História Was A Dream - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Girls' Generation
Personagens Hyoyeon, Jessica, Seohyun, Sooyoung, Taeyeon, Tiffany, Yoona, Yuri
Tags Taeny
Exibições 88
Palavras 2.088
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fluffy, Orange, Romance e Novela, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Sei que as coisas ainda estão meio chatinhas, mas elas ainda estão em fase de começo de amizade, mas muitas coisas iram acontecer em breve.

Capítulo 3 - Truths and lies


                       Tiffany POV

  - Amor, vamos sair a tarde, faz tempo que não saímos. - Pedi a Nich, já faz mais de duas semanas que não saímos juntos e tbm ele vem se afastando e sendo indiferente comigo.

  - Princesa você sabe que eu ajudo o meu pai na empresa. - Falou ainda olhando para frente, como ele tinha ido buscar eu e a Jess, a ultima pessoa que ele deixaria em casa seria eu.

  - Eu sei, mas você larga de 16h, daria pra gente ficar um pouco naquela praça, como nos velhos tempo amor. - Falei acariciando seus cabelos castanhos.

  - Eu vou tentar chegar a tempo. - Suspirou.

Era sempre a mesma desculpa, eu sabia que agora o tempo dele era mais corrido, mas ele tinha que guarda um tempo para namorada. Jess a um tempo tinha me falado que disconfiava que ele estava me traindo, eu achei isso um absurdo, ele não seria capaz, ele me ama tanto quanto eu amo ele, isso é claro, mas a forma que ele mudou foi muito agressiva, em uma dia ele era totalmente carinhoso e no outro era frio e indiferente. As vezes ele me cobrava sexo, mas eu não me sinto pronta pra dar esse grande passo na nossa relação, eu sei que isso é meio patetito, ainda mais por que nos já namoramos a mais de 2 anos, mas eu sempre sonhei com aquela noite perfeita, com uma cama cheia de pétalas, depois de um jantar romântico, como ele dizendo que me ama, mas isso ta longe de acontecer.

Depois de nós despedimos segui para o banho, depois passei a tarde fazendo uns trabalho da escola e quando deu 15:40 avisei ao meu pai que eu iria se encontrar com o Nich, ja que ele iria mais tarde para o trabalho. Quando cheguei lá ele não estava, bem, eu cheguei cedo, ainda falta alguns minutos para 16h. Fiquei esperando, quando olhei novamente para o meu celular verificando o relógio era 16:10 e ele ainda não tinha chegado. Eu estava distraída olhando para umas crianças brincando quando ouvi uma voz atrás de mim, virei assustada e me deparei com Taeyeon.

Juro que tentei, mas não foi possível não reparar no corpo dela, ela estava suada, com o rosto meio avermelhado e com as pernas amostra e, que pernas, tive que respirar fundo antes de começar a falar.

  - Oii Taeyeon - comprimentei ela, tentando olhar para os olhos dela, mas estava meio difícil. Eu nunca fui de ficar reparando em outras mulheres, eu não sou lésbicas e sinto nojo disso, sinceramente, não sei o por que isso existe, quer dizer, qual graça tem você transar com uma pessoa que tem o mesmo órgão sexual que você? Mas eu não sou homofóbica, só quero esse tipo de coisa longe de mim.

  - Posso sentar? - Perguntou apontando para o espaço vago ao meu lado.

  - Claro - Respondi, ela sentou ao meu lado e foi impossível não reparar na bunda dela quando a mesma passou por mim, oque está acontecendo comigo?

  - Oque vc está fazendo aqui sozinha? - Perguntou, o seu olhar era tão intenso que eu podia jurar que ela estava tentando ler minha mente.

  - Eu marquei com o meu namorado, mas ele não chegou ate agora, acho que não vem mais. - falei tentando evitar aquele olhar. Sinto meu celular vibrar, era uma mensagem do Nich, ele dizia que não poderia vir porque tinha acontecido alguns problemas na empresa, essa desculpa de novo.

  - Você vai agora pra casa? Posso te acompanhar. - disse Taeyeon.

  - Claro - Respondi, seguimos em direção a minha casa e descobrir que ela ficava perto da casa da Taeyeon. Ela ate que tinha uma boa conversa, as vezes fazia uma piadas sem graças que acabavam me fazendo rir, e era disso que eu precisava agora, novamente o Nich me deixou plantada esperando ele, isso não vai se repetir.

  - Essa é a minha casa. - Falei quando chegamos na frente da minha casa.

  - Então vou indo, até Tiffany. - Disse já indo embora.

Depois se entrar em casa me vida sozinha novamente. Isso era muito deprimente passar o dia inteiro em casa, pelo menos antes eu tinha a torcida organizada, que tomava boa parte do meu tempo, mas já que nessa escola não tem isso, eu vou ter que arrumar outra coisa pra fazer ou morrer no tédio.

Depois de jantar, dei boa noite aomeu pai e fui escovar os dente e depois deitar, quando Nich me ligou.

  - Desculpa amor, eu tive problema. - Falou

  - Tudo bem Nich, eu tenho que dormir e não precisa ir me buscar amanhã na escola. Eu te amo. - desliguei, não queria falar com ele, ainda tou acredito que ele me deixou esperando de novo.

Não consegui dormir direito, e não foi por causa do Nich, foi por causa da Taeyeon, aquela cena dela na minha frente no parque não sai da minha mente, eu não sei porque. Me acordei e fui fazer minha higiene matinal e fui pra escola, durante o caminho vida uma morena, era Taeyeon.

  - Tae - Gritei, ela olhou para trás e parou de andar, apressei meus passou e me aproximei dela.

  - Bom dia Tiffany - Me cumprimentou.

  - Bom dia, pode me chamar de Fany, Tae. - Falei enquanto andávamos.

  - Melhor, e vc pode me chamar de Tae. - seguimos ate a escola
 
Quando chegamos na escola ela ainda não estava cheia, seguimos para sala, as primeiras seguiram normais, depois do fim das primeiras aulas, eu e a Tae seguimos para o refeitório já encontrando a Jess e a Yuri lá, pegamos nossos lanches e fomos comer. Depois do termino do intervalos seguimos cada uma para a sua respectiva sala. O professor de biologia tinha passado um trabalho sobre o sistema reprodutor feminino e masculino em dupla.

  - Posso fazer com você? - Perguntou Taeyeon.

  - Claro, pode ser hoje a tarde? - Perguntei.

  - Hoje a tarde tenho treino aqui, só vou poder ir depois das 16:20. - Respondeu.

  - Tudo bem Tae. - Respondi, pelo menos hoje eu não iria morrer no tédio.

Depois do termino das aulas, eu e a Tae ficamos esperando a Jess e a Yuri, quando as duas resolveram aparecer fomos todas juntas, primeiros deixamos a Jess em casa e seguimos para a minha, dei tchau a Yuri e a Tae e entrei em casa. Dormi pela tarde inteira, acordei com a campainha tocando, olhei para o relógio e ainda faltava 20 minutos para a Tae chegar, fui atender a porta e me deparei com Nich.

  - Oi amor. - Me beijo, o beijo dele já não era o mesmo, não tinha aquele gosto de antes.

  - Oque você esta fazendo aqui? - Perguntei já irritada.

  - Vai me deixar pelo menos entrar? - Perguntou. Dei espaço para ele passar e seguimos para sala, meu pai nessa hora estava no trabalho, ele só chega as 19h, janta comigo e vai dormir, vai isso todos os dias.

  - Então? - Perguntei.

  - Desculpa amor, eu não tive culpa, eu tive que acompanhar meu pai em uma reunião e ela terminou muito tarde. - se explicou.

  - Tudo bem Nich - Suspirei, ele se aproximou e segurou me rosto.

  - Eu te amo. - Falou e logo depois me beijou, o beijo começou leve, mas ele começou a me deitar no sofá e começou a beijar meu pescoço.

  - Para - Falei empurrando ele, ele deu um longo suspiro. Quando ia começar a falar ouvimos a campainha, devia ser Taeyeon.

Fui atender e bingo, era Taeyeon. Ela tava vesrindo uma camisa xadrez azul com uma calça e um all star, e uma machila nas costas.

  - Entra Tae - Ela entrou e fomos a sala, quando chegamos lá o Nich estava em pé, de boa tarde a Tae e me deu um beijo e saiu, sem falar mais nada.

  - Atrapalhei algo? - Perguntou.

  - Claro que não, vamos para o meu quarto pra começar o trabalho - Segurei sua mão e a puxei para o meu quarto que ficava na parte de cima da casa.

Dividimos o trabalho, ela escreveria sobre o sistema masculino e eu o feminino, ficamos escrevendo e resolvendo algumas coisas até 18:15, eu já estava com os dedos doendo e com muita fome e imagino que ela também.

  - Tae, vou pegar alguma coisa pra gente comer. - Falei e ela assistiu com a cabeça. Desci e preparei dois sanduíches e peguei dois copos de suco, coloquei na bandeja e subi, quando cheguei ela ainda estava terminando de fazer a parte dela, lhe entreguei um dos sanduíches e um dos copos com suco e começamos a comer.

  - Vocês namoram a quanto tempo? - Perguntou de repente.

  - Vamos fazer 3 anos no fim do ano. - Respondi, ela só assistiu com a cabeca e voltou a comer.

Depois que nos terminamos de comer eu fui pegar o meu copo e acabei derramando um pouco de suco no chão.

  - Droga, Tae vou pegar um pano pra limpar isso e já volto. - Falei já saindo do quarto, levei as loucas coloquei na pia e peguei um pano, quando cheguei no quarto a Tae tinha arrumado os materiais do trabalho e tinha colocado tudo em cima da minha mesa e estava perto da poça de suco. Quando fui passar não cálculei direito o passo e acabei escorregando e levei Taeyeon junto, ela caiu por cima de mim, com o rosto bem próximo ao meu, eu podia sentir seu hálito de hortelã e o seu perfume amadeirado, seus olhos estavam fixos nos meus e eu não conseguia me disprender deles.

Juro que nunca senti tanta vontade de beijar uma pessoa como tou sentindo vontade de beijar ela, essa boca. Mas isso é errado, ela é uma menina e eu não gosto de meninas, gosto de meninos, pra ser mais específica gosto do Nichkhun.

  - Desculpa - Taeyeon disse se levantando. Ela se levantou e estendeu a mão pra mim, quando eu levantei ainda escorreguei e ela teve que me pegar pela cintura, e que pegada hein, tive que respirar fundo pra poder raciocinar direito, meu deus. Descemos, elame deu o numero dela e me deu um beijo na bochecha e um tchau e se foi, fiquei na porta ate ela sumir da minha vista.

Depois subi para o meu quarto e limpei a poca de suco e fui fazer o jantar, quando deu 19:20 meu pai chegou, foi tomar banho e veio jantar comigo, depois do jantar dei boa noite ao meu pai e fui dormir, tentar, parece que ainda sinto o cheiro da Taeyeon, ainsa sentia suas mãos fortes na minha cintura e os seus olhos penetrando minha alma. Isso era torturante, oque aquela garota tinha? Peguei meu celular e ainda não tinha dado nem 22h ainda, olhei meu whats e Taeyeon estava online.

  " Oi Tae "
 
  " Oi Fany-ah "

  " Não ta conseguindo dormir? "

  " ainda ta cedo Fany, terminei agora de zerar um jogo que eu tava jogando a um tempo hahahaha "

" Eu que durmo muito cedo hahaha "

  " E vc, pq não consegue dormir? "

  " Eu tava pensando em umas coisas, Tae posso te fazer uma pergunta um pouco intima? "

  " Claro que pode Fany "

  " Vc namora? "

Ela ta demorando a responder, deve ter acontecido algo ou eu que fui muito direta…

  " No momento não, mas tou gostando de uma pessoa. "

  " Qual o nome dele. "

  " Não é um menino, é uma menina… "

Ela era Lésbica. E agora? Eu não sei oque falar, ela me pareceu ser uma pessoa legal, ai, vou dar uma chance a ela, mas, vai existir limites, não quero que todo mundo saia por ai me chamando de sapatão.

  " Ah sim, Tae agora eu fiquei com sono, boa noite e ate amanha "

  " Boa noite Fany e ate "

Desliguei a internet e coloquei meu celular na cabeceira, eu juro que não sei oque pensar sobre isso, agora vou tentar dormir, tentar...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...