História Wasabi - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bangtan Sonyeondan, Bts, J-hope, Jimin, Jungkook, Korea, Maknae, Suga, Taehyung
Exibições 32
Palavras 1.174
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um capítulooooo! Tomara que gostem, escutem ao som de 21st Century Girls!

Capítulo 2 - The Lion


O meu coração estava muito acelerado. Aquele era realmente o Jungkook. Eu não conseguia parar de rir com a situação, ele obviamente tinha me reconhecido. Fingi que nada tinha acontecido e prossegui digitando meu trabalho no laptop, tomando um gole de café de vez em quando e rindo das piadas do nosso grupinho.

- Ei, os dois se levantaram e estão vindo à nossa direção. – falou Max, em inglês, se ajeitando na cadeira.

- O que eu faço? – perguntei pra Amanda, nervosa.

- Continua digitando e não da moral até que seja necessário. – me respondeu, rindo da minha cara.

Mesmo com os olhos no teclado, conseguia ver de relance ele se aproximando junto com Jay. Pararam bem na nossa frente. Jeon estava um deus como sempre, de calça jeans rasgada, botas pretas, uma camiseta branca e um casaco vermelho. O cabelo tão macio balançava enquanto ele se dirigia a nossa mesa.

- Annyounghasaeyo, queria apresentar o mais novo membro do curso de Música pra Amanda e pra vocês todos! Como já devem saber, esse é Jeon Jungkook, do Bangtan Sonyeondan.  – nos cumprimentou Jay. Quase enfartei.

Todos começaram a dar as boas vindas a Jeon e a se apresentarem, até chegar na vez dos brasileiros. Rafa se apresentou todo entusiasmado.

- Annyounghasaeyo, meu nome é Amanda, sou do Brasil e vou ser sua colega de curso. – falou toda formal, com uma reverência. Minha vez.

- Annyounghasaeyo, meu nome é Yasmin, sou brasileira também e estou no curso de Medicina. – tentei me apresentar, contendo tudo dentro de mim, todos os berros, gritos, risadas e choros.

- A Yasmin também faz Medicina, é a prodígio do primeiro ano, eu como todos os veteranos temos muito orgulho dela. – disse Park Jay, sorrindo para mim.

- Jeongmal gomabseubnida Park Jay! – o agradeci formalmente, com um riso.

 Olhei para Jungkook. Ele estava tímido, parecia uma criança.

- Annyounghasaeyo, eu sou Jeon Jungkook e farei Música aqui na universidade, prazer em conhecê-los. – falou, com um sorriso de canto.

- Yas, não vou ter tempo de levar Jungkook pra conhecer os prédios da universidade hoje por conta de um plantão não previsto. Como eu confio muito em ti, pensei que poderia apresentar pelo menos as salas de música para o nosso calouro, pode ser? – me perguntou Park, com uma feição doce no rosto.

Abri a boca, mas as palavras não vieram. Levei alguns instantes para processar a informação.

- H-hwagsilhan, c-claro que posso. Seria agora? – perguntei, meio gaga.

- Se não for te atrapalhar, é que ele já tem aula hoje de tarde. – explicou Park Jay.

- Certo. – olhei de relance para Jeon, que parecia feliz – Vamos, Jeon? – perguntei para o jovem a minha frente, pegando minha bolsa.

- Ye, estou logo atrás de você. – exclamou ele.

Lancei um último olhar de pânico para Amanda antes de sair.

O que eu estava pensando? Iria mostrar as salas de música para Jeon Jungkook, só isso. Me acalmei. Eu não era assim, nervosa. Eu era uma pessoa muito solta e descontraída, o tipo de pessoa que chama a atenção pela risada. Consegui voltar ao normal e falar com Jungkook, já no corredor. Olhares nos percorriam.

- Você por acaso não teria uma folha com os números das salas para eu poder me localizar? – perguntei, olhando para Jungkook, que me acompanhava logo ao meu lado. Conseguia sentir o perfume dele. Aquilo me entorpecia.

- Claro. – ele tirou uma folha de sua bolsa e, sorrindo me entregou. Não consegui conter mais um sorriso. O que ele estava fazendo comigo era automático. – Por que todos ficam te olhando?

Ri ao escutar sua pergunta. Continuamos caminhando, eu olhando sua folha e procurando as salas.

- Eles não olham só para mim, mas para todos os estrangeiros da mesa que você conheceu. – ri ao responder para ele – Somos um grupo a parte na universidade.

- Park-hyung falou que chamam vocês de사자 팀/ Saja tim. – Jeon falou, soltando uma risada quente. Tentei me conter.

- Ye, eu acho tudo isso ridículo, e fico mais calma que agora não vamos mais ser o centro das atenções. – falei, entrando em uma sala. – Pelo que sua folha diz, aqui é sala de Coro com Piano. – disse, olhando da folha para ele, que estava bem na minha frente e me encarava.

Ele me observava cuidadosamente, olhando cada canto do meu rosto. Fiquei um pouco envergonhada, mas sustei o olhar. Ele não ia me intimidar. Primeiro, se concentrou no meu cabelo batendo na cintura, castanho dourado, quase da mesma cor que o seu. Depois, observou minhas sobrancelhas retas, o formato fino do meu rosto, minha pele claríssima, meu nariz bolinha, minha boca pequena e, por fim, meus olhos verdes. Tive a oportunidade de observar de perto o rosto mais bonito do mundo, em minha opinião, que eu já tinha visto diversas vezes em fotos e vídeos, mas nunca pessoalmente. Jeon Jungkook era, definitivamente, a pessoa mais linda que eu já tinha visto.

Se desviando um pouco do meu rosto, ele tocou no assunto.

- Então eu estou estudando na mesma faculdade que as meninas do show do dia 16, não é mesmo? – riu.

Eu literalmente não sabia onde me enfiar.

- Eu estava com medo que você chegasse nesse assunto, mas, bem, não tenho nada a esconder. Éramos nós mesmas. – respondi, rindo bastante. Ele correspondeu meu ataque de risos.

- Tudo bem, aquilo foi fofo – ele disse, rindo e lançando um daqueles seus olhares. Queria saber como eu não estava derretendo. – Além do mais, eu com certeza me lembraria do teu rosto assim que te visse. Foi o que aconteceu.

Realmente deveria ter alguma coisa na minha cara naquele dia.

- Entendo. – falei, um pouco decepcionada. Ele devia ter achado tudo aquilo ridículo. De repente eu só queria sair dali. – Bem, você entendeu o esquema das salas? Eu realmente preciso terminar um trabalho de Anatomia. – perguntei, olhando-o seriamente, sem demonstrar nada.

- Hm, acho que sim, você não pode mesmo ficar? – perguntou, não entendendo a situação.

- Joesonghabnida, ani. Qualquer dúvida você pode perguntar para a Amanda, vou te deixar o número de celular dela. Quer anotar? – perguntei, seca.

Ele terminou de anotar no celular e eu já ia saindo, mas ele me fez mais uma pergunta.

- Queria seu número também, pode ser? – disse, tímido.

Ele me deixava confusa, uma hora era não e na outra sim.

- Tudo bem. – não baixei a guarda. Passei o número.

- Então, a gente se encontra por ai, eu acho. – ele falou, olhando para mim e passando a mão na nuca. Minha morte.

- Talvez. – sorri e saí da sala.

Que menino confuso, ele provocava muita coisa dentro de mim. Percorria os corredores com um sentimento estranho no peito, mas um sorrisinho no rosto.

Ainda na sala de Coro, Jungkook olhava para o mais novo contato de sua agenda telefônica, uma das membros do Lions Squad, que havia salvado como “The Lion”, “A Leoa”. Ele riu com o nome que havia dado, e saiu da sala com um sorriso vitorioso, por ter achado a menina do show.


Notas Finais


E aí, o que acharam?
Comentem :)
Beijão


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...