pequena mesa.- Sei que meu quarto não é um dos melhores lugares para se conversa,mas é oque tem.- Sebastian esperou ouvir alguma gracinha do ruivo mas não ouve.

 

 


  --É um pouco pequeno, para um mordomo Demônio como você.- Grell diz avaliando o quarto enquanto se sentava em uma cadeira que foi indicada pelo moreno.

 

 


 --Creio eu, que você não veio aqui para falar de decoração.- diz Sebastian atraindo a atenção do ruivo.

 

 


 Eles ficaram um tempo se encarando, Sebastian esperava o ruivo dizer logo oque tanto queria, e o ruivo se perdeu nas orbitas vermelhas do moreno, então ele viu algo que penso nunca ver do moreno direcionado para si. Sebastian sorriu, e não do seu geito sedutor ou do geito sádico, foi um pequeno sorriso mas foi sincero.

 

 

 Aquele sorriso passou a ser uma das coisas que o Ruivo iria amar para sempre.

 

 


 --Então..- O moreno fixando seus olhos nas orbitas verdes do outro, os mesmos transpareciam tristeza. Sebastian se perguntou se o motivo daquela tristeza era sua culpa.

 

 


 Grell hesita um pouco em falar sobre o real motivo que tem lhe tirado noites de sono.

 

 

 
 --Nos conhecemos a bastante tempo.- indaga o ruivo desviando o olhar.- eu estou te perseguindo a mas de três anos.- a voz do ruivo soa melancólica.

 

 


 Sebastian estava estranhando essa atitude do ruivo, geralmente o Shinegami teria pulando em seu pescoço o abraçando e dizendo umas das varias história de amor que ele sonha em ter com o demônio. Mas hoje foi diferente o ruivo parecia estar tranquilo de mais, isso estava deixando o moreno intrigado.

 

 


 --Sim, e a três anos eu tento me livrar de você.- diz o moreno se debruçando sobre a mesa pequena em meio segundo, estava próximo ao Shinegami, que surpreende-se  levemente com a aproximação repentina e por reflexo inclinou-se minimamente para trás.

 

 


  O moreno suspirou fundo assoprando uma mecha de cabelo que caia sobre seu rosto, esse gesto o deixava fofo, se fosse em outro momento e com outra pessoa Sebastian estaria  com sua pose de mordomo, mas eram três da manhã e mesmo ele sendo um Demônio nesse mundo ele é humano então também precisa de uma boa noite de sono.

 

 

 Aos olhos do Shinegami o Demônio estava extremamente encantador.

 

 

 
 --Como eu ia dizendo, eu gostaria de lhe fazer um pedido.- diz o ruivo um pouco nervoso.

 

 

 

 Sebastian apoiou os cotovelos na mesa olhando para o Ruivo fixamente.

 

 


  --Diga se estiver ao meu alcance.- diz o moreno.

 

 

Grell pensou em várias possibilidade de como oque ele ia pedir ia terminar, e todas acabavam do mesmo geito, ele morto por Sebastian Michaelis.

 

 

 --Eu quero que saiba que mesmo você me rejeitando, me batendo me magoando, me tratando como um lixo, eu não menti. posso ter dito ou me declarado da forma errada, eu sei que meu geito barulhento escandaloso te irrita, mas eu sou assim, eu poderia mudar para tentar te conquistar, mas ai seria tudo uma mentira, eu descobri que não posso mudar por você, e nem por ninguém, seria errado da minha parte fazer isso.- o Ruivo falava de uma forma calma não percebendo seus olhos cheios de lagrimas.- Eu sei que você nunca ira me retribui da mesma forma mas eu já não me importo mais.-  a voz do ruivo transmitia magoa.

 

 


  --Aonde você esta querendo chegar.- pergunta o moreno, estranhamente ver o ruivo dessa forma o deixava desconfortável.

 

 


--Sebastian eu..- o ruivo Hesitou novamente, e o moreno ficou ainda mais curioso, pela forma que o ruivo o chamara deve ser coisa seria.

 

 

  --Eu?... -Incentiva Sebastian esperando o ruivo Prosseguir.

 


 
  --Mesmo depois de tudo eu ainda Te amo, sei que paresso um sádico mas eu não consigo deixar de te amar. E mesmo sabendo que você acha isso nojento, eu estou te falando por que todo mundo tem esse mesmo sonho antigo de um amor que funcione perfeitamente, e o meu é com você.- O shinigami falou com tanta intensidade que conseguia transparecer tudo que estava sentindo.

 

 


 --Eu não sei oque dizer.- fala o Demônio surpreso pelas sinceras palavras do Shinigami.

 

 


  --Consegui deixar Sebastian Michaelis sem palavras, irônico não.- indaga o ruivo suspirando fundo.- Bom eu não quero que você fique com pena de mim, longe disso eu so quero que você aceite uma despedida.-o ruivo fala meio incerto.- eu quero que você me toque como nunca tocou outra pessoa, eu quero deixar essa noite como uma lembrança nossa, mesmo você não me amando eu vou aceitar seu ódio, e vou desistir de você.- o ruivo diz por fim.

 

 

 

  --Entendo...... não ira se arrepender?.- pergunta o Demônio pegando na mão do Shinigami, que nega rapidamente com a cabeça estremecendo levemente com o toque do outro.

 

 

 Sebastian se levanta puxando o ruivo com sigo, desajeitadamente o ruivo se choca contra o peitoral do moreno que passa uma das mãos sobre aquele rosto delicado. o moreno vê o brilho nos olhos do Shinigami e sem hesitar os lábios de ambos se chocam, lentamente intensamente assim como o ruivo sempre sonhou, seu coração acelerou ainda mais, estava torcendo para que não fosse mais um de seus sonhos.

 

 

  As mão de Sebastian se dirigiram até a cintura de Grell, trazendo mais para si e quebrando qualquer espaço que os dois mantinham, sua língua adentrou a boca do Shinigami explorando cada canto dela, provando o gosto incrivelmente delicioso vindo da mesma, o Demônio ficou meio atônito ele estava mesmo gostando de beijar aquele ruivo que sempre o perturbou? Sebastian não sabia oque estava sentindo, mas deixou para pensar nisso depois e volto a atenção para o Shinigami.

 

 

  Ao sentir a língua do moreno, um longo arrepio percorreu por todo o corpo do ruivo, que se entregou totalmente ao beijo, entrelaçando seus braços no pescoço do Demônio, era uma Mistura de sentimentos que o ruivo estava sentindo, a sensação de beijar o homem que tanto o desejou era inexplicável.

 

 
 Apesar de ja terem feito isso algumas vez, parecia estar diferente era como se fosse a primeira vez de ambos se tocando desse geito.

 

 


 Tiveram que se separar por conta do ar o ruivo ja estava bastante ofegante, então Sebastian se afasta escutando um resmungo vindo do Shinigami, o moreno sorri com a Preça do ruivo.

 

 

 

  --Calma, você não queria uma lembrança, não adianta nada a gente apenas fazer sexo Okay, vamos com calma, não quero fazer como eu fazia com as garotas.- Sebastian diz deixando o ruivo corado.

 

 


 --Eu to um pouco ansioso.- diz o ruivo.

 

 

 
--Tudo bem, sou um humano agora e também tenho desejos.-  diz o moreno fitando fundo as orbitas verdes do ruivo.-Agora eu quero que você faça tudo que sempre desejou fazer comigo .-diz Sebastian tirando suas luvas com os dentes, um gesto muito sexy aos olhos do Shinigami.

 

 


  O ruivo sorri passando por ele, o shinigami começou a tirar a roupa lentamente, Sebastian olhando a cena vai até seu porta bebidas abre uma garrafa de vinho derrubando um pouco do líquido em duas taças, ele se vira se deparando com o ruivo nu, Sem todo aquele pano vermelho aos olhos do moreno ele parecia um pouco mais atraente, seus cabelos longos ainda estavam Soltos e ele não estava mais usando aqueles óculos, suas orbitas verdes estavam mais chamativa.

 

 

 Grell se aproxima e com delicadeza tira sua gravata, seu terno, desabotoa sua camisa social em vez de jogar no chão, ele a vestiu, Sebastian não entendeu porque mas não interrogou apenas deixou ele comandar a situação, o Demônio queria por uma noite ao menos agir  humanamente. O moreno entrega a taça para o ruivo que bebe um gole e senta na beirada da cama, ele acompanha o Shinigami.

 

 

 Então ele começou a conversa com Sebastian, contou sobre o quanto esta difícil convencer Olivia a manda-los de volta para casa. E  sobre como esta gostando de ser pai e o fato de estarem morando juntos o deixava muito feliz,  e o Demônio contou sobre como anda o trabalho na delegacia local, e de que pode acabar se acostumando com a ideia de ser pai, eles conversavam como um casal que estão juntos a anos. No meio da conversa o shinigami bota suas pernas encima do colo do Demônio, e Sebastian poe a mão sobre a perna do Ruivo.

 

 

   Ele continuava falando, mas tornava-se mais suave por conta do carinho. As mãos começaram lentamente a subir, mantendo os movimentos firmes, passando pelos joelhos e alcançando as coxas. Grell estava sentado bem à vontade, apenas com a camisa do moreno.

 

 

A proximidade entre as mãos de Sebastian e seu sexo era perturbadora. Ele olhava para seu rosto e continuava com as carícias, avançando cada vez mais, vendo que o ruivo fechava os olhos e abria mais as pernas, facilitando a passagem de suas mãos.

 

 

Logo percebeu o quão excitado o ruivo estava: molhado e receptivo entregou-se totalmente ao toque do Demônio.

 

 

  Cuidadosamente, subiu um pouco mais a camisa, podendo assim visualizar melhor o sexo do ruivo. Usou apenas uma mão para  acariciá-lo ali, suavemente, enquanto a outra mão  apoiavam-se e roçavam a entrada . O ruivo inclinou o tronco para trás, encostando na cabeceira da cama. Projetou o quadril na direção dele, abrindo mais as pernas, mordendo o lábio inferior. O moreno mostra dois dedos para o shinigami, que entende o recado e chupa soltando um gemido tímido com a sensação do Demônio o masturbando. Os dedos deslizavam para dentro do ruivo de forma gentil e cadenciada, os finos pêlos das  coxas do mesmo estavam eriçados.

 

 

 Sebastian avistou a taça de vinho e, com uma das mãos, a apanhou. Sorveu um pouco da bebida. Aproximou-se do orifício anal e lá depositou, aos poucos, o vinho que tinha na boca. O ruivo estremeceu e soltou mais um gemido tímido, passando as mãos pelos cabelos do moreno.

 

 

Naquele momento, a língua aliou-se aos dedos e também investiu contra o sexo do ruivo . A boca morna e macia explorava cada centímetro daquela cavidade úmida, o moreno parou os movimentos com as mãos levantou o olhar vendo o ruivo corado e  com os lábios entre abertos, por algum motivo aquela sena o deixou duro, ele gostou de ver o ruivo  tão submisso, o moreno começou a dar leves lambidas no membro do ruivo que mordiscava os lábios para não acabar gemendo alto de mais, seu corpo estremeceu quando sentiu a boca do moreno tão quente tão úmido, soltou um gemido sofrido quando sentiu o moreno o penetrando novamente com os dedos no mesmo ritmo que o chupava, "esse Demônio adora me tortura" pensava o ruivo se segurando para não gozar.

 

 


A intensidade daqueles chupoes e dedos que ele lhe proporcionava muito prazer aumentava. Seus pés procuraram acariciá-lo em retribuição. Sebastian estava excitado, coberto apenas pelo tecido da calça social . Com uma das mãos, sem que sua boca parasse de fazer-lhe os movimentos, tirou seu cinto, tirou sua calça e sua Cueca rapidamente, mostrando o quanto desejava que o ruivo avançasse nas carícias com seus pés macios e pequenos.

 

 

Logo ao primeiro toque, ele arrepiou-se e volto a penetrar com os dedos aumentando a velocidade dos Chupoes, fazendo com que o ruivo cravasse as unhas em seus ombros. Embrenhou os dedos nos cabelos do Demônio e puxou sua cabeça de encontro ao seu corpo, para que aumentasse a intensidade de seu carinho. Já podia sentir o seu membro em espasmos que eram o antegozo, apertando os dedos macios, até, enfim, explodir em orgasmo naquela boca. E os dedos não paravam, estava faminto e sedento pela alma liquefeita que vinha de dentro do ruivo, alucinado e com a respiração descompassada por causa do cheiro doce que vinha do shinigami. Os pés... os pequenos pés ainda faziam os movimentos sublime de acariciar o membro que pulsava de desejo.

 

 

Quando sentiu que a carne quente parou de latejar em sua boca, se afastou e se levantou, pedindo apenas com o olhar para que o shinigami também o fizesse. Acariciou os cabelos longos e com a mão em seu pescoço fez com que ele virasse de costas, ficando debruçado na cama. Ainda em silêncio, penetrou o sexo ainda quente por trás, por um momento os dois travaram com a sensação estranha que os atingiu mas logo voltaram ativa, o moreno  começou a se movimentar, fazendo com que o ruivo erguesse o tronco e gemesse um pouco mais alto.

 

 

 O moreno arfava, aumentando o ritmo e a intensidade de suas investidas. As coxas e nadegas do ruivo queimavam e, encharcadas, eram cada vez mais convidativas e facilitavam ainda mais a penetração.

 


 Sebastian mordeu seus lábios com força sentindo seu próprio gosto de sangue na boca, ele teve que conter seus gemidos se não daria de ouvir pelo Hotel inteiro, Sebastian sempre foi discreto mais tinha algo naquela Shinigami que o fez perde o controle.

 

 

  --Sebas-Chan mais rápido .-  dizia Grell em meio aos gemidos.

 

 


 --Não me provoca Grell-Sama , Nesse momento eu lhe desejo de mais, posso não conseguir me controlar.- Fala o moreno no mesmo estado que o ruivo.

 

 

  Num movimento brusco, apertou com toda a força as nádegas alvas em sua frente, se inclinando sobre ela e mordendo-lhe a nuca... Com a outra mão, apertou-lhe o membro do ruivo e gemeu forte, deixando jorrar o leite morno dentro do mesmo enquanto o ruivo se derrama em sua mão, a cada pulsação de seu Membro, despejava no demônio um pouco de sua alma. Naquele momento era como se fossem cúmplices. Amantes.E o resto do mundo não existisse dentro daquele Quarto. Sebastian sentiu algo diferente mas ignorou.

 

 


Permaneceram assim por alguns instantes, até que seus corações voltassem a bater no ritmo normal e que pudessem ter as pernas menos trêmulas. Ele saiu de dentro do ruivo o levando no colo para tomar banho juntos , o shinigami estava exausto, eles  ficaram na banheira abraçados entre beijos, carinhos e palavras doces, até o ruivo pegar no sono la mesmo. Sebastian ajudou o shinigami a se secar, colocou outra camisa dele no ruivo e pões o mesmo na cama.

 

 


  Sebastian podia ter so dormindo com o ruivo e ter mandado o mesmo embora, mas aquele Shinigami estava tão adorável após o sexo que o moreno decidiu aceitar o amor do ruivo Para sempre, não iria lhe custar nada certo.

 

 

 
  Sebastian sorri olhando o ruivo dormindo, ele nem se quer teve tempo de  pergunta se tinha o machucado, O demônio balança a cabeça com esse pensamento, onde ja se viu Sebastian Michaelis preocupado com Grell sutcliff,  ia se levantar para arrumar o quarto  mas o ruivo o abraçou inconsciente, oque fez seus lábios repuxarem em um sorriso pequeno.

 

 


 --Não desista de mim, oque eu tenho que fazer para você entender que eu estou inteiramente e completamente amando você seu Baka, eu so não sei como te falar de forma fácil.- sussurra Sebastian olhando o ruivo ressonando.

 

 


Ele volto a deitar ao lado do Shinigami,  enfim conseguiu dormir ouvindo Grell murmurar algo como Sempre vou te amar Sebas-chan.


Notas Finais


Até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...