História Você não é quem eu procuro - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Exibições 161
Palavras 873
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Fantasia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Então... Essa é minha primeira fanfic de Miraculous Ladybug e... É isso :v

Capítulo 1 - Primeiro dia - Parte I


Era mais uma manhã em Paris. Para uns bela, para outro nem tanto. O céu em seu tom acinzentado demonstrava que possívelmente poderia chover. Mas de certa forma, era um clima bem agradável. Nem muito quente, nem muito frio.

E em um lugar calmo da cidade, uma garota de cabelos negros com um certo tom de azulado dormia calmamente. Mal sabia ela que se atrasaria no primeiro dia de aula.

De repente, Sabine entra no quarto, esperando ver sua filha no mínimo arrumada, mas não, ao invés disso viu a mesma dormindo. Não tinha o costume de vir acordá-la, mas como hoje era um dia importante (e com isso quero dizer: primeiro dia de aula) resolveu dar uma olhada.

-Marinette! Acorde! Vai se atrasar no primeiro dia.- Diz sem se quer sair da escada. A mesma acordou ainda com sono.

-... Mãe!?- Estranhou o fato de sua mãe estar no quarto.- Aconteceu alguma coisa?- Diz se sentando na cama e coçando o olho esquerdo.

-Sim, aconteceu.- Sabine queria saber até onde o sono de Marinette a impediria de lembrar que dia era hoje.

-Quer ajuda na padaria?- Sabine riu.

-Não, querida, hoje é seu primeiro dia de aula, esqueceu?- A expressão de Marinette mudou, a mesma agora estava desesperada. Olhou pro relógio que marcava "7:35", tinha exatos vinte e cinco minutos para: banhar, se arrumar, tomar café e correr até a escola.

-Meu deus!- Deu um salto da cama e rapidamente pegou sua toalha. Sabine riu do desespero da filha.

-Quando acabar, desça, o seu café está na mesa.- Ela diz e sai do quarto de Mari. A mesma voou até o banheiro. Banhou e se vestiu em dez minutos.

Desceu até a cozinha para tomar seu café, tinha apenas quinze minutos antes da aula começar, se ela se apressasse daria tempo. Viu um bolo de morango e um suco de laranja na mesa. Marinette adorava bolo de morango. Tomou seu café em cinco minutos.

-Já está indo, meu bem?- Disse Tom sentado no sofá lendo seu jornal.

-Sim, pai.- Deu um beijo na bochecha do mais velho e saiu de casa apressada.- Ai, como é que eu fui perder a hora desse jeito? Se não fosse pela minha mãe...- Refletia.

Por sorte, a escola de Marinette não era tão longe de casa. Se ela fosse correndo chegaria antes mesmo do sinal tocar. E assim aconteceu. Faltando dois minutos para a campa tocar chegou nas escadarias da escola. Parou um pouco para respirar e soltar um ar de alívio e logo foi para sua sala, que por um acaso era a mesma do ano passado.

-"Ah... O ano passado".-Relembrava Marinette.-"Foi um ótimo ano! Se não fosse pela Chloe atrapalhando a minha vida teria sido um ano maravilhoso! As vezes que queria que um satélite saisse de órbita e acertasse a cabeça dela".

Ao chegar na porta da sala suspirou. Temia que Alya não tivesse chegado ainda. Marinette não gostava de ficar sozinha. Mas logo a campa tocou, era o jeito agora. E logo tomou coragem para entrar.

A primeira coisa que viu foi Alya sentada em uma mesa, que estava mais pra um balcão. Alegrou-se por ver a amiga que não via já faz um mês. Foi até ela.

-Marinette, amiga!- Disse Alya quase gritando.

-Alyaaa!- Elas se abraçam.

-Mari, quanto tempo, que saudades, sua sumida!

-Er... Mals amiga, tive que ajudar meus pais na padaria. Mas e aí? Como foram suas férias?

-Ah, foram o máximo!- Disse animada.- A Espanha é incrível! Adorei a comida de lá! Eu com certeza vou voltar ano que vem.

-Espanha!? Nossa!- Mari disse impressionada.

-É, tem razão, nossa! Que eca!- Disse uma voz enjoada vinda de trás, era Chloe.- Espanha, é? Não me faça rir, eu nem pisaria meus pés naquele lugar ultrapassado.

-Você não tem sapos pra enfeitiçar não, Chloe?- Diz Marinette revidando os olhos, ela realmente não suportava aquela patricinha.

-Hum. E você não tem espelhos pra quebrar?- Tentou revidar com uma tentativa falida de provocar Marinette.

-Em primeiro lugar Chloe, ninguém te chamou na conversa.- Diz Alya normalmente

-Mas eu falo quando eu quiser. E digo que meu pai, o prefeito, me levou pro Havaí.

-Se você tem tanta classe assim, queridinha, não estaria aqui pagando pau e se intrometendo onde não foi chamada.- Diz Alya furiosae todos da sala começaram com os "Uuhh, eu não deixava.

-Ah é? E você...- Chloe foi interrompida.

-Silêncio alunos, todos em seus lugares, a aula vai começar.- Diz a professora.

Nessa hora Chloe apenas fez uma cara de nojo para Alya e Marinette e voltou ao seu devido lugar, ou seja, longe delas.

-Essa garota me dá nojo.- Alya sussura para Marinette.

-Concordo.

-Silêncio!- Gritou a professora por ainda ouvir alguns sussurros pela sala.- Bem, esse ano, temos um aluno novo.- Ela diz e um certo loiro entra na sala acompanhado pelo diretor.

-Este é Adrien Agreste.-Diz o diretor.- O modelo mais novo de Paris. E este ano teremos a honra de tê-lo em nossa escola. Professora Dani, é com você.- O diretor se retira.

-Adrien, sente-se ali, ao lado de Nino.- O loiro foi e se sentou ao lado do moreno.- Nino!- Repreendo a professora.- Nada de puxar conversa.

-Sim, Dona Herly.- Revida os olhos.


Notas Finais


Até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...