História We can't just stop - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Revelaçoes, Sasusaku
Exibições 56
Palavras 1.325
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ok...
Eu sei que deixei vocês na mão, mas eu realmente não consegui postar
Eu não passei na recuperação e só vim recuperar a nota esses dias
Vim pedir perdão a vocês, por conta disso vou fazer hoje mais um pouquinho de GaaSaku
E vai, possivelmente, ter um avanço no tempo no próximo capítulo
Espero que gostem
S2

Capítulo 10 - Capítulo X


 “_Você é ridícula Sakura, achou mesmo que eu amava você? Você é só uma criança tola, eu só queria te foder e você nem para isso serviu!-ELE apenas proferiu suas palavras contra mim, sem se importar com o que eu sentia

_EU NÃO QUERIA QUE VOCÊ ME AMASSE EM NENHUM MOMENTO, PORRA, SAI DAQUI E NÃO VOLTA NUNCA MAIS!-Apenas gritei, fechei a porta e desabei no choro”

Eu sempre sonhei com isso desde que aconteceu, e eu já sei que não vou dormir de novo, ou seja, vou ter que tomar aquele remédio horrível

_Mas que merda, eu deixei o remédio na casa do Gaara-Falei passando a mão pelos cabelos e já estava chorando fraquinho, odiava ter esse tipo de sonho.

Apenas peguei meu telefone e liguei para Gaara, era ele quem me ajudava quando eu acordava desesperada e chorando

-Alô, gaara?

-Diz amor-Ele diz com uma voz rouca de sono e eu me seguro para não chorar

-Posso ir aí?-Disse com a voz embargada pelo choro

-Saky, aconteceu alguma coisa?-Percebo que ele está preocupado pelo seu tom de voz

-Só me deixa ir aí Gaara, por favor-Começo a chorar, involuntariamente, eu nunca gostei de ter essas crises, mas não é algo que eu possa controlar sabe...

-Tudo bem, eu vou deixar a  porta aberta

-Ok-Eu encerro a ligação e corro para botar uma roupa, acabo pegando uma simples blusa com uma frase qualquer na frente, um short jeans, uma sandália qualquer e sai de casa correndo, graças a deus Gaara é quase meu vizinho

Demorei uns 5 minutos para chegar na casa dele, apenas deixei minha sandália no canto da porta e fui em direção ao quarto dele, quando cheguei lá ele estava deitado na cama ouvindo música, ele me olhou e levantou na mesma hora, eu já estava bem magoada. Gaara imediatamente veio e me puxou para si, me abraçando.

_Eu voltei a ter aquele pesadelo-Falei ainda abraçada a ele e o apertando mais contra mim

_E quer relaxar agora, com o mesmo de sempre?-Ele me fitou e eu apena assenti ainda abraçada a ele. Então ele se levantou e foi buscar a nossa pipoca e um filme de comédia

Esse é nosso programa desde... sei lá, sempre?

Ele voltou e eu tava deitada em cima de uma almofada beeeem grande

_Dessa vez eu trouxe “Gente Grande”- Ele sorriu para mim e eu retribuí o sorriso, ele se sentou do meu lado e eu apenas deitei no colo dele

Ele colocou o filme e eu agarrei o balde de pipoca, Gaara olhou para mim, sorriu e voltou a fazer carinho no meu cabelo.

Quando chegou na parte que ele mija na piscina eu comecei a rir sem parar, e o Gaara me olhou como se eu estivesse doida.

_Tu ta bem guria?—Ele soltou uma risadinha quando me viu rolando no sofá, e aí eu caí

E ele riu mais

Só que como eu não sou besta, eu puxei ele junto comigo

E ele caiu

Em cima de mim

Nós dois ficamos rindo, até que ele me encarou, dando um sorriso muito lindo para mim, ainda me fitando

Eu correspondi ao olhar ele, ainda rindo um pouco e ele começou a fazer uma trilha de carinhos com sua mão no meu rosto.Ele roçou seu nariz no meu, ainda rindo e depois ele me encarou sério

_Você não deveria chorar nunca mais, é esse o sorriso que eu gosto

_Sabe que é involuntário Gaara-Rocei meus lábios nos dele

_Se continuar me provocando eu vou te agarrar-Falou tentando conter seu desejo por ela

Ele tinha que admitir, aquela rosada o deixava louco...

Assim que beijei o pescoço dele senti ele ficar todo arrepiado, quando fui encara-lo, ele me beijou suavemente

Agarrei seus cabelos enquanto ele segurava possessivamente minha cintura, ele pediu passagem com a língua e eu cedi, sentindo a língua dele percorrer toda a minha boca e me fazer ficar arrepiada dos pés a cabeça

Enlacei minhas pernas em sua cintura e o beijo começou a se tornar mais urgente, ele desceu suas mãos da minha cintura, para a minha coxa, dando um leve aperto alí. Soltei um gemido baixo, e foi o suficiente para sentir o amiguinho dele lá em baixo dar um sinal de vida.

Ele fez uma trilha de beijos, passando seus lábios pelo meu pescoço e começou a lamber e chupar o mesmo.Quando ele voltou a me beijar ferozmente eu puxei a camisa dele para cima, fazendo com que ele a tirasse com uma certa dificuldade. Trocamos de posição e dessa vez eu estava por cima dele, voltei a beija-lo e ele ficou sentado, suas mãos ágeis desceram para minha bunda, dando um forte aperto alí, o que fez com que eu gemesse involuntariamente.

Ele mordeu os lábios para tentar conter seus gemidos quando eu passei a distribuir beijos pelo seu pescoço e arranhões pelo seu abdômen

E devo dizer, que abdômen!

Quando ele voltou a beijar meu pescoço e quase ia tirar a minha blusa, meu telefone começou a tocar, possivelmente minha mãe querendo saber onde eu estava.

Gaara pareceu não se importar e voltou a beijar meu pescoço, mas eu comecei a ficar curiosa. Quando eu saía de casa durante a madrugada, ela sabia que estava na casa do Gaara, o que raios poderia ser então?

-Amor, eu tenho que atender-Falei para Gaara, que bufou e parou de beijar me pescoço, pegando meu telefone e me entregando

 

_Alô, quem é?

_Sakura, preciso que venha para casa do Sasuke...

_Naruto? O que houve?

_Sakura-chan, os pais do Sasuke sofreram um acidente, e eu não sei como reagir, vem pra cá por favor.

_Ta, to indo, tchau

 

Desliguei o telefone e suspirei pesadamente, imagina como o Sasuke deve estar agora....

_Saky, o que houve?-O Gaara me perguntou assim que viu meu estado

_Os pais do Sasuke sofreram um acidente, o Naruto me pediu para ir para lá, porque não sabe como agir

_Claro que a gente vai Saky, bota seu casaco e vamos

Fui pegando meu tênis e meu casaco, enquanto isso ele já havia pego a chave do carro e posto sua blusa

Quando saímos de sua casa e puxou meu braço e me fez encara-lo

_Eu sei como você lida com mortes, não importa de quem seja, você fica triste.Quero que saiba que eu vou estar do seu lado quando precisar okay princesa?-Ele alisou meu rosto e me deu um beijo na testa, apenas o abracei e assenti

_Obrigada-Sussurrei

Fomos para o carro e ficamos em silêncio durante o caminho todo, eu sempre fico meio receosa quando o assunto é morte. Nunca consegui ver as pessoas sofrendo a esse ponto, de se cortar e ficar depressivo. Aliás , eu nunca consegui ver nenhum tipo de tristeza, é de partir o coração

Quando a gente chegou lá, o Itachi tava do lado de fora da casa, com uma cara de cansado

_Itachi? O Sasuke ta no quarto dele né?- O Gaara perguntou

_Sim, a segunda porta a esquerda- O Itachi responde, olhando fixamente para o chão e passando a mão nos cabelos

_Saky, vai lá, eu vou conversar um pouco com o Itachi okay?- Falou beijando minha testa e indo ao encontro do amigo

Subi as escadas e encontrei com o Naruto parado no meio do quarto

_Naruto, deixa eu tentar falar com ele-Falei e Naruto saiu do quarto

_O que você veio fazer aqui Sakura? Não era você que me odiava?-Ele perguntou ainda deitado na cama, sem me encarar

_Mas eu não consigo te odiar sabendo que você não pode corresponder- Falei e arranquei pelo menos uma risada fraca dele

_Saky, eu sei que você quer me ajudar, mas me deixa sozinho, por favor-Ele fungou e abaixou a cabeça

_Tudo bem, eu vou estar lá na sala qualquer coisa tá?

_Hm.-Saí e fechei a porta, fui andando pelo corredor e sentei no sofá, esperando o Itachi e o Gaara voltarem, peguei no sono e acabei cochilando no sofá


Notas Finais


Olha o momento quente de GaaSaku...(aquela carinha)
Eita, o tio Fugaku e a Tia Mikoto, o que será que aconteceu?
(Não vou mata-los,sério <3)
Tadinho do Sasuke-kun T^T
O que acharam desse capítulo?
Fiquem a vontade para me mandar mensagem, ou algo do tipo
Até o próximo sábado <3
~Kissus~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...