História Vontade de desistir - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 10
Palavras 679
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Suspense
Avisos: Mutilação, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Eu espero de coração que vocês gostem.
E desculpem pelos erros

Capítulo 1 - Capítulo único


Meu nome é Fernanda tenho 24 anos e sou psicóloga, e nesse exato momento estou sentada na sacada de uma varanda que acho ter uns seis metros de altura sinto o vento gélido em meu rosto.

Estou ao lado de Ícaro meu paciente a quase um ano.

A mãe do menino magro e de cabelos negros decidio leva-lo até a mim depois da terceira tentativa de suicídio do filho, no começo o garoto não falava quase nada, só dizia que não precisava de mim e nem do meu diagnóstico, mas com o tempo fui fazendo com que ele confia-se em mim, e ele confiou, tanto que só deixou que eu me aproxima-se dele aqui nessa varanda.

- Ícaro - chamo a atenção do garoto que olhava para o céu com poucas estrelas, mas antes que eu pudesse falar mais alguma coisa ele começou a falar.

- Eu sou um desastre....- fez uma pequena pausa - Eu odeio tudo isso, odeio essa vida, odeio minha escola, odeio tudo, tudo mesmo

- Ódio é uma palavra muito forte, não acha? - pergunto encarando o menino, que em seguida abaixa a cabeça e fala.

- Amor também é, e as pessoas usam como se não significasse nada - fala e em seguida volta a olhar as poucas estrelas do céu.

- Ícaro você so tem 16 anos, ainda tem uma vida toda pela frente, e se você se jogar dessa sacada agora vai perder tudo o que o seu futuro tem guardado para você - falo e ele me olha

- você sabe o que é ser torturado pela própria mente??? Eu me sinto triste, sinto-me eternamente triste, estou simplesmente triste

- Boce tem pessoas que te amam e querem seu bem.

-É que é tanto sofrimento... E eu não sei como iginorar isso, então eu seguro o choro e finjo ser forte, porque sei que quando eu começar a chorar não vou parar mais.

- Um Conselho..... Chore, chore o quanto for preciso, coloque tudo para fora, guardar para si só é muito pior.

- A senhorita fala como se fosse fácil.

- Eu sei que não é, mas procure alguém, desabafe, você deixou de aparecer nas consultas volte eu estarei lá para lhe ajudar Ícaro.

- Não é fácil as vezes quero desistir - ele fala e vejo uma lágrima descer sobre seu rosto 

- Eu sei, todos nós já tivemos vontade de desistir, mas temos que ser fortes e lutar por mais que seja difícil por mais que traga sofrimento nos precisamos persistir.

- Você não sabe o que é todo dia ter que colocar um sorriso no rosto e fingir que está tudo bem.

-  Você já parou para pensar que até agora você sobreviveu a 100% de todos os seus piores dias? Pois Bem. Você está fazendo um ótimo trabalho - falo e me levanto da sacada e em seguida restiro a mão para Ícaro - Você já lutou tanto, que tal lutar mais um pouco? Que tal tentar mais uma vez? E se precisar sabe onde é meu consutorio - dou um sorriso de lado assim que Ícaro segura minha mão.

Saímos da Beira da sacada, e fomos entrar na casa dele, assim que os pais de Ícaro nos viram correram para abraçar o filho.

- Obrigada doutora, muito obrigada mesmo - a mãe de Ícaro soluçava 

- Obrigado doutora, serei eternamente grato a senhorita - o pai de Ícaro se pronunciou 

- Por nada, eu diz apenas o meu trabalho - falo com um sorriso acolhedor no rosto - bom agora tenho que ir 

- Eu acompanho a senhorita até a porta - fala a mãe do garoto. Quando já estou na pira olho para Ícaro 

- Até quarta-feira Ícaro, eu estarei esperando por você 

- Até doutora, e obrigado - ele fala


E agora estou aqui no meu aconchegante apartamento, me preparando para o dia de trabalho amanhã. Na lembro te tudo o que aconteceu hoje é lembro da cara de felicidade ao ver que o filho não se jogou daquela sacada e é em momentos como esse que eu vejo o quanto meu trabalho é especial e o quanto eu gosto dele.


Notas Finais


Espero mesmo que tenham gostado, chorei um pouco com essa fanfic.
Meu amigo quase se matou uma vez mais ele pensou em tudo que estaria deixando para traz e resolveu tenta de novo. Ele com certeza foi minha inspiração.
Um beijo da Bii pra vcs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...