História VOL.1- o começo de uma jornada pirata - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 7
Palavras 944
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção, Luta, Mistério, Saga, Survival, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


oi, bom, queria avisar que essa fanfic é completa por sagas, quantas eu não sei haha. e olha, essa fic é baseada em um RPG que eu estou jogando ok? e que com esse RPG eu até me emocionei, então eu queria passar isso para vocês.

Capítulo 1 - A nova tripulação.


Fanfic / Fanfiction VOL.1- o começo de uma jornada pirata - Capítulo 1 - A nova tripulação.

Julieta on

-corram atrás dela, ela levou todas as nossas moedas de ouro, não deixem ela escapar!!! lancem as flechas e lanças!!- diz um dos índios.

-como vou escapar disso? droga- corro o máximo possível e.....

olá, você não deve estar entendendo nada né? certo, vamos ao princípio de toda a confusão, certo, começamos por aqui.

 

acordo perdida da minha casa numa ilha deserta sem ninguém, apenas uma canoa que está no mar:

-oque que está havendo aqui? uma ilha?- começo a pensar e a me desesperar sobre tudo isso e começo a andar desesperadamente por essa ilha

andando um pouco, com muita sede por sina,l começo a ouvir ruídos e folhas se mexendo, olhando para um coqueiro vejo um macaco, ele joga um coco em mim, mas em seguida desvio disso e o macaco pula em mim como se quisera ser meu, porque reclamar? continuei a andar pela ilha quando vejo um homem, com barbas brancas, velho, sujo e com um tapa-olho, eu conversei com ele um pouco:

-olá!- digo animada

-quem é? uma garotinha perdida numa ilha? hou, como posso ajuda-la?-diz ele com muita ironia 

-estou meio perdida aqui e não sei oque fazer, pode me ajudar?

ele empunha uma espada de ferro e a me dá como que se quisera ser gentil.

-oque vou fazer com uma espada senhor?- pergunto meio desgovernada

-você irá empunhar a minha espada, pois parece ser uma bela pirata e por sinal muito forte! lute comigo para testar suas habilidades.- diz o velho senhor empunhando uma grande espada de aço.

-oque? lutar? não sou uma pirata.-digo com medo

ele vem correndo na minha direção sem exitar e leva a espada ao meu pescoço, algo me impulsiona a defender sacando a espada numa velocidade absurda, em seguida ele pula para trás e eu corro na direção dele.

-oque está acontecendo? porque meu corpo age só? que adrenalina é essa? ah, é uma bela sensação, deixarei se levar por ela.- começo a me movimentar numa velocidade absurda atacando e contra-atacando várias vezes de um lado para o outro, quando vejo ele está ajoelhado e eu estou apontando a espada para seu rosto enrugado. 

-HOU! como disse você é muito boa, deixe-me te ajudar nessa jornada!- o velho diz com medo.

-ajudar? porque não?

assim entramos no barco e ele disse para atacarmos e saquearmos a ilha de índios a frente.

-como é seu nome afinal garota?-diz o velho ansioso

-sou Julieta, e o seu nome meu senhor?

-me chamo Skanuor.

-belo nome.-digo fingindo me importar.

seguindo tive uma brilhante ideia de jogar o macaco na ilha inimiga para roubar as coisas que lá tinha.

o arremessei com toda a força e ele caiu numa árvore e foi correndo em direção ao estoque de ouro.

ele foi correndo e sendo seguido por esquilos e águias com medo.

-ei garota, como faz com que seu macaco lhe obedeça?- pergunta Skanuor

-não sei, acho que ele entende minhas vontades por gostar muito de mim, gosto muito dele também.

o macaco continua em frente até que consegue sair de lá quase morto com prata e ouro na costa.

olhamos o céu azul, e lá estava caindo muitas flechas que os índios lançaram, Skanuor ficou com medo de eu morrer e se jogou na minha frente, sendo empalado completamente pelas flechas, ele cai e morre.

-DESGRAÇADOS, MATARAM A ÚNICA PESSOA QUE EU TINHA, VÃO SE ARREPENDER, QUE MORRAM!- eu os amaldiçoei em seguida remei até a ilha, chegando lá com o meu macaco saquei minha espada e corri até o estoque, roubei o máximo que consegui e matei muitas pessoas, e índios que lá habitavam, corri o máximo que deu.

-corram atrás dela, ela levou todas as nossas moedas de ouro, não deixem ela escapar!!! lancem as flechas e lanças!!- diz um dos índios

-como vou escapar disso? droga- corro o máximo e dou um pulo para o mar, entro no meu barco e remo para muito longe, na ilha de onde comecei.

os amaldiçoei novamente. olhei para uma parte da ilha e vi um navio gigantesco pirata com uma garota de tapa-olho e um esquilo entre os peitos, ela usava uma espada preta, longa e larga como a forma de um guarda chuva, ela levanta a espada e grita- ATACAR!!!

canhões se armam e ela começa a atacar a ilha destruindo-a completamente, depois ela desce e diz

-vamos meninas, acabem com estes índios vagabundos!

comecei a me perguntar porque ela chamava a tripulação dela de meninas sendo que só havia ela de garota.

ela com apenas 5 movimentos dizimou a ilha , quando de repente aparece um índio e perfura o peito dela, em seguida a lança é movida para trás sem nem um sangue, o índio pensou que a havia ferido.

-como não está ferida? sua pele só foi empurrada? como assim?

ela riu e em seguida moveu a espada para o lado e dizimou o índio.

-EI!!! DEIXE-ME SE JUNTAR A SUA TRIPULAÇÃO POR FAVOR- disse enquanto os piratas do navio dela saqueavam todo o dinheiro.

-oque quer garotinha, seu lugar é nas cidades, oque está fazendo nesses oceanos perigosos?- disse a senhorita, aparentemente capitã do navio.

-eu imploro, não conseguirei sobreviver só aqui!

-tudo bem, só porque estou com dó.- diz a capitã

ela acorrentou minha canoa atrás do navio dela, todos as canoas de novos tripulantes eram colocadas e acorrentadas atrás do navio dela.

- ei princesa, estamos indo para uma missão agora, iremos saquear outra ilha, vai ajudar?- diz a moça capitã

-sim, claro, mas qual é seu nome?-pergunto curiosa

-Jannie princesinha, e o seu?

-me chamo Julieta.

 

 

e assim começamos uma aventura para além dos oceanos.


Notas Finais


oi, sou um dos criadores do jogo que deu origem a essa saga, espero que gostem ok?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...