História We are not the Same - Jikook - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Jikook, Romance
Exibições 26
Palavras 1.059
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Senpai...


Fanfic / Fanfiction We are not the Same - Jikook - Capítulo 8 - Senpai...

Jimin

O garoto que entrara no banheiro proferira algumas risadas baixas mas o suficiente para ouvirmos. Jungkook apenas olhava para a parede, conseguia sentir o arder de seu rosto em mim.

- Se quiserem se pegar se peguem, desde que não obrigue a gente de ver. - Ele dá uma risada e proferira uma piscadela para mim e Jungkook que estava a ponto de enfiar sua cara no chão.

Nos deixa a sós no banheiro - dizendo um "usem camisinha" - mais uma vez.

- Hyung... - Jungkook dissera e eu estranhei. - Não quero mais assistir filme.

- Mas Jungkook, é Homem de Ferro! - Seu herói favorito.

- Já perdi o filme, só tem graça quando vejo por inteiro. - Ele comenta. - Quero ver os Hyungs.

- Mas...

- Eu sei que tem dedo deles nisso tudo, mas não me impressiona. - Ele ri. - O Yoongi me contou que só ia nós dois.

Arregalo os olhos.

- Então... Você quis vir, mesmo sabendo que só seria nós dois? - Ele faz que sim com a cabeça.

- Eu sabia que seria divertido. - Ele sorri - E como foi! - Ele olha pro chão envergonhado.

- Bom então, vamos. - Digo trazendo Jungkook pra fora daquele banheiro.

- Eles estão em minha casa, no momento devem estar "tretando" com o Yoongi por ter me contado. - Ele solta uma risada anasalada e entrelaça nossos dedos - Hyung...

- Hum?

- Agora nós somos... O que somos?

- Não somos nada, eu só queria uma boca pra beijar. - Digo irônico e ele solta uma risadinha. - Bom, depende, você quer ser meu namorado?

- É claro que eu quero! - Ele diz eufórico. - Quer dizer... Quero. - Diz simplista. Solto uma risada.

- Então somos namorados agora.

Jungkook me leva até sua casa e bate na porta. Aonde escutávamos alguns gritos do lado de dentro.

- NADA A VER GENTE, ERA PRA DIZER ME- Taehyung que tentava defender Yoongi na discussão abrira a porta e olhara para nossas mãos que até agora estavam juntas. Ele olha com uma cara de quem pensava merda. - Os pombinhos chegaram! - Ele entra e deixa-nos entrar.

Todos os olhares caem sobre nós e o silêncio prevalece.

- E aí como foi? - Taehyung quebra o silêncio fazendo Hoseok rir pela pergunta repentina.

- Vai fala! - Yoongi fala.

- Eles falam se quiser, é coisa deles, a gente não pode se meter - Jin fala.

- Nunca ouvi tanta bosta por mimimi quadrado. - Taehyung retrucara e batera as mãos com Yoongi.

- Vocês são tão infantis! - Jin fala e Namjoon concorda.

E a briga começa novamente até todos estarem envolvidos menos Jungkook.

- PAREM! - Jungkook praticamente gritara para receber a atenção. - Não briguem, por favor...

- Ah, e você é o santinho né? - Diz Yoongi tentando prolongar a briga.

Ele adora.

- Santo não sou, mas o único que está pensando no momento sou eu. - Jungkook diz.

- Toma distraída - Digo sendo acompanhando de risos.

- "Bixa" venenosa! - Taehyung dissera arrancando outros.

- E aí Yoongi, vai ficar desnorteado? - Namjoon falara.

- Não preciso dizer nada, meu Swag já fala por mim. - Yoongi afirma.

- Pois ele não existe. - Hoseok fala rindo.

- Ih... Falou que não tem Swag! Deixava não! - Jungkook dissera.

- Não queria paz Jeon? - Digo e ele ri.

- OTP interagindo alguém me segura. - Taehyung comenta.

Jungkook

Sinto Jimin me envolver com um abraço por trás e solto uma risadinha.

- Guarda essa câmera Taehyung. - mando.

- Ops, acho que já tirei foto. - Ele diz desafiador.

- Apaga.

- Por qual motivo/razão/circunstância?

- Motivo: Eu quero; Razão: eu tenho; Circunstância: Não sou fotogênico.

- Vou pensar no seu caso. Talvez depois de revelar a foto.

Todos fazem questão de rir menos eu, até Jimin me virar para sua frente.

- Legal a textura dessa cera derretida em nossas mãos, segurar vela nos dá essa sensação maravilhosa. - Yoongi fala.

- Tá segurando vela por que quer né amigo? - Namjoon comenta.

- Vai começar mais uma vez - o mais velho de todos comenta.

Me viro para eles.

- Hyungs, eu vi aqui pra a gente se divertir.

- Eu achava que era por ser sua casa. - Yoongi comentava.

- Alguma idéia? - Jimin pergunta.

- A gente podia ir ao parque, lá tem um campinho de vôlei, podiamos fazer um picnic próximo ao lugar. - Namjoon dissera. - Mas hoje o lugar está muito ocupado, e ouvi dizer que amanhã teria uma festa naquele lugar a noite. Alguns adolescentes estavam organizando, e um deles é meu amigo. - Jin olha feio, e eu percebo isso. - Ele me convidou e disse que eu poderia chamar quem eu quisesse.

- Por mim tudo bem. - Afirmo.

Todos concordam.

- Então vai ser isso. - Namjoon diz animado. - Se vocês faltarem vai ser vacilo!

- Bom, por hoje podemos assistir um filme. - sugiro.

- Vocês acabaram de sair do cinema. - Yoongi comenta.

- Mas não assistimos filme algum.

Todos começam a rir com uma expressão de choque.

- Não pensem merda! - Jogo almofadas neles. - Seus pervertidos!

- Namjoon é uma má influência. - Yoongi diz.

- Tá tá, Jin faz pipoca pra nós.

- Por que eu? - Jin pergunta.

- Acredito que não queira uma explosão nuclear acontecendo. - Hoseok se faz presente.

- Isso é um bom motivo. - Ele se dirige a cozinha e eu me ponho a procurar por DVD's com Yoongi.

- Podemos assistir Bob Esponja: Um herói feira d'água!

- Claro que não! É bem melhor Invocação do mal! - Yoongi sugere.

- Estamos na minha casa!

- Eu sou mais velho! E sua mãe disse que eu devia me sentir em casa!

- Não se deve apelar pra idade bobão! - Dou língua.

- Vamos brincar de ser menos? Se tem aqui é pra assistir, e pronto.

- Aff tá.

Todos nos sentamos em frente a TV e começamos a assistir até Jin chegar com a pipoca.

- O SANGUE DE G-DRAGON TEM PODER. - grito ao ver uma cena desagradável e todos riem. Jimin, que estava atrás de mim, tapa meus olhos com a palma de suas mãos.

Yoongi simula vômito provocando a risada escandalosa de Hoseok.

- Yoongi, não provoca. Jungkook pode lhe matar enquanto dorme. - Jin fala.

- Ele teria muito tempo. - Namjoon comenta rindo.

- Boa idéia,ou melhor, ótima Jin. - Agradeço.

- Não tenho medo, sou à prova de balas. - Yoongi se defendera.

- Faria muito barulho amigo.

- Hashtag medinho. - Taehyung falava. - Jungkook é terrorista, toma cuidado com ele.

- Que terrorista o que amigo? Eu sou um amorzinho


Notas Finais


Todos os direitos reservados a Maria Luiza (?)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...