História Vondy : o reencontro - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alfonso Herrera, Anahí, Christian Chávez, Christopher Uckermann, Dulce María, Maite Perroni, Rebelde, Rebelde (RBD)
Personagens Alfonso Herrera, Anahí, Christian Chavez, Christopher Uckermann, Dulce Maria, Maite Perroni, Personagens Originais
Tags Alfonso Herrera, Amor, Anahi, Chaverroni, Christian Chavéz, Christopher Uckermann, Dulce Maria, Maite Perroni, Novela, Ponny, Rbd, Rebelde, Reencontro, Relação, Romance, Vondy
Exibições 81
Palavras 905
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 18 - Festa de fim de ano


Fanfic / Fanfiction Vondy : o reencontro - Capítulo 18 - Festa de fim de ano

- Dulce, não vai se arrumar? - May perguntou. - Temos meia hora pra descer.
- Anda logo garota, levanta dessa cama! Daqui à pouco é a cerimônia de fim de ano. - Anny balançou a amiga.
- Nunca vi garotas mais chatas que vocês! - Dulce reclamou. - Eu já disse que não vou, caramba. Será que não me entendem?
- Porque não vai? Me dá um motivo pra não querer ir? É algum feitiço que o diretor fez?  Tem um velório pra ir? - May brincou.
- Se eu tiver um velório pra ir, saiba que esse será o meu próprio velório.
- Dul, já está pronta? - Ucker perguntou, entrando no quarto dela.
- Eu não sei o que deu nessa sem cérebro, mas ela sismou que não vai. - disse Anny.
- Porque não, meu amor? Você está tão linda!
- Eu não me arrumei, Ucker! - Dulce respondeu.
- Então se arrume, ainda dá tempo. - ele deu um selinho rápido nela. - O que foi? Está acontecendo alguma coisa que não quer me dizer?
- É que eu estou indisposta, só isso! - ela respondeu.
- Desde que você entrou no banheiro hoje de manhã, que está assim. - Anny lembrou. - Fala logo, Dulce Maria! Está acontecendo algo que não quer contar pra gente?
- Tudo bem, eu vou pra essa porcaria de cerimônia! - ela respondeu, subindo até o banheiro.
- Meninas, o que deu nela? - Ucker perguntou, preocupado.
- Não sabemos! - disse Anny. - O que eu sei é que hoje ela acordou bem cedo e ficou mais de uma hora chorando. Eu e a May perguntamos o que houve e ela não respondeu. Desde então, ela está com esse mau humor que não estamos suportando.
- Estou preocupado com a Dulce. - disse ele. - Ela não está se alimentando direito e vive passando mal. Qualquer coisa que ela come, joga pra fora. Temos que levá-la ao médico.
- Eu observava isso mesmo, mas a Dulce é teimosa, ela se finge de forte, finge que está tudo bem, mas nós sabemos que não está. - May concordou. Alguns minutos mais tarde, Dulce terminou seu banho e a Anny ajudou ela a se arrumar.
- Será que agora podemos descer, dona Dul? - Ucker perguntou.
- Claro, meu amor! Vamos! - ela concordou e desceram.

                             *****
- Boa noite, queridos alunos! - disse o diretor. - Estamos aqui reunidos para fazer o desfecho de mais um ano letivo aqui no Elite Way School. - todos aplaudiram. - Queria dizer que foi uma honra cuidar desse colégio mais um ano, e espero que o ano que vem seja melhor que esse.
- Eu odeio quando esse idiota faz seu discurso, que parece não ter fim. - Dulce sussurrou para seu namorado, enquanto o diretor continuava discursando.
- Que horas esse diretor vai acabar, hein? - May perguntou, sem paciência.
- Se ele continuar com esse rítimo, será daqui duas horas.
- Nem fale isso, Dul. - Anny reprovou.
- E espero que curtam essa festa! - o diretor terminou e todos aplaudiram novamente.
- Até que enfim, ninguém merece! - Dul brincou e foram se divertir. - Amor, pega um docinho pra mim? - ela apontou para um garçom que passava com uma bandeja de doces.
- Espera um pouco! - ele deu um beijo rápido nela e saiu.
- Ele te ama, Dulce! - disse May.
- É verdade, mas ele se preocupa muito comigo. - ela concordou.
- Está aqui, meu anjo! - Ucker falou, entregando alguns doces pra ela. - Quer, May e Anny? - perguntou. - Eu trouxe uns à mais.
- Eu quero, Ucker! - disse May, pegando um docinho.
- Pega, Anny! - ele ofereceu.
- Não, não quero. Muito obrigada, Ucker. - Anny negou.
- Come! Só um não te fará engordar. - eles riram.
- Tá bom! Acho que um docinho não vai me fazer nenhum mal.
- Eu vou subir, não estou me sentindo bem! - disse Dulce, sendo acompanhada por Christopher.
- Eu estou muito preocupada com ela, Anny! Já faz alguns dias que a Dulce só vive com esse mau estar que não passa.
- O problema dela é essa teimosia que ela tem, May.

                                ******
Christopher e Dulce seguiram para o quarto e ela desmaiou em seus braços. Ele terminou de levá-la e a deitou com leveza na cama, fazendo a mesma despertar no mesmo instante.

- Ucker, eu dormi? - ela perguntou.
- Não, Dulce. - negou. - Você desmaiou. Eu exijo que você me conte o que está acontecendo. Porque está se sentindo mal?
- Eu... eu estou grávida, Ucker! Eu vou ter um filho. - ela respondeu, com receio da resposta dele.
- Que ótima notícia, Dul! - ele comemorou. - Queria esconder isso de mim? Eu vou ser pai! Eu vou ser pai, Dul. - Ucker repetia, com os olhos marejados de emoção, abraçando e acariciando a barriga da Dulce.
- Como ela está, Ucker? - Anny perguntou, entrando no quarto.
- Ela está grávida, Anny! - ele respondeu, ainda emocionado.
- Eu vou ser titia? - May perguntou.
- Não é só você, May. Eu também vou ser titia.
- Está com ciúmes, Anny?
- Não, é que você é muito egoísta, Maitê.
- Vocês duas vão ser tias. Satisfeitas? - disse Dulce e elas comemoraram.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...