História Vou ter ela de volta - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Plagg, Tikki
Tags Adrie, Adrienette, Marinette, Miracolous, Romance, Volta
Exibições 310
Palavras 1.558
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 16 - Capitulo XVI


Fanfic / Fanfiction Vou ter ela de volta - Capítulo 16 - Capitulo XVI

Mari on

Depois da sessão do Adrien fomos para a delegacia, denunciar a Chloe o delegado disse que como havia testemunhas, ela seria presa julgada e condenada a prisão, e assim foi feito em menos de 2 horas ela foi presa e nos jornai só diziam “ Membro da Família Agreste foi ferido pela filha do Prefeito” em nenhum lugar mencionava o meu nome já que ninguém sabia que eu e o Adrien tínhamos casado só iremos revelar no desfile daqui a 2 meses

~~QUEBRA DE TEMPO (2 MESES)  

Dois meses se passaram e a minha barriga já estava um pouco grande, quem gostava dela assim era o Adrien que quando chegava em casa não para de passar a mão nela e de beijar e conversar com o nosso filho ou filha. Hoje era dia de ir ao médico para ver se estava tudo certo e depois ir para o desfile, nós avisamos ao senhor Agreste que chegaríamos quase na hora do desfile, ele havia dito que não tinha problema desde que nós chegássemos lá

Adrien:Mari vamos está na hora do médico, temos que ver se esse meninão está bem- Falou passando a mão na minha barriga

Mari:Como é que você sabe que não vai ser uma menina linda

Adrien: Na família dos Agreste só nascem homens

Mari: Há sempre uma primeira vez para tudo, meu Gatinho

Depois de discutidos o caminho de casa até o médico, finalmente chegamos lá

Med: Bom dia Sra e Sr Agreste, como estão

Adrien:Bem mas estou super ansioso para ver o meu Garotão

Mari: Doutor avisa a ele que pode ser uma menina

Med: É Sr Agreste o bebê pode ser uma menina

Ele não ficou feliz com essa resposta do médico mas fomos para a sala de ultrassom e fizemos o exame e o nosso bebê estava bem e saudável.

Quando estávamos indo para o desfile

Mari: Gatinho estou com desejo!

Adrien: Há Mari sério isso, nós estamos atrasados

Mari: É o seu filho que quer, um Hambúrguer com batata frita com cheddar e bacon

Adrien: Tá vou pedir para o Gorila comprar para você

Mari: Obrigada meu amor

Quando chegamos no desfile o Adrien foi se aprontar e o Marion comprar o meu lanche mas que necessitado cheguei comprimentando o Sr Agreste que estava conversando com uma modelo, não sei o porque mas ela me lembrava a alguém só que não lembro quem

Gabriel: Olá Marinette, como estão?

Mari:Estamos Ótimos- eu disse passando a mão na barriga

Gabriel:Bom saber, agora cadê o meu filho?

Mari:Ele foi se trocar

Gabriel:E você não foi ainda porque?

Mari:Marion foi comprar o meu desejo, e falando nele olha ele chegando-peguei o meu lanche e fui para o camarim do Adrien para comer em paz, eu estava comendo tranquilamente quando

Adrien:Amor me dá uma batata frita!

Mari: Adrien, se seu pai me te dando uma bata frita ele me mata você sabe disso

Adrien:Ah vai o que custa?

Mari: Tabom mas não foi eu que te dei!

Adrien: Certamente foi eu que peguei.

Desconhecida

Nesses 2 meses eu não vi o meu Adrien, mas mesmo assim me aproximei do Sr Agreste para saber do Adrien e ele disse que só ele e Nathali deviam saber onde ele estava, então hoje quando cheguei no desfile ele ainda não tinha chegado, e quando ele chegou foi direto para o camarim dele enquanto conversava com o Sr Agreste, chega uma menina de cabelos tão escuros que ficam até azulados, que não me é estranha conheço ela de algum lugar, mas não me lembro, enquanto o Sr Agreste conversava com ela fui em direção ao camarim para falar com ele mas alguém me atrapalhou porque tinha que me maquiar.

Quando eu estava na porta do camarim dele escuto ele conversando com alguém

Adrien:Amor me dá uma batata frita! - como assim amor o amor dele sou eu e mais ninguém ele é só meu e essazinha vai ver no final do desfile ele vai me beijar eu sei disso, nem escutei o resto da conversa já sabia que eles estavam mentindo

Quando chegou a hora do desfile subi na passarela e arrasei logo depois de mim era o Adrien já que ele iria fechar o desfile, então estava na hora de todos os modelos subirem ao palco e assim foi feito subimos todos no palco e depois veio os estilistas e o Sr Agreste,  percebi que o Adrien tinha um buquê na mão sabia que esse buquê era para mim. Mas ele foi na direção daquela mulher de cabelos azulados e entregou o buquê, mas como se não bastasse ele ainda a beijou na frente de todos, me senti humilhada ele tinha me trocado por ELA, foi então que meu coração acabou de quebrar

Adrien: Há 8 meses eu me casei-como assim o meu Adrien casou- me casei com a Marinette e agora estamos esperando o nosso primeiro filho e eu não poderia estar mais feliz ao lado dela - Ele é meu e demais ninguém essa Azulada vai ver só vou recuperar o meu Adrien nem que seja a preciso matar ela

Adrien on

Antes de subir na passarela pedir a Mari um beijo de boa sorte ela simplesmente me deu um selinho não fiquei feliz com aquilo

Adrien:Com esse selinho não dá sorte para ninguém

Mari:É mas se eu te der um beijo de verdade 1° vai borrar meu batom e 2° vai te sujar todo de batom

Adrien:Eu aguento ficar sujo de batom

Mari: É mas o maquiador vai me matar e a você também

Roubei mais dois selinhos e sai para a Passarela com um sorriso no rosto, de invejar qualquer um. Quando chegou na parte final do desfile a parte na qual entram os modelos e o estilistas (Mari e o meu pai)  

Adrien: Há 8 meses eu me casei-como assim o meu Adrien casou- me casei com a Marinette e agora estamos esperando o nosso primeiro filho e eu não poderia estar mais feliz ao lado dela- percebi que muitos ficaram felizes menos uma modelo, que eu conhecia muito bem Lila, com certeza ela tentaria alguma coisa contra My Lady, mas eu não iria deixar ela fazer nada com ela.

Depois de 2 horas de entrevista fomos para casa e percebi que a Mari estava distante

Adrien:Mari aconteceu alguma coisa ?

Mari: Não mas, eu preciso te falar algo, mas não aqui

Adrien: Okay, quando chegarmos em casa conversamos

Chegamos em casa ela me leva até o nosso quarto

Mari: Adrien você promete que não vai ficar com raiva ou sair daqui sem me deixar explicar?

Adrien: Sim- quando ela me perguntou aquilo meu sangue gelou o que poderia ser tão sério a esse ponto

Mari: Eu venho tentando te contar isso desde que eu descobri que você era o Chat -  “então tem muito tempo que ela está escondendo isso” percebi que Tikki sentou em seu ombro, e percebi que ela estava evitando o assunto

Adrien: Mari o que está acontecendo?

Mari: Quando eu estava em Xangai eu encontrei um mulher, essa mulher era a do miraculous do pavão - ela evitava ainda mais- Ela… ela era… a sua mãe

Adrien:MARINETTE ISSO NÃO TEM GRAÇA A MINHA MÃE MORREU A ANOS -  eu comecei a gritar com ela as lágrimas dela desciam sem parar- E SE ISSO É VERDADE PORQUE VOCÊ NÃO PODIA ME CONTAR ANTES, PORQUE ELA ME DEIXOU?  EM MARINETTE RESPONDE

Tikki: CALMA ADRIEN A MARI NÃO TEM CULPA - ela tinha razão mas eu estava muito nervoso- A sua mãe fugiu para te proteger mas é só isso que eu posso te contar

Adrien: Eu estou de cabeça quente vou dar uma volta Plagg mostrar as garras - antes de sair olhei e vi a Mari chorando muito a Tikki estava certa a culpa não era dela e nem minha a culpa é daquela mulher que infelizmente é minha mãe.

Sai de casa fui para a Torre e fiquei lá até o meu anel começar a apitar, então fui para casa chego no meu quarto, volto ao normal e reparo que a Mari não está começo a me desesperar cadê você Mari é quando Tikki aparece

Tikki: Adrien, me ajuda rápido

Adrien: Cadê ela Tikki

Tikki: Ela está desmaiada no banheiro- quando ela disse isso meu coração acelerou muito quando a vi caída então, acho que meu coração gelou ponho a mão na testa dela e reparo que ela está ardendo em febre tiro o vestido vermelho do seu corpo e ponho ela em baixo do chuveiro com água gelada

Mari: Gatinho ta muito gelada

Adrien: Eu sei meu amor mas já vai melhor, você está com febre, me desculpa por te deixar sozinha, eu… eu  eu não devia ficar com raiva já que você não é a culpada de tudo isso -  Ela me dá um sorriso fraco depois de dar um banho bem gelado nela a temperatura dela abaixou e ajudei ela com um pijama deitei junto com ela e a abraçando acho que hoje senti mais medo do que em toda a minha vida, quase perdi ela isso quase me matou eu não quero nem imaginar o que teria acontecido se eu não tivesse chegado em casa rápido o suficiente, eu estava com tanto medo que nem conseguia dormir só ficava olhando ela dormir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...