História Vou Dar Para O Primeiro Que Passar - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi
Tags Hentai, Naruhina, Nejiten, Sasusaku
Exibições 721
Palavras 1.362
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi amores e amoras!
Desculpem os três 'seculos que eu demorei
Mas olha a bomba!

Pra quem esperava Sasuke e Sasori se enfrentando....

Capítulo 7 - Bonito! Que Bonito Hein!


Fanfic / Fanfiction Vou Dar Para O Primeiro Que Passar - Capítulo 7 - Bonito! Que Bonito Hein!

 

Vou Dar Para o Primeiro que Passar

Cap. 07 Bonito! Que bonito hein!

Escrito Por Orochi-

 

Era pra ser só um beijo, mas quando Sakura se deu conta já estava sentada sobre o colo do moreno, que a apartava e trazia para mais perto de seu corpo, quanto mais próximos eles ficavam, mais Sakura podia sentir o membro de Sasuke endurecer por baixo dela. Não podia negar, também queria ter um pouco de diversão naquela manhã, e por que não ser com ele? Afinal, já tinha transado uma vez, mais uma vez não faria mal!

As mãos do moreno foram para as alças da blusa branca que Sakura vestia, as puxando para baixo, revelando o sutiã da mesma cor, com as duas mãos ele apertou seus seios com força, fazendo Sakura soltar um pequeno gemido, ela agarrou-se ao seu pescoço, beijando-o mais uma vez.

Quando estava prestes a descer o zíper da calça, a porta abriu. Pense num susto grande!

– Eu falei que vocês iriam se divertir aqui em casa! – era TenTen que tinha voltado, e logo atrás dela estava Neji, que só conseguia rir da situação constrangedora, constrangedora pra Sakura, porque Sasuke parecia que não estava nem aí.

– Por que voltou? – Sasuke perguntou em um certo tom de raiva na voz. É claro que ele havia ficado com raiva, atrapalharam a foda dele.

– Esqueci meu celular, mas já peguei, podem continuar de onde pararam. – disse a castanha com sua habitual cara de safada – Vamos Neji!

E mais uma vez ela arrastou Neji para o lado de fora, se fosse pelo castanho ele teria ficado para ver o restante do pornô ao vivo no sofá da sala, mas infelizmente naquele momento quem mandava era TenTen, e se ela queria sair, ele teria que ir, nem que fosse amarrado. Mais tarde descontaria.

Sakura estava vermelha, nunca havia passado por um momento daqueles antes, tudo o que queria era enfiar a cabeça em um buraco. O problema era que Sasuke também queria enfirar a cabeça dele em um buraco – o buraco dela. Se é que vocês me entendem.

– Vamos continuar de onde a gente parou. – ele disse, já voltando a puxa-la para mais perto, ela nem tinha saído de seu colo.

– Não, não to mais com clima.

– E quem precisa de clima? – toma essa – É verão, já tem clima demais. – anotem essa rapazes, se é verão, inverno, outono ou primavera o clima já ta feito, ela não precisa ter o dela.

– Você entendeu.

Ela cruzou os braços em sinal de aborrecimento, mas com a rosada sentado em seu colo era que Sasuke jamais iria perder a vontade, e não iria desistir tão fácil assim. Nós estamos falando de Sasuke Uchiha, e quando Sasuke Uchiha quer foder, você tem que dar.

– Vamos. – ele insistiu, mexendo nos cabelos da rosada – Rapidinho, eu prometo que não vamos demorar muito.

– Rapidinho?! – ela estava indignada – Eu já transei com você uma vez e eu sei que não é nada rapidinho, se eu deixar você me come a tarde inteira e não se cansa.

É, ela tinha razão.

Chega! Ela podia pestanejar o dia todo se quisesse, não tinha pra onde correr. Sasuke beijou seu ombro e novamente desceu a alça da blusa e do sutiã, a puxou para mais perto e segurou seu queixo, ela não resistiu, e a acabou o beijando, não tinha como resistir a ele.

E mais uma vez estavam os dois de onde pararam. Sakura tirou a blusa do moreno, tento mais uma vez a belíssima visão de seu corpo malhado e perfeito, ele parecia ter sido esculpido por um daqueles escultores gregos famosos – só que dessa vez eles esculpiram com pinto – ele era perfeitamente perfeito.

Quando sua mão tocou o zíper da calça, a porta abriu de novo.

– Mas será que nessa cidade só tem empata foda mesmo?! – o moreno já estava de saco cheio, sua vontade era de jogar um chinelo bem na cara de TenTen, se virou para encara-la com a maior carranca do mundo...

Mas não era a TenTen.

– Mas que porra é essa, Sakura?! – era o Sasori, e ele parecia estar furioso, seu rosto estava completamente vermelho e seus olhos se escureciam – Você e eu mal terminamos e você já está transado com outro no sofá da sala?

Sakura se levantou, agora era ela que estava com raiva.

– Que eu saiba, o sofá é meu, eu transo com quem eu quiser nele! – ela respondeu quase partindo pra cima.

– Claro, bem típico seu! – seu tom era sarcástico, o ruivo estava com muita raiva, odiava ver o que era seu ser de outro.

– O que você quer dizer com isso? – ela perguntou indo na direção do mesmo – Ta me chamando de vadia? É isso?

– E se eu estiver? – segura que agora vem briga – O que você vai fazer? Me bater?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Agora a porra ficou séria.  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– Ela não, mas eu vou te dar uma surra! – falou Sasuke, finalmente entrando na briga, já saiu partindo pra cima do ruivo.

Sasori só se deu conta quando levou o primeiro soco bem em seu queixo, passou as costas de uma das mãos limpando o fio de sangue que escorreu, não deixaria aquilo barato. Correu em direção à Sasuke e lhe socou na boca do estômago, mesmo com a dor Sasuke se manteve de pé e o empurrou em direção a parede.

O moreno deu dois socos no estômago do ruivo, que se contorceu de dor, mas não deu o braço a torcer naquela briga, empurrou Sasuke para que pudesse sair da parede, nisso, o moreno acabou caindo por sobre a mesinha e derrubando o abajur. Mas logo Sasuke ficou de pé, indo em direção a Sasori com os punhos fechados, socou seu olho. Sasori não deixou barato, e também socou o olho de Sasuke.

Em questão de segundos os dois já estavam rolando no chão enquanto brigavam, batiam nas mesas e acabavam por derrubar coisas em si mesmo e pelo chão, a casa estava ficando destruída, foi somente nesse momento que Sakura resolveu interferir.

– Parem já com isso, os dois! – gritou ela, puxando Sasuke de cima de Sasori e se colocando entre os dois – Não quero brigas na minha casa. – e olhando para o ruivo – Sasori é melhor você ir embora, não temos mais nada um com o outro. – e olhando para o moreno – Sasuke, sobe pro meu quarto, precisamos conversar.

Nenhum dos dois disse mais nada, apenas obedeceram e cada um foi para onde tinha sido mandado, claro, com uma imensa vontade de terminarem de se matar, mas ninguém ousaria desobedecer Sakura, ainda não tinham visto ela com raiva.

Antes de subir, a rosada fez questão de trancar a porta, chega de visitas por hoje, era melhor não arriscar que Sasori voltasse. Foi na cozinha e pegou alguns materiais de primeiros socorros, e então subiu para o quarto.

Sasuke estava sentado na cama com as costas na parede, parecia um menininho teimoso que tinha feito besteira e que agora teria que encarar uma bronca. Sakura sentou ao seu lado, com aquela cara de dona da razão que só ela sabia fazer.

– Vai brigar comigo? – ele perguntou.

– Não, o que você fez não foi o certo, mas não posso brigar com você por ter me defendido.

Sakura começou a passar um algodão molhado nos cortes de Sasuke, que não eram muitos, mas seu olho estava roxo e do canto da boca escorria sangue, por sorte não quebrou nenhum dente, na verdade, ele parecia estar acostumado a bater e apanhar, pois Sasori havia saído muito pior daquela briga.

– Ai Sakura, isso dói! – ele protestou quando ela passou o algodão pelo corte em sua sobrancelha.

– Deixa de ser birrento, você quis se meter em briga, agora vai ter que aguentar. – ela riu.

Sasuke ficou em silêncio, parecia que queria contar algo, mas não sabia como, no fundo, sentia que Sakura precisava ficar sabendo de algo, e que se não contasse logo, mais tarde ela não o perdoaria.

– Sakura, eu tenho que contar uma coisa. – ele falou, e ela acabou parando para o encarar, Sasuke não era muito de ficar sério, então ela esperou que fosse algo grave – Eu e Sasori já nos conhecemos de uma longa data, Sakura. 


Notas Finais


Mano, de onde eles se conhecem!??
Saberemos em breve...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...