História War of Hormone - Jikook, VHope e Namjin - Capítulo 63


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys (bts), Bissexualidade, Drama, Homosexualidade, J-hope, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Lemon, Namjin, Paixão, Rap Monster, Romance, Sexo, Suga, Vhope, Yaoi
Visualizações 460
Palavras 3.220
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Queria saber se dps desse cap eu posso ser considerada vidente🤔😳. Lembrando que eu pensei nesse cap ontem...enfim, leiam que vcs irão entender e explico melhor nas notas finais. Boa leituraa❤️❤️

Capítulo 63 - Droga de vida


Fanfic / Fanfiction War of Hormone - Jikook, VHope e Namjin - Capítulo 63 - Droga de vida

P.O.V. JIN
-Do que adianta ele me amar se não me amará mais e me taxará de irresponsável assim que descobrir sobre o nosso filho!??-grito chorando 

-Filho!??-Jimin grita incrédulo

-Sim Jimin, eu estou grávido-respondo

Há uma semana atrás descobri que estou carregando um filho do Namjoon, notícia que me deixou muito feliz e me fez ficar martelando a cabeça a fim de encontrar um meio especial de contar isso ao pai do meu filho. Porém depois de ouvir o que ele disse no hospital sobre maturidade, nem sei se conseguirei contar alguma coisa mais, nem sei se ele ainda me amará, nem sei se meu filho terá um appa.

-Mas...mas quando descobriu isso?? De quantos meses está??-ele pergunta ainda surpreso

-Semana passada, não fui ao médico ainda

-Leva um tempo pra se acostumar, mas tenho certeza que Namjoon ficará radiante com a notícia. Hobi também se assustou no começo, mas logo já estava fazendo altos planos para nossa filha-Tae sorri

-Tae, você sabe que Namjoon não é tão compreensivo assim. Ele não irá aceitar minha gravidez como Hoseok aceitou a sua

-Você nem ao menos contou pra ele, nem ao menos deu a chance pra ele dizer algo

-Eu nem tenho certeza se estou grávido mesmo-invento uma desculpa

-Ah tá, você só fez uns 5 testes desse, todos dando positivo e você não tem certeza?-ele duvida pegando o teste embaixo do travesseiro 

-Mas eu ainda não fui ao médico

-E daí?? Os testes de farmácia acertam na maioria das vezes, eu por exemplo; fiz um só e estava certo

-Você é um caso à parte Taehyung

-Ah Jin pelo amor de deus, pare de inventar desculpas e conte logo ao Namjoon

-Ele vai dizer que enlouqueci, que sou um irresponsável...que esse filho é só meu-choro ainda mais

-Pare com isso Jin, acha mesmo que Namjoon falaria algo desse tipo? Ele não é covarde a esse ponto-Jimin diz assustado

-Você não viu o quão irritado ele ficou aquele dia no hospital?? Disse que quem tem filho na hora errada é irresponsável, o que você espera que ele pense de mim??

-Pare de ficar supondo coisas e conte logo pra ele

-Eu não posso, ele vai fazer eu tirar o meu filho

-De onde você tirou uma ideia cruel como essa?? Acha que Namjoon é um monstro?-Tae diz assustado

-Qual é Tae? Está tomando as dores pelo Namjoon agora?-digo irritado

-Estou, não é certo o que está fazendo Jin, está privando Namjoon de saber sobre algo que diz à respeito dele também-ele retruca 

-Isso só diz à respeito à mim e à meu filho

-Ah então você fez esse bebê sozinho??

-Seria muito melhor se tivesse feito sim-retruco impaciente

-Você está completamente fora de si, pare e pense um pouco no que está fazendo Jin

-Não dá pra conversar com vocês que saco-digo indo pro banheiro

-O que vai fazer??-Jimin pergunta confuso

-No banheiro, será que posso??-retruco irritado

A primeira coisa que faço assim que entro no banheiro desde que descobri a existência de um serzinho dentro de mim é  levantar minha camisa e observar minha barriga no espelho. Ela ainda não está volumosa, apenas um pouco durinha e às vezes a sinto mexendo nas paranoias da minha cabeça. Esse bebê é a realização de um sonho pra mim, achei que fosse o de Namjoon também, mas ele deve achar que isso é uma tamanha falta de responsabilidade.

Eu não me importo se tiver que criar meu filho sozinho, porém eu sinto muita falta do Namjoon e queria que meu bebê tivesse alguém pra chamar de "appa"

-O que importa é que o omma te ama muito, ok bebê??-sussurro pra minha barriga

Fico ansioso pra quando ele estiver se mexendo e chutando feito um jogador de futebol aqui dentro, Tae sempre disse que isso dói, mas que a sensação é muito boa e emocionante, que é como se o bebê disesse: "Ei estou aqui omma"

Estou tão perdido nesses meus pensamentos puros que quase infarto assim que ouço a porta abrindo e Namjoon entrando feito um furacão.

-Ai que susto-praticamente grito abaixando minha camisa rapidamente

-Ah me desculpe eu n...o que está fazendo Jin??-ele pergunta confuso

-Não te interessa-retruco com medo de que ele tenha percebido

-Por que estava sem camisa?

-Eu não estava sem...desde quando isso é problema seu? Eu estou no banheiro e pelo que eu saiba aqui e posso tirar minha roupa

-Tá bom...não está mais aqui quem falou-ele diz assustado abrindo a gaveta debaixo da pia

-O que está fazendo?

-Tae pediu pra eu vir pegar isso aqui-ele responde com uma pomada de assaduras na mão

Certeza que isso foi muito bem arquitetado pelo meu querido amigo, obrigado Taehyung, muito obrigado.

-Por acaso Taehyung já saiu do resguardo e o já tá com a bunda queimando??-digo irritado

-Pelo que eu saiba não...ele disse que é Min que está com assadura-Namjoon me olha assustado

-E desde quando você ajuda com as crianças dessa casa? Pensei que achasse-as um problema, consequência de irresponsabilidades-provoco

-Eu não deveria ter dito aquilo, eu já pedi desculpa pro Jimin, não pedi??-ele revira os olhos

É, mas também me machucou. Machucou à mim e ao bebê.

-Mas você continua insensível Namjoon, duvido muito que um dia se torne pai

-É um sonho que eu tenho, mas a pessoa com quem eu quero fazer isso simplesmente finge que não existo. Não tem como ter um filho assim né?-ele diz saindo do banheiro 

 

[...] ALGUNS DIAS DEPOIS
P.O.V. JIMIN
Continuo indo até o hospital todos os dias, quase não vejo mais Hyungwon, pelo que sei ele apenas vem uma vez ao dia ver como Jungkook está e o resto é feito pelas enfermeiras. Confesso que tenho certo receio disso, já que sei que a vida do amor da minha vida está nas mãos dele e que depois de tudo que aconteceu há alguns dias atrás, ele deve estar com raiva de mim. O que me tranquiliza é que o caso de Kookie está estabilizado, as possíveis sequelas não são graves e ele tem reagido bem a todos os estímulos externos emocionais.

Hoje será feito um exame para ver como ele reagirá a estímulos externos físicos, segundo os médicos Jungkook está sendo devidamente assistido então dificilmente não atingirá as expectativas dos estímulos.

-Vai ficar tudo bem meu amor, você vai conseguir-sussurro beijando sua cabeça 

-O exame é rápido Jimin, logo Jungkook estará de volta-uma enfermeira sorri

-Eu só quero poder abraçá-lo novamente, ver seu sorriso de coelhinho-sorrio com os olhos marejados

-Ele é forte, resistiu a tanta coisa. Pode ter certeza que acordará logo 

-É o que eu mais peço

-Bom, agora precisamos levá-lo para a sala preparatória do exame, logo te daremos notícias-ela sorri enquanto outros enfermeiros entram no quarto com uma outra maca

-Tá...eu só peço que o estimulem bastante, o estimulem a acordar, algo do tipo. Eu não aguento mais...-choro

-Tenha calma Jimin, ele já está reagindo bem aos estímulos emocionais, tenho certeza que reagirá bem aos físicos também. Ele está sendo devidamente medicado, não tem porque não reagir positivamente-ela tenta me acalmar 

-Eu tenho medo sabe...medo de tirarem ele de mim

-Ninguém vai tirá-lo de você, ele vai ficar bem. Ele é forte, vai passar por tudo isso facilmente

-Eu sinto tanta falta dele...

-Eu sei, por isso precisa confiar e ter fé nele, ele vai se recuperar Jimin

-Eu sei...ele sempre foi forte, não é agora que irá mudar-tento ser otimista

-É isso que você tem que pensar. Vai dar tudo certo, em menos de 50 minutos estaremos de volta com os resultados

Assim então que levam Jungkook para o exame, volto pra sala de espera onde encontro Jin. Me sinto culpado por ele estar aqui comigo tentando me consolar, afinal eu sei que ele deveria estar em casa cuidando de si e de seu bebê, se poupando de tanto medo e sofrimento.

-Como ele está? Já fez o exame??-ele pergunta angustiado

-Vão fazer agora...Jin, não precisa ficar aqui, você precisa descansar também, precisa pensar no seu bebê-digo preocupado

-Só de ficarmos longe do Namjoon já estamos bem-ele suspira pesado acariciando a barriga sem volume ainda

-Não deveria pensar assim Jin, ele nem ao menos sabe dessa criança

-Ele não quer esse filho, está mais do que evidente isso...mas eu também não preciso dele, nem eu nem meu bebê-ele diz com os olhos marejados

-Olhe o que está dizendo Jin, é claro que seu filho precisa dele. Toda criança precisa dos pais...dê valor enquanto o seu ainda tem o Namjoon, pois em um piscar de olhos as coisas podem mudar-digo com os olhos marejados 

-Jimin pelo amor de deus pare de dizer esse tipo de coisa, não seja pessimista-ele diz preocupado

-Eu não vou suportar perder o Jungkook, não vou...o que vai acontecer com a minha garotinha?? Ela não para de perguntar por ele, estou cansado de mentir dizendo pra ela que está tudo bem-choro alto 

-Vai ficar tudo bem Jimin, o Jungkook vai sair dessa. Vocês já passaram por tanta coisa, a vida não seria tão cruel assim-ele tenta me acalmar 

-A vida é cruel e injusta sim-grito chorando

-Não diga isso Jimin, a vida é muito boa. Muitas pessoas em situações piores que a nossa e mesmo assim continuam lutando de cabeça erguida sem reclamar, apenas agradecendo o pouco que tem

-O destino, a vida me odeiam; estava tudo dando certo; casei com o homem da minha vida, ganhei uma filha, minha carreira estava nas alturas e de repente...de repente eu vejo meu marido morrendo em uma cama de hospital. Por que isso tem que acontecer comigo?? O que eu fiz de errado!??

-A culpa não é sua Jimin, foi uma fatalidade

-Eu devo ter pecado muito pra merecer tamanha desgraça, a minha vida é uma bosta. Não tem como piorar

-Sei que não está passando por um momento fácil Jimin, nenhum de nós estamos. Porém a vida é cheia desses altos e baixos...olhe pra tudo que consquistou, sonhos que realizou, acha mesmo que sua vida é uma desgraça??-ele me abraça 

-Tá tudo dando errado Jin-choro abafado na curva de seu pescoço 

-O que você julga errado pode ser de certo modo o "certo"

-Que!?? O que está dizendo??

-Estou dizendo que  pode parecer que está dando tudo errado, mas pense no que poderia ter acontecido, pense em tudo mesmo

-O que??

-Hayden poderia ter fugido com a Zoe, Jungkook poderia ter morrido na hora, você poderia não ter ninguém com quem contar agora...tantas coisas piores poderiam ter acontecido, você deve dar valor aos pequenos milagres que evitaram o pior

-Do que adianta esses milagres se eu continuo sofrendo??

-Não estou dizendo que deixa de sofrer, o que quero dizer é que seu sofrimento é menos pior do que poderia ser. A vida está te dando chances, não seja ingrato

-Eu só vou agradecer quando Jungkook acordar, até lá isso tudo continua uma merda-digo me afastando

-Jimin por favor pare com isso-ele pega em meu braço 

-Eu preciso ficar um pouco sozinho Jin

-Não, você tem que se acalmar um pouco e não sair por aí feito um louco

-Jin por favor 

-Vamos ficar aqui e esperar o resultado do exame, venha-ele me puxa até as poltronas 

-Eu não quero, eu quero sumir daqui, sei lá...-choro mais ainda

-Você está muito nervoso Jimin, se acalme pelo amor de deus-ele me coloca sentado ao seu lado 

-Como pode me pedir calma!??

-Sei que é difícil, mas é a melhor coisa a se fazer agora-ele acaricia meus cabelos

-Eu quero morrer Jin-deito a cabeça em seu colo

-Pare com isso Jimin, o que será da sua filha se isso acontecer? Já parou pra pensar nisso??

-Zoe é a única coisa que me mantém vivo 

-Então, ela precisa de você Jimin, você e Jungkook são o mundo pra ela

-Jin...

-O que acha de ligarmos no FaceTime pra ela?? Ela deve estar com saudades de você-ele sugere pegando o celular

-Eu sei...não tenho dado a devida atenção à ela ultimamente, ela passa mais tempo com vocês do que comigo-digo cabisbaixo tentando secar minhas lágrimas 

-Vamos matar essa saudades então-ele sorri fraco

Assim então que consigo secar minhas lágrimas insistentes, ligamos pro FaceTime de Hoseok e não demora muito pra vermos ele brincando com Zoe ao lado de Yoongi enquanto Tae anda de um lado pro outro ao fundo tentando acalmar Min chorando alto e Namjoon está sentado no sofá mexendo em seu celular.

-Não quero aparecer na câmera-Jin diz me entregando o celular 

-O que foi!??-pergunto confuso

-Olhe quem está ali no fundo, não quero que ele me veja-ele diz apontando pra Namjoon

-Pare com isso Jin, vai evitá-lo e esconder a gravidez até quando? 

-Até quando eu puder, estou até fazendo dieta pra não engordar muito

-Olha lá o que vai fazer hein, o bebê precisa dos nutrientes certos

-Eu sei Jimin, vai dar tudo certo...

 

[...]
Começamos então a conversar com os meninos, confesso que não estou com a mínima vontade de abrir minha boca, porém sei que preciso parecer bem na frente de Zoe. Ela não merece passar por tanta tristeza assim, já basta ter visto o próprio pai levando um tiro, é muito traumático pra uma criança de apenas 1 ano e 5 meses, eu não quero que minha filha tenha uma infância sombria e depressiva.

Estamos conversando ainda pelo FaceTime quando uma enfermeira se aproxima de mim dizendo:

-Sr.Park??

-Simm, como Jungkook está?? Como foi o exame?? Posso vê-lo??-digo me levantando desesperado 

-Me acompanhe por favor

-Como ele está pelo amor de deus, me diga algo!!-digo seguindo-a desesperado 

-Tenha calma senhor

-Mas você me chama assim do nada, não diz o que aconteceu. Por favor diga que ele está bem-digo andando apressado com ela pelo corredor

Não demora muito e paramos em frente à porta do quarto de Jungkook e ela diz:

-Jungkook está bem e acordado

Nesse exato momento sinto meu coração se aquecendo, finalmente Kookie acordou, finalmente verei seu sorriso de coelhinho novamente, finalmente sentirei seu abraçado apertado, seus beijos sufocantes, finalmente ouvirei sua risada. Finalmente tenho a minha vida de volta.

-E...ele acordou!??-sorrio ainda incrédulo 

-Sim, mas...

-Eu preciso vê-lo-digo abrindo a porta do quarto

-Senhor por favor espere, ele...

Mal consigo ouvir o que a enfermeira diz e já vou entrando no quarto praticamente pulando em cima de Jungkook, que se encontra em uma posição 45º na cama.

-Kookieee-praricamente grito chorando de felicidade

-É...e

-Sou eu; Jimin. Seu marido meu amor-sorrio me aproximando 

-J...Jimin??-ele arregala os olhos

-Sim meu amor, sou eu...eu senti tanto a sua falta-choro beijando sua mão 

-E...eu também-ele sorri fraco

-Fiquei com tanto medo que me deixasse...só sobrevivi pela nossa filha

-Como ela está??-ele pergunta preocupado 

-Estava meio tristinha, estava sentindo sua falta também, perguntava por você sempre. Ela ficará radiante assim que te ver-sorrio animado

-Sinto muita falta dela

-Ela também sente muito a sua

-Me desculpe por ter feito você passar por tudo isso Jimin, se ao menos eu soubesse onde estava esse tempo todo...a única coisa que sinto é que dormi profundamente por vários dias

-Eu é que tenho que me desculpar Kookie, era pra eu estar em seu lugar-digo envergonhado

-Pare com isso Jimin, antes eu do que você. Eu nunca deixaria ninguém te machucar, é meu dever te proteger-ele acaricia minha bochecha 

-Mas aquela louca queria atirar em mim e não em você

-Aquela louca queria atirar em qualquer um que a ameaçasse, ela é doente Jimin

-Sim, mas o importante é que já passou...ela foi presa e agora você está sã e salvo-sorrio beijando sua testa

Nesse exato momento vejo Hyungwon entrando no quarto enquanto os enfermeiros nos olham com um olhar tenso, eu ficaria com receoso se fosse algumas horas atrás. Porém agora Kookie já está acordado e bem, não há com que mais se preocupar.

-Olha só quem acordou-Hyungwon sorri se aproximando 

Eu sei o quão falso ele está sendo com isso, porém não posso negar que é graças à ele que Jungkook está bem agora.

-Prazer, eu sou Dr.Chae, mas chame apenas de Hyungwon-ele sorri cumprimentando Jungkook

-Prazer

-Estive cuidando do seu caso, além do seu marido é claro-ele sorri pra mim

-Que!??-pergunto indignado

-Quer dizer, seu marido cuidou muito bem de você, sempre muito dedicado e amoroso-ele sorri se corrigindo

-Jimin é um marido de ouro, a melhor escolha que eu fiz na minha vida-Kookie sorri beijando minha mão 

-É, esse tipo tem que segurar mesmo porque o que não falta é gente querendo um desse também

-Ah mas o Jimin ninguém mais tem-Kookie sorri radiante

-Bom, mas mudando de assunto; eu preciso conversar seriamente com vocês-Hyungwon muda completamente de expressão

-O que?-pergunto preocupado

Ele então pede para que todos os enfermeiros saiam enquanto os mesmos continuam parecendo tensos, isso me deixa muito preocupado, não faço a mínima ideia do que esse cara irá fazer.

-O que aconteceu?-Kookie pergunta confuso

-O que sente?-ele pergunta beliscando forte a perna de Kookie

-O que está fazendo!??-pergunto assustado

-O que sente Jungkook??-ele continua

-Nada, o que eu deveria sentir??-Kookie pergunta confuso

-Por enquanto nada mesmo...Jimin será que eu posso falar com você a sós??-ele pergunta sério 

-O que?? Por que não pode dizer aqui??-digo tenso

-Porque não é...

-O que está acontecendo?? O que está tentando esconder de mim??-Kookie pergunta preocupado

-Nada, é que seria mais apropriado eu...

-Pode dizer na minha cara, é algo de errado comigo??

-Kookie...-digo com medo

-Diga, eu posso estar debilitado mas consigo encarar a realidade-Kookie continua

-Essa não seria a melhor forma de...

-Por favor fale, eu quero saber o que está acontecendo agora, é um direito meu

-Kookie pelo amor de deus-tento acalmá-lo

-O senhor precisa se acalmar

-Só vou me acalmar quando disser o que está acontecendo, já que aparentemente é algo comigo...vai!! Diga logo-Kookie praticamente grita

-Está bem...você sofreu uma lesão na bacia que se situa na coluna sacral, causando uma lesão na medula espinhal e atrofiação dos seus músculos inferiores

-Isso quer dizer que...-Kookie diz já com os olhos marejados

-Você perdeu o movimento das pernas, você não pode mais andar Jungkook

P.O.V HYUNGWON
Não é porque gosto do Jimin que acho divertido o fato de seu marido estar paraplégico, porém não vou mentir; isso facilitou e muito as coisas pra mim, talvez tenha sido a melhor coisa que fiz em minha vida. Sim, eu tive uma certa participação nessa fatalidade na vida deles; por ser o médico responsável pelo caso de Jungkook, eu que receitava e fazia questão de aplicar os medicamentos.

Havia uma maneira dele não perder o movimento das pernas; bastava eu aplicar algumas boas doses de um medicamento que evitasse a atrofiação de seus músculos e estimulasse a conexão nervosa na medula, porém deixei que meu ciúmes falasse mais alto e apliquei apenas 2 doses. Logicamente não foi o suficiente e nem ao menos ajudou em alguma coisa, deixando Jungkook paraplégico.

Não me arrependo do que fiz, pois o que fiz nem foi tão grave, já que a paraplegia de Jungkook ainda é reversível e além do mais, agora chegou meu momento; até porque eu duvido muito que Jimin ainda queira ficar com o maridinho aleijado que vai depender dele pra tudo. Nenhuma pessoa aguenta esse tipo de vida medíocre, ainda mais alguém tão jovem quanto Jimin...imagine viver preso à alguém que nem se levantar da cama sozinho conseguirá mais.


Notas Finais


Então galera eu sei que geral vai querer me matar dos desse cap mas oq eu mais fiquei assustada é a coincidência do acontecimento desse cap e o teaser do comeback que saiu hj. Tipo, já que tá acontecendo mta coisa na fic que n era pra acontecer, eu estou tendo ideias diariamente e calhou dessa ideia ser meio que previsão do teaser. Enfim glr, falei dms, espero vcs nos comentários, beijocas e pirocas😘❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...