História Você realmente me ama ? - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Esquadrão Suicida
Personagens Bruce Wayne (Batman), Comissário James "Jim" Gordon, Coringa (Jack Napier), Dr. Jonathan Crane (Espantalho), Edward Nashton/Nygma (O Charada), Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Harvey Dent (Duas-Caras), Oswald Chesterfield Cobblepot (Pinguim), Pamela Lillian Isley, Personagens Originais, Selina Kyle (Mulher-Gato)
Tags Arlequina, Coringa, Drama
Exibições 255
Palavras 1.113
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem a demora , eu devia ter postado ontem ne , mas , porem toda via , não deu e eu peço perdão por isso .

Boa leitura

Capítulo 19 - Terror no arkham , parte 1 .


O palhaço se levantou pela terceira vez naquela manha , o mesmo atirou a garrafa de whisky na porta logo seguida uma faca . Joker sorriu ao ver os cacos caírem devagar ate chegarem ao chão , junto com o liquido amarelo da garrafa .

- Johnny ! Johnny .- ele gritou impaciente , mas ninguém veio o deixando mais irritado .

Coringa estava furioso por não conseguir planeja nenhum plano contra o Batman ou algo que afetasse Gotham ,dessa vez ele queria algo grande não um simples plano de ladrões .

- maldito capanga imbecil ! - o homem de cabelos verdes, andou ate no meio da sala do seu escritório e pegou a arma , atirando duas vezes contra o teto.
       Johnny entrou rapidamente na sala com uma metralhadora em maos .

- o que houve ?

- o que houve ? Oque houve ? .- coringa imitou ele com a voz de menininha .  -- eu lhe chamei , você não escutou , sua menininha surda ! .-- Sabe Johnny , as vezes o blip e muito mais legal e competente que você ! 

- blip , ele esteve aqui ? Johnny não gostava muito do garoto hacker , e ele odiava quando quando coringa dizia que o genio dos computadores era melhor que ele .

- sim, ele esteve aqui .- o palhaço falou impaciente .   - porque Johnny? Perguntou com um ar de desconfiança .

- nada senhor , eu apenas ...

- tem inveja do blip Johnny ! Ele falou movendo as maos no ar .

- não, claro que não .

- ta bom ... Já chega desse assunto , quero que avise aos outros que vamos tratar de alguns porcos do arkham , eles me tratam muito mal quando vou pra lá , então e hora de retribuir da mesma maneira ! Coringa deu um grande sorriso .
 


(...)

Harleen suspirou mais uma vez e passou as maos por seus cabelos loiros , ela fez uma cara de tédio , sua ultima consulta seria daqui a trinta minutos , e ela não tinha quase nada para fazer no tempo livre .

Resolveu ficar folheando folhas , escritas das suas consultas. De repente , ela escuta um grande estrondo vindo dos andares mais baixos e se assusta , ela começa a ouvir gritos de pessoas e resolve sair de sua sala, para ver o que era .

As pessoas corriam e gritavam desesperadas e a doutora ficava cada vez mais sem entender nada .

- ei , o que esta acontecendo ? Ela perguntou e ninguém respondeu .  - por favor alguem ...  Ela não terminou de falar , sentiu um grande impacto contra seu corpo e caiu no chão .

- me desculpe , me desculpe .- uma mulher de cabelos negros falou , se levantando rapidamente .

- por favor , o que esta acontecendo ?

- eles estão soltos , os loucos estão soltos .- a mulher falou desesperadamente , e correu .

A doutora Quinzel se levantou e olhou  a sua volta as pessoas continuavam correndo e gritando e outras chorando , e barulhos de tiros podiam se escutados por todo o local .

A mulher loira então resolve corre ate o elevado , para ver se conseguia sair do arkham o mais rápido possível , ela apertou em um botão qualquer e o elevador começou a fecha as portas , alguns tentaram entrar mas foram massacrados antes mesmo de chegar , fazendo harleen ficar mais assustada  ainda .
       O elevador para de uma vez , provavelmente ele emperrou e não subiria ou desceria .Ela sai e começa a correr sempre olhando para todos os lados , destruída ela tropeça em algo e cai de cara no chão .

- ai ! .- ela leva a mao ate a cabeça e percebe que sua testa sangrava .

Olhou em que tinha tropeçado e vê que era em um corpo já morto de um guarda , pareciam que as pessoas que estavam matando todos , estavam divididos por todo o arkham . Ela se afasta só corpo rapidamente e sente algo úmido , molhar suas mãos , ela olha rapidamente e percebe que era sangue , a mesma limpa as maos no jaleco e se levanta tenta corre mais um pouco , mas os seus saltos atrapalhavam então ela os tira .

Avista uma grande escada que davam para uma das saídas de emergência do arkham e corre ate lá , quando começa a desce as escadas sene alguém puxa seus cabelos loiros para trás , fazendo ela cair de bunda no chão .

- foi você ! Foi você que roubou meu marido !! A mulher que aparentava ter quase seus cinqüenta anos , atacou a doutora Quinzel .

- espere , eu não sou quem....- harleen tentou se explicar , mas foi em pedida pela mulher mais velha que mordeu o braço esquerdo da medica .

Rapidamente harleen conseguiu empurra a outra fazendo ela desce todos os degraus e bater a cabeça fortemente no ultimo .
       Passou a mao pelo o braço ,que sangrava muito , consegui arrancar um pedaço do jaleco e fazer uma especie de curativo nele , desceu as escadas e se desculpou olhando o corpo da mulher no chão , ela escutou os tiros e se apavorou mais ainda , viu que ali ainda tinha mais um elevador e deu um sorriso .

Andou rapidamente ate ele e tentou abrir , sem sucesso , passou os olhos por toda a área e somente viu uma grande porta de metal . foi o mais rápido possível ate a mesma e consegui abri , a área estava quase coberta de sangue e corpos mortos, fazendo Quinzel se arrepiar dos pés a cabeça e sentir uma leve tontura por causa do cheiro forte de sangue , avia também poucas luzes e as mesmas eram vermelhas .
Ela começou a andar devagar , observando tudo ao seu redor e a mesma não se sentia segura naquela área , a mesma pensava que alguem seguia ela e realmente alguém estava a procura dela .

Ela avistou um machado de emergência na parede e resolveu pega lo , podia sentir olhos sobre ela , podia perceber a presença de  alguem no mesmo local que ela,apertou mais o machado , fazendo a cabeça dos dedos das maos ficarem brancos .

        Viu alguem se aproximar mais ainda e se virou rapidamente vendo um homem vestido de panda , tentou acerta ele com o machado , mas o mesmo segurou no cabo do machado , acertando na cara dela e  fazendo a mesma desmaiar .

(...)


Notas Finais


E ai o que acharam ?

Amo vocês ...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...