História Você já pensou alguma vez em amor? - Capítulo 22


Escrita por: ~ e ~Akami0102

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Gay, Revelaçoes, Romance
Visualizações 28
Palavras 582
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Iniciando a segunda temp. gente, tô muito ansioso!!!!!!!

Capítulo 22 - Bem-vindo ao inferno


Fanfic / Fanfiction Você já pensou alguma vez em amor? - Capítulo 22 - Bem-vindo ao inferno

1 ANO DEPOIS DA MORTE DO MARTIN

 

P.O.V. Nicolas

 

     Martin morreu já faz um ano, mas eu não paro de vir no túmulo dele nem um dia sequer depois de sua morte. 

     E hoje estou aqui com uma grande vontade de chorar em frente à sua lápide falando tudo o que ocorreu no meu dia desde cedo até agora. Já são 3:00 e ainda estou aqui contando a ele sobre tudo, como todos sentimos sua falta, como ele era divertido, como minha mãe acha uma perda de tempo vir aqui já que ele já foi, mas eu não sei por que, toda vez que venho aqui eu sinto que ele está mais próximo de me ouvir. É como se ele estivesse em um coma eterno sem poder se mexer nem sequer um músculo. Eu não queria sair dali por nenhum motivo, mas amanhã eu teria que trabalhar então tive que ir embora.

     Eu me viro e vou para a saído e quando saio pelo portão sinto algo bater em minha cabeça e logo perco a minha consciência imaginando o que teria me atingido. Minha última visão foi virar o rosto e ver o túmulo de Martin vazio com alguém correndo atrás de mim.

 

P.O.V. Anna

 

     Eu sabia que tinha alguma coisa estranha com Nicolas, desde que Martin morreu ele não foi mais o mesmo, ele não era mais uma pessoa feliz energética, engraçada e introvertida. Ele era o oposto. Ele sofria muito pela morte do Martin, Nicolas não deixou de ir um dia sequer em seu túmulo. Eu só ia às vezes não queria ficar triste. Eu amava ele obviamente, mas não acho que Martin iria querer todos nós chorando por ele. A sua lápide era toda rodeada de rosas e flores bonitas e no meio tinha sua foto, a foto dele que mais gostava. É triste pensar que em um dia seu amigo está saudável e super feliz e no outro ver seu túmulo no meio do cemitério.

     Eu me lembro até hoje de sua carta pedindo que nós fossemos para sua lápide todos os dias, eu não consigo ver aquilo sem pensar nele triste e choroso, isso me machuca muito. Não sei como Nicolas consegue ir até lá e nem derramar uma lágrima sequer, queria ser tão forte igual a ele.

 

P.O.V. Ana

 

     Sinceramente estou com saudades do Martin, do amigo incrível que ele era, do menino feliz e sorridente que nunca deixava nada o abalar. Ele realmente deixa muita saudade. Sinto falta das risadas que dávamos em todos os dias quando nos encontrávamos na escola, pena que isso não vai acontecer mais. Queria que ele estivesse presente pra relembrar todas as aventuras que passamos juntos desde quando éramos pequenos até agora. O mundo às vezes é muito injusto com certas pessoas. 

     Eu sei que já faz um ano que ele se foi, mas ainda é muito difícil viver com um buraco no seu coração causado por alguém que já se foi e você sabe que nunca mais vai voltar. Isso dói muito.

     Penso nele em todos os dias da minha vida e principalmente penso como poderia estar minha vida agora se ele estivesse vivo aqui, em carne e osso.

 

P.O.V. Nicolas 

 

-"Ãn, o que... onde estou..."

-"Desculpa se te machuquei amor, mas não queria perder essa chance de te encontrar..."

-"Amor? Mas que história é essa?"

-"Você não lembra de mim? Desculpa devo ter batido muito forte... hahahaha"

-"Não... SAI DE PERTO DE MIM!"

-"Bem-vindo ao inferno queridinho HAHAHAH"

 


Notas Finais


Gostaram???? Quero ver quem tá feliz pela volta da fanfic


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...