História Você é só meu? - imagine suga - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS), CL (Chaelin Lee), Got7
Personagens Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Drama, Novela, Romance, Suga, Yoongi
Visualizações 58
Palavras 1.286
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha eu aqui de novo!!!!
Se pá saia mais um hoje.
Amo vcs
MUITO
Obg por tudo!!!!!
(E se vc ainda não escutou, escute dramarama do monsta x) (eu escrevi esse ep inteiro ouvindo essa música).
Desculpe pelos possíveis erros
E boa leitura☺️☺️

Capítulo 36 - A verdadeira identidade do Jackson.....


Fanfic / Fanfiction Você é só meu? - imagine suga - Capítulo 36 - A verdadeira identidade do Jackson.....

 

 

Sg:: você não sabe de nada do que aconteceu, e eh melhor continuar assim. - mas gente....

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eu:: você não vai mesmo me contar? 

Sg:: não. Agora são vai, preciso ficar sozinho. 

Eu:: mas e.....- ele me interrompe. 

Sg:: sai logo (S/N), não quero te machucar. - eu saio e fecho a porta. Escuto um barulho vindo do quarto dele, de algo quebrando. 

Lágrimas caem de meus olhos, me dói saber que eu não posso fazer nada, queria estar lá com ele agora. Ele nem quis olhar na minha cara. 

(S/N) off*

Suga on*

Eu estou muito irritado. Acho que nunca estive tão irritado como estou agora.

Resolvi sair, porque se eu ficar aqui mais um segundo eu não terei mais onde dormir. 

Pego minhas chaves e desço indo em direção a porta. 

(S/N):: vai aonde? - eu simplesmente a ignoro. Não olho para ninguém, só sigo até a porta. 

Eu não quero ser tão grosso assim com ela, mas eu sinto que se eu olhar pra ela, sou capaz de explodir e eu não quero machuca-la. 

Eu pensei melhor e resolvi andar mesmo. Se eu sair de carro eh capaz de eu sofrer um acidente de tão nervoso que estou.

Você deve estar se perguntando do porque eu estar tão nervoso sendo que ele não fez nada com ela. 

Vou explicar:: quando nos tínhamos uns 17 anos, eu e Jackson éramos MUITO amigos, ele era como se fosse um irmão pra mim, mas aí ele começou a ficar distante e estranho comigo. Eu estranhei, claro. Eu estava em casa, tentando ligar para ele, até que a polícia vem até a minha casa e diz que deveriam me prender por vários roubos a bancos, lotérica, lojas e tudo mais, e eu, óbvio disse que eles deveriam ter se enganado. 

Até que ele pergunta o meu nome, eu respondo e ele me leva até a cadeia. 

Fiquei lá por muitos anos, sai de lá com 20 anos, e quem estava lá me esperando? Exatamente, Jackson. Ele me contou o que tinha feito. Ele pegou os meus documentos, falsificou os mesmos (fez várias cópias) e ficou com os meus dois documentos, o falsificado e o original. Ele usava o falsificado para assaltar alguns lugares e fingia derrubar acidentalmente para quando a polícia fosse verificar o lugar para ter provas, encontrassem o documento lá. E ele fez isso várias vezes. Eu quase fui preso mais uma vez, mas dessa vez por agressão, se os meninos não estivessem ali. 

Como se não bastasse isso:: um tempo depois, quando u consegui, eu fui visitar a minha mãe e ela me contou que meu pai tinha sofrido um acidente de carro e estava no hospital correndo risco de vida. 

Eu não conseguia acreditar. Meus pais são as pessoas mais importantes pra mim, isso não poderia estar acontecendo. 

Fui até a hospital e vi meu pai deitado, ainda inconsciente, e ao seu lado, um bilhete:: 

"Cuidado com o dia 09/09/14 yoongi". Eu resolvi passar o meu aniversario todo no hospital, cuidando de meu pai. Os meninos foram lá me dar os parabéns e fizeram uma mini festa pra mim lá mesmo, e quando eles foram embora eu prometi que não ia dormir, mas falhei. Tive um sonho horrível e acordei suando frio. Quando olhei para o lado meu pai ainda estava lá, sorri e fiquei segurando sua mão enquanto conversava com ele. Do nada escuto um barulho vindo da janela, olho e não tinha nada. Voltei ao meu pai, até que alguém coloca um pano em minha boca com um remédio para dormir, eu acordo horas depois e todos os meus amigos, incluindo minha mãe estavam em volta da cama. 

Eu continuava com as mãos segurando a mão de meu pai, até que eu me dou conta de que estava dormindo sobre nossas mãos. Me lembro do que ocorreu ontem e rapidamente olho para meu pai. Meus amigos estavam cabisbaixos e minha mãe chorava aos braços de jimin. Eles me contaram que alguém entrou no quarto e desligou os aparelhos que ajudavam meu pai a respirar. Eu não sabia o que pensar, só sabia que eles provavelmente me culpariam por isso. Perguntei a eles se eles achavam que eu teria feito aquilo e eles disseram que sabem que não fui eu, perguntei como e eles me disseram que viram pelas câmeras. 

Olhei para a mesinha que estava ao meu lado e tinha um bilhete:: "eu te disse para tomar cuidado..irmãozinho". Foi aí que eu me liguei, Jackson tinha feito isso. 

Jurei depois disso que eu denunciaria ele caso o encontrasse de novo. 

Eu nunca mais o encontrei, pelo menos não até agora. 

Eu resolvi ir a um parque que tinha um lago aonde eu amava ficar quando eu precisava relaxar. 

Suga off*

(S/N) on*

Eu:: eu não entendo, porque ele está assim comigo? - perguntei para jimin. 

Jm:: ele precisa de um tempo, daqui a pouco ele tá de volta. 

Eu:: você me disse isso a 1 hora atras. 

Jm:: eu sei, mas ele precisa respirar. Eu sei que se ele ficasse aqui mais um minuto ele não responderia por ele. 

Eu:: mas o que eu fiz de errado? - eu falava chorando, e quanto mais eu lembrava dele eu chorava. 

Jm:: você trouxe pra casa a pessoa que ele mais odeia. 

Eu:: mas porque? 

Jm:: isso quem tem que te falar eh ele. 

Eu:: AISH! - eu saio de casa super irritada. 

Cara eu so queria uma resposta. 

Porque ele odeia tanto assim a porra do jackson? 

Se isso for ciúmes quem vai ficar brava sou eu. 

Fiquei andando por aí até que esbarro em alguém. 

Eu:: aí, me desculpe. 

Xx:: não tem problema....espera, (S/A)? - olho para o homem a minha frente e era Min. 

O abraço forte e ele retribui. Começo a chorar. 

Mj:: o que foi? 

Eu:: eu e suga brigamos....na verdade, ele brigou comigo. 

Mj:: porque? 

Eu:: eu levei um homem que ele odeia lá pra casa, mas nos só conversamos. 

Mj:: e ele sabe disso? Que vocês só conversaram? 

Eu:: claro, ele estava lá também. Ele e os meninos. 

Mj:: ué, então porque ele está bravo? 

Eu:: eh o que eu queria saber. - fiquei conversando com ele por horas, ele consegue me fazer sorrir  em minutos. Adoro a companhia dele. Ele me leva para casa e se despede de mim. Quando entro em casa vejo yoongi sentado no sofá da sala com a luz apagada. 

Todos já estavam dormindo e eu estava indo para o meu quarto.

Sg:: (S/N)....- diz com uma voz rouca de sono e eu paro de andar e fico intacta no meio da escada.

Eu:: que. 

Sg:: onde estava? - me viro para ele. 

Eu:: quem deveria te fazer essa pergunta sou eu não acha? 

Sg:: eu estava no parque esfriando a cabeça. Aonde você estava? - fala um pouco mais alto. 

Eu:: eu fui andar um pouco e acabei esbarrando no Min Jae e paramos para conversar. Já posso ir? 

Sg:: não. Sente-se aqui. - bate levemente em um lugar no sofá ao seu lado. 

Faço o que ele dita. 

Sg:: *respira fundo* vou te contar do porque eu odiar o....Jackson.

(Me conta a história toda é lágrimas saíram de seus olhos e dos meus enquanto ele falava). 

Sg:: agora entende do porque eu odiar ele? 

Eu::...sim.......me desculpe. -digo cabisbaixa. 

Sg:: você não tem culpa, você não sabia de nada. - ele me abraça. 

Sg:: desculpe eu por ter falado com você daquela forma.

Eu:: você estava certo. 

Sg:: não, não estava, não podia ter jogado a culpa em você. Você não tem culpa. - sorri. 

Ele limpa as minhas lágrimas que ainda caiam e começa um beijo calmo e doce. 

 

 


Notas Finais


E aí, gostaram?
Espero que sim.
(Essa música que eu indiquei no começo vai ficar na minha cabeça por um bom tempo).
Amo vcs
OBG POR TUDO!!!!
E bJin❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...