História Você Se Lembra? - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Kookmin, Namjin, Taegi, Taeyoonseok, Vhope, Yoonseok
Exibições 541
Palavras 4.247
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiie ヾ(@^▽^@)ノ

Vomitei arco íris escrevendo esse capítulo, sério, se tornou um dos meus capítulos favoritos ❤❤

Boa leitura (≧∇≦)/

Capítulo 21 - Love For Photography and You


Fanfic / Fanfiction Você Se Lembra? - Capítulo 21 - Love For Photography and You

Jimin's POV

Os dias parecem que estavam se passando rápido demais, logo a segunda feira chegou e eu tive que voltar a faculdade, não gosto de deixar Jungkook sozinho, sei que ele já é adulto e sabe se cuidar, porém minha preocupação fala mais alto, ele vive reclamando que eu o trato como um bebê, e pode até ser mesmo, porém depois desse acidente eu fiquei com a sensação de que posso o perder a qualquer segundo, por isso desses cuidados redobrados, mas não acho que Kook entenda isso.

Assim como o doutor Choi disse, após a cirurgia as memórias do Jungkook voltariam normalmente e com mais rapidez, e é isso que vem acontecendo, ele se lembrou de coisas pequenas, mas já é um passo importante, é adorável a maneira que ele corre até mim cada vez que relembra alguma coisa, parece até uma criança entusiasmada em contar ao pai o que aprendeu na escola.

Ontem mesmo Kook lembrou das suas senhas nas redes sociais, era até engraçado ver sua empolgação, acabamos ficando até tarde vendo isso, já que ele me pediu para ensinar a usar os sites, acabei acordando atrasado para a universidade, talvez eu também tenha enrolado um pouco mais para me levantar pois os braços de um certo alguém me abraçavam por trás com possessão, e só talvez o calorzinho estava tão bom que eu tenha dormido de novo naquele abraço.

- Jimin hyung, olha isso. - Eu estava deitado no sofá da sala quando Jeon venho até mim, colocando seu tablet em frente ao meu rosto.

- Olhar o seu e-mail? - Me sentei sobre o estofado o olhando desentendido.

- Sim, olha a última coisa que eu recebi. - Indicou apontando na tela, abri a mensagem e a li:

"Caro Jeon Jungkook.
Minha equipe havia entrado em contato contigo à alguns meses, pois me interessei por seu trabalho, mas na época eu não havia exatamente algo para lhe oferecer, hoje tenho.
Minha nova coleção masculina foi lançada essa semana e gostaria que aceitasse ser o fotógrafo do photoshoot desta coleção, sei não é um fotógrafo de moda e que ainda não terminou a universidade, porém pelas fotografias que olhei em seu blog vejo o quanto és talentoso, sabe capturar os momentos certos, acredito que a lente da câmera é o olho do fotógrafo e suas imagens tem muito sentimento, eu aprecio isso.
Como uma estilista, eu espero que meus clientes apreciem a vestimenta antes mesmo de compra-la, que a idealizem em seu corpo, e imagino que com o seu talento para deixar as imagens tão reais, faria um belo trabalho com minha coleção.
E se não for pedir demais, gostaria de contratar também o seu modelo, aquele belo rapaz que protagoniza quase todas as fotografias de seu blog. Eu tive uma seletiva com diversos modelos em várias agências, mas nenhum me agradou, porém assim que vi esse rapaz, ele me pareceu perfeito para essa sessão.
Espero que aceitem minha proposta, estarei esperando uma resposta.

Encarecidamente

Ahn HeeYeon. "

- Ai meu Deus! Ahn HeeYeon me acha bonito. - Falei exasperando, Jungkook me olhava confuso.

- Quem é ela? - Kook me questionou, o encarei espantando, mas depois desfiz a expressão, por um segundo esqueci de sua amnésia.

- Ela é uma das mais famosas estilistas da ásia, sabe o quanto é incrível ela está te oferendo um trabalho? - Proferi empolgado.

- Não. - Respondeu simplesmente e pegou o tablet da minha mão.

- Jungkook! - Exclamei, surpreso com seu tom desinteressado. - Aish, responda ela o quanto antes.

- Vou responder sim, negando a proposta. - Disse se sentando no sofá, eu tirei o aparelho eletrônico de suas mãos, Kook me encarou confuso.

- Não pode negar, é uma chance única ter o primeiro trabalho nessa área com uma pessoa tão influente. - Comentei, mas Jeon ainda não demostrava nenhuma reação.

- Eu não posso aceitar Jimin. - Proferiu massageando as têmporas.

- Como não Jungkook? Ficou maluco? Vai aceitar sim. - Afirmei lhe olhando.

- Jimin ela não está querendo contratar a mim, está falando com o Jungkook do passado. - Ele explicou, porém eu não entendi realmente.

- Como assim? - Questionei o fitando.

- Ela está falando com o Jungkook com memórias, aquele que tem um talento incrível em fotografia, aquele que estaria super animado agora, que já iria estar planejando mil e um cenários para essas fotos. - Suspirou antes de concluir. - Ela está falando com o seu Jungkook, não comigo.

- Você é o meu Jungkook. - Respondi de imediato, agora sim entendo a que ele se referia. - Kookie o seu talento veio de berço, nada nem ninguém pode o tirar de você, esse acidente pode ter levado suas memórias, mas não tirou o seu dom.

- Jimin, como eu posso aceitar um trabalho tão importante, e se eu estragar tudo? Não me lembro de coisa alguma que aprendi na faculdade. - Falou cabisbaixo 

- Kookie, você vai aceitar porque vai se sair muito bem nisso, ok? Ela não precisa saber de sua amnésia, e além do mais, você já tirava fotos incríveis antes mesmo da universidade, sempre foi habilidoso, a faculdade foi apenas para se profissionalizar e aprimorar o que já sabia, você é capacitado para isso Kookie, só tem que acreditar, não precisa de suas memórias, o talento está em sua personalidade. - Comentei sorrindo ao lembrar que desde que eu o conheci, Jeon já estava com uma câmera as mãos.

- Acho que quando eu recobrar a memória ficaria muito arrependido e bravo comigo mesmo por não ter aceitado uma oportunidade como essa, certo? - Kook concluiu e eu assenti. - Então irei aceitar.

- Você vai fazer um trabalho maravilhoso, eu sei disso. - Afirmei o abraçando de lado, Kook sorriu, virando o rosto para o lado e me dando um selinho sobre os lábios, se afastou logo em seguida me deixando pra trás com um sorriso bobo no rosto. 

[...]

Jungkook respondeu HeeYeon naquele mesmo dia, aceitando a proposta, logo depois a secretária da moça nos ligou para marcar tudo, acho que nunca vi Kook tão nervoso na vida, além de gaguejar, tremia as mãos, eu só fazia era rir de seu jeitinho agitado e o claro nervosismo. A secretária nos disse o planejamento de sua chefe, as roupas da coleção de HeeYeon seriam enviados na manhã seguinte, e Jeon teria total liberdade em fazer a sessão de fotos no ambiente e cenário que desejasse, claro que eu também havia aceitado ser seu modelo, e isso pareceu deixar a estilista muito feliz.

- Jiminie, eu não sei se aqui é uma boa ideia. - Kook disse assim que chegamos ao parque, o lugar escolhido para as fotos, o cenário estava lindo, lotado de flotes de cerejeiras.

- Mas você que deu a ideia Kookie. - O olhei desentendido enquanto estacionava o carro.

- É mas... Quando me trouxe aqui eu achei um lugar muito bonito, mas agora não tenho mais certeza se será bom para as fotos. - Explicou olhando o lugar pela janela do automóvel.

- Jungkook dá pra parar com essa falta de confiança em si mesmo? E além do mais, é uma coleção de primavera, combina com esse ambiente. - Argumentei e saí do carro, Kook me seguiu.

A equipe de HeeYeon chegou logo depois, eles apenas nos ajudariam com maquiagem e arrumação, o resto seria todo com Jeon, que estava preparando as câmeras no lugar no qual começaríamos as fotos, atividade esta que eu nem precisei auxiliar, ele soube o que fazer sozinho, Jungkook pode ainda não estar acreditando em seu potencial, mas tudo continua com ele, sua amnésia não poderia tirar isso.

Jungkook's POV

Assim que eu terminei de ajeitar todos os equipamentos, fiquei esperando por Jimin, que estava se arrumando na tenda que a equipe da estilista tinha montado, poucos minutos depois, Park apareceu já pronto para o photoshoot, acho que eu devo ter paralisado assim que o vi, não imaginava que o ele poderia ficar mais lindo do que já era.

- Kookie? Tá tudo bem? - O hyung balançava as mãos em frente a meu rosto, devo ter ficado algum tempo o encarando admirado.

- E-eu... É que... Nossa você está tão lindo. - O elogio saiu quase que involuntariamente, Jimin sorriu abaixando o rosto, notei que havia corado.

- Obrigado amor. - Ele agradeceu, e quem corava agora era eu pela forma carinhosa que se referiu, me aproximei lhe dando um selinho antes de iniciar a sessão de fotos, esses beijos tinham virado um hábito para mim.

[...]

O sol do final da tarde já aparecia, batendo contra os fios castanhos do cabelo de Jimin, dava um ar mais sútil a imagem, percebi que tínhamos pouco tempo de luz natural, então eu deveria ser rápido, muitas fotos já tinham sido tiradas e Jimin feito várias trocas de roupa, ele parecia estar bastante cansado, repetiu algumas vezes que a vida de modelo não é pra ele, eu discordava, o hyung é tão bonito, conseguiria diversos trabalhos nesse ramo se quisesse.

Por algum motivo eu sentia uma sensação de déjà-vu a cada nova fotografia, não precisou de muito mais tempo para que algumas memórias começassem a aparecer em minha mente.

"Memories ON"

O pequeno garoto de sete anos costumava passar seus dias sozinho em seu quarto, por ser o primeiro e único filho, Jungkook recebia um cuidado até exagerado de sua progenitora, o mulher não permitia que seu menino fosse brincar na rua ou na casa de amiguinhos, mesmo que na verdade ele não os tivesse ainda, o garotinho não tinha muito contato com outras crianças de qualquer forma, a não ser na escola, porém sempre foi tímido demais até para ter conversas simples com alguém.

O pequeno Jeon era bastante mimado pelos pais, tendo sempre tudo o que pedia em mãos, os pais não se importavam em gastar uma grande quantia em dinheiro para dar algo de último lançamento à Kook, só para ver aquele sorriso que lembrava um coelhinho que a criança possuía, porém naquela tarde não era o videogame de última geração que estava ocupando a mente de Jungkook, e sim um outro garotinho de bochechas redondas e cabelos castanhos.

O tal menino aparentava ter a mesma idade que Jeon, Kookie o admirava pela janela de seu quarto, o via brincar sozinho todas as tardes na caixa de areia da pracinha em frente a sua casa, Jungkook queria ter coragem de ir lá e chamar o menino para brincar, porém sua timidez e a proibição da mãe não o permitia.

Tinha mais uma coisa rondando pela mente do pequeno, Jeon achava aquele garotinho muito bonito, tinha vontade de apertar as bochechas fofas do menino e de o abraçar forte, porém o que o trazia dúvida era essas vontades mesmo, seu papai lhe dizia que um dia ele acharia uma garota linda e futuramente se casaria com a moça, porém Jungkook não achava nenhuma menina bonita, tirando sua mãe, todas as outras eram chatas ao seu ver, mas tinha aquele garoto que ele achava muito bonito, Jeon se perguntava se tinha algo de errado com ele por causa disso.

- Appa? - Jungkook chamou entrando no escritório do homem.

- Oi Kook, o que quer? - O senhor Jeon tirou seus olhos da tela do computador para dar atenção ao filho.

- Quero te fazer uma pergunta. - Respondeu olhando para o chão, estava um pouco apreensivo.

- Claro, venha aqui. - O homem mais velho afastou sua cadeira da mesa, dando espaço para o menino vim e se sentar sobre suas pernas, e assim Jungkook fez. 

- Appa, o senhor me disse que um dia eu vou me casar com uma linda moça não é? - Proferiu o garoto, encarando o pai, que assentiu. - Mas as garotas são irritantes appa, não quero ficar com uma. - O homem riu após a declaração do filho.

- Meu anjo, ainda é muito cedo para você pensar nisso ok? Um dia você vai entender porquê eu te disse aquilo. - Senhor Jeon explicou, porém Kook ainda estava com dúvidas.

- Appa, eu não acho elas bonitas, só a omma que é. - Disse o pequeno, o homem mais velho riu novamente.

- Kook, você ainda é muito jovem, com a sua idade eu também pensava assim, porém quando ficamos mais velhos, esses pensamentos mudam entende? - O pai respondeu calmamente, Jungkook assentiu indicando que entendia, mesmo que ainda estivesse confuso.

- Appa, é errado que eu ache um menino bonito? - Questionou brincando com seus dedinhos, sem encarar o pai, que se surpreendeu com a pergunta do menor.

- Não Kook, não é errado, por que? 

- Tem um menino appa, que sempre vem brincar na praça e eu acho ele muito bonito. - Jungkook falou, seu rosto se tornou avermelhado. - Ele é muito fofinho. - Concluiu levando as mãos até as próprias bochechinhas as apertando, tentando mostrar ao pai como o tal garoto era adorável.

- E você fica o olhando todos os dias? - Perguntou o homem, interessando em saber sobre a possível primeira paquera de seu filho, o pai não podia confirmar isso, mas vendo o modo que os olhos de seu pequeno brilhavam ao falar do garoto, indicavam que ele estava realmente encantado pelo menino desconhecido.

- Sim. - Proferiu acenando com a cabeça. - Não é errado né? 

- Não meu anjo, não é. - O mais velho sabia que ficar observando uma pessoa escondido não era uma coisa correta, porém o que Kook fazia era algo completamente inocente, e o homem também tinha a clareza de que Jungkook não tinha amigos devido a super proteção da mãe, talvez o pequeno só estivesse com vontade de ter fazer uma amizade. - Sabe o nome dele?

- Sim, eu vejo a omma dele vindo o chamar quando começa a anoitecer. - Explicou ainda meio tímido para falar no tal menino.

- Qual o nome? - O senhor pergunta curioso.

- É Jimin, Park Jimin. 

- É um belo nome. - Proferiu o mais velho, Kook afirmou com a cabeça, concordando.

- Ah appa, quando ele sorri, os olhos dele se fecham, assim ó. - Disse Kook, fechando seus olhos tentando imitar o eye smile do outro garoto. - Dá vontade de parar o tempo só para ficar olhando ele sorrir. - Novamente o homem mais velho se surpreendia com as palavras do menor, era certo que Jungkook era uma criança prodígio, aprendia as coisas com grande facilidade e normalmente agia como alguém esperto demais para sua idade, porém aquela maneira de falar deixou o pai surpreso, uma frase tão bonita estava saindo da cabecinha de alguém tão jovem.

- Parar o tempo hm? - O homem repetiu pensando em algo. - Acho que posso te ajudar com isso.

O senhor Jeon tirou Jungkook de seu colo e seguiu até o armário do escritório, achou o que procurava e voltou até seu filho, que o fitava curioso, o mais velho se ajoelhou em frente a criança e mostrou a pequena câmera polaroid.

- Isso é pra você. - O Jeon proferiu entregando a máquina à Kook, que sorriu pegando a câmera como se fosse a coisa mais frágil do mundo.

- Está me dando sua câmera appa? - Jungkook proferiu empolgado com o presente.

- Sim, agora você pode "congelar o tempo" em fotografias. - Explicou o pai, levando a mão até os cabelos de Kook, os bagunçando.

- E do que eu posso tirar foto? - Questionou encarando o objeto em suas mãos.

- Fotografe coisas bonitas Kook. - Senhor Jeon disse por fim, sorrindo doce para o filho e se levantando para voltar a sua mesa.

Jungkook decidiu que seguiria o que seu pai lhe disse, ele só fotografaria coisas bonitas.

Ele fotografaria Jimin.

E assim o pequeno Jeon fez, passou a semana tirando fotos do menino da pracinha, Kook adorava esperar para que a imagem se formasse no papel assim que a fotografia era revelada, poucos minutos após ser tirada, Jungkook também percebeu que aquilo era uma atividade muito divertida, e assim começou a fotografar todas as coisas que eram interessantes ao seu ver, o pai logo notou que as fotos de seu filho haviam muito potencial, podia ser apenas uma brincadeira para a criança, mas ele tinha um "bom olho" para capturar os momentos certos, e isso o homem mais velho podia nomear de um talento nato.

Porém Jungkook ainda não tinha conhecido o causador dessa descoberta de talento, Kook nunca tinha falado com Jimin, e isso o incomodava, mas sabia que para conversar com o menino, ele teria que sair de casa, e isso sua mãe não permitia.

- Kookie? - O pai disse batendo na porta do quarto de Jungkook.

- Oi appa. - Respondeu logo voltando seu olhar para a janela, a polaroid estava em suas mãos.

- Olhando aquele tal de Jimin novamente? - O homem perguntou, mesmo já sabendo a resposta.

- Sim, eu queria ir lá falar com ele. - Comentou cabisbaixo.

- E por que não vai? - Questionou o mais velho com um sorriso no rosto.

- Omma não deixa. - Preferiu suspirando.

- Bem, que tal eu ir com você até lá? - O pai falou, vendo um grande sorriso se abrir no rosto do pequeno.

- Vamos! - Kook exclamou alegre já puxando o pai pela mão.

Jungkook correu pela casa até chegar na porta da frente, a qual foi destrancada pelo mais velho, Kook segurava a câmera contra o peito, estava ansioso para falar com Jimin pela primeira vez.

Pai e filho saíram de casa, o homem segurou na mãozinha do menino até que estivessem na praça, senhor Jeon se sentou em algum banco da pracinha e disse que ficaria observando Kook dali, o menor assentiu e andou em direção a caixa de areia, na qual o menininho de cabelos castanhos brincava sozinho, Jungkook se aproximou em passos lentos, e notou que Jimin era ainda mais lindo de perto.

- É... O-oi. - Cumprimentou timidamente, Jimin levantou a cabeça e sorriu, Kook pensou que iria desmaiar, ele iria mesmo conversar com o garoto que observou por tanto tempo.

- Oi, qual seu nome? - Jimin perguntou encarando o moreno com curiosidade.

- Sou Jungkook e você? - Jeon disse, mesmo que já soubesse o nome do garotinho.

- Me chamo Jimin, você quer brincar comigo? - Park se levantou da areia, indo para mais perto de Jungkook.

- Na verdade, eu queria saber se posso tirar uma foto sua. - Respondeu com o rosto queimando, não costumava falar muito com outras pessoas, principalmente as desconhecidas.

- Uma foto minha? - Jimin questionou confuso, notando que Kook segurava uma polaroid. - Por que quer uma tirar uma foto de mim?

- Porque você é bonito. - Respondeu de imediato, ficando mais envergonhado ainda por ver o modo que Jimin o olhou.

- Me acha bonito? - Park proferiu, levando as mãozinhas gordinhas até o próprio rosto.

- Sim, suas bochechas são fofas. - Declarou Jeon, olhando para o chão por vergonha de encarar o outro.

- Oh! - Jimin corou, sorrindo feliz com o elogio. - Os meninos da minha escola me zoam, dizem que tenho as bochechas muito cheiinhas e que isso é feio, pois deixa meu rosto gorducho.

Jungkook o encarou espantado, ainda não entendia muito bem os padrões de beleza coreanos, mas como podiam dizer que alguém tão adorável não possuía beleza? Isso o irritou, em sua mente Jimin merecia todos os melhores elogios, Kook não sabia da onde vinha esses sentimentos de querer agradar e proteger o menino, mas gostava da sensação, ele no momento apenas queria apertar aquelas bochechas fofinhas e beijar o rosto do aparentemente mais velho.

- Eles estão com inveja pois nunca vão ser tão bonitos quanto você. - Disse Jeon, se surpreendendo consigo mesmo pela maneira firme que falou.

- O-obrigado Kookie. - Jimin agradeceu, seu rosto estava mais rubro do que antes. - Pode tirar a foto se quiser.

Jeon sorriu com o apelido que Park tinha criado, posicionou a câmera no ângulo de sua preferência e capturou a imagem, logo a pequena fotografia saía pela abertura da polaroid, Jungkook pegou e esperou que a imagem se formasse, Jimin correu até seu lado para ver o resultado, a fotografia não podia estar mais bela.

Os últimos raios alaranjados do sol batiam contra os fios castalhos acima da cabeça de Jimin, o mais velho sorria verdadeiramente mostrando os dentinhos brancos e um pouco tortinhos, que só davam um charme a mais ao pequeno Park, o garoto parecia ter inventado o termo "sorrir com os olhos", pois os mesmos quase se fechavam devido ao eye smile.

Jungkook iria guardar aquela foto para sempre.

- Ficou ótima, obrigado. - Proferiu Jeon, vendo que o outro também parecia ter gostando bastante de seu retrato.

- Jimin! Vamos, já está ficando tarde. - Um jovem mulher apareceu próximo a eles, Jungkook a conhecia, sabia que era a omma do menino mais velho.

- Eu tenho que ir. - Jimin pareceu triste ao dizer isso, não queria ir agora, tinha gostado muito do novo amigo. - Vai vir aqui amanhã de novo Kookie?

- Você quer que eu venha? - Kook perguntou sorrindo, o mais velho notou os dentinhos de coelho que Jeon possuía, ele achou aquilo tão amável.

- Quero. - Assentiu rapidamente.

- Então prometo que venho te ver amanhã. - Jungkook proferiu animado.

- E eu prometo te esperar aqui na caixa de areia. - Indicou Jimin correspondendo ao sorriso do moreno.

- Promete de dedinho? - Kook levantou o mindinho, sendo acompanhado pelo outro, que entrelaçou seu dedo ao de Jungkook.

- Prometo! Te vejo amanhã Kookie. - Jimin se despediu, ficando nas pontas dos pés para selar a bochecha de Jeon.

- Até. - Acenou com uma mão, a outra estava pousada sobre o local que foi beijado, a pele de seu rosto formigava.

Mas Jimin não pode cumprir sua promessa.

Ele não fazia ideia de que sua família se mudaria para outro bairro no dia seguinte, Jungkook esperou Park aparecer durante toda a tarde, mas não aconteceu, e assim a semana se passou, logo o mês, mais algum tempo e um ano se foi, Kook não tocava mais no nome de Jimin, o que os pais agradeceram, já que temiam que o filho entrasse em depressão a qualquer momento durante aquele ano por causa da decepção e saudade, porém Jeon já tinha desistido de esperar o garotinho, mas ainda tinha esperança de revê-lo um dia.

E esse dia chegou, seis anos depois, Jungkook agora com treze anos caminhava até o colégio, quando avistou alguém que logo o chamou atenção, Kook pegou sua câmera, e disfarçadamente tirou uma foto do garoto bonito parado no ponto de ônibus, Jeon sabia que já tinha o visto em algum lugar, só não lembrava bem aonde.

Ele continuou seu caminho até a escola, chegando em sua sala de aula não imaginava encontrar o mesmo menino do qual tirou uma foto minutos atrás, Jungkook sorriu ao ver que o garoto era novato, parecia ser bem acanhado, Jeon não era lá uma das pessoas mais desinibidas e confiantes do mundo, porém queria conhecer aquele menino de feições tão familiares, mesmo que tivesse que ir contra a sua timidez.

- Olá, você é novo? - Jungkook chegou se sentando na carteira livre ao lado do garoto.

- S-sou sim. - Respondeu quase sussurrando.

- Me chamou Jeon Jungkook, e você? - Perguntou olhando para o perfil do menino, que parecia envergonhado para lhe encarar.

- Park Jimin. - Respondeu, Jungkook sabia que já tinha escutado esse nome antes, e não demorou para que ambos iniciassem uma conversa já que Jimin se mostrou curioso sobre a câmera que Kook carregava.

Talvez o destino tenha dado um jeitinho para que os meninos se esbarrassem outra vez, porque no final das contas, almas gêmeas sempre se reencontram. 

"Memories OFF"

- Jungkook? - Despertei das minhas lembranças com Jimin hyung me chamando. - Você deu outra apagada Kookie, o que foi agora?

- Me lembrei de algo muito importante. - Expliquei encarando seu rosto, continua tão angelical quanto quando era ainda criança.

- Lembrou do que? - Jimin diz curioso.

- Agora eu sei quando nasceu e porque desse meu hobbie por fotografia desde criança. - Falei o fazendo arregalar os olhos.

- E por que foi? Nunca me contou isso. - Ele proferiu, até entendo o porquê d'eu nunca ter-lhe contado isso, suponho que nem eu mesmo me lembrava de como tudo começou quando reencontrei  Jimin aos treze anos.

- Foi por amor. - Eu respondi inclinado a cabeça para o lado, meio em duvida com minha própria fala.

- Amor à fotografia? - Jimin constatou.

- Amor a você, foi por sua causa desde o início. - Declarei o fazendo me olhar surpreso, pareceu até inerte em minhas palavras, mas logo se deu conta de um ponto importante.

- Mas como? Quando nos conhecemos você já andava com uma câmera. - Perguntou Jimin, confuso com minha explicação.

- Vem. - Estendi minha mão a ele, que segurou, entrelaçando nossos dedos. - No caminho de volta eu te explico. - Eu teria uma longa história para lhe contar.

Ah Jimin, eu acho que o destino já está aprontado para ficarmos juntos a muito tempo.
 


Notas Finais


Explicaçãozinha para ninguém ficar confuso: ヽ(^≧ω≦^)ノ
Eles foram fazer as fotos naquele mesmo parque que o Jimin levou o Kook no capitulo 6, que também é o mesmo lugar aonde o Kook pediu o Jimin em namoro na roda gigante.
O lugar que eles se conheceram quando crianças foi numa pracinha em frente a casa dos pais do Kook, que já foi citada algumas vezes anteriormente.
Ahn HeeYeon é a Hani do EXID (=^・ェ・^=) enfiei a bias ai no meio como uma estilista, adoro uns crossovers hehehe

Até o próximo (ノ*゚ー゚)ノ
~chu ^3^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...