História We Could Be Immortals - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Hero 6 (Operação Big Hero)
Personagens Hiro Hamada, Personagens Originais, Tadashi Hamada
Tags Hamadacest, Hidashi, Tadahiro, Tadashi Está Vivo
Exibições 37
Palavras 2.392
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Luta, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Estupro, Incesto, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


ATENÇÃO! ESSE TEXTO É CRIADO POR MIM!

— Plágio é crime e um imenso sinal de falta de criatividade, então >:(

— Big Hero 6 não me pertence, e sim a Marvel e a Disney. A imagem da capa foi editada por mim, mas pertence a Azzai, você pode encontrar essas e outras fanarts maravilhosas no devianArt ou no Tumblr :3
A fic contém yaoi, então consequentemente incesto e (quase) shotacon, se não gosta, nem leia.


— eu fiz uns personagens de Operação Big Hero 6, então eu gosto muito de Hidashi (Hiro + Tadashi) mas também eu amo demais criar um persongen ou seja OC, eu fiz Cybelle Hamada e entre outros, maasss eles só vai aparecer algum volume... espero que você goste o meu fic

- Eu necessitava fazer uma fic deles, estou quase surtando com HiDashi, precisava colocar para fora.
Essa fic vai ser baseada em um pensamento que tive no meio do filme, tipo: "se o professor estava vivo, o Tadashi também poderia", e daí veremos o que acontece.
Aproveitem ♥

Capítulo 1 - Capítulo 1: o ninja misterioso


Fanfic / Fanfiction We Could Be Immortals - Capítulo 1 - Capítulo 1: o ninja misterioso

Em   Fransoyko, uma cidade de cheia luzes colorida, além disso, era muito avançada sobre Robóticas e tecnologia.

Na casa de Lucky Cat Café ou seja a casa onde Hiro Hamada morava, e também tinha um Robô-Enfermeiro o Baymax e é seu melhor amigo, e também morava junto sua tia Cass, e além disso Hiro Hamada tinha um irmão mais velho o Tadashi Hamada, mas ele morreu num fogo acidente alguns dias atrás.

Mas agora Hiro estava  ido pra universidade em Fransoyko, junto com seu amigo-robô Baymax,

Quando seus melhores amigos vieram pra Universidade Fransoyko,

Hiro estava fazendo um robô e chave de fenda da boca, quando uma professora avisou:

— Hiro, o diretor quer falar com você-disse ela

— diga a ele que eu já vou!- disse Hiro Hamada

—  o que ele quer?- disse sua amiga Gogo

—  cara, o ele quer dizer?- respondeu Fred

— eu não sei­ - disse Hiro

Ele entrou na sala de Diretor e disse:

— aconteceu uma coisa?- disse Hiro

— bem- disse o diretor

E aí a tragédia aconteceu

*

*

*

Sua tia Cass morreu em acidente de carro, e estava andado em alta velocidade,

E ela  morreu aos 10:00 horas, embora a morte foi muito grave...

O garoto estava jogado na cama, abraçado ao travesseiro De novo.

Aquela dor em seu peito não passava, não podia acreditar que tinha acontecido isso. O Baymax ainda estava em pé, olhando para ele. Tinha usado todas as táticas para curá-lo desse “mal estar psicológico”, mas nenhuma delas tinha funcionado. E não funcionariam.

Nada funcionaria.

Hiro já tinha se virado para voltar a dormir, talvez essa dor parasse se ele passasse toda sua vida dormindo, quando ouviu a companhia tocar.

‘’deve ser meus amigos’’  pensou Hiro

Vestiu um casaco, calçou os sapatos e desceu as escadas, sendo seguido por Baymax

Quando ele abriu a porta...Era..

Era uma menina.. e sua aparência é igual o Hiro, mesmos cabelo e mesmos rosto...

E Hiro começou entrar em pânico .. e a garota começou olhar pra ele......

— eu estou procurado a casa de Tia Cass- disse ela e mostrou o papel de endereço

‘’ como ela sabe o nome de minha tia? Era que uma pegadinha?’’ pensou Hiro

— e eu estou procurado  uma pessoa chamado Hiro Hamada- disse ela

—  sou eu- disse Hiro

O clima começou ficar estranho e a garota olhou pra ele e começou

Abraçar o Hiro e dizendo sua maneira de jeito infantil

— hau~ ♥  você é uma grancinha~ ♥ Omochikaeri~~ ♥

— espera!- disse Hiro e continuou - Quem é você?!-

— desculpe mas, meu nome é Cybelle Ryuugu Hamada, e tenho 13 anos e eu sou a filha de Satoshi Ryuugu e Cass Hamada- disse Ela

Hiro começou ficar confuso e disse:

— quer dizer você é filha de tia Cass- Hiro respondeu chocado

— sim- disse ela

— mas minha Tia não falou que tinha uma filha que parece comigo!- disse Hiro

— está tudo bem..- disse ela

— Hiro o que está acontecendo? – Baymax começou  sem entender

— que susto Baymax! – disse Hiro

— e quem é essa garota? E ela se parece com você- Baymax começou ficar confuso

— bem....-  disse Hiro e continuou- essa é minha prima, o nome dela err.. É Cybelle Hamada e ela é filha de Tia Cass.- disse Hiro

—olá!- disse Cybelle Hamada

— olá eu sou Baymax e seu agente de pessoal de saúde

‘’ parece um marshmallow gigate’’ pensou Cybelle Hamada

— err.. bem- vindos á nossa casa! – disse Hiro

A garota sorriu e começou a chorar de cheia de emoção

E aí começa uma grande  aventura

*

*

 

—Cybelle  à sua esquerda!- Hiro disse como ele as teclas numéricas em uma ordem rhymetic com a mão esquerda.


—Eu vê-los- Cybelle Hamada  respondeu.

Cybelle Hamada é a prima de Hiro, e ela sempre mora em Fransoyko.


Hiro assistiu como avatar de  Cybelle para o jogo aniquilado 3 dos inimigos Hiro  apontadas anteriormente com um golpe limpo de sua espada.

 

—Cara, que foi mega incrível!-  Hiro podia ouvir Fred na outra linha. Ele mais algumas teclas que permitem sua personagem para curar e recarrega . Ele virou-se em sua cadeira enquanto esperava.

 

—Qual é o próximo caras? Estou morrendo de vontade de explorar uma caverna que nós descobrimos no caminho para cá. Os inimigos há um pouco forte, mas eu penso.. - disse Hiro

 

Ele sentiu seu carrilhão relógio. Alerta! estava piscando em vermelho.


Hiro suspirou:

 -Ei caras que eu tenho que fazer logoff por agora-

 

—Aww quê? Por quê ?! É apenas 2 horas da manhã. Não há aulas amanhã- Cybelle lamentou e continuou -Nós precisamos de você. De quem vai curar Fred toda vez que ele cobra em um grupo de ladrões?-

 

—Em minha defesa, eles estão pedindo para ele. Eu posso ouvi-los zombando de mim- disse Fred rindo

 

Hiro riu quando moveu-se para seu armário. Ele arrancada seu conforto fechados enquanto ele ouvir os caras convenceu a dizer.

—Olha, eu só vou passear um pouco. Eu posso sentir a minha mão cãibras. Se eu não voltar esta noite, não é grande coisa. Nós temos amanhã mais o fim de semana. Nós definitivamente pode empinar em algumas das principais Guilds Warlords de Legendary -

Ele disse como ele lutou para colocá-la em uma peça roxa. -Eu vou tentar e voltar o mais rapidamente possível-


—Oh bem. Vamos Fred, vamos fazer algumas missões secundárias- disse  Cybelle antes Hiro desconectado. Ele terminou de se vestir e olhou ao redor da sala em confusão.

—Onde foi que eu colocá-lo agora?- Ele vasculhou através das pilhas de roupas no chão perto de sua cama, em seguida, seu armário.

—Uuugh por que não posso me lembro onde eu colocar minhas coisas em?-

ele folheou os livros de notas e papel de sua cama. Ele parou quando notou algo que chamou sua atenção. Ele se afastou da dobro que cobria o que parecia uma foto. Mãos trêmulas, ele o pegou com facilidade. Olhando para ele por alguns minutos antes de um pequeno sorriso surgiu em seu rosto. Era uma foto de Tadashi, seu irmão  depois que ele pegou o chapéu dele.
Ele tinha uma expressão de surpresa pateta mas bonito em seu rosto. Ele se lembra do momento exato em que ele tirou a foto.
Foi em entre classe e eles estavam jogando conversa fora nos corredores.  Hiro tinha acabado de tomar o seu chapéu enquanto ele estava lendo suas anotações.
 Ele colocou o chapéu descuidada em sua cabeça e tomou colocar seu telefone. Ele recuou toda vez Tadashi tem mais perto de tomar o chapéu para trás.

Como ele tirou a foto ele sentiu-se perder o equilíbrio. Ele  entrou em pânico e esperou que ele volta a bater no chão. Para sua surpresa, ele não fez contato com o chão, mas em vez disso, as mãos de Tadashi. Ele a pegou no tempo. Ele olhou fixamente em seus olhos. Ele parecia tão surpreso quanto ele.
Ele sentiu o sangue correndo em suas bochechas. Não era a primeira vez que ele fez me sentir assim. Seu flash back terminou. Hiro sentiu os olhos começando a queimar. Ele apertou os dentes enquanto ele tentava segurar as lágrimas.


—Eu nem sequer ter a chance de dizer-lhe como eu me sentia. Números que você iria sair fazendo o que você ama fazer-

 disse Hiro e Ele enxugou as lágrimas que conseguiram escapar. Ele olhou para cima e viu seu equipe  recheado atrás dele placa de cabeça.
Ele  mudou seu attitude como ele pegou sua equipe. ele encher a imagem dentro de sua camisa. Ele  deu uma última olhada antes de fechar seu quarto e deixar o apartamento. Como a maioria da cidade dormia, as luzes brilhar e iluminar o caminho para aqueles que ainda estavam acordados festa pela noite fora.


Distraído da diversão e interessantes conversas, as pessoas nas ruas nunca notou  a sombra que saltou de um prédio a outro, e mergulhou dentro e fora de becos. Ele abrandou como ele virou uma esquina. Hiro  não foi muito longe por trás enquanto ele observava a sombra figurado cuidadosamente antes de si mesma em movimento.

Hiro olhou ao virar da esquina e pode ver a figura de sombra claramente agora. Ele usava um terno preto sem mangas e vermelho. Bandagens foram enroladas em seu antebraço direito que foi fundida com uma luva preta longa. No mesmo braço, ele tinha que olhar como uma tatuagem em forma de chamas. Ele não poderia fazer a máscara por trás, mas ela podia ver as tiras vermelhas que prendiam-lo para o seu rosto. Ele meio que a lembrou de um ninja, mas mais moderno. O homem estava conversando com 3 bandidos.


Eles eram enormes em comparação com ele. O do meio era o mais enorme e se portava como líder. Ele podia ver um homem encolhido meia-idade delgado contra a parede que ele estava preso entre os dois. Um dos bandidos falou.

—"Este homem e sua família nos devem dinheiro e se recusa a pagar. A menos que você vai pagar, se perder-
O homem ninja balançou a cabeça em resposta.

—Tudo bem, você me pediu isso -

O líder bandido estalou os dedos, sinalizando seu capanga para ir após a misterioso ninja. Tempere pronto sua arma. Ele sentiu o pulsar eletric. Antes que ela pudesse entrar em ação, o homem rapidamente evitado os ataques de os capangas.

Ele usou os gauntelts em seus braços para bloquear os soqueiras que usavam. O ninja levou seu indicador e o dedo médio e espetou-los rapidamente no braço do capanga que jogou um soco. Seu braço ficou mole, dando ao ninja uma abertura para entregar um pontapé de casa e volta para o rosto.


O capanga caiu e não se mexeu. O outro se lançou para o ninja de trás. Ele tinha um poder sobre o ninja, mas foi logo retirado facilmente como o ninja lhe deu uma cotovelada no estômago dele e jogou por cima do ombro. O líder começou a fugir uma vez que ele percebe que seus dois homens foram levados para baixo. O ninja saltou no ar e desapareceu para reaparecer frente do líder antes que ele pudesse escapar. Ele deu um golpe no rosto batendo o líder fora frio. Ele se virou na direção do homem da Idade Média e começou a caminhar em direção a ele. Ele começou a chegar no seu saco que era viciado em torno de sua coxa esquerda. Ele parou seus passos e rapidamente pulou para trás como uma equipe,  preto desabou na frente dele. Ele poderia ouvido as ondas eletric saindo da arma. Anexar a outra extremidade estava Hiro. Ele virou-se, balançando-o para o ninja. Ele usou suas luvas para bloquear o ataque.

— Não se aproxime! -  Hiro  exclamou: -Eu não vou deixar você machucar este homem!-

— Não espere! - Ele ouviu o homem da Idade Média gritou quando ele fez o seu caminho para os dois.

— Ele não vai me machucar. Ele me salvou - ele transforma o ninja.

-Obrigado, senhor. Mais uma vez,  me  você salvou .. -

O ninja balançou a cabeça e tirou um envelope do seu saco que ele estava chegando para mais cedo. O homem pegou e abriu-a. Um enorme sorriso surgiu em seu rosto.

Dentro havia uma enorme quantidade de dinheiro. O suficiente para obter os bandidos fora de suas costas e suficiente para obter a sua família as coisas que precisavam. Ele saiu correndo gritando

—obrigado!- Antes de ele se virou na esquina. Hiro olhou para o ninja em confusão.

—E quem é você supor para ser?- Ele perguntou. Ele permaneceu silêncio.

—Bem?-
Ele começou a se afastar.

—Ei, eu estou falando com você! Você não me ignore o pau- 

Ele agarrou em seu ombro.

Mas antes que ele pudesse girar em torno dele, ele agarrou a mão dele e bateu-a contra a parede. Ele olhou para sua máscara de perto. A chama vermelho como padrão decorado sua máscara branca.

Embora, não pudesse ver seus olhos Hiro pode sentir olhando-a e Algo em sua camisa chamou sua atenção.
Hiro  olhou na mesma direção e corou. Ele pegou a foto que estava saindo de sua camisa.

—Ei, isso é meu!-

Ele olhou para a foto de liberar o aperto em seu pulso.


Ele esfregou a marca que ele deixou.

—Posso ter que voltar agora? É muito caro para mim- Ele disse enquanto esfregava seu braço e corou.

O ninja se aproximou dele. Ele segurou a foto para ele para pegar, mas arrebatou-lo de volta rapidamente quando ele chegou para ele.

—Esta pessoa .... na foto .... Será que ele significa muito para você?- Ele perguntou

Hiro sentiu seu rosto virou-se  ainda mais vermelho do que antes. -Sim- ele  desviou o olhar.


—Ele era muito importante para mim, ele é meu irmão mais velho ,  Eu penso nele todos os dias... E ... e que foto é tudo que me resta dele. Então, eu preciso dele... dizer-lo de volta..... e  Eu não consigo dormir sem ele! Por favor! -

Hiro  disse que ele estendeu a mão, o ninja podia ver lágrimas se formando em seus olhos. Ele deu a foto de volta pro Hiro .

Ele colocou de volta em sua camisa e enxugou os olhos.


O Ninja fez um carinho no rosto de Hiro.

O rosto de Hiro Hamada sentiu mais corado do que antes

—não fique com vergonha Cabeção-  disse ele.

—O -o quê? - Ele estava confuso e não sabia como reagir.

Hiro sentiu seu coração acelerado.
Ele não conseguia descobrir por que. Era a aura misteriosa deu off?
as palavras que ele falou?
Ele parou  fazer seu carinho no seu rosto e virou-se para sair.

—Espere! Quem é você?-

Sem se virar ele responder a sua pergunta.

—Você vai descobrir em breve. Nós vamos nos encontrar novamente- ele saltou no ar e sumiu.

Hiro  começou Piscar duas vezes para se certificar de que tudo isso não foi aquilo que sonhou.


Hiro  colocou a mão sobre o coração batendo rapidamente.


Hiro se sentiu como ele estava tendo dificuldade em respirar.


Hiro mordeu o lábio, repetindo o cenário que apenas aconteceu. Algo sobre ele se sentia tão familiar pro Hiro.

  Hiro percebeu, então, que era sua voz, e Algo sobre sua voz deu-lhe conforto, apesar de não ser capaz de fixar o ponto do rosto.

Hiro  tinha tantas perguntas que precisavam ser resposta, mas sua principal pergunta era;

—O que ele quis dizer com eu vou descobrir em breve?-


Notas Finais


E então? gostaram desse comecinho?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...