História Você não é quem eu procuro - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Exibições 103
Palavras 722
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Fantasia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiii
E aqui estou eu
Com mais um novo capítulo

Capítulo 7 - Chloe bruxa má


Alya puxava assunto com Marinette. A ruiva queria saber o motivo do atraso, já que dessa vez Mari se atrasou de mais.

-Você dormiu de mais?- Sussurrou Alya sem deixar de fazer sua atividadd.

-Cruzes Alya não.- Marinette revida os olhos.- Nem eu dormiria tanto assim.

-E o que aconteceu?

-Silêncio!- Diz a professora irritada por estar ouvindo cochichos.

-Te conto no intervalo.- Diz Mari voltando sua atenção para a atividade que foi passada.

E assim, Marinette deixou uma Alya muito curiosa detida até o intervalo.

A ruiva nem fazia tanta questão de saber. Mas pelo fato da azulada estar enrolando devia ser algo no mínimo interessante. Pena que nenhuma delas duas sabia o que estava por vir.

No intervalo...

-Ai, amiga.- Alya ria.- Você viu a cara da professora quando jogaram uma bolinha de papel no quadro?

-Vi.- Mari ri também.- Ela ficou tão vermelha, parecia uma lagosta.

-Bem, já é intervalo, acho que você já pode me contar tudo.- Alya diz cruzando os braços.

-Tudo o que?- Marinette se fez de desentendida.

-Ah, amiga, chega de drama, fala logo.- A ruiva já estava impaciente. E vendo isso, Mari parou de brincar e resolveu falar.

-Não foi nada de mais, Alya. Eu só ajudei um idoso que estava preso por causa da chuva.

Após dizer isso, Marinette pode ver uma Alya de braços cruzados, uma sobrancelha arqueada e uma cara incrédula.

-Nossa, Marinette. Esse drama todo por causa de um velhinho que atravessou a rua? Só você mesmo.

Alya começa a andar em direção à cantina e Marinette segue logo atrás.

-A qual é, Alya. Eu vi que ele estava precisando de ajuda, então eu resolvi ajudar.

-Certo, certo.- Alya diz pondo um fim na conversa.- Onde é que aqueles dois se meteram?

Alya rodou seus olhos por todo o pátio em busca de um certo moreno e um certo loiro.

-Aliás, Alya. Como foi o encontro?- Diz Marinette chamando a atenção da ruiva.

-Encontro!? Que encontro?

-Ora, seu e do Nino.

-Ah, ta falando da sorveteria?- Marinette faz que sim com a cabeça.- Eu não diria que aquilo foi um encontro. Até porque a gente ficou o dia inteiro brigando pra saber qual era o melhor sabor de sorvete...

-E todos sabemos que é Napolitano, não é Marinette?- Nino (novamente) surge por trás.

-Ai que susto, Nino!- Repreendeu Alya.

-Aproveitando que agora a Marinette está aqui.- Diz Adrien.- Mari, qual é o melhor sabor de sorvete?

-"Mari"!?- Pensou Marinette. De alguma forma... Era uma sensação estranha ser chamada de "Mari" pelo Adrien.

Foi aí que ela percebeu que todos a encaravam esperando uma resposta. Então logo disfarçou fingingo estar pensando seriamente na resposta.

-Eu acho que...- Começou a azulada e todos estavam ansiosos, até que...- Morango.

-Ahhh.- Todos suspiram.

-Isso não vai dar certo.- Começou Nino.

-Por que?- Pergunta Marinette confuza.

-Nada amiga. Você não tem que se envolver nas nossas briguinhas bestas.- Diz a ruiva.

E assim todo se dirigiram até uma mesa qualquer. Só que dessa vez a mesma se encontrava quase no centro do pátio.

Todos estavam lá. Menos Adrien, coitado. Havia sido barrado pela Chloe antes mesmo de entrar no pátio. E de longe Nino ria das expressões que Adrien fazia, como se o loiro estivesse em apuros.

-Então Adrien.- Chloe fala com aquela voz fina.- Eu e a Sabrina estávamos querendo ir na inauguração da nova loja do shopping, quer ir com a gente?

A loira estava fazendo de tudo para chamar atenção. Um sorriso falso estampado no rosto e enrolando a ponta dos cabelos com os dedos. Adrien já sabia de toda a jogada. Então o mesmo suspirou e falou calmamente.

-Não Chloe, eu tenho ensaio de fotos hoje à tarde.

-E que tal a noite? Você vai estar livre, não é?

-Também não.- Na verdade ele estaria livre sim. Mas mentiu para Chloe, ele realmente não estava afim de sair com a loira.- Bem, eu já vou indo.

O mesmo se dirigiu até a mesa onde se encontrava Marinette e os outros. Chloe prestou atenção nesse detalhe. Logo sacou tudo! Encarou Marinette com nojo.

A loira não suportava a azulada. Sempre a odiou. Chloe não engolia aquele papo de filha inocente de padeiros.

-"Marinette".

Colocou a culpa na azulada sem a menos saber o que realmente acontecia. Essa era loira, tirando conclusões preciptadas.


Notas Finais


O que achou?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...