História We don't talk anymore - Imagine JungKook - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 84
Palavras 1.575
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sim amores, finalmente volteiii e vou postar mais um capítulo dessa fanfic mara 🌸

Me perdoem pela demora!

Boa leitura S2 ~

Capítulo 5 - • Capítulo V


 Narradora On


Após JungKook postar o aviso de que estaria indo atrás da amada, ele imediatamente se levantou e começou a preparar as malas, ansioso para vê-la. 

E finalmente lá estava ele, tomando atitude, coisa que também não tinha coragem pra fazer. Ele deixaria seus familiares em casa, para ir em busca de sua amada. Ele iria sem avisar, pois o medo de seu desejo tão grande de ver a garota ser negado e tudo ir por água abaixo. 


S/n estava lá, conversando com seus pais sobre sua ida para Seoul — Para a casa de sua avô — Os quais aceitaram, mas com uma condição, seria apenas 1 semana, nada além disso. Após o longo discurso de responsabilidade e educação — Coisas que eles querem que ela tenha na ida a Seoul — ela foi correndo ao quarto dela e começou a fazer sua mala, com pressa, enquanto uma confusão se passava pela sua cabeça.


Algumas horas depois...


JungKook On


Aqui estou eu, com passagens para ir a Daegu compradas, dentro de minha mochila, ansioso para ver logo o rosto de minha garota, o qual não vejo a bastante tempo. Estou louco para tocar sua pele macia, e passar meus dedos entre seus lindos cabelos macios. 

Saio de casa em passos lentos tentando meu máximo para não fazer barulho, ando em direção da estação de Ônibus — a qual é perto de minha casa — em passos rápidos com muito medo de ser pego "fugindo". Olho para trás várias vezes para ter certeza de que ninguém me viu e nem está me seguindo. 

Após alguns não tão longos minutos chego na estação de ônibus e me direciono a algum banco próximo dos ônibus ali estacionados. 

Sinto meus pés tremendo e meu coração batendo mais rápido que o normal. Brinco com meus dedos tentando conter minha ansiedade. A viagem é daqui alguns minutos, e me sinto mais que pronto para ver minha pequena. 2h 16 min de viagem para chegar em Daegu. Não quero mais perder tempo. O tempo não passa rápido, parece que cada 1 minuto é 5 minutos. 

Após vinte longos minutos anunciam o embarque no ônibus para a ida a Daegu. Me levanto e corro até o Ônibus de número 005, entrego a passagem e entro. Resolvo escolher o primeiro banco, para que eu possa sair rapidamente. Se estou com pressa? Pressa é pouco.


S/n On


Para a minha má sorte, a viagem é daqui 3 fucking horas, o que me deixa com mais pressa — com muita ansiedade — para chegar logo em Seoul, eu não sei o que muda, mas eu me sinto sufocada nesse lugar, mesmo que não tenha nada a ver, eu me sinto assim.

Já adiantando, vou para a estação de ônibus agora, não quero ter nenhum atraso. Mala pronta com tudo o que é necessário para passar 1 semana fora de casa — infelizmente uma semana — mesmo que eu queira ficar bem mais tempo fora. Sobre celular e notebook, todos desligados, vão permanecer assim por um tempo, eu não quero ficar ligada em redes sociais nesse momento que me sinto sufocada e com medo desse tal site do Coelhinho. 

Desço para a sala com minhas malas e chamo meu Pai, imediatamente, ele sai da cozinha e já se direciona para fora da casa, rapidamente, destrancando o carro e indo até o porta malas, abrindo o mesmo. Ando até ele e o levanto minha mala, a qual ele pega e guarda, em seguida fechando o porta-malas e indo ao banco do motorista. Vou em direção do Banco do passageiro — do lado do banco motorista — e entro, fecho a porta, coloco o cinto e olho para frente. Meu pai logo liga o carro e começa a dirigir.

— Acho legal sua atitude de querer ficar um tempo com sua avó — Disse ele sem olhar para meu rosto, por conta de estar com o olhar focado no trânsito;

— Ah sim... — Mal sabe ele que tudo isso é por conta de uma confusão na minha mente — A vovó é meio solitária lá, não é? — Perguntei "desviando" o assunto;

— Bem, quem quis se mudar para Seoul, foi ela, não pudemos impedir a decisão — Minha avó nunca gostou de Daegu, pois após o falecimento de meu avô, ela se sentia perturbada aqui, e resolveu se mudar, o que acho certo da parte dela, ela fez pois queria se sentir bem — Ela não tem direito de reclamar que estamos longe dela, a decisão foi tomada por ela — Disse meio sério;

— Mas você não pensou na possibilidade de morarmos lá? É um lugar muito bom — Comentei sobre a ideia que eu pensava e formulada na minha a cabeça a um tempo;

— Dependendo do serviço da sua mãe... — Ele disse como uma forma disfarçada de dizer não, pois ele sabe, que eu sei que o serviço da mamãe que decide onde devemos morar — Talvez eles nos mandem para Seoul, mas as possibilidades são pequenas — Falou, me dando um pouco de esperança. Bem, papai não gosta muito da vovô, mesmo ela sendo uma ótima mãe. Após a morte do meu vô, a família se dividiu, e nem se preocupam em visitar a grande mãe da família.

Após essa conversa, chegamos finalmente na Estação de Ônibus. Desci do carro junto a ele e fizemos o processo de tirar a mala do carro. Ele foi comigo até perto dos ônibus e parou em um banco que havia ali.

— Não se esqueça, Responsabilidade e Educação — Ele disse pela milésima vez, assim, beijando minha testa — Não esqueça que nós te amamos! E não se esqueça de ignorar as brincadeiras bobas de seu primo — Nem lembrava do meu primo, Park Jimin. Jimin é um garoto bem perverso e mimado, ele mora com nossa avô mas a maior parte não está com ela, ele vai lá apenas para dormir, e depois que acorda, some pela cidade. Ele também é um dos motivos para que minha família e eu não vá lá, ele adora falar coisas safadas para mim, e sempre levava suas ficantes para a casa, pelo que foi falado pela vovó, ele não leva mais ninguém na casa, nem ao menos vai na maioria das vezes. Então ele sorriu, retribui o sorriso. Ele se virou e andou até o carro, entrou no mesmo, e partiu para casa. 

Me sentei no banco e observei a pouca movimentação das pessoas, por ser um dos poucos lugares que não são tão movimentados — Não é a estação de ônibus mais conhecida — e que por esse motivo, é bem agradável para mim.



Duas horas e dezesseis minutos depois...


JungKook On 


Acordo ao ouvir a voz do motorista dizendo que chegamos, e também, o barulho do ônibus estacionando na estação de Daegu. Novamente, meu coração acelerou e foi impossível não abrir um sorriso. Levantei e peguei minha mochila que estava embaixo do meu banco. A porta do ônibus se abre e eu saio quase correndo. Olho aos cantos sorrindo.

Logo sinto meu estômago roncar. Preciso comer alguma coisa antes de procurar a casa dela. Começo a andar para dentro do local, que tem uma aparência agradável. Ando em direção de uma pequena lanchonete que tinha ali. Fiquei olhando aos lados percebendo que o local é grande. Sinto alguém esbarrar em mim logo fazendo minha mochila cair, e pelo que percebo, a mochila da pessoa cair também. Abaixo pegando minha mochila e me levanto logo esperando a pessoa se levantar também, para pedir desculpas. A pessoa se levanto e percebo que é uma bela moça, sorrio para ela;

— Me perdoe moço, estava distraída e não te vi — Disse um pouco envergonhada, percebi que ela estava corada. 

— Eu que peço desculpas, estava distraído também — Digo simples. Ela sorri;

— Meu nome é Amy Lee, e o seu? — Me pergunta com uma expressão fofa.

— Sou Jeon JungKook — Falo. Estendo minha mão para ela, a qual ela aperta e sorrimos juntos.

— Bem, se me da licença, estou indo comer, estou faminto — Digo com um tom de brincadeira a fazendo rir um pouco.

— Eu também estava indo comer, aonde você vai comer? — Pergunta com uma feição curiosa

— Naquela Lanchonete ali — Aponto para a Lanchonete. Ela concorda com a ideia e pergunta se pode ir junto comigo, afirmo e vamos juntos a lanchonete. 

Fazemos nossos pedidos e comemos enquanto também conversávamos e nos conhecíamos melhor. Sem querer, ela me fez me distrair um pouco da minha missão. Logo após comermos, andamos para aonde ficavam os bancos e nos sentamos juntos. 

— Então Amy Lee, veio aqui em Daegu por passeio? — Pergunto curioso;

— Vim visitar meu namorado! — Disse animada — E Você Jeon JungKook? — Falou curiosa;

— Eu vim...visitar o amor da minha vida — Após dizer isso me toquei de que era para eu estar procurando s/n! Me levantei a deixando curiosa — Eu me distrai, mas eu preciso ir atrás dela! — Digo apressado;

— Ah sim — Ela disse meio...triste?! Não entendi muito bem — Boa sorte! — Diz simplista e sem expressão feliz ou Triste;

— Obrigada! Foi ótimo te conhecer! — Sorrio e me curvo, volto a andar.

De longe, vejo uma garota adormecida no banco segurando uma passagem, que pela cor, parece ser para Seoul. Não sei porque, mas aquela garota me fez me sentir diferente, só de olhar para ela. Resolvo me aproximar, e ao chegar próximo, percebo que a garota é...



S/n...Com...Passagens para Seoul?!


.











Continua...











Notas Finais


Desculpa a demora para postar o capítulo amores 💙

Deixem suas opiniões nos comentários 😉❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...