História Vrá - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~Tukii

Postado
Categorias Originais
Tags Crack!fic, Odeio O Ss
Exibições 14
Palavras 372
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Saga
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Esses dias, minha cabeça, ta cheia de problemas e são tantos que acabei esquecendo de postar o cap.
Desculpa leitores.
Desculpa Vra.
Mas ta foda aqui.

Boa leitura pessoal!

Capítulo 9 - Pt. 12 4 Temp


Já era de manhã, Zé acordou com as costas doloridas, percebeu que havia dormido no sofá após pegar no sono devido ao seu choro. Se levantou e  olhou o relógio, era nove da manhã e pouco, suspirou e andou até o quarto que era seu e do Jão, sim, era.

Abriu a porta sem fazer barulho e percebeu que seu amado não estava ali, sentiu um aliviado percorrer o corpo, entrou, pegou suas coisas no guarda-roupa e enfiou na sua mala que ficava no canto do quarto, havia se decidido, iria sumir da vista de Jão e Jonatas, não queria causar mais problemas e uma dor tão grande no marido que provavelmente... Já pode ser considerado ex-marido.

Assim que terminou suas malas, saiu do quarto e arregalou os olhos quando viu Jonatas de pé perto da porta o encarando com o rosto inchadinho de sono e os olhos entreabertos, estava fofo.

– Appa...? Pra que essa mala? – Apontou para a mão de seu pai curioso, Zé sentiu uma dor no coração por pensar em estar distante desse pequeno fofo que ama tanto, se abaixou para ficar quase da altura do garoto e o abraçou com força.

– Appa te ama filho, sabe né? – Perguntou baixo e Jonatas sem entender nada só concordou confuso, Zé se afastou e lhe deu um beijo na testa, se levantou com a mala e foi até a porta de entrada abrindo.

Deu uma última olhada para trás e sorriu triste. – Diz pra Omma, que eu amo demais vocês dois e peço desculpas. – Falou calmo e fechou a porta, Jonatas tentou ir atrás de seu pai mas a porta já havia sido fechada e ele não conseguia alcançar a maçaneta, era ridiculamente alta demais na opinião do pequeno.

Inocente, começou a imaginar que seu Appa tinha abandonado ele e sua omma, marejou os olhos e correu para seu quarto abrindo a porta rápido e pulando em cima de Jão que dormia calmamente com olheiras nos olhos de chorar.

– O- Omma! Omma! O Appa vai nos abandonar! – Quase gritou com voz de choro e Jão acordou devagar confuso pela situação, mas quando conseguiu ouvir essa frase arregalou os olhos.

Tudo que se passava em sua mente era: “Ele realmente vai sumir?” 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...