História Want me, if you can. - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~Vkookinha22

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama Familiar, Jikook, Namjin, Vkook, Yoonmin
Exibições 21
Palavras 1.366
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ola pessoas lindas, voltei com mais um capitulo

boa leitura ^^

Capítulo 3 - Capitulo III...


                                                                Capitulo 3

 

Povs Jeon JungKook on

 

Logo que chutei as partes baixas do mais velho eu corri para longe dele com a mochila nas costas, corri para fora do colégio e fui para a minha casa rapidamente.

 

Corri para o meu quarto e me sentei no chão do meu quarto chorando, não queria ter feito aquilo no mais velho apenas queria que ele ficasse longe de mim, apenas aquilo.

 

-Me desculpe Jimin, me desculpe mesmo. – digo entre soluços.

 

 

                                                             ~*~

 

 

                                                                    A noite

 

 

Corria pela as ruas da cidade ,estava atrasado demais, não queria perder meu emprego.

 

Entre na boate gay e logo recebi uma queixa do meu patrão, me desculpei e corri para a parte de se vestir, me vesti e logo fui para a pista de dança e comecei a dançar.                       

 

Dançava junto a um homem que avia me chamado para dançar, ele estava bêbado por isso as vezes pegava em minhas partes o que me fazia ter que retirar sua mão daquele lugar, levei minhas mãos até seus ombro desci até o chão sorrindo para o moço que apenas ficava me olhando com desejo, logo me levantei e vi alguém que eu não esperava ver naquela boate GAY... Park Jimin.

 

“Será que ele descobriu?” Perguntei a mim mesmo e me escondi atrás do homem olhando para o Jimin, não queria que ele me visse.

 

Mas infelizmente o infeliz que eu estava junto nos puxa até o bar man me fazendo ficar ao lado do Jimin com aquela minha roupa curta e extravagante.

 

“Espero que ele não perceba que sou eu, fico tão diferente nessas roupas”  Pensei meio preocupado olhando de relance para ele.

 

Povs Jeon JungKook off

 

Povs Park Jimin on

 

O local esta cheio, cheio de pessoas bêbadas que só queriam se divertir e esquecer os problemas. Talvez estivessem ali por apenas um disfarce de que tudo estava ocorrendo bem. Ando até o pequeno bar localizado um pouco no centro do lugar, pedindo ao barman uma bebida forte, enquanto observava aquele monte de pessoas se esfregando e dançando.                         

 

Peço mais uma bebida e mordo meus lábios levando o copo até a boca, logo bebendo o liquido exótico de cor azulada. Sentia algumas pessoas se esfregarem em mim ou até tentarem fazer algo a mais, coisa que eu tentava ignorar. Olho pro lado vendo um menino sentado próximo a mim, arqueio ambas as sobrancelhas e me inclino um pouco pra perto do mesmo, deixando um sorriso malicioso se fazer presente em meus lábios.

 

-Jeon Jungkookie... – digo com o sorriso nos lábios e mordo meu labio inferior soltando um suspiro baixinho ao ver o moreno ao meu lado simplesmente me ignorar. -Jeon JungKook, eu... - paro de falar ao ver um homem, aparentemente mais velho, puxa-lo com demasiada força, me fazendo levantar rapidamente.

 

-Vamos para um quarto gracinha! - disse o homem bêbado que o mais novo parecia está junto, vejo o homem segurar seu pulso.

 

-Me larga! Me larga!  - disse o mais novo tentando se soltar daquele aperto.

 

-Larga ele... - falo com o tom de voz autoritário e pego em seu braço te desprendendo do aperto do outro. -Ele te machucou..? - murmuro te colocando atrás de mim, continuando a fitar o homem a minha frente.                       

 

-Sai garoto! Eu estou pagando por esse puto!  - ele diz irritado e tenta pegar o braço do JungKookkie, ele puxa o braço e o JungKook dar um chute em suas partes chorando e corri para longe de nos.

 

Mordo meus lábios com certa força sentindo um gosto metálico em minha boca.

-

JungKook!! - murmuro um "merda" saindo daquele local as pressas. --JungKook! Vamos conversar por favor! - falo o seguindo vendo o mesmo entrar em uma sala um pouco escura, bufo tentando normalizar a respiração. -Por favor...                       

 

-O que você quer comigo afinal?! – perguntou o menor meio irritado. -Por que esta aqui nessa balada? Esta me seguindo?

 

-Uuh?Aonde você esta? - choramingo andando lentamente pela sala e suspiro baixinho, mordendo meus lábios. –Jungguk,eu estava tentando te proteger! - falo balançando a cabeça e deixo um biquinho se formar em meus lábios. -Eu quero conversar com você hum? Deixa por favor!                       

 

-Não está com raiva de mim por eu ter te chutado? E me proteger de que?  

 

-Eu não estou com raiva de você...Kookie-ha...estou arrependido de ter feito aquilo mais cedo. –falo em um murmúrio baixo e aperto um pouco meus olhos, negando com a cabeça. -Aquele homem...tinha segundas intenções com você... –continuo fechando meus olhos por alguns segundos, logo tornando a abri-los. -Você não queria.       

 

               

-Esse é mais ou menos o meu trabalho mas não estou dentro de ir para um quarto foder com quem não quero, eu só sou dançarino mas eles não entendem... – disse o mais novo andando pela a sala, mas eu não fazia ideia de onde ele estava. -Desculpe todo esse transtorno, de verdade... – o mais novo disse baixo e me viro ao perceber que ele se encontrava atrás de mim. -Mas... eu não preciso de sua ajuda, eu sempre me viro...

 

-Por que faz isso hum? Eu não estou te julgando, longe disso! Eu só quero entender... –sussurro  sentindo uma movimentação atrás de mim. -Eu quero te ajudar hum? Eu quero saber mais sobre você e o porque de tudo isso.                     

 

-Desculpe Jimin, mas não preciso da sua pena... com licença... – disse o menor baixo e se virou andando para fora da sala devagar.                        

 

-JungKook! –falo com a voz firme e me viro-agora-ficando de frente pra você. –Você acha que eu estaria fazendo isso por pena? JungKook... - Suspiro baixinho e te olho comprimindo um pouco os lábios. -Não é pena...

 

Percebi i que o menor se virou me olhou meio confuso e suspirou olhando para mim.

 

-E então por que de tudo isso?

 

-Eu não sei... -alo quase em um sussurro e pego na barra da minha camiseta ,a apertando com certa força. –Tem algo que me instiga em você, que faz com que eu queira descobrir pelo que se passa em sua cabeça e te ajudar. –inflo minhas bochechas e mordo meu labio inferior abaixando um pouco a cabeça. –Deixa eu te ajudar...

 

Ele veio até a minha frente e segurou minhas mãos que estavam apertando sua blusa e suspirou.

 

-Como acha que pode me ajudar? Como posso confiar em você? –disse o menor com a voz baixa.

 

-Eu vou te ajudar no que for possível e impossível... –exclamo erguendo minha cabeça e sorrio fitando as grandes orbes pretas do moreno. –Só...confie em mim... – o menor me olhou triste e suspirou abaixando a cabeça, pelo visto ele não confiava em mim.

 

 

-Eu não sei se devo realmente confiar em você, me dê alguns motivos... conviventes...

 

-Eu não costumo fazer o que eu estou fazendo pra você e muito menos me meter em assuntos pessoais de outras pessoas... –murmuro mordendo meus lábios e um pouco hesitante me aproximo mais do moreno, rodeando meus braços em sua cintura em uma maneira de reconforta-lo. -Eu quero te ajudar, eu sinto que quer minha ajuda Junggukie-ssi.

 

-Eu quero sua ajuda sim Jimin... ele levou as mãos dele até meu peito e colocou seu rosto no meu ombro suspirando. -Me leva pra longe daqui por favor...         

 

Assinto freneticamente e molho meus lábios logo os mordendo.

 

-Vou te levar pra minha casa e cuidar de você, hum? –sorrio minimamente e mordo o interior de minhas bochechas. -Vou cuidar de você, hum?

 

-Que? Não! Eu vou pra minha casa, não quero o atrapalhar... –disse se afastando de mim olhando para ,i, com vergonha, pelo visto ele não quer que minha família o visse assim. –O que acha que sua família vai pensar de mim? Que eu sou uma puta! – disse choroso.

 

-Junggukie, vai por favor! Estou tentando te ajudar e outra, minha familia não acharia que você é uma puta. -choramingo inflando minhas bochechas e cruzo meus braços deixando um biquinho se formar em meus lábios. É, eu realmente sou infantil. -Vamos! Eu juro que eles vão gostar de você!

 

O mesmo suspira meio cansado e logo aperta minhas bochechas.

 

-Você está muito fofo... - disse sorrindo calmo e beijou minha bochecha bem perto da minha boca. -Esta bem, eu vou mas por pouco tempo...


Notas Finais


gostaram? comentem ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...