História Walking To The Death(Namjin) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Apocalipse Zumbi, Jikook, Namjin, Vkook, Vkookmin, Vmin, Yoonseok
Exibições 96
Palavras 2.295
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Lemon, Romance e Novela, Survival, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Canibalismo, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha o tio atualizando de novo, minhas crianças 'u'
Bem, não tenho muito oq falar hoje, então fiquem com mais um cap maroto.

Capítulo 6 - I am here with you


Taehyung

Eu continuava a correr, tentando de todas as maneiras fugir daqueles demônios devoradores de cérebro. Jin, Namjoon, Yoongi, Hoseok, Jimin e um garoto cujo não identifiquei, corriam junto comigo.

Parecia que, quanto mais corríamos, mais zumbis apareciam para tentar no devorar.

- Corram! Apenas corram sem olhar para trás! - gritou Namjoon, que estava a frente de nós. Considerávamos ele como um líder, por ser o mais raciocinal e quem mais soube lidar com a situação, pelo que eu lembro.

- Eu não vou aguentar por muito tempo... - falei, sentindo meu peito ficar dolorido, por conta de não estar conseguindo puxar ar suficiente para meus pulmões.

- Não pare! Não vamos deixar você parar! - disse o garoto desconhecido, segurando em um dos meus pulsos, enquanto Jimin segurava o outro.

- Vamos viver. Todos nós vamos conseguir fugir! - disse Jimin. Yoongi puxou sua arma, virando um pouco o corpo para conseguir atirar algumas vezes, depois olhando novamente para a frente. Hoseok corria um pouco a sua frente, e ao seu lado, o cachorro preto também corria.

- Hyungs... - falei, sentindo as forças abandonarem meu corpo. Minhas pernas começaram a fraquejar.

- Tae! Continue, não desista! - disse meu primo, Jin, que estava um pouco a nossa frente.

- Eu sinto muito, mas não consigo mais... - falei, tropeçando e dando de cara com o asfalto frio.

- Tae! - levantei o olhar, vendo todos parados bem mais a frente. É, eu sou um homem morto agora.

Fechei meu olhos, esperando o pior, mas o que senti, foi apenas alguém me puxando, e eu sendo erguido nas costas de alguém. O jovem desconhecido.

- Jimin! - todos gritaram, e então eu olhei para trás, vendo a pior cena de toda a minha vida.

Jimin, estava lá, usando seu corpo como um escudo humano. Se permitindo ser atacado por aqueles seres desprezíveis!

- Continuem... - disse Yoongi, com os olhos marejados. Minhas lágrimas não puderam ser contidas, e eu quase cai, me debatendo contra o garoto de cabelos negros que tentava ajudar. Não! Não! JIMIN NÃO!

- Continuem, é uma ordem! - disse Namjoon, e quando percebi, já estávamos nos afastando novamente. Eu continuei a gritar, e Jin correu próximo a mim, com os olhos repletos de lágrimas, mas não pior do que eu.

- Jimin...Jimin...não...Jin, não deixe que peguem o Jimin...por favor... - afundei meu rosto no ombro do garoto de cabelos negros, sentido sua camisa azul ficar molhada. Meu pedido é completamente em vão agora, ele já está lá, se tornando mais um daqueles monstros.

- Tae...ele já foi pego...ele salvou você... - disse, e então vi tudo se escurecer.


Abri lentamente meus olhos, sentindo a claridade incomoda-los um pouco. Me sentei, vendo que estava naquele depósito, e não correndo por uma rua. Senti rapidamente braços me envolvendo, e só então me dei conta, de que meu primo Jin estava ali, e que Namjoon me olhava, agora aliviado.

Esse foi o pior pesadelo que já tive em toda minha vida. Me mantive estático, sentido minhas bochechas ficarem molhadas pelas minhas próprias lágrimas, enquanto minha camisa era molhada pelas lágrimas de Jin.

- Acalme-se, hyung... - falei com a voz baixa, estava me sentindo fraco, com certeza por causa da febre.

- Você quase me matou de preocupação menino! - ele me apertou mais. - Agora vai tomar os remédios que eu peguei! - ordenou, e eu ri fraco.

- Nossa garoto, achei que teria de enterrar um cadáver hoje! - brincou o tal Namjoon, e todos, inclusive eu, riram.

Jin pegou uma garrafinha de água para mim, me fazendo beber alguns compridos, pra febre e dor, e eu não reclamei, afinal ele poderia acabar me fazendo engolir a força(nunca duvide do Jin).

- Mas fala aí garoto, quem é... - Yoongi coçou a cabeça, tentando pensar em algo para dizer. - Jimin? - perguntou, e eu senti um dor invadir meu peito.

- Você não sabe a hora de calar a boca, Suga? - Hoseok se levantou, indo acertar um tapa no ombro de Yoongi, que resmungou.

- Que isso, não esquenta... - sorri sem alegria. - O Jimin é...era meu melhor amigo... - me dizer esse "era" só aumentou ainda mais a dor no peito. Jin colocou as mãos em meus ombros.

- Ele ainda É, Tae! - disse Jin, sorrindo para me confortar.

- Ah...desculpe-me pela pergunta... - o de cabelos vermelhos coçou a nuca, e vi Hoseok lhe lançar um olhar reprovador.

Nós ficamos conversando um pouco, falando sobre nós. Descobri que os pais dos três se conheceram no exército, e que são amigos desde sempre, e que a mãe de Hobi(como preferi chama-lo, assim como todos)faleceu após o parto. Eles até que são legais, as típicas pessoas que você vê nos filmes de zumbi, que juntam um grupinho, onde todo mundo ajuda todo mundo, entendem?

Jin conversava sobre algo aleatório com Namjoon, e suas bochechas automaticamente coraram quando o maior encostou a cabeça em seu ombro, enquanto ria de algo que tinha dito, eu apenas ri da cara do hyung. Foi impossível não notar o clima tenso entre Hobi e Suga, então resolvi falar com o castanho, quem sabe não descubro o motivo de todo esse climão.

- Seu cachorro é bonito - falei, me sentado no chão ao seu lado. Já estava me sentindo bem melhor, então tudo bem.

- Viu só, Shiba ele achou você bonito - disse fazendo carinho no animal.

- Mas então, 'tá tudo bem? - falei na maior naturalidade possível.

- Por que a pergunta? - rebateu, com uma sombrancelha arqueada.

- É que... - engoli em seco, pensando no que poderia dizer. - Percebi um clima tenso entre você e o Suga-hyung - soltei, e Hobi desviou o olhar na direção do mais velho, suspirando desanimado.

- Acho que posso falar disso com você, te achei legal... - sorriu. - O Yoongi é um pé no saco. Ele é grosso, mais ranzinza que um velho, também é um completo anti-sentimental... - abraçou as próprias pernas, colocando o rosto sobre os joelhos. Ele novamente olhou para Suga, mas dessa vez com um olhar triste. - E nunca vai olhar pra mim da mesma maneira que olho para ele... - sussurrou, mas eu ouvi muito bem. Pêra minha gente? Então o Hobi gosta do Suga? MINHA SANTA VACA ALADA! EU JÁ SHIPPO! O nome do shipp vai...CHEGA TAE! PRESTA ATENÇÃO NO QUE É IMPORTANTE AGORA, DEPOIS VOCÊ PENSA NO NOME DO SHIPP!(autor: mas já existe nome pro shipp, Tae, e é...

Tae: CALA A BOCA, EU TENHO QUE DESCOBRIR O NOME SOZINHO!

Autor: não ta mais aqui quem falou...)

- Então, você gosta dele? - perguntei o óbvio, e Hobi abraçou mais forte ainda as pernas.

- É mais que isso...eu amo aquele maldito açúcar estragado... - seus olhos marejaram, mas ele logo limpou as lágrimas que ameaçaram cair. - Mas ele é, e sempre será um babaca...e eu sempre vou ama-lo, não importa o quanto ele aja de maneira rude comigo... - disse, por fim. Eu abracei Hobi, acariciando os cabelos castanhos dele.

- Vai tudo se resolver... - sussurrei, olhando por cima do ombro de Hobi, vendo um Yoongi com a cara fechada, olhando tudo que fazíamos atentamente. É, e parece que ele tem ciúmes do Hobi. Meu OTP ainda se tornará real, vocês vão ver(autor: e quem disse que é você que decide isso!?

Tae: vai autor mais foda do mundo, ajuda aí...e aproveita pra juntar o meu primo com o Namjoon, porque o Jin tá na seca a uns bons anos...

autor: você não presta, mas talvez eu de uma mãozinha...).

Jin

Tenho que admitir que, Namjoon é uma pessoa divertida(resumindo, ele contou algumas piadas que não entendi, e riu igual um doido depois). Não sei porque me sinto tão...estranho? Isso! Estranho perto do Namjoon, ele é legal, e muito inteligente também. Gosto de conversar com ele(mesmo só estando a algumas horas tão próximo do loiro, né).

- Então você quebrou a porta da geladeira? - arregalei os olhos, enquanto ele contava as suas várias experiências desastrosas. Ele assentiu, rindo sem graça - Me lembre de, nunca deixar você sozinho com algo quebrável que pertença a mim! - falei, e eu riu. Namjoon deitou a cabeça no meu colo, sem nem mesmo pedir permissão. Que audácia é essa? Se fossem outros, eu com certeza já teria os afastado, mas o Namjoon é diferente, ele não veio com malícia para o meu lado. Bem, já o considero como um bom amigo.

- Poxa galera, e o Suguinha aqui fica de vela de geral mesmo? O jeito vai ser abraçar o cachorro do Hope! - Yoongi disse, e todos, menos Hobi riram de si. O castanho parecia meio pra baixo, e sorei ao ver que Tae e Hobi já estão amigos.

- Para de ser chato, palito de fósforo! - disse Namjoon, e Yoongi revirou os olhos. - Suga não cansa de ser chato - disse e eu olhei para si. Não sei qual o motivo de, Namjoon ter tocado minha bochecha com o dedo indicador, só sei que corei.

- O-o que está fazendo? - perguntei, meio envergonhado.

- É que, você é bonito... - ele disse em palavras quase inaudíveis, se não estivesse próximo a si, nem teria escutado. - Me sinto uma batata perto se você - ele disse, e não contive a minha escandalosa risada.

- Você também...também é bonito... - falei, e ele sorriu, deixando suas covinhas a mostra. Minha vontade, foi de colocar o dedo nos dois buraquinhos fofos de seu rosto, mas me controlei, pois isso seria meio estranho da minha parte.

Yoongi chamou nossa atenção, e Namjoon foi até ele, perguntando o que o mesmo queria. Fiquei alguns minutos "sozinho", distraído, quando ouvimos a voz de Yoongi dizer:

- Eu estava olhando em meu celular e... - foi interrompido por Hobi.

- E percebeu que é um cuzão? - disse, e Yoongi ficou sem graça, mas ele logo tomou uma expressão irritada no rosto.

- Seu idiota! Não, eu estava olhando o mapa da cidade pelo celular, Hobizinho! - sorriu ladino, com um tom de deboche.

- E então o Suga constatou que, tem um "posto" da polícia aqui perto e... - esperou que o mais baixo completasse.

- E deduzi que talvez consigamos ajuda, caso ainda tenha algum policial lá - completou, e todos se olharam, considerando a ideia.

Hoseok pareceu não se importar muito, enquanto Tae encarava Shiba, estranho como sempre. Eu apenas assenti, com um movimento de cabeça.

- Parece que todos concordaram - disse Namjoon, de maneira sarcástica. - Mas, ninguém pode ir sozinho. - dessa vez, todos o olharam, interessados. - Pelo menos, terei de ir eu e mais dois. No caso eu, Suga e mais alguém. - ele me encarou, e sorriu de lado.

- Hoseok com certeza não quer ir, pois está de birra - disse Suga, e Hoseok bufou, fechando a cara. - Tae não está em perfeito estado ainda, vai que acontece algo com ele no caminho, então só sobrou... - ele me encarou, sorrindo malicioso. - O homem que prefere pegar no taco - ele tinha mesmo que dizer isso? Eu vou matar esse filha da mãe!

- Yoongi, acho que só eu e você damos conta e... - Namjoon foi interrompido.

- Qual é? A princesinha consegue se virar, e vamos estar os três juntos - disse Yoongi, e eu me senti um pouco envergonhado, pelo apelido "carinhoso" que ele tinha me dado.

- Não tem problema, eu vou - falei, e assim resolvemos tudo. Ótimo, agora eu teria de me arriscar a sair na rua.

Jimin e JungKook saíram pela janela da cozinha(pois a mesma dava para a rua do lado, que estava deserta), e seguiram pelo caminho indicado por Jimin. Estava até tranquilo. Tranquilo de mais.

- Kook, o posto da polícia é logo a frente. Vamos até lá, parece que não tem perigo... - sussurrou Jimin, que estava com a pistola na mão, enquanto JungKook tinha uma "estaca" de madeira nas suas.

- Ok, hyung... - eles seguiram, até chegar ao tal "posto". Era uma construção não muito grande. Jimin foi na frente, abrindo receoso e lentamente a porta.

- Tem alguém aí? - disse, como se fosse uma pessoa idiota num filme de terror, que chama pelo monstro como se soubesse que ele ira aparecer. Não teve respostas, então ele e Kook entraram, dando passo a passo, desconfiados.

Haviam papéis espalhados no chão, e as gavetas dos armários de metais(aqueles que enchem de papéis de arquivos e etc), e os computadores(no caso, em cima de duas mesas de madeira), estavam com as telas escuras. O maknae não teve como conter o medo, quando ouviu um som estranho adentrar seua ouvidos.

- KOOK! CUIDADO! - ouviu o gritou de Jimin, então olhou sobre o ombro, vendo um policial-zumbi pular para cima de si.

JungKook puxou o corpo para trás, ficando cara a cara com aquele monstro, girou a cintura, acertando um potente chute no zumbi, antes de sentir suas costas contra o chão, e ouvi o barulho dos tiros de pistola, que derrubaram o zumbi.

- Kook-ah, você está bem? - Jimin se aproximou, segurando o rosto do menor com ambas as mãos.

- Hyung...eu achei que iria... - o mais novo sentiu as bochechas ficarem molhadas. Realmente pensou que morreria, se não fosse por Jimin, talvez isso realmente tivesse acontecido.

- Shhh...está tudo bem agora, pequeno... - Jimin puxou Kook para um abraço, acariciando seus cabelos negros, enquanto o menor continuava chorando. Jimin poderia não admitir, mas estava começando a sentir algo forte pelo mais novo, queria protege-lo, e assim o faria. Não aguentaria perder mais alguém.

- Obrigado, hyung...se não fosse por você... - o menor disse, entre soluços baixos.

- Eu estou aqui, e não vou deixar que nada de ruim aconteça com você, ok? - sorriu, e seus olhos se tornaram dois risquinhos, o que Kook achou muito fofo.

Ficaram ali mais alguns segundos, até que um barulho foi ouvido, mas dessa vez, não era de zumbi.


Era o barulho de...


Notas Finais


Bem, oq acharam desse sonho do Tae no início do cap? Eu realmente queria ter escrito melhor essa parte, mas só que, quando eu estava escrevendo, meu celular reiniciou, e apagou essa(Android é do capeta), sai tive que escrever de novo, e acabei ficando com menos ânimo.
Mas e então, oq será o som que Kook e Jimin escutaram?
Yoongi deixará de ser cuzão? Descubram, no próximo capitulo de...WTTD!(preguiça de escrever o nome todo hafakaha).
Perdão caso tenha erros, é que escrever pelo celular é tenso '-'.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...