História Waiting For You - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, Cora (Mills), David Nolan (Príncipe Encantado), Elsa, Emma Swan, Henry Mills, Ingrid / Rainha da Neve / Sarah Fisher, Lacey (Belle), Lilith "Lily" Page, Malévola, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Personagens Originais, Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Sr. Gold (Rumplestiltskin), Tinker Bell, Vovó (Granny), Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Emma, Jennifer Morrison, Lana Parrilla, Mills, Ouat, Regina, Swan, Swanmills, Swanqueen, Swen
Visualizações 191
Palavras 1.676
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, FemmeSlash, Orange, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Uma boa leitura nesse diazinho frio! 💕

Capítulo 12 - Ariel


Os pequenos raios de sol adentravam a sala, fazendo com que Emma acordasse aos poucos. Como uma criança, Emma coçou os olhos acostumando-se com a luz. Sentiu um corpo em cima do seu, e ao ver que se tratava de Regina, Emma abriu um dos mais belos sorrisos. Tinha se esquecido como era bom acordar sentindo o braço forte em sua cintura. Emma deitou de lado e acariciou os cabelos da morena, enquanto admirava cada detalhe daquele rosto. Com muito custo, conseguiu alcançar seu celular para tirar uma foto de sua amada. Regina deu indícios de que acordaria. Dito e feito! Regina acordou com um sorriso nos lábios, buscando os de Emma para um beijo de bom dia.


- Bom dia amor. - Emma disse


- Muito bom dia. Quanto tempo eu não durmo tão bem assim.  - disse Regina.


- Eu lhe digo o mesmo! - disse Emma sorrindo.


- Hoje é o último dia de obra, a arquiteta virá aqui hoje, mas eu estarei no trabalho. Se importa de ficar aqui com ela? - Regina perguntou.


- Não amor, pode trabalhar tranquila. Ainda bem que essa obra já saiu. - disse rindo. - Vamos nos levantar então porque pelo visto o dia será cheio. - Emma levantou-se no impulso e caiu logo em seguida. - Eu esqueço que não tenho uma perna. - disse irritada.


- Eu ajudo você. - Regina se levantou e estendeu as mão pra ela ajudando-a.


- Podemos ver esse negócio da prótese logo? Eu só preciso sacar o dinheiro no banco e pronto! - Emma disse com raiva.


- Podemos quando você quiser, ok? - Emma assentiu. - Posso pegá-la? - Emma assentiu novamente em silêncio e bufou alto quando Regina a pegou no colo levando-a para o banheiro e colocando-a na cadeira de banho. - Quer que eu te dê banho,amor?


- Não. - limitou-se a dizer. Regina assentiu e saiu deixando a porta aberta.


- Regina, a porta está aberta! - Emma gritou com raiva.


- Vai continuar, e nem tente fechar! - disse em tom alto tomando um banho rápido no outro banheiro. No banho, Regina deixou que lágrimas pesadas viessem a tona.


- Eu já terminei. - Emma disse do banheiro.


Regina respirou fundo olhando-se no espelho e foi para o quarto em silêncio. Regina enxugou Emma e a ajudou a vestir-se. Regina pegou as coisas que Emma precisaria para deixa-las lá embaixo na sala, para que a loira não precisasse subir às escadas sozinha. Era a segunda vez que deixaria Emma em casa sem ninguém e o medo da loira se machucar, era grande. Levando-a para a sala, Regina preparou o café da manhã para Emma e deixou-a na sala comendo, enquanto assistia TV.


- Estou indo. Está tudo aqui embaixo. Não invente de subir essa escada sozinha e qualquer coisa me ligue. - Regina disse pegando suas coisas. Emma olhava para a TV sem emoção alguma. - Tente ser educada com a moça, tudo bem? - Emma a encarou.


- Tá dizendo que eu não sou educada com você? - perguntou séria.


- Não como deveria. - Regina disse respirando fundo. Se continuasse, acabaria falando coisas ruins para Emma.  


- Vai logo pro trabalho, Regina! - disse entristecida. A morena estava com tanta raiva, que saiu sem se despedir.



~*~


No trabalho, Regina chamou Mary e Ruby para irem a empresa, depois tomariam um café em Granny com Rose e Belle.


- Mary, Ruby! - disse beijando-as.


- Regis, como você está? - Mary perguntou.


- Não muito bem. Emma hoje ficou impossível.- soltou o ar.


- Hoje ela relaxa, mais tarde vamos lá e animamos aquela casa! - Ruby disse animada.


- Noite das meninas! - Mary disse rindo com Regina. - Mas o que você queria? Digo, chamou a gente aqui, não deveria estar trabalhando?


- Oh, quero que vejam esse vestido que eu fiz especialmente para Emma. - Regina às levou até a peça que estava coberta. Mary e Ruby ficaram de queixo caído.


- Regina...ele é lindo demais! - Mary deu um pulinhos batendo palmas.


- Emma vai amar tanto! - disse Ruby.


- Se ela não se casar com você, eu caso! - disse Mary.


- Casar? Meu Deus, já quero meu otp junto! - disse Ruby.


- Vocês acham que ela vai gostar?


- Regina, ela vai amar. Acha  que ninguém nunca fez tanto por Emma, como você está fazendo. Você tem sido paciente, amorosa, você cuida dela. - Mary disse segurando as mãos da morena que estava com os olhos marejados.


- Ela vem dizendo que não vai ao desfile, por se achar feia diante de outras mulheres. Eu queria tanto que ela se visse como eu a vejo! - disse deixando algumas lágrimas caírem.


- Nós sabemos Gina e te agradecemos muito por cuidar de Emma. - disse Ruby abraçando-a. - E a Instituição? Eles toparam sua ideia?


- Sim, tive que contratar mais pessoas para adiantar o trabalho, mas eu sei que tudo dará certo! - disse convicta.


- Só quero ver a cara da Emma quando chegar lá e ver que tudo foi feito para ela. - disse Mary.


- Ai Regina, uma namorada igual a você, eu queria! - Ruby se jogou no sofá. Mary concordou e se sentou no tapete da morena.


- Vamos esperar Rose e Belle para tomarmos café e passarmos na Instituição. - disse sentando em sua cadeira.


~*~


Emma estava sentada no sofá, lendo um livro que Regina havia deixado na sala, quando foi despertada pela campainha tocando. Com um pouco de dificuldade, Emma foi até a porta e a abriu.


- Emma? - a ruiva disse surpresa.


- Ariel? - Emma disse sorrindo.


- Emma Swan! Isso é mesmo real? Amiga, que saudade! - Ariel disse abraçando-a.


- Ariel, quanto tempo! - disse retribuindo o abraço. - Então você é a arquiteta que Regina vem falando há  semanas? - Deu espaço para Ariel entrar.


- Sim, se eu soubesse que você morava com ela, eu teria vindo mais tempo. - disse sorridente. - Como você está? - Emma a conduziu até a sala.


- Bem, com menos uma perna. - disse revirando os olhos.


- Eu não perguntei sobre sua perna, perguntei como você está. - Ariel já sabia de toda a história. Regina havia lhe contado.


- Você não se importa com o fato de eu não ter uma perna?


- Emma, eu te vejo como sempre te vi.  Você continua linda. Porque se preocupa tanto com o que as pessoas vão achar, hein?


- Eu não sei Ari, eu só…- disse bufando.


- Eu sei que é difícil, mas não precisa se sentir assim, você tem uma mulher que a ama e está fazendo de tudo por você. Agora entendo a exigência da senhora perfeccionista. - disse referindo-se a Regina e Emma gargalhou.


- Venha, te mostrarei a parte de baixo porque eu não consigo subir sozinha e você não me aguenta! - disse levando Ariel até o quarto. A ruiva já tinha o projeto do quarto em mãos e capricharia em cada detalhe para que tudo ficasse perfeito para Emma e Regina.


- Vocês pensam em ter filhos? - Ariel perguntou depois de algumas horas ajeitando uns detalhes na folha em sua mão.


- Nunca falamos sobre isso. Nem em casamento. - disse dando de ombros.


- Você não quer? - Ariel perguntou curiosa.


- Não parei pra pensar nisso. Tem um menino na Instituição, muito doce e super fofo. Ele se parece com Regina. - dias sorrindo. - Eles se amam, eu o ver isso nos olhos deles, mas acho que com medo, ela nunca comentou sobre querer adotá-lo. - Ariel assentiu. - Ele perdeu os pais quando pequeno e desde então, ele fica na Instituição, e a noite, volta para o orfanato.


- Ele deve ser especial mesmo, para você gostar de crianças é difícil. - disse rindo.


- Ele é. Sinto que com ele em nossas vidas, as coisas possam mudar.


- Se você deixar né Emma, porque pelo que me contou, você tá sempre discutindo com Regina. - Emma sorriu fraco.


- Eu sei que estou errada, mas as vezes esse cuidado todo dela me irrita. Eu só estou sem uma perna, ainda posso fazer muitas coisas! - disse um pouco chateada.


- Então deve conversar com ela. Se eu tivesse uma namorada como Regina, eu a trataria como uma rainha.- Emma engoliu em seco sentindo o peso daquelas palavras. - Só Deus sabe o quanto ela me encheu o saco todos os dias perguntando se estava tudo certo, Emma. Ela te ama muito, mesmo!


- Eu sei, também a amo…


- Então demonstre! - Ariel disse encarando-a e abraçando-a logo em seguida. - Porque não faz uma surpresa pra ela?


- Podíamos fazer uma torta de maçã. Ruby e Mary vem aqui hoje com ela, Rose e Belle. Porque não fica e mata as saudades de Ruby e Mary?


- Sério? Não quero atrapalhar, apesar de que eu estou morrendo de saudades de Ruby e Mary! - disse animada.


- Só tem um problema, sabe fazer torta de maçã? É a predileta de Regina e daqui a pouco ela chega. Eu não sei fazer. - Ariel riu.


- Que sorte a sua então, porque eu sei! - disse rindo.



~*~


Regina chegou em casa estranhando as rodadas altas vindo da cozinha. Logo reconheceu a voz de Ariel e se escondeu atrás da parede.


- Hmmm, tem que fazer movimentos circulares. - Ariel disse.


- Me ensina. - disse Emma. Regina abriu a boca, mas queria ver até onde aquilo daria.


- Assim, Em. Prove...


- Que gostoso. - disse Emma. -Você faz isso tão bem.


- Agora põe dois, por favor…- pediu Ariel. - Isso!


- Assim? Você acha que ela vai gostar quando eu fizer isso pra ela? - Emma perguntou.


- Você é ótima nisso! É claro que vai. - gargalharam. Regina sentiu seu corpo ferver de raiva. Entrou furiosa na cozinha.


- Emma, o que vocês estão…


Notas Finais


Vixi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...