História Você não é quem eu procuro - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Exibições 107
Palavras 894
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Fantasia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


/o/ A cá estou eu.

Capítulo 6 - Atrasada, Dupain-Cheng


Marinette andava calmamente pelas ruas parisienses. Até porque se corresse acabaria caindo.

Observava algumas pessoas andando com seus guardas-chuvas e alguns carros circulando as ruas de vagar. Era tudo tão tranquilo de manhã. Até com aquele clima. Daria uma cena perfeita de um filme de comédia ou de romance.

Nessa mesma hora viu em seu celular que eram ''7:50'', faltavam dez minutos para a aula começar. Isso de fato a incomodava um pouco já que havia acordado cedo hoje. Teria que apressar o passo.

Mas antes que ela avançasse, viu um senhor, idoso a primeiro ver, debaixo de uma tenda de um comércio fechado. Ele olhava a chuva atentamente e as pessoas que passam de guarda-chuva. Marinette logo entendeu que o moço estava ''preso''. A azulada foi até ele.

-Com licença, senhor. Mas parece que você está em uma situação.- Diz Mari.

-Ah, sim. A chuva me pegou.- Ele diz de um jeito simpático.

-Se quiser eu posso te acompanhar até o restaurante aqui perto, lá deve ser mais ''seguro''.

-Oh não, eu não quero incomodar. 

-Não tem problema, além do mais, não posso ignorar uma pessoa precisando de ajuda.- Nessa hora o idoso sorriu e concordou com a cabeça. 

Marinette o acompanhou até o restaurante que ficava a uma quadra dali. O senhor era bem simpático e divertido. E de acordo com o que tinham conversado, ele estava indo a um passeio quando começou a chover, então ficou presto debaixo da tenda.

-Obrigado, senhorita.- Agradeceu.

-De nada...- Nessa hora Marinette viu que marcava ''8:06'' no relógio do restaurante.- Ah meu deus, eu estou atrasada! Tchau, senhor Fu.- Se despediu e saiu correndo em disparada até a escola. A azulada estava atrasada, e se demorasse mais poderia receber uma bela bronca da Professora Dani. Sua pressa era tanta que tropeçou cerca de cinco vezes.

Alguns minutos antes...

A limousine de Adrien já havia parada em frente à escola. Chuviscava um pouco, então Nathalie acompanhou Adrien com um guarda-chuva até a entrada.

-Não se esqueça, Adrien.- Disse ela.- Ensaio de fotos às três em ponto.

-Com esse tempo?

-Se a chuva não parar até lá me ligue que eu venho te buscar. Tome.- Ela diz dando a sombrinha pro garoto e depois entrou na limousine.

Adrien respirou fundo e entrou na sua sala. De cara viu Alya e Nino discutindo sobre algum assunto desconhecido, se aproximou deles e sentou no mesmo lugar de ontem, ou seja, ao lado de Nino.

-Oi Adrien.- Diz Alya.

-E aí, cara.- Diz o moreno.

-Oi, gente.- Diz o loiro.

-Adrien, aproveitando que você ta aqui, diz pra esse aí.- Alya diz apontando para Nino.- Que sorvete de flocos é melhor que napolitano.

-Como é?- O moreno repreendeu.- Claro que não! Napolitano é o melhor, cara! Três sabores em um!

-Eu acho enjoado.- A ruiva diz com uma cara de nojo.

-Acho que o passeio à sorveteria de vocês teve problemas.- Adrien diz rindo um pouco da situação. De certa forma, era engraçado ver aqueles dois discutindo. Principalmente quando se tratava de um motivo de besta. Mas se dependesse de Adrien...- Eu acho que o melhor é de...- Ele parou para fazer suspense e os dois conflituosos pararam para prestar atenção.- Chocolate.

-Chocolate!?- Os dois disseram.

-Não, cara. Napolitano é melhor.- Diz o moreno.

-Acho que ele só disse isso pra não te magoar, porque o de flocos vence.- Alya diz pensativa.

-Ah, só que não.

-Na verdade. Eu prefiro mesmo é o de chocolate.- Diz o loiro.

-Você ta falando sério?

Então foi assim que os três começaram a discutir. E pensar que Adrien achava engraçado eles discutirem por bobeira, acabou se juntando a eles.

-Será que eu vou ter que chamar alguém pra escolher pra gente?- Diz Alya.

-Pois é... Alguém pra desempatar.- Diz Nino.

-Por falar nisso. A Marinette ainda não chegou.- Diz Adrien.

Os três estavam tão ocupados ''brigando'' que nem perceberam que a Marinette não havia chegado ainda.

-Ah, relaxa.- Diz Alya em um tom calmo, como se aquilo não fosse preocupante.- A Mari sempre chega atrasada, digamos que é a Mari sendo a Mari.- Ri.

Mesmo ouvindo aquilo de Alya (a melhor amiga de Marinette), Adrien ainda pensava nas possibilidades. Por exemplo, está chovendo lá fora, Marinette vinha de pé, ela pode faltar hoje. E antes que esses pensamentos prosseguissem, o sinal tocou, a professora começou sua aula e Mari ainda não tinha chegado.

Adrien realmente não estava muito interessado naquele assunto. Já havia estudado ele com Nathalie, já sabia de tudo. Então apenas começou a fitar o quadro de um jeito vago, como se não lesse o que a professora tinha escrito. 

Alguns minutos após a aula ter começado, alguém bate na porta.

-Pode entrar.- Diz a professora. A porta se abriu, era Marinette.- Senhorita Dupain-Cheng, atrasada desse jeito no segundo dia?

-Desculpe professora, mas a chuva dificultou um pouco.

-Tudo bem. Mas tente não se atrasar da próxima vez.- Mari fez um ''sim'' com a cabeça e foi para o seu lugar.

-Amiga, você ta muito atrasada.- Alya sussurra.

Adrien pode ouvir toda a conversa e observava as duas discretamente com o canto do olho. Percebeu que a roupa de Marinette estava um pouco molhada, dava pra notar que alguns pingos de chuva acertaram ela. Nessa hora o loiro imaginou a mesma correndo pela rua, atrasada. E deixou uma pequena risada escapar.


Notas Finais


O que achou?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...