História Você não é para mim - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Sehun
Tags Drabble, Exo, Hetero, Héteroexo, Ladyakira, Sehun
Exibições 31
Palavras 498
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drabble, Josei, Universo Alternativo

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá, Pessoal!


Eu estava escrevendo para tirar o bloqueio, e puf! surgiu esse drabble. Espero que gostem <3

Capítulo 1 - Capítulo Único


 

Você não era para mim.

 

 

 

Lembro-me  de quando andávamos juntos e conversávamos sobre como seria o nosso futuro.

Hoje penso que talvez, só eu de fato pensava em nós. Pois, Sehun devia inventar fantasias para me agradar, me manter encantada por ti.  Ele Atuava!

E não era difícil ele me manter encantada por si. Sehun era lindo, com seus fios descoloridos, boca rosada, voz aveludada, olhar profundo. Alto, robusto, típico homem que daria para ser modelo da Vogue Korea.

Fui boba demais, me prendi ao superficial, a sua beleza. E não li as entrelinhas, nelas tinha mais de si, do que o próprio aparentava.

E a culpa de tudo isso... Era do amor.

Eu o amava demais, podia arriscar dizer que até mais que a mim mesma.

Enquanto para mim Sehun era meu tudo, para ele ...Eu só era mais uma. Um tanto faz.

Choro só de recordar-me das vezes em que gastava o eu tinha, e o que não tinha para lhe presentear com mimos, só para ver aquele desgraçado feliz.

E o engraçado que ele não me impedia de gastar consigo. Mesmo me vendo no sufoco, afundada em dividas por causa dos presentes que lhe dava. Ele nada dizia, nem ao menos um mísero Obrigado. Narcisista, egoísta!

Tantas pessoas vieram até mim avisando que Sehun era um playboy, aproveitador, que usava as pessoas. Mas eu burra, fingia não ouvir. Dizem que o amor é cego, acrescento que também é surdo.

E envolvida demais, idiota demais. Eu lhe dei o que ele mais queria desde o começo. E foi nos lençóis de cor rosa claro, que Sehun me tomou para si, tirando o que eu mais preservava, a minha virgindade.

Achei tão certo na hora, me entregar a ele, pois, na minha mente eu só deveria transar com aquele que eu amo. E transei com quem eu amo, mas eu tinha que ter acrescentado transar com quem eu amo... E que me ama também. Seria mais lógico, seria certo. Mas tudo foi errado. Desde o começo.

Amor não é  migalha, como era os afagos de Sehun, seus beijos frios, como se fosse obrigação me adoçar com pequenos gestos de carinho, só para me manter iludida. Desgraçado!

Amor não é ser tratado como empregado. Sehun vivia me mandando, principalmente parar de sair com os meus amigos, e eu fraca, achando ser ciúme, deixava de sair, de me divertir.

E principalmente, quem ama não lhe deixa sozinha na cama depois da sua primeira vez.

Nada mostrava que Sehun me amava ou ao menos gostava de mim. Tudo aconteceu na minha cabeça, criei milhões de expectativas sobre ele, que só mascarou o que de fato acontecia. Eu era usada!

Sehun me deixou, sem dizer adeus, sem dá satisfação, ele só se foi.

Na semana seguinte, lá estava ele no campus da faculdade com mão na cintura de uma moça mais nova que eu. Canalha!

Sehun não era para mim, no fundo eu já sabia disso... Arrependo-me de te fingindo ser.

 

 


Notas Finais


O que acharam?
Fazia tempo que eu não escrevia drabble, então.. espero que tenham gostado.
Sobre Meu Alfa, gente, estou com um bloqueio horrível, do tipo leio o capt e acho que está ruim, e estou um .. pouco nervosa quanto a isso. Mas vai sair, só tenham calma comigo, certo? ! ^^


Muito Obrigada a quem leu.

beijos :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...