História Wake Up My Love (Jikook){Hiatus} - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 41
Palavras 1.321
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpe por alguns erros... e
Boa leitura :3

Capítulo 3 - Tão Adorável


Fanfic / Fanfiction Wake Up My Love (Jikook){Hiatus} - Capítulo 3 - Tão Adorável

POV Jimin

~Ligação on~
"Alô?"
"Jimin, sou eu"
"Tio? Aconteceu algo?"
"Não não, está tudo bem. Liguei pra te pedir que venha jantar em casa hoje. Espero que venha!
"Claro tio, vou sim. Tenho que desligar agora, até mais tarde."
~Ligação off~

Quando eu tinha sete anos de idade meus pais morreram em um acidente de carro. Park Chulmin era o único parente que me restava. O irmão rico do meu pai, que morava longe e eu nem sequer conhecia. Foi difícil pra mim ter que mudar de Busan pra Seoul e conviver com um estranho. Mas titio me recebeu com os braços abertos. Cuidou de mim, me amou como se eu fosse seu filho. Ele nunca se casou. Sempre está ocupado com o trabalho. Mesmo não estando sempre presente, Chulmin se preocupa comigo. Sou muito grato à ele por tudo o que fez e ainda faz por mim. Principalmente por me apoiar nas minhas escolhas, como por exemplo, minha formação em psiquiatria.
Apesar de ja ter conseguido dinheiro suficiente pra morar sozinho, titio não quer que eu vá embora dessa casa ~vulgo mansão~. Ele diz que tudo o que ele tem um dia será meu e que não tem necessidade de eu ir embora sendo que esta casa é enorme demais pra ele ficar sozinho. Então decidi ficar. Meu tio é um grande homem de negócios. Trabalha numa das melhores empresas de advocacia. Ele sempre está ocupado. Viaja muito nos finais de semana e sempre está em reuniões e jantares importantes. Estranhei um pouco por ele ter me ligado e pedido que eu fosse jantar em casa. No meu dia-a-dia eu opto por almoçar e jantar com meus amigos em um restaurante que tem aqui perto do hospital.

Ja havia guardado o celular no bolso e estava voltando pro meu consultório quando acabei esbarrando em um garoto que caiu no chão pelo impacto. Ele era tão lindo...tinha cabelos escuros, uma franja que caía sobre seus olhos grandinhos e penetrantes. Ao ver suas roupas tive certeza de que era um paciente.

- Oh! Me desculpe! - falei um pouco preocupado. Afinal ele tinha caído. Parecia imerso enquanto me olhava com aqueles olhinhos lindos. - Hey! Garoto! Você está bem? Pra onde vai apressado desse jeito? - perguntei estendendo minha mão para que ele se apoiasse ao levantar.

- Estou bem e... estou indo embora. - disse. Olhei pro seu corpo e soltei um risinho. Ele não ta pensando em sair assim né?.

- Se sair por aí com essas roupas as pessoas vão achar que você é um louco que fugiu do hospício. - disse enquanto observava-o olhar para si mesmo. Ele ja estava corado.

- Aish... droga! - exclamou irritado. Meu Deus ele é tão fofo. Parei de rir e encarei-o sério. Ele não parecia estar de brincadeira.

- Você não pode fugir assim garoto! Como é seu nome? - perguntei curioso.

- J-jeon Jungkook. - percebi que gagueijou um pouco - E você quem é? - olhei para ele e abri um sorriso simpático.

- Prazer Kookie, me chamo Park Jimin. - comprimentei-o.

Kookie -apelido o qual dei à ele- era tão fofo que não pude deixar de reparar o quanto suas buchechas ficavam rosadas quando seus olhos se encontravam com os meus. Ah tão adorável.
Por mais que eu devesse, eu não podia simplesmente deixá-lo ir embora. Afinal, sabe la Deus o motivo dele estar ali e querer fugir.
Eu não tinha pacientes para atender no momento, então o chamei pra conversar. Ele hesitou um pouco, mas aceitou e me acompanhou até meu consultório. Entramos e indiquei para que ele se sentasse em uma cadeira em frente à minha mesa e ele o fez. Jungkook parecia nervoso, apreensivo.

- Relaxe Kookie. Não te farei mal - sorri.

- Hm... tudo bem - disse com a cabeça baixa.

- Por que estava fugindo?

- E-eu... - foi interrompido com a porta se abrindo e entrando um Seokjin desesperado.

- Jimin pelo amor de Deus me ajuda! O garoto sumiu! Acho que ele ainda está no hospital, mas eu não o encontro em lugar algum! - confesso que ver Jin nesse estado chega a ser cômico, ja que esse hyung sempre fora tão calmo.
Olhei para Jungkook à minha frente e Jin acompanhou meu olhar suspirando ao ver Jungkook ali. Talvez pela afobação ele não tinha reparado que o garoto estava aqui.

-Ahh finalmente te encontrei seu fujão! - ele se aproximou do garoto - Não se assuste menino... será apenas uma conversa. - Jungkook apenas assentiu. ~silêncio

- O hyung anda assustando os pacientes para que eles fujam assim? - perguntei brincalhão pra quebrar aquele clima tenso que se instalou ali.

- É claro que não Jimin! Olha pra mim, sou muito bonito! Ninguém  se assustaria comigo! - disse divertido.

- Convencido. - ri - Mas não é o que parece! - retruquei-o.

- Aish, cala a boca Jimin! - e pela primeira vez ali Jungkook sorriu. Seus dentinhos eram bonitinhos, parecia um coelhinho.

- Tudo bem hyung. Eu havia perguntado ao Jungkook, mas ja que você está aqui, me conte o que aconteceu. - ele pareceu pansar um pouco.

- Tudo bem pra você se eu contar á ele Jungkook? - perguntou hesitante para o garoto, que mais uma vez apenas assentiu com a cabeça baixa. - Bom...os pais dele o trouxeram aqui desacordado. Disseram que ele havia caído das escadas. Mas os enfermeiros que trocaram as roupas dele viram marcas roxeadas pelo seu corpo. Essas marcas são recentes, mas não parecem ser feitas pelo tombo. Eu queria conversar com ele e a mãe sobre isso e, então fui chamá-la enquanto ele foi ao banheiro. Mas quando cheguei com ela no consultório, o Jungkook não estava lá.

- Entendi. O que aconteceu com você Jungkook? Por que não contou ao Jin? - perguntei sério.

- E-eu não podia contar - disse com os olhos marejados.

- Por que não? Você sabe que só queremos te ajudar, certo?... então nos conte o que aconteceu pra você estar tão machucado. - Kookie pareceu pensar nas palavras certar pra dizer.

- Bem eu... eu briguei na escola. - disse desviando o olhar do meu.

- Não era mais fácil ter me dito isso ao invés de fugir? - Jin perguntou incrédulo.

- Eu não podia! - falou alto - m-me desculpe eu... só... não podia. - abaixou o tom de voz. - Minha mãe não gostaria de saber disso. Ela ficaria zangada. - disse meio receoso. Ao contrário de mim, Jin ficou convencido. Mas não parece verdade... ele não faria um alvoroço todo por isso, não é mesmo?. Suas mãos tremiam... ele parece nervoso. Sim! Ele está mentindo.

- Está tudo bem Kookie. Não vamos dizer isso pra sua mãe. Mas não se meta mais em confusão ou coisas do tipo. Ok? - sorri tentando passar conforto.

- Tudo bem. - retribuiu o sorriso. Jin pareceu até mais aliviado.

- Já que está tudo bem agora, vamos Jungkook. Sua mãe deve estar preocupada. Obrigado Jimin, até mais. - disse saindo do consultório com Jungkook atrás de si.

- Até - respondi. Antes que Jungkook saísse, o segurei pelo braço parando-o e ele me olhou confuso. - Kookie - sorri - Se precisar conversar venha até aqui. Sou seu amigo agora, pode confiar em mim. - soltei seu braço e ele sorriu mais uma vez.

- Obrigado Jimin. - após se despedir de mim, seguiu Jin até que sumiram pelo corredor.

Jungkook está escontendo algo. Achei melhor deixar quieto. Ele não se sente confortável com isso e provavelmente não o verei mais. Mesmo assim eu disse para ele me procurar quando quiser conversar. Por que fiquei preocupado com isso? Esse garoto parece tão inocente, frágil...tão sozinho. Tem um olhar intenso, porém triste. Gostaria de conhecê-lo melhor. O que estou pensando? Aigoo Jimin quem você quer enganar?
Esse garoto realmente mexeu comigo.

........


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...