História Você Se Lembra? - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Kookmin, Namjin, Taegi, Taeyoonseok, Vhope, Yoonseok
Exibições 704
Palavras 2.358
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá pessoas ヽ(>∀<☆)ノ
É normal ficar coisada com a própria fanfic? Porque eu fico toda boba com as cenas fofas entre eles suhaushaush
Leiam as notas finais por favor, expliquei algo lá que acho importante os leitores saberem.

Boa leitura! (♡_♡)

Capítulo 8 - Why am I feeling it?


Fanfic / Fanfiction Você Se Lembra? - Capítulo 8 - Why am I feeling it?

Jimin's POV

Irritado. Era isso que eu estava no instante, procurando o melhor momento para conversar com Jungkook, porém ele estava distante hoje, não saía de seu celular, conversando com o "TaeTae hyung" como ele mesmo disse, só de lembrar a forma que sua voz pronuncia tais palavras, já sinto um forte enjoou, isso estava realmente me deixando com raiva.

Já que hoje é domingo, pensei em chamar meus amigos para passar o dia aqui em casa, o médico de Jeon disse que conversar com pessoas que faziam parte do seu convívio antes do acidente ajudavam a exercitar a memória, então, com isso em mente, chamei nossos hyungs aqui pra casa, Kook sugeriu que chamássemos Taehyung também, eu quase neguei, mas não teria motivos para negar a presença do Kim, porém, graças a alguma força divina, Tae disse que não poderia vir, tinha outro compromisso marcado, eu quase comemorei, acho que estou ficando possessivo demais, não me julgue, você também se sentiria enciumado assim estando na minha situação.

Tentei não me abalar pvocêsmeu ciúmes e acabar gerando uma briga com Jungkook por causa disso, então para tentar desestressar, fui para a cozinha começar a fazer o almoço, não posso dizer que sou um cozinheiro incrível, mas ninguém nunca reclamou da minha comida, Kook continuava com a cara enfiada naquele celular, que eu já estava começando a me arrepender de ter lhe mostrado como funciona algumas coisas que ele não se lembrava.

A companhia tocou um tempo depois, sabia que era os hyungs, fui atender, assim que abri a porta, fui tirado do chão por um forte abraço de Hoseok, ele é sempre tão caloroso, dificil ficar emburrado com ele ao seu lado, logo atrás veio Yoongi, que apenas me cumprimentou com uma batidinha nas costas, algo que eu já estava acostumado, ele não gosta muito de contato físico, realmente tento entender como ele e Hoseok podem ser polos tão opostos e mesmo assim se darem tão bem. 

Namjoon entrou logo após, levando a mão até meus cabelos os bagunçando, rindo de minha reclamação por estar desfazendo meu topete, Jin veio atrás de seu marido, me abraçando e dando um beijo em meu rosto, reclamado que eu parecia mais magro, que não devia estar me alimentando direito, apenas sorri o abraçando mais uma vez, ele é sempre tão cuidadoso conosco, temos sorte de ter em nosso grupo de amigos, uma pessoa tão amorosa e preocupada como o bem estar de todos.

Pelo menos com a chegada dos hyungs, Jungkook largou aquele bendito aparelho e veio falar com eles, lhe apresentei todos, ele parecia entusiasmado em "conhece-los", logico que o Hoseok pulando em cima dele assim que o viu, dizendo como estava com saudades o assustou um pouco, causando a risada de todos, menos de Hobi, que ficou desentendido, nos fazendo rir mais ainda de sua expressão confusa.

- Hm Jimin, o cheiro da almoço está ótimo, me mostre o que você está preparando. - Jin falou em meio as apresentações, me puxando pela camisa até a cozinha. 

- Então hyung, eu estava pensando em fazer... - Antes que eu concluísse fui cortado por ele.

- Eu não quero saber o que você vai fazer, foi apenas uma distração para podemos sair de lá. - Ele fala, me fazendo o olhar sem entender. - Ai Jimin, você as vezes é tão lerdo. 

- Ei!! - Exclamo reclamando, o fazendo rir.

- Eu quero saber como foi a conversa com Jungkook, ele aceitou bem a relação de vocês? - Eu congelo, o seu olhar em mim só me deixa mais nervoso, a sensação era igual a de quando se está indo entregar o seu boletim cheio de notas vermelhas á sua mãe.

- É...e-então...eu meio que...n-não contei ainda. - Respondo me encolhendo contra o balcão da pia, o modo como ele me olhou me causou medo.

- NÃO CONTOU? - Sua voz se eleva, me fazendo tapar sua boca com minha mão, pedindo silêncio.

- Eu sei que eu já devia ter falando, mas apenas não achei o momento certo, parece que algo sempre me impede. - Digo sincero, tirando a mão de sua boca lentamente, com medo de que ele exploda comigo mais uma vez e Jungkook escute. 

- Jimin, não existe um momento certo, se quisesse mesmo contar, já teria feito. - Suspiro derrotado, ele tem toda a razão. 

- Eu sei hyung. 

- Se sabe por que não lhe disse ainda? - Jin me questiona, colocando uma mão na cintura e me encarando sério, esperando uma resposta, seu olhar irritado parecia conseguir perfurar minha cabeça, como ele consegue causar tanto medo em mim tendo um rosto tão bonito? Realmente não entendo.

- Desculpe.

- Não é a mim que você precisa pedir desculpas. - Abaixo a cabeça, não tenho nenhum argumento para me explicar.

- Olhe pra mim. - O hyung manda, levanto a cabeça o vendo sorrir e passar a mão em meus cabelos. - Conte a ele antes que seja tarde, quanto mais tempo passa, mais essa mentira vai crescer, Jungkook nunca foi uma pessoa rancorosa, e acredito que a amnésia não mudou sua personalidade, ele pode ficar bravo, magoado ou qualquer outra coisa, mas ele vai te perdoar, sabe disso.

- Eu vou fazer, assim que todos forem embora, eu falo com Kookie. - Digo confiante, mesmo que esteja tremendo por dentro. 

- O que seria de vocês sem mim em? - Seokjin fala olhando para o nada, colocando a mão no peito dramaticamente.

- Possivelmente estaríamos cumprindo pena em alguma penitenciaria. - Respondo brincando, o fazendo rir e me abraçar pelo ombros, nesse instante, Jeon entra na cozinha, nos olhando com uma expressão que eu não consegui identificar. 

- É...Namjoon hyung está perguntando aonde fica os cabos para ligar o videogame. - Jungkook fala, sua voz parece acida de alguma forma, como se estivesse nervoso com algo. 

- Fica na segunda gaveta da estante. - Indico o vendo assentir e se retirar do cômodo. 

Tem algo de errado com ele, posso sentir isso. 

Jungkook's POV

Os hyungs são realmente legais, entendo muito bem por quê Jimin estava tão ansioso para nos "apresentar", me dói saber que não me lembro de pessoas tão incríveis, eles estavam fazendo de tudo para que eu me sentisse confortável em meu grupo novamente, Hoseok era o mais animado, parecia querer me mostrar o mundo em um segundo, a forma rápida e até um pouco bagunçada que ele falava sobre nossa amizade me fazia rir.

Eu gostaria de me lembrar.

Queria que Taehyung estivesse aqui também, eu realmente gostei dele, era um bom amigo, eu estava conversando por mensagens com ele até um minuto atrás, Tae não pode vir pois tinha um encontro com um cara lá de sua faculdade, não que eu quisesse que ele cancelasse, mas se ele tivesse vindo, eu poderia ver novamente a cara enciumada de Jimin, que era algo que me divertia muito, não sei porquê ele pensa que posso troca-lo, estranhamente sinto que mesmo que eu quisesse, não conseguiria ficar longe de Park.

Nossa ligação parece ser tão forte.

Por esse motivo mesmo, me senti estranho ao vê-lo abraçar Jin com tanto carinho, algo dentro de mim parecia querer gritar, de alguma forma, ver ele tocar alguém me parecia errado, essa sensação só piorou quando os vi sozinhos na cozinha, pareciam tão íntimos.

Por que isso está me incomodando?

Eu nenhum momento, desde o hospital, eu perguntei a Jimin se ele namorava, mas agora pensar nessa possibilidade me chateia, e nem sei o motivo disso, ele é livre para estar com quem ele quiser.

Mas por que parece errado pra mim ele estar com uma pessoa que não seja... Eu?

Não! Me recuso a estar afim do meu melhor amigo, não tenho lembrança de meus sentimentos por ele antes, mas se eu me sentia assim também antes da amnésia, quer dizer que sofria por um amor não correspondido, não quero ser colocado na friend-zone.

Só estou confuso, Jimin é alguém muito bonito, difícil não se sentir atraído por ele, sei que devo ter feito a maior cara de idiota quando o vi tirar a roupa em minha frente, ele deve estar acostumado a fazer isso, moramos juntos e deveríamos ter uma amizade bem intima, já que segundo ele, nos conhecemos desde os treze anos, então ele estava lá, fazendo algo costumeiro e eu babado em seu corpo, me sinto tão errado. 

O meu maior problema é que sempre que tentava não pensar nele com segundas intenções, me vinha a mente o modo que dançamos juntos, nossos corpos pareciam se conhecer tão bem, ele ficou entregue tão rápido, me deixou guiar sem questionamentos, isso me causou estranhamento, nossa amizade era tão intima assim para nos tocarmos sem nenhuma aversão? Por que parecia algo tão costumeiro? 

Outra coisa que me fez rolar na cama noite passada foi os barulhos estranhos que eu tinha escutado vir do quarto do hyung depois que ele avisou que ia tomar banho, se não me engano, escutei meu nome ser pronunciado de um modo que fez todo o meu corpo arrepiar, primeiro pensei que ele estava me chamando para pedir algo, mas logo notei que seu tom de voz estava diferente, mesmo que estava sendo abafado pela porta do quarto, Jimin estava gemendo meu nome? Eu não sei se ouvi certo, ou se foi minha mente me pregando uma peça, mas tenho quase certeza de que o escutei dizer "Kookie".

Acho que estou apenas misturando as coisas, estou pegando o carinho e amizade que ele tem por mim e querendo transformar em outra coisa, Jimin está me ajudando tanto, sem contar que continua ao meu lado, me apoiando, realmente é um amigo de ouro, tenho tanta sorte em ter alguém como ele em minha vida, não posso botar tudo a perder com uma paixãozinha sem sentido.

Não estou gostando dele.

Repito isso diversas vezes em minha mente, como um mantra, mas foi só ver Jimin se abraçar a Jin no sofá, após o almoço, que senti meu sangue ferver, saí da sala para me controlar, não posso estar com ciúmes, já causo tanto trabalho a Jimin e agora começo a me sentir atraído por ele? Sei que isso pode arruinar nossa amizade, não queri perde-lo, não quero que se afaste, não quero atrapalha-lo mais do que já faço.

Mas por que parece ser tão certo, mesmo que eu saiba que não devo gostar desse jeito dele? 

Por que estou me sentindo assim? 

Jimin's POV

Jungkook ficou estranho do nada, comecei a pensar que era a presença dos hyungs que estava o deixando desconfortável, mas de algum modo eu sabia que era por outra coisa, só não sabia se devia perguntar ou não, ele se distanciou de todos enquanto assistíamos um filme qualquer na tevê, eu nem estava prestando atenção no que passava, estava concentrado nele, queria saber se tinha algo de errado. 

Já estava anoitecendo quando os meninos foram embora, na hora de se despedir, Jin hyung me abraçou sussurrando em meu ouvido que assim que eles estivessem fora daquele apartamento, era para eu contar a verdade a Jungkook, eu apenas acenei com a cabeça concordando que faria, Kook nos olhava de longe, sua feição estava um pouco cabisbaixa, me deixando mais preocupado do que antes, o que estava o afligindo? 

- Kookie? - O chamo quando percebi que iria sair da sala, ele para de andar e trás seu olhar até mim. - Está tudo bem com você? 

- Está! Por que não estaria? - Jeon responde de forma seca, me fazendo lha encarar confuso.

- Você ficou calado pelo resto da tarde, é sempre tão falante. - Expliquei meu motivo para estar preocupado. 

- Só não estava com vontade de falar. - Ele fala olhando para os outros cantos da sala, parecia não querer focar o olhar em mim.

- Tem certeza que é só por isso? - O confronto estranhando suas reações, ele acena com a cabeça indicando que sim. 

- Hyung... Você é o Jin tem alguma coisa? - Profere me olhando nos olhos pela primeira vez no dia.

- Alguma coisa? Como assim? - Digo desentendido, o que ele quer dizer com isso? 

- Vocês...Namoram? - Paralisei, mas não se passou nem dez segundos para eu cair na gargalhada, Kook me olhava confuso me fazendo rir mais ainda.

- Dá onde você tirou esse ideia Jungkook? - Questiono ainda rindo.

- Vocês dois pareciam bem próximos... E até foram pra cozinha se agarrar. - Eu quase cai no chão rolando de tanto rir.

- Kook, nós não fomos "nos agarrar". - Explico fazendo aspas com os dedos. - Jin é um de meus melhores amigos, ele é super carinhoso conosco, é normal você o ver se abraçando com qualquer um de nós, e por fim, Seokjin é casado com o Namjoon. - Jeon me encarou com os olhos arregalados, logo sua face ganhava um tom vermelho forte, voltou a desviar o olhar.

- E-eu não f-fazia ideia, me desculpe. - Pede abaixando a cabeça, ando até ele.

- Parece que não sou o único ciumento por aqui. - Comento vendo suas bochechas ficarem mais avermelhadas ainda, se é que isso é possível. 

- Não sei do que está falando. - Kook responde se afastando e começando a andar em direção a seu quarto, mas seguro seu pulso, o trazendo de volta para perto de mim e o abraço, Jungkook parece um pouco surpreso mas logo corresponde. 

- Agora sabe como me sinto quando fala do Tae. - Admito em forma de sussurro, ele solta um riso soprado. 

- Ok, prometo não te provocar mais com isso. - Fala se afastando de meus braços.

- Espera, você faz de propósito? - Pergunto desacreditado.

- Claro que não. - Ele responde sorrindo e saí correndo pro seu quarto. 

Ele realmente estava me provocando esse tempo todo? Por que? Isso me parece algo que o meu Jungkook faria, essa mania de me provocar apenas porquê se diverte com minhas reações, sua mente parece estar recuperando informações, mas de quanto ele se lembra?

Será que você se lembra de mim?
 


Notas Finais


LEIAM AQUI POR FAVOR, EXPLICAÇÃO IMPORTANTE ♡(。-ω-)
Vocês devem ter notado no capitulo anterior que o Kook não parecia mais tão inocente, eu não mudei a personalidade do personagem ou ele estava fingindo, apenas entendam que a mentalidade madura, com suas malícias e ações ousadas, fazem parte do Jungkook com memória, já a inocência, timidez e ingenuidade é algo do Jungkook com amnésia.
Ele perdeu mais ou menos os últimos 10 anos de memórias, sendo assim, coisas que fizeram parte de seu amadurecimento, aquelas pequenas coisas que aprendemos que nos ajudam a "crescer" foram esquecidas, a relação com o Jimin também foi um ponto importante no amadurecimento do Jeon, porém ele não se lembra mais disso, isso o fez ficar mais imaturo e inocente mesmo, ele sabe que já é um adulto, mas sua mente sem lembranças parece indicar a ele que ainda é um adolescente,
Então quando o Jungkook agir de maneira provocativa, maliciosa, mais adulta, são fragmentos de sua memória agindo, ele se lembrar das músicas e coreografias foi um indício disso, isso vai deixar ele próprio confuso, como se tivesse até uma dupla personalidade, um lado safado e um outro fofo, mas é apenas a sua mente trabalhando para se recuperar.

Kisses, até (*・ω・)ノ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...