História Warmer Heart - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Bxb, Chanbaek, Exo, Fluffy, Hunhan, Kaisoo, Kristao, Smut, Sulay, Xiuchen, Yaoi, Yaoi Lemon
Exibições 40
Palavras 1.073
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Lemon, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieee, reescrevi esse também skjlsdfj
Acho que ficou melhor!!
Boa leitura, fofosss

Capítulo 3 - Broken Past, Broken Heart


Fanfic / Fanfiction Warmer Heart - Capítulo 3 - Broken Past, Broken Heart

“As I grow older, my heart grows colder.”

Chanyeol’s POV

-Você me matou, Chanyeol.

-Eu sinto muito, eu não queria isso...

-Você sempre quis que eu saísse da sua vida perfeita.

-Não, não, por favor, volta ‘pra mim.

-VOCÊ ME MATOU! ASSASSINO!

Ele era meu melhor amigo, mas ele se foi. Ele era o único que não me julgava, afinal, ele era como eu. E o matei. Eu matei a única pessoa que se importava comigo.

Assassino... Assassino... Assassino... Assassino

-AAAAHH!

Droga, foi só um pesadelo. Acho que eu acabei cochilando. Acho que vou tentar dormir de novo... Merda, merda, merda! Eu tenho que encontrar o Baekhyun para jantar em meia hora! Levantei do sofá em um salto, quase caindo no processo, e corri para o meu quarto. Optei por uma camiseta v neck branca, uma calça jeans preta e um All Star vermelho, roupas simples e confortáveis. Ah, quase me esqueci de levar meu casaco da Adidas, vai ficar bem frio mais tarde. Aposto que a “diva” vai com uma roupa mais cara que meu carro.

Consegui sair com o carro ainda faltando quinze minutos, o que vai ser o tempo exato para chegar ao SMT Seoul. Não é uma escolha de restaurante muito surpreendente, já que o mesmo é da SM Entertainment, mas a comida é certamente gostosa. Liguei o rádio e segui com a minha pequena viagem para a noite mais irritante da minha vida.

Baekhyun’s POV

Falta meia hora para o meu jantar com o Chanyeol e eu ainda não escolhi uma roupa. Ugh, ser famoso é tão difícil! Eu sempre tenho que sair com roupas e maquiagem impecáveis, ou a mídia me crucificaria. No final, coloquei um moletom rosa larguinho, uma calça jeans skinny clara e um tênis branco da Adidas. Provocante e fofo, o conjunto perfeito. Imagino o que o Chanyeol vai usar... Bom, acho que vou descobrir daqui a pouco.

-Senhor Choi! Você pode me levar no SMT Seoul? Eu tenho um jantar. - senhor Choi é o meu motorista, ele é o velhinho mais fofo do mundo.

-Claro, senhor Byun. Partiremos agora mesmo.

Entramos no carro e liguei o rádio na minha estação favorita. Tenho a impressão de que vai ser um jantar incrível.

Chanyeol’s POV

Chegando ao restaurante, um motorista estacionou meu carro por mim e me conduziu até a porta de entrada. Entrando no local, dirigi-me até a recepcionista atrás do pequeno balcão da entrada.

-Boa noite. Vim me encontrar com Byun Baekhyun. - tenho certeza de que isso soa tão estranho para mim quanto para ela.

-Boa noite, senhor. Acompanhe-me, por favor. O senhor Byun o está esperando no terceiro andar. - ela sorriu para mim e eu a segui até a sala que Baekhyun havia escolhido.

Ela abriu a grande porta do local e piscou para mim antes de fechá-la novamente e nos deixar sozinhos. O que ela quis dizer com isso? Aish, que mulher estranha.

-Channie, você veio! Achei que você ia me dar um bolo. - ele se levantou e tentou me abraçar, mas eu continuei andando até a cadeira de frente para a dele.

-Você já fez o seu pedido? - disse me sentando, vendo que ele fazia o mesmo.

-Ainda não, eu estava te esperando. - ele sorriu para mim. Droga, o que ele está fazendo?

Quando ele estava prestes a falar algo, a porta da sala se abriu e um dos garçons veio nos atender. Depois de fazermos nossos pedidos, um silêncio estranho tomou conta da sala. Ele realmente me chamou aqui para não falar nada? Eu poderia estar dormindo, mas estou preso em uma sala com um cara que eu mal conheço. Perfeito.

-Então, você acha que vai conseguir o emprego para ser meu empresário? - Baekhyun quebrou o silêncio, quase me matando de susto.

-Não sei, acho bem possível.

-E você gostaria de ser meu empresário?

-Ainda não sei muito sobre você, mas é um emprego afinal. Não tenho que gostar de você para ser seu empresário.

-Eu me sinto ofendido! - ele fingiu uma expressão de indignação, o que nos levou a rir da idiotice disso tudo.

Terminamos nossos pratos de comida, bebemos um pouco de vinho e conversamos por mais de uma hora. Foi uma conversa casual, mas muito reconfortante e interessante em vários pontos. Descobri um pouco sobre a sua vida e ele descobriu um pouco sobre a minha, mas só o que eu queria que ele soubesse.  Confiança é uma coisa que eu perdi há muito tempo.

-Gostei muito de jantar com você, Chanyeol. Espero que possamos fazer isso mais vezes. - nós já estávamos no estacionamento, esperando o motorista de Baekhyun.

-É. Não foi tão ruim quanto eu pensei que seria. - eu sorri levemente para ele.

-Ei! - ele me deu um soco de brincadeira no braço e fingiu estar magoado comigo. Que bom que não tem nenhum fotógrafo aqui, porque eu tenho certeza de que estou corando.

-Ei, acho que seu motorista chegou.

-Ah, é ele mesmo. Bom, espero que você consiga o emprego, seria legal ter você como empresário.

-Obrigado, a gente se vê por aí.

-Tchau, Channie! - ele sorriu para mim e me abraçou forte, logo correndo para onde seu motorista estava parado. Fiquei parado por um tempo e observei seu carro partindo ao longe.

-Tchau... Baekkie.

Peguei o meu carro e dirigi para casa. Dirigindo, parei em um sinal vermelho e me peguei pensando no sorriso de Baekhyun e no jeito como ele me abraçou forte...

-DROGA, DROGA, DROGA! - gritei enquanto batia forte no volante. Eu não quero isso de novo. Por favor, de novo não.

Author’s POV

O que ninguém mais sabia, além de Chanyeol, era que o mesmo já havia sofrido demais. Ele sentia que ninguém se enquadrava dentro do seu coração, que estava congelado há muitos anos. Quebrado tantas vezes, despedaçado tantas outras. Ele já não aguentava mais.

Será que Baekhyun era quem finalmente derreteria aquele coração de gelo? Será que ele conseguiria amar Chanyeol o bastante para enterrar o seu passado? Acho que ninguém realmente sabe. Ele, muito menos. Mas vale a pena arriscar. Tudo vale a pena no amor.

“-Você vai me deixar, Chanyeol? Você não me ama mais? Você me matou, Chanyeol.

-Eu não posso mais fazer isso... Eu quero me libertar dessas correntes.

-Então se esforce mais, Chanyeol. Eu não vou permitir que você seja feliz até que você se permita ser feliz.

-Como?

-Ame.”


Notas Finais


Fiquem ligados para um próximo capítulo -q
Nunca sei quando vou escrever kkjsadk
Até mais~~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...