História Você quem sabe. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope
Tags Bagtan Boys, Bts, Coréia, Dorama, Imagine, Imagines, J-hope, Kpop, Romance
Exibições 6
Palavras 633
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Está é minha primeira fic,podem deixar críticas construtivas.

Capítulo 1 - Affinity at first sight


  hoje o dia foi uma merda, na faculdade de letras não consegui me concentrar de sono, a faculdade acabou faz uns 20 minutos e meu ex namorado Ryan ficou me enchendo pra me levar em um encontro. O dia foi péssimo, vou terminar minha noite no bar, preciso esfriar a cabeça.
       Chegando no bar sentei ao lado de um asiático muito bêbado e pedi uma cerveja, depois de estar quase terminando minha cerveja o garçom me entregou um drinque chic e disse que foi aquele mesmo asiático bêbado que me pagou, eu queria ir falar com ele mas foi um dia péssimo e não queria um cara que só quer sexo atrás de mim, vai saber as intensões dele.
         Quando olhei pro lado e vi o Ryan me procurando,ele me viu e veio até mim puxando meu braço
-Eu não acredito que você tá aí bebendo.
-Ryan, por favor!
-Vamos embora logo. - Ele diz, me interrompendo.
-Eu não sou um animal, você não manda em mim!
-Cala a boca!
Ele me puxa forte da cadeira fazendo eu derrubar o drinque, me puxa pra fora do bar, lá fora ele me joga na parede e tenta me beijar mas eu desvio, ele segura meu rosto pra me beijar quando ouço alguém.
-Solta ela!!!
-Não se mete, cara.
     Era o asiático que tinha me pagado um drinque.
- Larga ela agora! - Diz o asiático, insistindo.
-O que você pode fazer pra me impedir!?
      Ryan vai até o asiático e lhe dá um soco seguinte de outro derrubando o asiático, depois disso Ryan não parou até ele desmaiar. Eu não ia ficar gritando, não ia  adiantar nada, então liguei pra polícia. A polícia veio e levou Ryan, não sei se vão prender ele,mas a família dele tem muito dinheiro, e pagariam a pensão dele, chegou uma ambulância para o asiático eu fui junto na ambulância afinal queria saber se estava bêbado por isso apanhou, ou se estava tentando me proteger.
         No hospital ele não demorou muito para acordou os médicos fizeram alguns exames nele, depois que os exames acabaram os médicos disseram que iam esperar o resultado do exame de sangue que ia demorar algum tempo pra ser feito e já poderíamos ir embora, eu digo:
-qual o seu nome?
-Hoseok
-por que você quis arrumar briga com um homem que certamente é mais forte que você?é idiota?
-olha primeiramente ele não é tão mais forte que eu,eu só estava fazendo a coisa certa e de nada por te ajudar
-você não fala português bem,do onde você é?
-isso é um interrogatório?
-talvez
-ja que perguntou,eu sou famoso
-famoso?
-É famoso,eu estava num grupo lá na Coréia,que acabou,não tinha mais nenhum objetivo e vim gastar meu dinheiro aqui
-você parece triste
-apesar do que eu mesmo achava,o dinheiro não é tudo,e agora não tenho mais o que fazer da vida,e eu não estou bêbado
-eu vi você bebendo bastante
-não vem ao caso,agora chega de falar de mim,vamos falar de você.o que estava fazendo em um bar sozinha,você não parece ser o tipo de pessoa que fica sozinha
-eu gosto de ficar sozinha
-o que faz da vida?
-faculdade de letras
-por que falou com tanta animação?
-eu não gosto,meus pais me obrigaram a fazer faculdade,na verdade eu queria ser fotógrafa,ele dizem que não tenho futuro
-e Você os escuta?
-eu não tenho escolha
-quantos anos você tem?
-22
-você é maior de idade eles não mandam mais em você
-não é assim que funciona
-legalmente é,eu tenho 22
-você é muito novo pra ja não ter sonhos
-o que você vai fazer depois daqui?tem faculdade hoje?
-vou viajar pro centro do rio tirar fotos
-vou me auto-convidar,posso ir junto?
-ja que não tenho companhia,pode sim
-vamos meu carro
-eu dirijo
      O médico interrompe.


Notas Finais


Espero que tenham gostado,desculpa qualquer erro.deixem o que acharam nos comentários,obrigada por lerem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...