História Vondy : o reencontro - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alfonso Herrera, Anahí, Christian Chávez, Christopher Uckermann, Dulce María, Maite Perroni, Rebelde, Rebelde (RBD)
Personagens Alfonso Herrera, Anahí, Christian Chavez, Christopher Uckermann, Dulce Maria, Maite Perroni, Personagens Originais
Tags Alfonso Herrera, Amor, Anahi, Chaverroni, Christian Chavéz, Christopher Uckermann, Dulce Maria, Maite Perroni, Novela, Ponny, Rbd, Rebelde, Reencontro, Relação, Romance, Vondy
Exibições 62
Palavras 966
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpa pelo capítulo, que não foi nada legal rsrs. Boa leitura!!!

Capítulo 24 - De volta


- Acorda, Dulcita! Já dormiu o suficiente, não acha? - Anny, falou, chacoalhando a amiga para acordá-la.
- Deixa eu dormir mais um pouquinho, Anny! - Dulce reclamou. - Estou cansada.
- Sabe quem está aí? - ela perguntou.
- Eu não faço a mínima ideia e nem estou querendo saber. - Dulce respondeu, desinteressada.
- Ah, não? Tudo bem, Dulce Maria. Vou lá falar com o Pablo que não quer vê-lo.
- O Pablo está aí? - ela perguntou, se levantando da cama rapidamente.
- Está sim! - confirmou. - Ele veio assim que soube do nascimento da Vitória.
- Ai, caramba! Sabe onde ele está? - Dul perguntou. - Eu vou falar com ele.
- Está no quarto do Ucker, disse que... - Dulce nem esperou Anny terminar e saiu o mais rápido que conseguiu. - Dul, espera! Espera por mim, Dulce Maria! - Anny exclamou, sem obter respostas.
- Anny, deixa ela! - May pediu. - A Dul precisa conversar com ele e acho que vai ficar feliz com a notícia que o Pablo vai dar pra ela.
- Tem razão, May, eles precisam conversar. Será que a Dul vai gostar da notícia? Será que ela não vai se importar? - Anny perguntou, preocupada.
- Vamos saber pela reação dela, quando chegar aqui!

                              ****
- Pablo? - Dulce falou, entrando no quarto do Ucker.
- Oi, Dul! Que saudades, minha amiga! - Pablo a cumprimentou com um abraço. - A sua filha é muito linda!
- Obrigada, Pablo! Fiquei feliz que me superou.
- Eu parti com uma dor infernal no coração por te deixar aqui, mas vejo que o Ucker cuidou muito bem de você!
- Me conta. Como foi se adaptar em um novo colégio? - Dulce quis saber.
- Foi muito fácil! - afirmou. - Logo no primeiro dia me apaixonei e agora estou noivo.
- E quem é sua amada? - Dulce perguntou, sorrindo.
- Não vai me cumprimentar, Dul? - Ucker perguntou, enciumado.
- Depois, Ucker. Temos todo o tempo do mundo para isso. - ela reprovou. - Então, Pablo. Quem é sua noiva? Eu conheço.
- É a Angelique Boyer! - ele afirmou. - Ela me fez ver que fomos feitos um para o outro. A Angel também teve uma desilusão amorosa e nos consolamos, depois, começamos a namorar e, por fim, somos noivos.
- Que ótima notícia, Pablito! - Dulce comemorou, batendo palmas.
- Eu vou indo, só passei aqui pra conhecer a Vitória! - ele nem deu tempo de a Dul se despedir e foi embora.
- Dul, você gosta dele? - Ucker perguntou, desconcertado.
- É claro, ele é um grande amigo meu, Christopher Uckermann! - ela respondeu, como se fosse óbvio.
- O que eu quero dizer é que se você ama ele, Dul! Quero dizer se você ama o Pablo como uma mulher ama um homem. - Ucker falou, receoso.
- Eu amo você, Ucker! Você é o amor da minha vida, pena que descobri isso tarde demais, mas quero que saiba que eu te amo muito! - Dulce afirmou, beijando o mesmo.

Alguns dias depois

- Ainda bem que estamos chegando ao fim de mais um ano no Elite Way School! - Anny comemorou. - Já estou sentindo saudades de todo mundo aqui.
- Nem começa com esse seu drama, Anahí! - Dulce brincou.
- Cadê a Vitória, Dul? - May perguntou, estranhando a ausência da menina.
- Eu deixei minha mãe tomar conta dela, afinal, vamos para o baile de máscaras do colégio. - Dulce respondeu.
- Verdade, vamos ter que nos apressar pra esse baile. Temos que estar radiantes! - Anny comemorou. - Já escolheu sua roupa?
- Já, mas é segredo!
- Vai matar sua amiga de curiosidade, Dul? - Anny fez biquinho.
- Vou sim, Anny, é surpresa! - ela respondeu. - E você, May? Já escolheu sua roupa?
- Para de fazer suspense, Dul! Estamos muito curiosas. - disse May. - Quanto a minha roupa, já escolhi sim.
- E as máscaras? - Dul perguntou. - Vocês já tem?
- Ainda tem isso! Eu vou ter que arrumar uma. - Anny afirmou.
- Eu também, Anny! - May concordou, fazendo elas entrarem nas gargalhadas.

                             ****
- Dul, já está... ? - Ucker entrou no quarto. Ele usava um terno preto, combinando com uma gravata de borboleta de mesma cor e uma camisa branca. Na parte inferior, usava uma calça social e seus sapatos sociais eram pretos, que até brilhavam.  - Uau! - Ele ficou fascinado com a tamanha beleza de sua namorada. Ela usava um vestido preto, confortável, com rendas nas bordas e um leve decote. Sua maquiagem era leve e natural e seus cabelos, ainda ruivos, estavam soltos, formando cachos perfeitos.
- Obrigada, meu amor! - ela respondeu, com um selinho demorado e apaixonado.
- E a Anny e a May? - ele perguntou.
- Já devem estar bailando alguma canção por aí. - ela brincou. Ucker estendeu a mão e assim, seguiram para o salão de festas do Elite Way.

Ucker e Dulce entraram no salão e comecaram a dancar. Ambos usavam uma máscara que cobriam parte de seus rostos.

- Quer alguma bebida? Um suco, talvez? - ele perguntou.
- Não, não quero nada agora, só quero ficar aqui com você. - ela respondeu, encostando seus lábios de leve nos lábios dele. Ucker puxou Dulce pela cintura, enquanto a mesma entrelaçava seus braços no pescoço dele, fazendo seus corpos se aproximarem ainda mais. Ambos se encararam por alguns segundos e começaram a se beijar apaixonadamente. Finalizaram o beijo com alguns selinhos e beijos no pescoço.
- Eu te amo, Dul! - Ucker afirmou, depositando vários beijos arrepiantes no pescoço da ruiva, fazendo a mesma dar alguns leves e quase impercetíveis gemidos.


Notas Finais


Até o próximo!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...