História Você não está sozinha - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Armin, Castiel, Kentin, Lysandre, Rosalya
Visualizações 8
Palavras 1.157
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Poesias, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Eu sei que estou há um tempo sem postar nada. Então decidi fazer essa.
Boa Leitura :3

Capítulo 1 - Grávida? Noiva?


Fanfic / Fanfiction Você não está sozinha - Capítulo 1 - Grávida? Noiva?

A chuva caía intensamente sobre o telhado fazendo barulho. A cama estava fria, o que fez eu ficar enrolada no meu cobertor quentinho de cor Marrom. Ao lado estava meu celular que havia ganhado do meu pai em cima da cômoda. O meu quarto é bem simples, tem uma cama de casal na qual estou agora, um guarda roupa bem simples, um sofá com algumas almofadas colidido com a janela que havia uma vista bem bonita. Minha mesa onde eu componho músicas, escrevo textos etc. É um banheiro, o único luxo que eu tenho. Claro, deixe-me me apresentar. Eu sou Hannah, tenho 18 anos. Moro no estado de Texas, um lugar bem calmo de se morar. Minha família é bem... Merda. Quero dizer, eu amo meus pais, só que o problema é minha irmã Emilly que faz minha vida um inferno. Minha mãe se chama Amy e meu pai Nickolas. 

Ajeito meus cabelos castanhos que estava preso á um coque que podia se desfazer a qualquer momento. Pego meu celular e vejo às horas. 10:15. Como eu já estava de banho tomado, eu só precisava pegar uma roupa qualquer no armário. Tirei meu cobertor e fui pegar uma roupa. Jeans preto, regata branca e uma jaqueta preta que é do meu melhor amigo, eu realmente esqueci de devolver à ele. Hoje eu ía ao Club jogar um pouco de tênis, mas pelo clima de hoje não vai dar certo. O Club é meu lugar favorito. Lá foi onde eu passei os melhores momentos com meu namorado que não o vejo há 2 anos. Castiel. Saudades de seus beijos, seus abraços e seu corpo junto ao meu. Eu não gosto de falar muito nisso. Balanço a cabeça de um lado para o outro, para parar de pensar nisso. Agora é passado. Solto meus cabelos passando meus dedos. Ele estavam meios bagunçados, mas servia. Passei uma maquiagem leve. Peguei meu celular e fui para à sala. Desci as escadas de madeira polida passando pelo corredor que ia direto para sala. Conforme eu ia me aproximando o barulho da Tv ficava mais alto. Meu pai estava lendo um jornal enquanto passava um programa qualquer na Tv. Por sorte o capeta da minha irmã não estava na sala. E minha mãe provavelmente na cozinha.

Nickolas: Finalmente acordou. ( Disse com humor. Me aproximei dele dando um beijo em sua bochecha)

Hannah: Não acordei tão tarde assim. ( Disse me sentando no sofá branco) 

Nickolas: Hoje vamos receber uma visita. ( Disse virando uma página do jornal)

Hannah: De quem? ( Disse olhando para ele).

Nickolas: Só vamos saber quando sua mãe e Emily chegarem. ( Tá bom né) Hannah, você pode me fazer um favor? 

Hannah: Claro :3 

Nickolas: Vai na cidade comprar umas flores para colocar na mesa.

Acenti com a cabeça, peguei às chaves do carro e pé na estrada. A loja de floricultura mais próxima era uns 15 minutos daqui, então vai ser rápido. Chegando na loja, escolhi às flores preferidas da minha mãe. Margaridas, iam ficar lindas na mesa de jantar. Paguei a moça e voltei ao meu carro, coloquei às flores no banco de trás com cuidado. A Chuva estava aumentando, isso fez um trânsito. Droga vou me atrasar. Como posso me atrasar se minha casa fica 15 minutos daqui, ou menos. 

Levou uns 30 minutos para chegar em casa, espero que meu pai entenda. Estacionei o carro. Tirei o cinto e peguei o jarro de flores que havia colocado no banco de trás. Abri e fechei a porta. Apertei o botão do Controle para travar às portas do carro. Corri para a escada que ficava de frente para a casa que havia um telhado. Meus cabelos estavam um pouco molhados. Coloquei eles para trás e ajustei minha jaqueta. 

Hannah: Pai... Desculpe o atraso, o trânsito estava horrível por causa da ...

Naquela hora meu coração disparava a cada minuto. Engoli o seco, fiquei meio que sem graça todos olhando para mim. Meus pais estavam sentados no sofá olhando para mim. Mas Emily estava com um sorriso no rosto e ao ... Lado ... Castiel e os pais dele. Eu não sabia o que fazer. 

Nickolas: Não tem problema. ( Ele parecia sem graça à minha reação) Pode colocar na mesa de jantar por favor.

Atravessei a sala indo em direção à cozinha. Fechei o porta lentamente com os olhos um pouco arregalados. Coloquei o caso sobre a mesa de vidro. Me sentei na cadeira passando a mão sobre meus cabelos e meu rosto molhado. 

P.O.V Narradora

O silêncio da sala se quebrou fazendo com que o assunto voltasse. 

Emily: Bom, agora que todos estão aqui é o almoço está pronto que tal conversarmos na cozinha. ( Disse ela juntando as mãos e sorrindo).

Todos acentiram 

P. O. V Narradora Off

Ouvi a maçaneta e a porta ser aberta. Limpei minhas lágrimas rapidamente. Pera! Eu estou chorando? Por que estou chorando? 

Eu já esqueci dele não tenho motivo para estar chorando. Minha mãe colocou a comida nos pratos que já estavam na mesa. O tempo que estava necessário, era uma tortura para mim.

Emily: Por que estão assim? 

Nickolas: eu estou decepcionado com você. ( Do que eles estão falando?)

Amy: Realmente.

Emily: Isso não foi nada mãe.

Nickolas: " nada "? Ficar grávida dele não é nada? ( Oi? Engasguei com a comida que estava na boca. A atenção se voltou a mim.) Hannah, por favor suba.

Fui rápido possível para meu quarto, fechei a porta com força. Provavelmente devem ter ouvido lá da cozinha. Me joguei na cama e deixei minhas lágrimas caírem sem eu às impedilas. Me senti fraca. 


[•••]


Ouvi meu celular tocar, vi no visor que era um grande amigo meu, Alexy,. Eu poderia não atender? Sim! Mas ele ia desconfiar de alguma coisa.

Ligação Alexy On

Hannah: A -alexy? ( Tentei fazer menos voz de choro possível)

Alexy: Hannah? Está chorando? O que aconteceu? ( Falei nada, mas não acreditou) Hannah.

Hannah: Ele... Ele voltou. 

Alexy: Quem? Quem voltou Hannah?

Hannah: Castiel. ( Disse chorando).

Alexy: O que esse cretino está fazendo aqui? Por que ele voltou? ( Ele estava frustrado) 

Hannah: Ele... Ele engravidou minha irmã.. e eu não sei o que vai ser agora.

Alexy: Ele o que?!? (. Disse surtando) primeiramente pare de chorar (Funguei ) Agora esqueça isso ok? ( Sim) vai tomar um banho e tente descançar um pouco.

Hannah: Ok, tchau.

Alexy: Tchau.

Ligação Alexy Off

Coloquei o celular na cama, ouvi a porta ser aberta e fechada. Virei de lado e era minha mãe.

Amy: Como você está? ( Disse ela passando sua mão por minha cabeça) 

Hannah: Não sei. ( Disse colocando minha cara no travesseiro).

Amy: Bom... Eu não queria te contar isso mas você vai ficar sabendo de qualquer jeito. ( Eu olhei para ela) Castiel e Emily vão ter que ficar juntos. E amanhã vamos ao Club para comemorar... Ou melhor Emily e os pais de Castiel comemorar.

Ela saii do quarto. Ótimo, vamos ao lugar onde eu e Castiel passávamos tempo juntos. Minha vida vai ser um inferno.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...