História Voices - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Deadpool, Homem-Aranha
Personagens Peter Parker, Wade Willson (Deadpool)
Tags Spideypool
Exibições 161
Palavras 530
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ecchi, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá pessoinhas. Demorei para um Caraleo, sorry. Eu não vou nem falar quanto tempo eu demorei por que perdi a conta já hahahah. Socorro gente, eu sou uma pessoa horrível. Aproveitem os feelings do nosso querido Wade e não se esqueçam de me deixar um comentário, sim? Espero que gostem!

Capítulo 6 - Anti-Herói


-- NARRADORA --
O calor era intenso. O suor encharcava o rosto coberto pelo capuz e Wade sentia a fumaça invadir seus pulmões, mas ele não podia se mexer. A culpa e a consciência que aos poucos se instalavam em sua mente o imobilizaram mais rápido do que qualquer veneno teria feito. Olhava o apartamento que o cercava, sem qualquer noção de como havia chegado ali. Não, não de novo. Ele tinha escutado as vozes. Não, não, não. Soavam como gritos para Wade, mas talvez ele nem mesmo estivesse falando. Reviver aquela cena mais uma vez era simplesmente insuportável. Ele sabia que a mulher deitada no chão ao seu lado estava morta. Estava tão pálida quanto um boneco de cera. Tão imóvel quanto, também. Wade não sabia se ela tinha gritado antes de morrer. Talvez tivesse pedido ajuda. No momento, ele só fazia observar a mulher. Ficou ali por certo tempo. Estava do lado de fora, o fogo não o atingia embora a fumaça o atordoasse. E então ele ouviu gritos. Desesperados e infantis. Wade arregalou os olhos. A criança estava em casa também, afinal. Seu corpo pareceu descongelar e ele se aproximou ainda mais da porta, encostando-se ao batente. Ele nem mesmo sabia se os gritos eram reais ou se eram mais um truque de sua mente, mas se a garota estivesse viva ele devia salvá-la. Ser o herói que seus amigos de guerra sempre disseram, embora em sua concepção ele estivesse longe de ser um. Era ele quem tinha causado tudo aquilo, afinal de contas. Os gritos se tornavam cada vez mais agudos e menos frequentes. Wade entrou na casa totalmente em chamas e passando por brechas até chegar a cozinha. A criança de brilhantes cabelos vermelhos como o fogo que os rodeava estava sentada no canto do ambiente. Wade se abaixou ao lado dela. Tentava acalmar a menina, mas de nada parecia funcionar. Ele a pegou nos braços, escondendo o rosto da menina em seu pescoço, para evitar que ela respirasse ainda mais fumaça e também para que ela não visse o corpo de sua própria mãe estirado na sala. A imagem daquela mulher o lembrava do que ele tinha feito. O apartamento, que Wade sempre achara pequeno, agora parecia enorme, impossível de se atravessar. Sentiu as chamas queimarem a lateral de sua perna direita e caiu no chão, a garota ainda em seu colo. A menina olhou para o rosto do homem contorcido em dor.
- Vai, sai daqui garota. - Wade disse a ela, soltando-a. 
A dor nublava sua visão mas ele ainda podia ver a garota correr diretamente para as chamas. Ela não conseguiria, ele sabia que não. 
- Wade. - Ele olhou pra cima e agora quem o encarava em meio as chamas não era a garota e sim Peter.
Wade tentou alcançá-lo, mas já era tarde demais.
- Não, não, não! - Wade acordou gritando. Sua pele suava como no sonho, que era na verdade lembrança. Era comum ter esse sonho, ele sempre se repetia, mas era recente as vezes em que via Peter nele. Talvez fosse seu subconsciente a lhe avisar que enquanto ele estivesse por perto, ele estaria em perigo.


Notas Finais


Se vocês gostaram, por favor não deixem de comentar. Seus comentários e favoritos são de suma importância pra mim continuar! 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...