História Você foi o melhor pra mim - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Romance
Visualizações 23
Palavras 1.522
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Luta, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


desculpem os erros e boa leitura.

Capítulo 16 - Capitulo 16


Fanfic / Fanfiction Você foi o melhor pra mim - Capítulo 16 - Capitulo 16

CHRIS POV.

Voei em cima do Gustavo o pegando desprevenido, lhe dei um soco no rosto que o fez cair no chão.

Chris: -Levanta que eu quero mais – falei o chamando

Gustavo: -Caralho você de novo? Acho que a surra que te dei não foi o bastante – levantou e veio pra cima me acertando um soco no rosto

Chris: -Essa foi a ultima vez que você encostou em mim seu escroto – fui pra cima dele e acamamos caindo no chão, consegui passar meu braço pelo seu pescoço e apertei e ele começou a se bater pra tentar sair. Já tinha bastante gente em volta olhando os meninos só estavam olhando e as meninas pedindo pra parar.

Felipe: -Chris já está bom, ele esta ficando roxo – disse

Chris: -Não estou nem aí, eu vou matar esse desgraçado – apertei mais

Ju: -CHRIS LARGA ELE POR FAVOR – ela gritou e eu olhei pra ela – por mim – pediu

 

Soltei ele e levantei o deixando no chão tossindo tentando recuperar o folego.

 

Sabrina: -Quer uma ajudinha aí, Gustavo? –Provocou rindo

Gustavo: -Isso rir mesmo, vamos... ver quem vai rir... por ultimo – falou com dificuldade

Ju: -Vamos sair logo daqui – disse me puxando pela mão e fomos ate a quadra

Bruno: -Mandou bem, mas depois quero falar com você

Carla: -Vamos indo, depois vocês conversam – saíram deixando só eu e a Ju

Ju: -Você não muda né? –disse passando a mão no meu rosto

Chris: -Se mudar estraga - disse e ela riu negando com a cabeça - e eu Só dei o troco

Ju: -Ele te machucou?

Chris: -Estou bem pequena, foi só um soco – lhe dei um selinho e ela me abraçou escondendo o rosto no meu pescoço, amo essa mania que ela tem – você e meu ajo da guarda sabia? – disse e ela levantou o rosto

Ju: -Sou? – perguntou me encarando

Chris: -Sim- segurei seu rosto olhando em seus olhos -  você consegue me acalmar com esse seu jeitinho. Quando estou com você eu quero ser uma pessoa melhor, você foi a melhor coisa que me aconteceu – disse e ela ficou com os olhos marejados

Ju: -Você é a coisa mais linda que eu já conheci, quem te ver por ai não saber o coração lindo que você tem por traz dessa casca de marrento que você tem – disse e eu sorri 

Chris: -Eu não sou marrento

Ju: -Você é sim, meu marrento - juntou nossos lábios em um

 

[...]

Ficamos os dois tempos de aula na quadra conversando, trocando beijos, carinho. Depois que tocou o sinal fomos para a aula de musica encontrando o Bruno e a Carlinha.

 

Carla: -Não pode deixar vocês justos que já matam aula né? –disse assim que sentamos nos nossos lugares

Ju: -Nada a ver, só matamos dois tempos nada de mais – nos defendeu

Bruno: -Tô me sentindo ate um CDF, não matei uma aula ainda esse ano – falou nos fazendo rir, logo em seguida a professora entrou na sala

 

Professora: -Bom dia, pra quem não me conhece me chamo Alexandra e hoje eu vou escolher um aluno pra compor uma musica e vir aqui na frente apresentar –

Bruno: -Estou ferrado se ela me escolher, odeio compor sobre pressão – choramingou

Chris: -É só cantar uma nossa que já temos – dei a ideia e ele sorriu aliviado

Professora: -Quem vai cartar e o...Christian Borges... – disse e eu fiz careta odeio que me chamem pelo nome – cadê, ele  veio hoje?

Chris: -Eu aqui –levantei a mão – pode me chamar só de Chris – pedi e ela assentiu

Professora: -ok, você tem ate o final da aula – disse indo sentar

Carla: -Quer ajuda?

Chris: -Não, obrigado eu vou cantar a que eu fiz ontem – pisquei pra ela

Ju: -Você vai deixar eu ver né? –

Chris: -Claro...-ela sorriu – que não – falei e ela fechou a cara nos fazendo rir. Dei-lhe um beijo na bochecha e fui ate a professora e falei que já tinha a musica pronta e ela pediu pra eu ir cartar pra ela ver.

 

 

JU POV

Depois da briga de hoje nós fomo pra quadra e foi ali que eu descobri que Definitivamente não dar mais pra negar que eu estou completamente apaixona pelo Chris. Quando ele disse aquele monte de coisa na quadra foi ali que eu percebi o quanto e ele gosta de mim e que eu posso confiar minha vida a ele. Ele foi a melhor coisa que me aconteceu nesses últimos meses.

 

A professora pediu pra ele compor uma musica, mas ele já tem e não quis me mostra a letra então fingi que estava brava e ele foi ate a professora e subiu no mini palco que tem na sala de musica e começou a tocar o violão.

Chris: -Essa musica eu fiz para uma pessoa muito especial que eu estou completamente... – abaixou a cabeça e soltou um riso envergonhado e começou a musica

MUSICA ON

 

Quando eu tô rui
A tua voz me acalma
Faz bem pra minha alma
Me faz sentir feliz
E quando eu tô assim
Ninguém me compreende
Só você me entende
Me faz sentir melhor

 

Ele cantava me olhando com um sorriso lindo no rosto.


O que seria da minha vida sem você?
O que seria de mim sem te conhecer?
Eu não seria nada

 

Sorri igual uma boba olhando pra ele cantando 

Se eu pudesse um dia te encomendar
Te desenhar e pedir pra Deus te criar
Não chegaria perto de um rascunho seu
É o melhor presente que Deus já me deu
Me colocou no mundo
Pra ser todo seu e você só minha
Meu anjo da guarda, razão da minha vida

Só pedi pra Deus um alguém pra cuidar de mim
Mais não sei se merecia tanto assim
Um anjo da guarda, meu anjo da guarda

 

Terminou a musica e todos aplaudiram

 

MUSICA OFF

 

 

 

Ele deixou o violão no suporte e veio em minha direção e eu levantei pra abraça-lo. Ele me apertou em seus braços eu coloquei o rosto em seu pescoço.

 

Chris: -Gostou? –sussurrou perto do meu ouvido e deu um beijo em minha cabeça

Ju: -Eu amei, você é o melhor – sussurrei de volta

Professora: -A musica é muito boa Chris, parabéns e estão todos liberados – disse, nos separamos e fomos saindo da sala

Bruno: -Da pra trazerem meu irmão de volta por favor? Por que esse eu não conheço – disse rindo

Chris: - Para de ser palhaço – deu um tapa em sua cabaça nos fazendo rir

Carla: -A musica é linda, parabéns – elogiou e ele ficou com vergonha

Ju: -Que lindo ele ficou vermelho – lhe dei um beijo na bochecha

Bruno: -Viu só, esse não e o Chris de meses atrás – disse e Chris lhe mostrou o dedo do meio

 

Fomos ate o estacionamento um brincando com o outro. O Bruno teve que voltar na sala por que esqueceu o caderno então ficamos conversando o esperando.

Carla: -Por que você não mostra as suas musicas pra ele também – falou porque eu estou pedindo pra ver o caderno de musica do Chris

Chris: -É isso aí Carlinha, quando você me mostrar o seu eu mostro o meu – disse encostando em seu carro

Ju: -Vocês são dois chatos – dei a língua

Carla: -Parece ate uma criança – falou rindo e o Chris me puxou e  me abraçou de lado –Aff olha quem está vindo ali de moto – olhamos e vimos o Gustavo, ele vinha e parou em nossa frente

Gustavo: -Ju posso falar com você rapidinho? – pediu descendo da moto

Chris: -Você não tem jeito mesmo né? –tentou me soltar, mas segurei seu braço mais forte

Ju: -Fala logo Gustavo – pedi 

 Gustavo: -Eu só queria me despedi, eu vou ficar um tempo fora pra resolver uns problemas

Carla: -Vai tarde – disse baixo

Ju: -Era só isso?

Gustavo: -Não eu queria dar um presentinho pra você Chris – o estranhei e olhei pro Chris que estava com o cenho franzido

Chris: -Pra mim? Só pode ser piada – sorriu sarcástico

Gustavo: -Espero que você não esqueça e faça bom proveito disso –

Ele se aproximou com uma das mãos pra traz e quando chegou bem perto de nós tirou uma faca e enfiou na barriga do Chris.

Ju: NAAOOO – gritei chorando

Gustavo: -Tenham uma boa tarde e eu vou voltar meu amor –  correu subindo na moto e saiu rápido dali

 

Olhei para o Chris e ele passou a mão em sua barriga e olhando sua mão cheia de sangue e depois olhou pra faca que ainda estava em sua barriga, corri ate ele e ele foi escorregando e sentou. Sua roupa já estava cheia de sangue

Carla: -Meu Deus o que a gente vai fazer? – pergunto chorado se aproximando da gente

Ju: -Carlinha vai Chamar o Bruno, corre – falei chorando e ela saiu correndo

Chris: -Ei não chora, eu vou ficar bem – disse baixo passando a mão no meu rosto secando as minha lagrimas 

Ju: -CHRIS PORFAVOR NÃO DESMAIA – gritei quando vi que ele estava fechando os olhos

Chris: -Ju olha pra mim – pediu abrindo os olhos – Eu te amo, como nunca amei ninguém antes, nuca esqueça disso minha pequena – sorriu fraco e desmaiou

Ju: -NÃO CHRIS, POR FAVOR – gritei chorando 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


BEIJOSSS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...