História W i s h l i s t < 3 ; - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jang Doyoon, Jeon Wonwoo, Joo Heon, Junghan "Jeonghan", Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Personagens Originais, Seungcheol "S.Coups", Shin Dongjin, Soonyoung "Hoshi", Wen Junhui "JUN", Xu Ming Hao "THE8", Yao MingMing
Visualizações 2
Palavras 735
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oioi gente
Senti vontade de postar esse projetinho que to escrevendo
Não vai ter romantização de depressão ou violência, nn se preocupem
Ponho capa assim que arranjar uma wkdhjdd
Aproveitem

Capítulo 1 - P r ó l o g o


P   R   Ó   L   O   G   O   < 3 ;

— obrigada pela compra e volte sempre. — DaHyeon disse com um tom de voz cansado, pela décima vez dentro de cinco minutos. A livraria estava cheia naquela noite chuvosa de quarta feira; tinha pena de Daesom, sua dongsaeng*, que ocuparia o próximo turno, das sete às nove. Os clientes, das mais diversas idades, levavam Demian em quantidades absurdas, chegando a levar três exemplares por pessoa. Ela não sabia o porquê de tantas pessoas estarem levando tantas cópias do mesmo livro, mas não pensava em questionar, pois o salário mais gordo no final do mês seria dela, por estar fazendo tantas vendas.

Pelos trinta minutos seguintes, não houve movimentação alguma na loja. Todos que antes lotavam o estabelecimento, deixando o lugar quente por causa da massa de pessoas, haviam desaparecido. O burburinho de vozes nunca antes ouvidas por DaHyeon tinha cessado, agora o único barulho era a chuva e alguns ruídos que vinham do interior da loja. Provavelmente, apenas suas dongsaengs* fazendo bagunça.

Estava quase deixando o balcão para ir tomar um café na sala dos funcionários quando o sininho de som agradável tocou; mais um cliente havia entrado na loja. Voltando para trás do grande bloco retangular de vidro, ela então falou:

— boa noite, senhor. Me chamo DaHyeon. No que posso ajudar?

O rapaz estava totalmente ensopado, tremendo de frio, e molhando o tapete, acrescentou. Olhava perdido para todos os os lados enquanto DaHyeon o encarava sem saber o que fazer, já que ele não havia respondido a sua pergunta.

— você tem eommaleul butaghae*? — "por favor, cuide da mamãe", traduziu. Olhou para cima, pensativa, tentando se lembrar.

— vendemos várias cópias desse título semana passada, então não tenho certeza, mas posso confirmar para você. Siga-me.

DaHyeon então traçou um caminho entre as várias estantes organizadas em ordem alfabética, parando no "S" de Shin Kyung-Sook, a autora do livro requerido pelo cliente. Enquanto procurava o livro, um silêncio constrangedor se instalava entre os dois. O rapaz estava inquieto, olhando paranoico para todos os lados e batendo as botas molhadas no chão de ébano; respingando água na pobre da atendente que apenas queria que seu expediente acabasse.

Enfim localizou o único exemplar na última praleteira na grande estante de carvalho. Sabendo que teria dificuldades para alcançar o livro, DaHyeon soltou um longo suspiro e ficou na ponta dos pés, conseguindo alcançar a penúltima. O dos cabelos lambidos até havia pensado em ajudá-la, mas DaHyeon parecia ser apenas alguns cinco centímetros mais baixa que si; terminariam como dois bobos tentando alcançar algo que nunca conseguiriam.

— você quer ajuda?

A educação falou mais alto.

DaHyeon deu uma risadinha nervosa. Sua chefe sempre reclamava quando ela aceitava ajuda dos clientes para pegar algum livro, afinal, ter um metro e setenta não é ser baixa. A culpa não era dela se a estante tinha dois metros de altura, era?

— não precisa, eu pego para você. — o rapaz a olhou, descrente. O lema da livraria era que os atendentes ajudariam os clientes, e não contrário. Ajudar, é isso que eu estou fazendo.

— certeza?

— absoluta. — esticou-se mais um pouco, até conseguir tocar a lombada do livro. Soltou um sorrisinho vitorioso e puxou, ainda com certa dificuldade para manter a posição em que estava. — veja, eu já consegui… pegar… bingo! — assoprou a poeira da capa, segurando o livro com todo o cuidado.

Caminharam de volta para o balcão, DaHyeon verificando o preço do livro.

— ₩34,8900.

O rapaz tirou um bolo de notas molhadas dos bolsos, entregando para DaHyeon, que olhou desconcertada para o dinheiro encharcado. Ele fez uma reverência, com um pedido silencioso para que ela aceitasse o dinheiro. Ela resolveu, então, fazer a boa ação do ano.

Pegando sua bolsa, em baixo do balcão, tirou o dinheiro exato do livro e pôs dentro da caixa registradora, já as notas molhadas, pôs dentro de um saquinho e guardou novamente dentro da mochila. O rapaz a olhou maravilhado enquanto embrulhava o livro cuidadosamente dentro de uma sacolinha com aroma de morango.

— você não vai ser despedida por isso, vai?

— O senhor pagou, de qualquer forma. Vai ficar tudo bem. — deu um pequeno sorriso, sem mostrar os dentes. Entregou a sacolinha, que vinha com um marcador de brinde. — cuide bem dele.

O outro assentiu.

— obrigado. Eu não vou me esquecer disso. — fez uma reverência. Estava realmente agradecido.

DaHyeon sorriu; porém, dessa vez, mostrando os dentes.

— certo.


Notas Finais


Espero que tenham curtido o prologuinho
No começo a pp nn tinha nome, enton eu ia deixar como imagine, porque acho que dahyeon não combina com o tipo de personagem que eu vou trabalhar
Se alguém concordar comigo e souber um nome melhor, estou aceitando dicas szsz até o próximo capítulo de wishlist, que provavelmente vai sair junto com cng
Beijo na nádega esquerda
Eommaleul buttaghae: livro famoso bagas nos quatro canto ta terra tudo, escrito pela titia shin que eu citei lá em cima
Dongsaeng: forma como as mulheres/homens mais velhos tratam os mais novos. Pode ser usado para os dois sexos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...