História Você tem certeza que quer excluir este arquivo? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Kai, Sehun
Tags Kaihun, Sadface, Sekai
Visualizações 116
Palavras 529
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


provavelmente eu vou excluir essa fanfic logo em breve, afinal ela é somente um desabafo besta ç.ç
mas pra quem ler, eu desejo uma ótima leitura ;^;
não foi betada ._.

Capítulo 1 - .arquivo excluído com sucesso.


Uma relação é regada de confiança para que ela possa florescer de maneira saudável. E Sehun tentou ao máximo dar confiança para seu namorado, almejando deixá-lo extremamente satisfeito com a relação que ambos construíram com o passar dos meses.

 

Mas, uma relação não se baseia somente na confiança, é necessário que tenha reciprocidade nesse ato, e Jongin definitivamente nunca soube o significado dessa palavra ao estabelecer uma relação monogâmica com Sehun. Todos os dias eram imensamente cansativos para o mais novo, seu psicológico desgastado, seu coração ameaçando cair aos pedaços e bolsas enormes debaixo de seus olhos, entregando as lágrimas derramadas todas as noites antes de dormir, mas ainda assim ele mantinha um sorriso inteiramente falso nos lábios.

 

Afinal, era bem mais simples responder falsamente que estava bem ao invés de explicar o motivo de estar mal.

 

Caminhar pelos corredores da faculdade durante a troca de aulas era torturante para o garoto, ele ouvia as conversas não tão sigilosas vindas de pessoas que ele nem ao menos conhecia, espalhando fofocas que ele falava para si mesmo serem mentirosas em tentativas falhas de enganar-se.

 

Todos sabiam, menos ele. Pelo menos até agora. Jongin tinha uma amante, o rapaz havia sido flagrado em uma festa da faculdade aos amassos com uma garota, e pelo que todos falavam aquela não havia sido a primeira vez, e Sehun não poderia estar pior.

 

Os pequenos detalhes, que eram os mais importantes, perderam todo o significado.

 

Os cafés compartilhados nas manhãs de inverno pareciam estúpidos na visão do rapaz, as inúmeras canecas e xícaras que ele colecionava não pareciam ser tão especiais no momento em questão, já que ele desconfiava que diversas pessoas tivessem coleções parecidas com aquela, afinal o Oh não era o único aos olhos de Jongin.

 

Os inúmeros retratos pintados pelo Kim, que retratavam a beleza do namorado anteriormente preenchiam a parede de Sehun, agora os papéis se encontravam jogados ao chão, e o Oh os encarava com um aperto no peito, tudo parecia estar confuso naquele momento.

 

A dor da traição ainda ardia no seu peito, as lágrimas ainda escorriam pelos olhos e a sua mente ainda estava uma bagunça generalizada e dolorosa, ele tinha uma vontade imensa de acordar desse pesadelo, tantos planos jogados no lixo, tantos sentimentos que agora pareciam ser sem fundamento algum.

 

Sehun não poderia sentir-se menos patético.

 

O rapaz tratou de pegar cada coisinha que remetia a Jongin em sua casa, juntou todas as tralhas acumuladas em uma caixa e a fechou, colocando na porta de casa logo em seguida, para aquilo ser levado no caminhão do lixo no dia seguinte.

 

No momento, o Kim era como um vírus que danificava o sistema de Sehun e o deixava triste, desanimado e o fazia sentir-se patético e ele não aguentava mais aqueles sentimentos ruins se acumulando cada vez mais, ele precisava dar um fim àquele problema e nada mais eficaz do que arrancar o mal pela raiz.

 

Poderia ser doloroso remover cada espinho deixado por Jongin no coração agora fragilizado de Sehun, mas era algo necessário, e ele não tinha outra escolha a não ser remover o arquivo que danificava seu sistema de uma vez por todas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...