História Volta pra Mim - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Ash Ketchum, Brock, Clemont, Dawn Hikari, Delia Ketchum, Drew, Gary Carvalho, Giovanni, Iris, May, Melody, Misty, Paul, Serena
Tags Amor, Amy, Ash, Drama, Família, Gary, Misty, Pokeshipping
Visualizações 92
Palavras 1.877
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OIEEE! XD
Quanto tempo não posto mais um capitulo dessa fic né? :V
Mas finalmente consegui um tempo para postar! ^^
E pra quem se esqueceu ou não sabe, essa fic infelizmente está acabando ;-;

Sem mais enrolações, aí está mais um capitulo e espero que gostem! ;3

Capítulo 19 - O Pressentimento de Misty


Tudo estava dando certo para eles. Mas... está tudo dando certo demais. E é isso que está preocupando Misty. Já se passou mais de uma semana que ocorreu o julgamento de Gary. As provas foram vistas e aceitas, ele confirmou tudo, TUDO! E até coisas que Ash nem sabia que tinha acontecido.

Então, foi julgado como culpado 100%. A pena foi 90 anos de cadeia. Ou seja, vai passar o resto de seus dias lá. Até a sua morte provavelmente. Ash está se sentindo nas nuvens, e todos os seus amigos e sua família estão assim. Mas Misty ainda se preocupa. Não podia deixar de esquecer as ameaças de Gary. E Gary não conseguiu machucar Ash, nem Amy. Pelo menos, ainda não.

Agora está tudo as mil maravilhas. Ash, Amy e Misty voltaram nas suas vidas normais em sua casa, e ainda estão morando juntos. Nesse momento está a noite na casa deles. Misty estava colocando Amy pra dormir, enquanto Ash estava no quarto, na cama de casal deles, esperando a ruiva, para dormir consigo.

- Mamãe, voltamos a sermos felizes de novo, não é? – Disse Amy deitada em sua cama. Misty sorri. A ruiva estava com a sua camisola, e com os cabelos soltos.

- Sim, sim meu amor. – Afirmou Misty cobrindo Amy com o cobertor, e afofando o seu travesseiro. – Agora vai dormir, amanhã você tem que ir pra escola. – Disse e  a moreninha assentiu. – Boa noite Amy. – A beijou na testa e apagou o seu abajú cor de rosa.

- Boa noite mamãe. – Respondeu Amy observando a mãe ir até a porta. – Mamãe... – A chamou baixinho, Misty a olhou. – Meu irmãozinho está no céu agora? – Tais palavras, foram como um soco no coração de Misty, que forçou o sorriso lentamente.

- Sim Amy... Ele está sim. E-Ele virou um anjinho agora. – Falou calmamente, tentando com todas as suas forças, segurar as lágrimas. Amy assentiu com o rosto triste.

- Eu vou ganhar um novo irmãozinho? – Perguntou inocentemente, fazendo Misty dilatar os olhos surpresa. A ruiva mordeu o lábio inferior de leve.

- Eu não sei Amy... – Falou esfregando os olhos, demonstrando cansaço. Misty não quer falar disso. Não com Amy. – Olha, vai dormir agora, está bem? Amanhã conversamos sobre isso quando você chegar da escola. – Falou suspirando, Amy assentiu e fechou os olhos. Misty aproveitou e saiu de lá bem lentamente e fechou a porta do quarto dela e deu um longo suspiro de alivio.

Andou até o final do corredor e entrou no seu quarto, onde estava Ash deitado na cama de casal, lendo alguns papéis de seu trabalho. Viu que Misty tinha entrado e guardou os papeis, ela  fechou a porta do quarto deles.

- Ela dormiu? - Perguntou Ash observando Misty se olhar na frente do espelho, penteando o seu longo cabelo ruivo, com o olhar preocupado e pensativo.

- Sim. – Falou sem tirar os olhos de preocupação do espelho, ainda penteando os seus longos fios ruivos. Ele percebe.

- ... – Franziu as sobrancelhas e suspirou. – O que aconteceu? – Perguntou andando até Misty, até poder ficar frente a frente com o seu reflexo no espelho, junto com ela.

Misty suspirou e guardou a sua escova no criado mudo, e ficou olhando Ash pelo reflexo do espelho.

- Amy quer um novo irmãozinho. – Disse abaixando a cabeça, escondendo o seu rosto com sua franja ruiva. Ash suspirou novamente e tocou na cintura de Misty por trás.

- E o que você disse á ela? – Perguntou Ash ainda segurando a cintura dela. Misty encosta o seu corpo mais no corpo dele.

- Eu não sabia o que dizer á ela... – Suspirou se virando para Ash e o abraçando sentindo o perfume dele. Ash ainda segurava a cintura dela.

- Misty... eu sei porque você está assim. – Falou um pouco sério. Misty ainda não saiu do abraço dele. Tinha que ficar nessa sensação de segurança mais um pouco. – Mity, olhe pra mim. – Disse segurando os ombros dela, olhando-a bem no rosto. – Gary está preso, já foi julgado e vai ficar praticamente a vida toda na prisão! – Falou tentando abrir os olhos de Misty. Mas ela responde apenas assentindo o rosto. – Isso não é o suficiente pra você estar segura?

- Não é isso... É que... – Não conseguiu completar. Mas Ash a olhava esperando por sua resposta. – Eu sinto que alguma coisa pode acontecer. E com certeza não é nada bom. – Disse desabafando tudo que estava em seu peito. Ash coça o cabelo nervoso.

Ele não podia crer que Misty ainda estava com medo do Gary.

- Misty, o Gary não manda mais em você. Você está livre dele, e eu sei que você não conversar sobre ter um outro filho comigo, porque você ainda tem medo dele. – Disse direto e com a voz um pouco alta. Misty soluça, fazendo Ash se sentir culpado.

- Você está certo... – Falou enxugando as lágrimas que ainda estavam por vir. – Eu tento tirar esse medo de mim, mas simplesmente não consigo Ash! Não dá! – Começou a gritar, e se esqueceu completamente de Amy, no quarto dela no corredor. Ela podia ouvir os gritos. – Não foi você que perdeu um filho que estava dento de você! – Disse fazendo ele se calar. Misty se tocou no fez.

Ash soltou Misty e sentou na ponta da cama com a cabeça baixa. Misty se xingou no pensamento pelo que fez.

- Eu queria esse filho tanto quanto você. – Falou com a voz baixa. Misty agora tinha que ouvir tudo calada. – Quando você estava desacordada naquele hospital, eu já comecei a sofrer primeiro do que você, quando soube da morte do bebê. – Disse ainda baixo, fazendo Misty se surpreender.

- Desculpa. – Falou envergonhada por magoa-lo. Ele ainda não reagia, então se sentou ao seu lado e abraçou, mas Ash continuava parado. – Desculpa, desculpa, desculpa meu amor... – O abraçou mais forte. – Me perdoa pelo o que eu disse... Eu fui uma boba. – Falou ainda o abraçando, mas ouviu um riso. Olhou pra cima e viu Ash com um sorriso no rosto.

- Repete de novo. – Falou sorrindo, Misty piscou duas vezes sem entender. – Repete o que você disse. – Disse novamente. Misty entendeu e riu.

- Eu fui uma boba. – Disse rindo e logo ela se joga nos braços dele, fazendo os dois se deitarem na cama, e Misty ficar em cima dele. – Eu fui uma boba! – Repetiu de novo, rindo o enchendo de beijos.

- Você será sempre a minha boba. – Falou segurando o rosto dela, enquanto ela estava deitada em cima de si, e se beijaram. O beijo estava lento e calmo. Os dois não estavam com pressa de nada. Segundos se passaram e eles pararam se olhando. – Então... Já pensou se Amy poderá ganhar um novo irmãozinho? – Perguntou ainda segurando o rosto dela. A ruiva colocou o dedo próximo ao queixo fingindo pensar.

- Claro que sim. – Falou sorrindo, fazendo Ash sorrir mais ainda. – Mas parece que temos que... – Começou a desabotoar a camisola, provocando Ash o deixando louco de desejo. – Fazer o bebê. – Disse o observando , brincando com os fios negros de Ash, que sorriu sacana pra Misty.

- Eu gosto dessa parte. – Falou com a sua voz abafada entre os beijos com Misty e começou a desabotoar os últimos botões da camisola dela.

 

 

 

........

 

Amanheceu na casa dos Ketchum. Misty e Ash estão tomando café na cozinha, sentados na mesa, esperando Amy descer as escadas. Depois de alguns minutos, aparece Amy no fim das escadas com o fardamento da escola, mas com o rosto um pouco sonolento. Os dois adultos percebem a pequena ali, bem na frente da cozinha.

- Bom dia Amy. – Disse Ash olhando a moreninha que se sentou na cadeira junto á seu pai e falou bom dia, mas com a voz sonolenta, e ele percebe.

- Está se sentindo bem, Amy? – Falou Misty colocando as panquecas no prato de Amy, e um suco de fruta.

- Hum? – A pequena se tocou que estavam te perguntando, e coçou os olhos bocejando. – Eu to bem, mamãe. Eu só estou com sono... – Disse começando a pegar o garfo e começando a comer as panquecas.

- Não conseguiu dormir por quê? – Agora quem perguntou foi Ash. Misty também ficou olhando pra Amy, esperando ela responder.

- Eu ouvi vocês brigando ontem a noite. – Disse fazendo Ash e Misty congelarem. – E depois eu ouvi vocês rindo e depois eu ouvi uns barulhos estranhos. – Disse inocentemente fazendo Ash e Misty corarem e ficarem nervosos. – O que vocês estavam fazendo? – Perguntou bebendo o seu suco.

- Nossa! Olha a hora, Amy você vai chegar atrasada pra escola! – Falou Misty rapidamente mudando de assunto, tirando o prato de Amy, que ficou sem entender. – Venha, tome a sua mochila. – Disse colocando a mochila nas costas dela e Ash rapidamente abre a porta.

- Vamos Amy! E quando eu te buscar na escola hoje, tenho algo pra te dizer. – Disse carregando a pequena e indo em direção ao carro.

- Tudo bem... – Disse Amy confusa estranhando o comportamento dos pais. Ela entrou no carro e logo depois foi Ash. Ela ficou olhando Misty pela janela do carro. – Tchau mamãe! – Disse acenando junto com Ash. Misty acenou de volta sorrindo.

- Tchau meus amores! Ate mais tarde! – Disse ainda acenando pra eles, e logo o carro deu a partida e saiu da garagem, e foi até a estrada.

"Até mais tarde"... Foi a última vez que eu a vi... 

 

 

 

 

........

 

 

Enquanto isso na prisão do Centro, as celas por cada pessoa, tinha no mínimo três pessoas. Mas tem uma em especial, que só tinha uma pessoa, já que ele foi considerado muito perigoso para poder ficar com os outros presos. Focando mais na cela dele, ele estava deitado em uma cama com as mãos dobradas atrás da nuca olhando para o teto sujo de sua cela mal cuidada. Mas logo foi interrompido de seus pensamentos por um barulho, que o fez levantar de sua cama desconfortável.

- Gary Carvalho, visita pra você. – Disse um policial batendo em sua grade e a abrindo. Ele suspirou e se levantou e ficou parado, olhando o policial colocar as suas algemas, e levando ele para um sala, que é a sala de visitas, que tinha uma mesa no centro da sala com sua cadeiras.

Ainda algemado, entrou na sala, e tinha uma belíssima mulher loira sentada em uma cadeira, com uma caixa pequena em cima da mesa. Ele olhou o corpo dela com o olhar malicioso, ela percebeu e dobrou as pernas, com a sua curta saia vermelha.

- Quem é você? – Falou se sentando na cadeira, observando o seu rosto. Tinha olhos azuis, e boca com a cor de sangue. Exagerou no batom vermelho.

- Meu nome é Serena Grace. E acho que você adoraria a minha ajuda. – Disse sorrindo maliciosa, enrolando um fio loiro em seu cabelo longo e loiro. Gary riu irônico.

- Por que eu queria a sua ajuda? – Perguntou fazendo um gesto com as mãos, ainda que estavam algemadas. Serena sorriu mais ainda.

- Para matar Ash Ketchum e a sua filhinha. – Falou secamente, fazendo Gary sorrir malicioso. Ela abriu a caixa, revelando pra ele uma torta de cereja. Ele já viu esse truque. Suspirou levemente bagunçando os cabelos ruivos.

- Estou ouvindo.

 

 

 

........

 

 

 

 

 

 

Continua....


Notas Finais


Vish....
Então, vcs acham que Serena e Gary vão conseguir fazer algum mal á Ash e a Amy? o-o
Vai ter mais sofrimento para Misty? E ela vai conseguir engravidar de novo!? >-<

Vlw e até mais! o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...