História Vondy : o reencontro - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alfonso Herrera, Anahí, Christian Chávez, Christopher Uckermann, Dulce María, Maite Perroni, Rebelde, Rebelde (RBD)
Personagens Alfonso Herrera, Anahí, Christian Chavez, Christopher Uckermann, Dulce Maria, Maite Perroni, Personagens Originais
Tags Alfonso Herrera, Amor, Anahi, Chaverroni, Christian Chavéz, Christopher Uckermann, Dulce Maria, Maite Perroni, Novela, Ponny, Rbd, Rebelde, Reencontro, Relação, Romance, Vondy
Exibições 92
Palavras 507
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - Amigos!


Fanfic / Fanfiction Vondy : o reencontro - Capítulo 13 - Amigos!

- Então Ucker, o que queria me dizer? - ele perguntou.
- Eu queria te dizer que... que eu... eu sinto muito pela forma que te tratei. - respondi, com dificuldade.
- Como? Não consigo entender! - ele falou, confuso.
- Me desculpe, eu queria que a gente fosse amigos! Eu não quero que fique esse clima estranho entre nós, somos amigos da Dulce.
- Está me pedindo desculpas? - ele perguntou, sem entender.
- É, é que eu não quero que se sinta mal comigo por perto.
- É verdade! - concordou. - Tenho que te dizer que está sendo muito... muito rude comigo. Eu não sei o que te fiz pra me tratar como me trata.
- Então, me desculpa? - pedi, receoso.
- É claro que eu te desculpo, Ucker. - damos um aperto de mão e nos abraçamos.
- Amigos? - perguntei.
- Amigos! - exclamou. Ficamos conversando alguns minutos. O Pablo parece ser uma boa pessoa, não é aquele monstro que eu julgava e ainda é amigo da Dulce. - Ucker, você gosta de vídeogame? - perguntou, me mostrando seu PlayStation 3.
- Eu adoro! - respondi.
- Quer jogar? - ele perguntou.
- Quero. - ele me entregou vários jogos.
- Pode escolher qualquer um. - escolhi alguns e fomos para a sala de jogos, já que era proibido ter TV's nos quartos. Ficamos umas três horas jogando, até decidirmos voltar para o quarto. No dia seguinte, fui para a aula e a Dulce estranhou quando me viu conversando pacificamente com o Pablo.

- Bom dia, meninos! O que deu em vocês? - ela perguntou.
- Bom dia, Dul! - Pablo cumprimentou. - Eu e o Ucker somos amigos agora.
- Tá falando sério? - ela duvidou.
- É estranho, mas estou falando sério sim. - disse ele. - O Ucker me pediu desculpas pela maneira que vinha me tratando e agora, somos amigos!
- É isso aí, Dul! Agora, será que podemos ir pra sala? - eu peguei em seu braço direito e o Pablo pegou em seu braço esquerdo e seguimos.
- Desse jeito, vou ficar muito mal acostumada.
- Pois pode se acostumar, Dul! - respondi.
- Chris, e a Belinda? - Dulce perguntou. Eu não esperava que ela fizesse aquela pergunta, mas tentei agir naturalmente.
- A Bel, quer dizer, a Belinda foi embora, se mudou de colégio. - respondi. - Ela não aguentou a pressão. - nós rimos e entramos pra sala de aula. Era aula de matemática, a professora Renata passou diversos cálculos que eu não conseguia entender nada, mas a Dul prometeu me ajudar. Em troca, eu daria umas aulas de português pra ela, matéria que ela não era craque.

- Dul, depois você pode me ajudar? - Anny perguntou.
- Claro, já ia dar umas aulas para o Ucker, é bom que não tenho que explicar tudo de novo. - ela concordou. Depois da aula, fomos para a lanchonete comer alguma coisa. Com aquela aula insuportável que tivemos, os nossos estômagos esvaziaram rapidamente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...