História Warzone - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 8
Palavras 1.853
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Escolar, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Olá novamente, pessoinhas! Nova história que acaba de sair do forno!

Primeiramente, gostaria de agradecer IMENSAMENTE a minha amiga @Grey que compartilhou comigo suas ideias de uma fanfiction que nunca tinha saído direito do papel. Espero fazer algo decente com suas ideias! Não tenho palavras para descrever o quando me empolguei com a história. E nem para descrever a ajuda que a Mika/Grey me dá, vou muito grata!

Segunda fic' que posto aqui, espero que gostem.
Boa leitura ~

Capítulo 1 - Reuniões & Treinos.


Potência II. Antiga Rússia. 

Ano 2XXX, 23 de fevereiro, corredor para a sala de reuniões, 8:25 da manhã.


— Eu quero saber quem foi o filho da puta que me indicou para ser monit.. - Alexia parou de gritar quando se deparou com um Jace de cara fechada na frente da porta. 


— Fale mais alto, acho que ainda não te escutaram no Antigo Estados Unidos. - Resmungou o ruivo, indo até ela e já colocando o braço nos ombros dela - Pare de reclamar, pelo menos não vai ser você que ter que pega o setor masculino. 


O rapaz abriu a porta para a sala de reunião, onde os professores já estavam reunidos. Alexia estava fervendo de raiva por dentro, mas precisava se controlar. "Sorria e acene" ela tentava repedir para si mesma. 


Todos os professores conversavam entre si, todos com os uniformes padrões, tirando um outro ruivo que usava uma camisa de banda vermelha que se destacava entre os tecidos cinzas. 


— Espero que os pirralhos desse ano sejam mais 'animados' que os do ano passado... — Falou o ruivo, massageando as têmporas. Em seu crachá estava sua assinatura com o nome 'Henry Garnett'. 


— Soube que o número de meninas diminuiu bastante desde quatro anos atrás. — Suspirou o rapaz com boa postura e uniforme impecável. Em seu crachá, estava sua assinatura com o nome 'Mike Lerolan' em belas letras. 


Simon Lewin já era amigo próximo de Alexia, e estava sentado num sofá grande da sala, tentando resolver o cubo mágico completamente embaralhado que Thomas Samos o havia emprestado. Estava visivelmente concentrado. E Thomas segurava o riso vendo ele tentar resolver o quebra-cabeça de cores. 


Alexia sentiu um leve desconforto ao notar um olhar cair sobre ela, e ao se virar, passou a observar uma garota com jaleco branco cobrindo o uniforme. Os cabelos castanhos cacheados presos em um laço verde e franja cobrindo o olho direito, a olhava com expressão apreensiva. 


— Você soube? O número de alunos que entrou esse ano é quase o dobro do ano passado... — Falava, com sua voz baixa, perplexa. Em seu crachá, o nome "Nastya Ívane" estava bem desenhado com caneta verde. 


— Com o número de ataques crescendo, era meio que esperado. Metade só quer um lugar seguro para se esconder, mas mesmo assim... Parece bastante gente. Mais do que podemos dar conta. - Alexia comentou, caminhando até a cadeira ao lado de Mika, cumprimentando-o rapidamente. - Esse ano era para o Smith ser monitor. Por que mudaram de ideia? 


— Ela está reclamando desde que foi comunicada. - Jace comentou, com as costas apoiadas no batente da porta. - Quantos alunos vão vir ao todo? 


— Seis mil, novecentos e vinte e... sete. — Nastya respondeu, trêmula. — Eu já sabia que essa guerra era "ruim", mas está piorando... 


— É por que você é gostosa, para os alunos confiarem em você é mais fácil... E você já viu a cicatriz do olho do Smith? Cara, se eu fosse novato, nunca nem iria para a aula dele... — Disse Simon, ainda concentrado no cubo mágico. Até deu para ouvir um "Verdade" do Henry. Alexia nem seu deu ao trabalho de responder. 


— Você tem uma didática bem melhor que a dele, deve ter sido por isso. — Disse Thomas, sorrindo para a moça. 


— Ótimo, maravilhoso... - Ela comentou, batendo a mão na testa. Era muita gente. Pelo menos a quantidade de meninas que se matricularam foram bem menor. Pobre Jace, o setor masculino era sempre o maior. - Mas têm conhecimento de que eu ainda sou monitora da turma que já está quase de partida, não é? Ainda tenho que fazer o relatório ainda! - Ela deu uma pausa, respirando fundo antes de prosseguir. - Não é um número normal. Trabalhar assim fica praticamente impossível, mesmo dividindo o lado masculino do feminino. Dois monitores não são suficiente, vão ser diversas turmas... 


— Se quiser, eu posso tentar ajudar em alguma coisinha... — Disse Thomas, olhando para a moça. 


—... Ele quer dormir com você, ignora. — Disse Simon, revirando os olhos. Alexia acompanhou a revirada dos olhos com ele. 


— Bom dia, Senhores, senhoritas... — O homem alto de feições bem marcadas, cabelos ralos e olhos castanhos, entrou na sala. Todos os professores ficaram quietos observando o Diretor se sentar em sua grande cadeira giratória atrás da mesa de madeira escura. — Devem querer saber o porquê de eu os chamar aqui... 


— Ele está mais velho. — Sussurrou Henry para o seu colega ao lado, recebendo um olhar de reprovação do diretor. 


— Imagino que a informação de termos, esse ano, o dobro de alunos do ano passado, já chegou em suas mãos. Quanto a isso, não se preocupem. Amanhã, como será um dia apenas para conhecer as aulas e etc, eu trarei professores assistentes para vocês. E dessa vez, os responsáveis por receber os alunos será... — Ele foleou alguns papeis em sua mesa, sempre com expressão séria. — Ah sim, a Sra. Alexia Maegan e o Sr. Jace Viper. Já devem saber o porquê. Então, passando para o outro ponto... Sim. As reformas terminaram. São mais... 12 salas de aula com capacidade para 600 alunos cada, e mais uma sala de professores, assim como teremos salas para mais quatro ou cinco atividades, com sobra para aquela ideia que a Sra. Nastya propôs na nossa última discussão, de abrir grupos de temas variados para que os alunos se enturmem mais.


— Gostaria de ter um horário móvel sobre as aulas que terei que estar presente, já que estou acompanhando a turma que está quase indo embora. Quero auxiliar eles antes de partirem para a guerra da melhor forma possível, para depois poder me dedicar nas turmas novas - Alexia deu uma pausa, tinha mais coisa para falar. Ela respirou fundo, quase apertando o braço de Mike para tomar mais coragem. - E gostaria de pedir que os alunos Derek Phillip e Megan Argent possam permanecer no campus. São os melhores da turma e teriam mais serventia aqui do que no campo de batalha. 


Jace sabia que aquele pedido de Alexia tinha sido de certa forma pelo apego que ela teve com eles, mesmo tendo que admitir que os jovens eram realmente habilidosos. Pelo menos a morena conseguia fingir perfeitamente que aquela era uma decisão 100% profissional.


— Devo concordar com a senhorita Alexia. - Jace olhou comentou. Ele reparou pelo canto dos olhos a surpresa de Alexia. - A senhor Derek possui uma facilidade impressionante para lidar com tudo que envolva tecnologia. E a senhorita Megan já tem conhecimentos médicos, seria uma ajuda valiosa para o centro médico. 


— É um pedido bem inusitado... — O Diretor levantou o olhar para a garota, a olhando nos olhos. — Mas eu não vejo problema algum. Só que eu não quero me dar o trabalho a explicar para eles como funciona, então isso vai ser de sua responsabilidade. E já que o seu amigo também concorda com isso, ele poderá ajuda-los também; A responsabilidade será dividida entre os dois. — O Diretor deu um pequeno sorriso, voltando a olhar os papeis. 


Henry observou, sorrindo de modo implicante para a Alexia, fazendo um sinal com as mãos, dizendo "Se fudeu", lacrimejando tentando não rir. 


O Diretor continuou falando alguns pequenos pontos sobre a reforma e sobre os grupos. A ideia dele, era que os grupos fossem liderados por professores, mas os professores pediram para que seja responsabilidade de alunos e monitores de classes. Pela quantidade de alunos, eles não teriam tempo de cuidar de grupos. Nastya anotava tudo em seu caderno de capa branca, tentando acompanhar a rapidez com que o diretor lia. 


— Certo, mas acredito que o senhor Jacey...- Alexia foi interrompida no meio da frase. 


— Jace, Alexia. - Corrigiu o rapaz, revirando os olhos. 


— ... Não tenha que se preocupar. Esses são os alunos que se destacaram no meu relatório, portanto, minha responsabilidade. Jace ainda pode acabar escolhendo mais um ou dois. Derek e Megan podem ser mudar para o meu quarto ainda hoje até segunda ordem. - Ela se levantou do sofá, aproximando-se de Henry e sussurrando para o rapaz, só para provocar. - "Pena que só tem duas camas no meu quarto. Megan precisa de uma para ela e eu não pretendo dizer não. A outra... Não vejo problema algum em dividir com Derek." - Alexia voltou a ficar em pé, indo em direção a porta. - ... E agora gostaria de pedir licença, é a minha última aula dos os rapazes. Que, inclusive, é parte da aula do senhor Henry para que ele termine de vez todo o treinamento com a última turma. 


Henry riu um pouco, se aproximando da garota, discretamente abraçando o quadril dela a aproximando de si. 


— Então deveríamos ir logo, não é? —Sorrindo, deu um leve tapa nas nádegas da Alexia, já indo tomar a frente para ir para o local de treinamento. Antes disso, a morena o agarrou pelo braço, enfiando suas unhas na pele dele. 


— Se tocar em mim assim novamente, será a última vez que terá mãos. - Ela respondia com um sorriso no rosto, o soltando logo em seguida.


Henry voltou a seguir para o centro de treinamento. 


— Lex, bate nele quando chegar lá, ele tá merecendo uns bons tiros... — Afirmou Thomas, recebendo um balançar de cabeça positivo do Mike. 


— Pode deixar, um para cada vez que ele falou ou fez besteira. Ah, Mike, depois preciso falar com você.- Ela saiu sem esperar uma resposta. 


Passou antes no vestiário para mudar de roupa. Estava basicamente só com legging, cropped e um casaco cinza do instituto. 


Alexia tinha acabado de chegar na área de treinamento aberto, abrindo o casaco. 


— É o nosso último treino. Façam duplas e o professor irá fazer a avaliação para saber como está o progresso de vocês com os treinos. Derek, você faz dupla comigo. - Ela já chegou falando, se posicionando na quadra. Recebeu um olhar que só faltava falar "Por que ele?" do Henry.


— Pode deixar, Princess. - Derek falou, animado.


— Me chame assim de novo e eu te espanco de hoje até amanhã. - Alexia comentou, quase rindo. 


— Ora, eu não reclamaria. Alexia retirou o casaco antes de começar, ficando só com o cropped e a legging. 


Derek nem se deu ao trabalho de ser discreto ao olhar. 


— Se concentre. - Disse Alexia, segurando o queixo dele e levantando o rosto do rapaz. - Meu rosto está aqui em cima. 


Derek piscou um pouco, antes de voltar a tentar se concentrar. 


— Demorou demais. - Ela disse por fim. 


O treinamento de combate corpo-a-corpo tinha se iniciado. Todas as duplas pareciam se esforçar para impressionar o professor. Alguns conseguiam, outros não... Para aqueles sem tanta sorte, Henry ordenou que dessem 20 voltas pela quadra e depois voltassem para treinar com ele. O desanimo no rosto dos era aparente. Foram três horas seguidas de treinos intensos, quase sem pausa para descansar. Henry gostava de testar seus alunos e levá-los ao limite de cada um.


Notas Finais


Esse capítulo foi até grande, mas os próximos podem não ser tanto.
Acho que acabei juntando dois capítulos em um para poder compensar as próximas duas semanas que posso acabar não atualizando, pois estou em semana de provas e trabalhos.

Spoilers visíveis na capa da história, beijinhos :v


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...