História Você é sol, lua e verdade - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~Lizandrafazhist

Postado
Categorias Neymar, Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Ashley Marin, Emily Fields, Hanna Marin, Neymar, Personagens Originais, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh
Tags Drama, Neymar, Revelaçoes, Volta
Visualizações 38
Palavras 826
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Apreciem o capítulo e me perdoem pela demora!

Capítulo 6 - Você deixou de ser importante!


Fanfic / Fanfiction Você é sol, lua e verdade - Capítulo 6 - Você deixou de ser importante!

Pior dia da minha vida! Não tenho estrutura para viver, vocês devem estar se perguntando do que estou falando, na verdade, vocês vão ver e dá mesma forma sentir e ver que não é mentira, a verdade é que dói, dói muito. Está tudo quebrado, destruído, despedaçado aqui dentro. Mais à vida anda, segue nem que seja sendo empurrada pela barriga, mas vai seguir. Enfim, tenho que arrumar à Pérola, à levei em um salão aqui perto, se fez um penteado nela, à deixando mais linda que já é, na verdade, eu sou uma louca apaixonada por essa menina, só ela! Fomos pra casa, lhe arrumei, coloquei seu vestido, seu sapato, coroa, brinco, lhe mostrei de frente ao espelho e ela estava linda.

Pérola: Ma-ma to inda. - Falou sorridente.

Ana: Você é linda,filha. - À beijei. A Rafaella veio busca-lá e ao sair minha única reação foi escorregar pela porta e desabar no choro, POR QUE, DEUS? POR QUE, LOGO COMIGO? Mais Deus sabe o que faz! Resolvi subir, tomar um banho, me enrolei em minha toalha e caminhei até meu closet, parando de frente ao meu vestido branco, rendando e longo, começo à mim imaginar com ele e novamente me pego chorado, aí Deus!Me jogo em minha cama e às lágrimas vem a descer, novamente. Adormeci, sem nem perceber o horário, me acordo com meu celular tocando. Era 7:30 (Sete horas e trinta minutos), atendo e estava falando com à Rafaella. 

 

Ligação ON: 

 

Rafaella: Ana, precisa de você aqui, agora!

Ana: Rafaella, você está louca, nunca que eu vou aparecer nisto!

Rafaella: Ana, à Pérola não quer entrar, por favor. - MAIS QUE FILHA SABIDA EU TENHO.

Ana: Que filha SABIDA eu tenho. - Dei ênfase no SABIDA. 

Rafaella: Ana, por favor. - Pensei bem, resolvi ir olhar pra eles uma última vez.

Ana: Rafa, eu vou!

Rafaella: Sério?

Ana: Sim, vou me arrumar.

Rafaella: OK!

 

Ligação OFF.

 

 

Me levantei e fui escovar meu cabelo, fiz baylis, uma maquiagem iluminada, com um batom nude, coloquei meu vestido branco, longo, decotado, rendado, um salto e um brinco de diamantes. Sai de casa, peguei meu carro e fui até à Igreja, cheguei, desci do carro, peguei minha bolsa colocando meu celular dentro da mesma, subi as escadarias cobertas por um tapete vermelho, parei de frente àquela porta e tomei coragem de ir ao encontro dá Rafaella e dá Pérola.

Rafaella: Ela chegou. - Fala à Rafa se referindo à mim.

Ana: Vamos antes que eu desista. - À Rafa sorriu,colocando à Pérola em sua posição e eu ao seu lado, chega o grande momento em que às portas são abertas, os olhares se chocam em mim, a cara dá Bruna era a mais surpresa, surreal o que me deixava louca pra rir, o Neymar me olha, sorriu, tirei o olhar e foquei na Bruna que fez uma cara de como se estivesse mandando eu desaparecer dali, que pena que ela não manda em mim, encarei o Neymar fazendo à mesma cara que à Bruna fez pra mim, o mandando sair dali o mais rápido possível dali, o encarei pela última vez, me virei e comecei o caminho da saída daquele lugar. Ah, e a pergunta que martelava em minha cabeça era, o que eu vou fazer da minha vida? Não sei. Ele vai se casar com ela e eu vi ele e ela no altar, me olharam como se eu fosse uma intrusa e eu sou, sou a intrusa que ele ama, tenho uma filha dele. E ela? O que ela tem dele? Nada, vai se casar com ele ser ser amada. Sexo? Vai ser feito, mas vai ser pensando em MIM. E os filhos? Se tiver, tenho pena, ela vai amar os filhos, claro mais não ama ela. A igreja era enorme, não tinha fim. Meus pensamentos foram todos pensados e destribuidos por cada quanto daquela Igreja! Eu o amo, sim não à dúvidas! Vou seguir minha vida? Não, não vou. Quem devia estar lá era eu, EU a mulher que ele ama. Chego ao fim daquela Igreja, dou meu último passo e me viro, eles ainda me olhavam, ela sorrindo vitoriosa, ele triste sem saber pra onde olhar, pra onde ir, o que fazer, era certo e óbvio que estava perdido.O olhar queria uma resposta, não vejo reação e lhe aceno com a cabeça em sinal de derrotada. Derrotada? Sim, por que não assumir? Ela está se cansando com ele mesmo. Estou pondo um fim em minha vida. ACABOU! Sai descendo aquelas escadas e andando sem rumo naquelas ruas escuras, o silêncio me fez escutar a batida das postas se fechando, continuei andando e às lágrimas a descer. A solidão dá noite se junta à mim, não tem ninguém naquelas ruas, só eu, meus pensamentos, meu choro e a dor. Até, então, começo a escutar passos, será que a alguém me seguindo? Meu Deus! Tomo coragem de virar meu olhar para ver quem é...

 


Notas Finais


Gente, eu sei que vocês não vivem minha vida, não estão 24 horas comigo, não sentem o que eu sinto e nem convivem comigo. Então, por isso mesmo venho explicar o meu sumiço. Foram 28 dias sem aparecer aqui, quase 1 mês. Tempo de política e neste tempo meu juízo é voltado só pra isso, meu Padrinho foi candidato a Prefeito aqui em Bom Jardim, como quase sempre eu posto no final de semana e nisso a maioria dos comícios que tinham eram nos Sábados e Domingos não tinha como eu postar, durante a semana também não, tinha aula e em meio a política tive duas semanas de provas o que dificultou mais ainda, mas valeu a pena o meu Padrinho foi eleito e é TRI-CAMPEÃO vencendo sua terceira candidatura aqui em Bom Jardim. E vocês poderiam me questionar, e por que você não postou depois do dia 02 de Outubro? Se passou 11 dias do dia 02 de Outubro mais dia 06 de Outubro, a uma semana a trás, em uma Quinta-Feira meu primo morreu, eu não tinha condições de chegar aqui postar m capítulo que já estava pronto sem antes me explicar, mas agora já está tudo se resolvendo e se Deus quiser vai tudo voltar ao normal. Espero que entendam, que tenham gostado do capítulo e se Deus quiser dia 23 em Domingo eu estou postando mais um capítulo e o por quê de não postar neste Domingo 16 é que no Sábado 15 eu tenho uma festa de quinze anos em que irei dançar, só chegarei amanhecendo o dia e no Domingo às 02:30 (Duas horas e trinta minutos) terá uma festa das crianças aqui perto da minha casa e eu terei que ir. Então, por favor, entendam! Amo vocês.

Bjin, bjin, tchau, tchau

Desculpa, qualquer coisa!

Desde já, agradeço!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...