História Wait the True Love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Provações de Apolo (The Trials of Apollo), Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Annabeth Chase, Apollo, Frank Zhang, Hades, Hazel Levesque, Luke Castellan, Nico di Angelo, Percy Jackson, Perséfone, Rachel Elizabeth Dare, Thalia Grace, Will Solace
Tags Fluff, Nicholas D'angelo, Nico, Romance, Segunda Dimensão, Solangelo, Universo Alternativo, Wico, will, Willian Solace
Exibições 96
Palavras 1.213
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey como vão?
Sei que deveria estar atualizando '' Eu sou Um Rabanete Ren'' mas essa fic estava sendo feita a tempos já, e como eu a terminei decidi postar hshshshs

Para as que não me conhecem ainda
Oi, sou a tia Shipper e queria deixar claro que essa é a segunda fic que eu faço, mas a primeira com esse tema, e esse shipp maravilhoso que é Solangelo/Wico, então por favor não malhem pau em mim e me deem um desconto pelos erros

Sobre essa fic, ela é bem cliche, digamos assim, e terá apenas cinco ou seis capitulos
está mais de dezoito apenas pelo Yaoi ok?

Esse caps é apenas para verem como é a vida do Will, no segundo realmente vai acontecer a história

um detalhe, quando vcs virem isso [...] Significa uma quebra de tempo, ok?

espero que gostem e nos vemos nas notas finais

Capítulo 1 - Inicio


Fanfic / Fanfiction Wait the True Love - Capítulo 1 - Inicio


Willian Solace , dezoito anos , sem pais e recém saído do orfanato após dez anos lá. Ótima vida não? Claro que não, mas Will não ligava, para ele era a chance de começar sua vida e assim o fez. Assim que saiu do orfanato recebeu uma pequena quantia em dinheiro que o orfanato era obrigado a lhe dar, os quais ele juntou com mais alguns dinheiros que ele guardou no tempo que ele passou lá, ele fazia questão de ajudar a limpar o orfanato pois sempre recebia algo em troca ou dos funcionários ou que ele achava. 
 Will respirou fundo. Foi difícil de despedir das irmãs, elas foram uma família para ele, todas o tratavam como se fossem as mães dele, o que resultou em choro tanto dele quanto das irmãs. Passado isso ele saiu logo de lá, ele não se despediu de nenhuma criança ou '' amigo'', nenhum, em todos os anos que ele passou lá, quis fazer amizade com ele, pelos pais terem morrido em um incêndio e só ele ter sobrevivido ileso as crianças acharam que ele fora o culpado, o tratando assim como um assassino, um psicopata. Por isso Will fez amigos apenas com os adultos, que sabiam a real versão da história. 
 Will olhou uma ultima vez para o local que foi sua casa por dez anos e depois saiu andando com uma mochila nas costas e outra na mão. As irmãs haviam procurado uma pousada para o Will antes dele sair, e deixaram uma semana já paga para ele, sendo assim, ele teria uma semana sem se preocupar em pagar alguma coisa que não fosse, claro, a própria comida, sendo assim teria sete dias para arrumar um emprego, e poder pagar o aluguel de um hotel sozinho. Will estava confiante, tinha seu ensino fundamental e médio completo, e pretendia cursar medicina, mas primeiro ele pretendia arrumar um emprego, se estabilizar em um lugar e finalmente fazer um concurso e ganhar uma bolsa em uma faculdade boa. 
 E assim Will confiante seguiu seu caminho sorridente, ele iria conseguir alcançar suas metas e iria mostrar aquelas crianças, que não são mais crianças, que ele não era nenhum assassino, pelo contrario ele seria algo que salva a vida das pessoas, ele seria um medico, assim como seu pai. 
 E assim Willian o fez, ele arranjou um emprego como ajudante, em uma empresa digamos que grande, empresas Dare. E com o tempo ele se tornou amigo da filha do dono, uma menina de cabelos ruivos rebeldes, olhos verdes esmeraldas, vivia com calças jeans e blusas largas manchadas de tinta ou canetinha, tinha uma personalidade encantadora, era alegre e tinham um ótimo dom para o desenho e pintura. Realmente Rachel era uma pessoa incrível, pena que os pais não á viam do mesmo jeito. Mas por causa dessa amizade com a ruiva Will começou a ser notado, repercutindo em uma promoção de cargo elevado o levando também a ganhar mais. Quando vieram as provas Will foi faze-las, havia estudado em todos os horários que ele tinha vago, Rachel fez questão de ir com ele, seus pais a tempos haviam desistido de a controlar, então apenas a pediam para que se vestisse melhor ao sair nas ruas, Rachel lhe abraçou desejando-lhe boa sorte e Will entrou na sala para fazer a prova. 
 Após o período de classificação, Will ganha a bolsa em não somente uma mas a qual ele quisesse, pois havia tirado a nota mais alta de todas, só não havia gabaritado pois ai seria um coisa dos deuses. 
 Will escolheu a melhor faculdade de medicina dos EUA, Rachel o ajudou a escolher, e assim Will passou os anos estudando, ele teve que largar o emprego para poder se empenhar cem por cento nos estudos, mas sempre que sua única e fiel amiga o pedia para saírem nas horas vagas dele, Will nunca reclamava ou dizia que não podia, a ruiva era sua única amiga verdadeira, a única que quis se tornar sua amiga porque gostou da personalidade dele e não pela aparência, ou por querer vantagem nos estudos, como era o caso de muitos colegas de Will. 
 Willian se empenhava tanto nos estudos que acabava aprendendo as coisas muito rápido, as vezes até mesmo antes de o professor explicar tal assunto, o que resultou em um Will muito avançado, parecia que ele tinha o dom para aquilo pois por ser avançado ele acabou a faculdade de medicina em quatro anos, ou seja o tempo de uma faculdade normal. 
 Quando Will deu a noticia a sua amiga ela gritou de alegria e afirmou que se acidentaria de proposito só para o doutor Solace a atender. Rachel ficou realmente muito feliz e disse que pegaria o exemplo de Will e faria uma faculdade do que ela gostava, que era pintar e desenhar, e disse que sairia da casa dos pais, e perguntou a Will se ele não iria querer dividir um apartamento com ela. Willian pensou em seu AP , que se resumiam em um quarto, banheiro, sala e cozinha juntas, e uma varandinha. Will logo aceitou, ele não via problema em morar com Rachel por mais que ela fosse muito bonita e atraente, digamos que não fazia o tipo do loiro. E Rachel não queria um relacionamento tão cedo, ainda mais com loiros de olhos azuis, preferia morenos de olhos verdes, mas nunca achara um que valesse a pena, e Will havia passado por uma desilusão amorosa digamos assim. Will descobriu ser gay quando se viu atraído por um dos estudantes do campus, ele tinha cabelos ruivos e olhos azuis iguais aos dele. E quando soube que o rapaz também era gay Will investiu, o que acabou resultando em cinco meses de namoro. Digamos que Will perdeu todas as virgindades com ele, após isso Will descobre que Gregory o estava traindo com uma loira que estudava na mesma turma que ele. Will havia se sentido quebrado no momento, mas de vez ele sofrer igual faria uma pessoa normal, Will decidiu que o nome do seu ex seria mais um na lista dos quais ele mostraria do que era capaz, dos quais ele ira fazer questão de esfregar a felicidade e fama na cara de quem o desacreditou ou o criticou sem o conhecer. 
 Bom apos se formar, Will ficou alguns meses descansando afinal tanto estudo o deixou exausto. Depois desses meses ele conseguiu emprego fácil com seu histórico da faculdade e diploma. 
  Will já com 22 anos, trabalha em um hospital particular, ainda mora com sua amiga que além de ser uma ótima pintora se tornou uma escritora muito boa, com sua imaginação sem igual, a levando a ser uma das autoras best-seller de Nova York. 
 Will se sentia bem trabalhando no que ele gostava, tinha um apartamento ao qual dividia com sua melhor amiga, que nunca o abandonou, ele não precisava de mais nada. Isso é o que ele aparentava por fora, pois por dentro ele sentia que estava faltando algo para que a vida dele fosse completa e realmente feliz. Mas o quê, ele não sabia. Quem sabia muito bem o que faltava para Will ser feliz era uma certa filha de Afrodite, conhecida como cúpido no mundo mundano ou também como Pipper a filha da deusa do amor.


Notas Finais


Como eu disse essa é só a introdução da historia
que vai ser narrada apenas pelo Will
'' Pq escolheu a Rachel como amiga dele?'' Bom eu escolhi ela pq ela é o Oraculo, ou seja é super ligada com os filhos de Apolo, e o Will bem é filho de Apolo então foi só nela que eu pensei

O que acharam, prometo postar o outro na quarta
Kisse e deixe seu lindo comentário sim?
bye bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...