História Waiting for love - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Beatrix, Christa, Cordelia, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yuma Mukami
Tags Diabolik Lovers, Drama, Romance
Exibições 33
Palavras 880
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que tenha ficado bom esse capítulo e aliais essa música não é minha mas sim da minha prima que e dona da conta

Capítulo 3 - Alguns dias depois da minha chegada e as mordidas


Fanfic / Fanfiction Waiting for love - Capítulo 3 - Alguns dias depois da minha chegada e as mordidas

Raissa(on)

(Raissa) AYATO ME LARGA VOCÊ NÃO VAI BEBER MEU SANGUE PARE NOS SOMOS IRMÃOS.
(Ayato) a Yui não pode me dar sangue por que ela está muito fraca então você vai me alimentar.
(Raissa) AYATO EU TO AVISANDO ME LARGA.
(Ayato) cala a boca irmãzinha.

Ele me mordeu e senti a dor vindo e ele começou a beber meu sangue,tentei me soltar mais o ruivo era mais forte que droga mesmo sendo irmãos eu sou a mais fraca.

Ele bebeu um pouco do meu sangue e parou e me olhou com um olhar e disse:

(Ayato) sabe deixe esse sangue só pra mim maninha.
(Raissa) nunca.
(Ayato) então será punida.
(Raissa) ok então você venceu.
(Ayato) PUNIÇÃO.
(Raissa) HAAAAAAAAA SOCORRO TEM UM CABELO DE TOMATE QUERENDO ME ESTUPRA.

Vi que o ruivo tapou a minha boca com a sua mão,fui fechando meus olhos por causa da fraqueza e desmaiei.

Ayato(on)

(Ayato) tá de brincadeira com a minha cara né pensei que fosse mais forte.
(Raissa) ...
(Ayato) é você é difícil de se cuidar desde de criança.

Peguei ela estilo noiva e caminhei até seu quarto,troquei a sua roupa só posso dizer que não me senti incomodado aliais éramos irmãos então pra que se importa com isso.

Botei uma das suas camisolas que era uma camisola curta com cores preta e branca,o corpo dela e bem bonitinho mas eu prefiro o da Yui...(Autora:Ayato prefere a Yui hmmmm me deus ideias ��).

Coloquei a camisola nela e sai do quarto, comecei a andar pela mansão um caminho sem rumo, fui me lembrando de quando éramos crianças e brincávamos bastante juntos, mesmo ela sendo mais nova desde pequena ela me protegia bastante da minha mãe a Cordelia, só posso dizer que além de ela ser mais nova pra mim e considerada uma irma mais velha.

               Lembrança(on) 

(Cordelia) AYATO EU JÁ DISSE VOLTE PARA SEU QUARTO PARA ESTUDAR.
(Ayato) EU NÃO QUERO EU NÃO QUERO VOCÊ NÃO MANDA EM MIM.
(Cordelia) já chega dessas suas birras.

Ela ia tentar me dar um tapa mas Raissa entra na frente e leva o tapa por mim, ela vai no chão chorando e tia Christa vem correndo até ela Subaru vinha junto, minha mãe estava sorrindo sarcástica aí sim eu senti raiva:

(Christa) O QUE VOCÊ TEM NA CABEÇA CORDELIA BATER EM UMA CRIANÇA, OLHA AQUI SE VOCÊ TENTAR MACHUCAR ELA DE NOVO EU PROMETO QUE...
(Subaru) mamãe não...vamos ajudar Raissa-chan ela está com o rosto vermelho.
(Christa) vem querida não fique perto dela.
(Ayato sussurrando) arigato Raissa-chan.
(Raissa sussurrando) de nada Ayato-Kun. 
(Cordelia) PRO QUARTO AYATO.

Sai correndo mas não pro meu quarto mas sim pra ver se Raissa estava bem, quando cheguei na porta do quarto de Subaru ela estava ali sendo tratada pelo...Reiji uau:

(Reiji) você está bem agora?
(Raissa) hai Reiji-kun arigato.
(Reiji) hahaha tudo bem pequena mas agora tenta não se meter nas coisas da tia Cordelia você sabe ela é bastante chata.
(Raissa) hai.
(Karl Heinz) tsc...
(Ayato) papai você está bem?
(Karl Heinz) sim Ayato estou bem sim.

Papai saiu do corredor com raiva aliais por que tanta raiva do Reiji ele só está cuidando de Raissa que acabou por se machucar por causa de mim.

Entrei no quarto e os dois perceberam a minha presença, corri até Raissa e a abracei e já fui dizendo:

(Ayato) obrigado irmãzinha.
(Raissa) de nada Ayato.

                Lembrança(off)

Sorri por causa desse dia que eu nunca vou me esquecer,espero que ela acorde logo.

Reiji(on)

(Reiji) ei Raissa você está bem?
(Raissa) Reiji e você eu morri...ESPERA EU TÔ MORTA.
(Reiji) calma calma você não está morta só desmaiou pela falta de sangue.
(Raissa) por quanto tempo eu dormi?
(Reiji) mordida do Ayato...bem provável que umas 2 ou 3 horas.
(Raissa) DROGA EU TO ATRASADA PRA ESCOLA.
(Reiji) Raissa hoje e sábado.
(Raissa) desculpa e que lá no Brasil na cidade na qual eu fiquei eu entrei numa escola que as vezes dava aulas no sábado.
(Reiji) entendo.
(Raissa) Reiji...eu penso que Karl Heinz está nos observando isso me deixa um pouco insegura mesmo ele sendo o nosso pai.
(Reiji) tudo bem princesa essa sensação vai passar.
(Raissa) espero que passe mesmo.

Vi que ela olhou pra lua e eu já sabia que ela começaria a cantar aquela música que eu tanto amava:

(Raissa) lua brilha brilha,brilha sem parar...não importa o brilho mas sim pela sua beleza...lua brilha brilha,brilha sem parar.
(Reiji) não importa o brilho mas sim pela sua personalidade...lua brilha brilha,brilha sem parar.
(Raissa) não importa o brilho não importa se está parada,não importa se não fala,não importa se não muda de cor...já imaginei ela tantas vezes amarela como o sol.
(Reiji) brilhante quente e maior.
(Raissa) já a imaginei ela com a cor azul.
(Reiji) cor do mar e do céu azul.
(Raissa) mas quando ela brilha...a noite eu espero...pelo meu...
(Reiji e Raissa) amor.

(Priminha Raissa em cê escreve musicas lindas acho que vou começar a publicar elas aqui na fanfic sem você saber)

Ela me abraçou e eu aceitei aquele abraço aliais essa música ela cantava pra mim dormir quando eu tinha pesadelos.

E aquela era uma boa hora pra cantarmos juntos,lembrei de uma coisa que passamos juntos em uma noite na qual a lua estava muito brilhante.


Notas Finais


Espero que tenham gostado até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...