História Walking Away - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Apocalipse Zumbi, Sobrevivencia, Zombie
Exibições 4
Palavras 853
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Essa é minha segunda fic, com um tema complicado de escrever, mas espero conseguir, e espero que gostem

Capítulo 1 - Natal


Fanfic / Fanfiction Walking Away - Capítulo 1 - Natal

  Só me lembro que era natal, estávamos abrindo os presentes, após a refeição, as luzes das casas vizinhas acesas, todos comemorando mais um natal frio em suas casas, com suas famílias, mas de repente tudo ficou mais vermelho que o de costume, não haviam só os enfeites vermelhos, verdes e dourados nas ruas, a neve também estava vermelha pelo sangue das pessoas.

  Eu peguei meu irmão, e junto dos meus pais corremos para o sótão, meu pai pegou sua arma e ficou atento para qualquer coisa.

  Meu pai, Buddy, era loiro de olhos azuis, muito em forma para idade que tinha, e como ex militar, tinha licença para ter as armas.

  Minha mãe, Mary, era loira lorio de olhos azuis, e bom... Ele estudava, e brincava o resto do dia.

  Eu, Camila, tinha cabelos verde turquesa(sempre preferi cores diferentes no meu cabelo), olhos castanhos escuros, e recém formada em medicina veterinária.

  Os gritos não paravam, pessoas correndo, atacando umas as outras, barulhos de tiros, realmente parecia que estávamos em uma guerra, não sabíamos para onde correr.

  - SOCORRO - Uma voz masculina seguida de passos pesados e desesperados soou no andar de baixo, e imediatamente fui abrir o sótão para ajudar o homem, nem pensei duas vezes, nem pensei nas consequências que poderia trazer - Graças a Deus - Ele falou subindo as escadas correndo e logo fechei e tranquei novamente - Muito obrigado - Ele falou se encostando na parede e respirando fundo. Ele parecia ser um pouco mais velho que eu, era bem atraente por sinal, pele pálida, tinha olhos verdes, cabelos lisos castanhos que agora estavam bem bagunçados, usava um óculos com armação preta, estava com uma calça jeans vinho, blusa cinza, jaqueta preta com as mangas puxadas até seus cotovelos, usava pulseiras em um dos braços, e um tênis preto.

  - Eu me chamo Camila, meu irmão Scott, meu pai Buddy e minha mãe Mary - Falei apresentando todos.

  - Eu... Me... Chamo... - Ele falava tentando recuperar o ar após cada palavra - Aidan - Completou.

  - Bem vindo meu jovem - Meu pai falou colocando a mão no ombro do garoto - Está ferido? - Perguntou.

  - Não senhor - Aidan respondeu claramente nervoso e envergonhado.

  - O que está acontecendo lá fora? - Perguntei, e meu irmãozinho veio correndo e ficou abraçado nas minhas pernas.

  - Eu não sei, as pessoas estão se atacando, elas mordem umas às outras, e a pessoa mordida fica como a pessoa que mordeu ela, não sei se deu para entender - Ele falou em uma tentativa falha de explicar.

  - Okay, tudo bem - Eu falei - Calma, tá tudo bem, pode relaxar - Falei tentando acalmar ele - Vamos pensar com calma - completei.

  - Temos os "mordedores", e os civis - Meu pai falou tentando organizar as coisas - Os "mordedores" transformam civis em "mordedores", é isso? - Perguntou.

  - Isso - Aidan respondeu.

 

P.O.V Aidan

 

  Estava tudo indo tão bem, estava finalmente revendo minha família, mas eu não sei o que aconteceu, um louco chegou e nos atacou, invadiu nossa casa e nos atacou, e a única coisa que consegui fazer foi tentar proteger minha família, mas não era possível, chegaram mais deles, e eu tive que correr, fugir.

  Corri por várias ruas, sendo perseguido por aquelas coisas que eu nem considerava mais pessoas, até que entrei em uma casa, ela estava com a janela quebrada, então comecei a gritar por ajuda, e graças a Deus, uma garota me ouviu, ela me chamou muito atenção, era diferente, o seu cabelo verde, a pele pálida, ela estava com uma calça jeans preta, camiseta bordo e uma bota de inverno bege, ela era tão simples, mas interessante, não era o tipo de garota que você encontra por aí na rua que normalmente são vazias.

 

P.O.V Camila

 

  - Pai, vamos passar a noite aqui em cima? - Perguntei.

  - Sim, é mais seguro - Ele falou passando a mão em meus cabelos - Vamos lá gente, não vai ser uma noite confortável, e amanhã será um dia difícil, precisamos descansar, vou ficar de guarda, temos só um saco de dormir aqui - Ele falou pegando a arma e se ajeitando em um canto que daria visão do lugar todo.

  Peguei o saco de dormir que era de casal, arrumei e chamei Scott - É seu - Falei e ele se deitou e se encolheu, e minha mãe deitou com ele.

  - Filha, não quer dormir aqui? - Minha mãe perguntou.

  - Não, tá bom aqui - Falei sorrindo deitando no chão duro de madeira, fiquei olhando pela janelinha que havia, esperando o dia amanhecer, mas do nada senti alguém cutucar meu braço.

  - Pode usar minha jaqueta como travesseiro se quiser - Aidan falou sorrindo para mim estendendo-o para mim.

  - Obrigada - Falei pegando a jaqueta e ele voltou para onde estava. Arrumei o casaco para deitar minha cabeça sobre ele, e quando deitei, senti o perfume dele que estava no casaco, era muito bom,

era meio doce, e me sentia estranhamente confortada pelo perfume dele, e logo dormi.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado
Comentem para mim saber que está tendo retorno
bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...