História We Don't Talk Anymore (Imagine Park Jimin) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Drama, Jimin, Noivo, Quase Irmaos, Romance
Exibições 294
Palavras 2.023
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


oi xuxus, quase 170 favs no primeiro capítulo, que amores <3
amo todas vocês, suas cremosas <3
queria passar pra vocês o link do meu imagine novo (mais um, meu deus), se chama Hey, Noona? e é com o Jungkookie (link nas notas finais <3)
espero que gostem e conheçam um pouquinho do ponto de vista do Jiminie :)

Capítulo 2 - Amá-la como eu te amei.


Fanfic / Fanfiction We Don't Talk Anymore (Imagine Park Jimin) - Capítulo 2 - Amá-la como eu te amei.

Jimin P.O.V

Sete anos. 

Sete anos atrás conheci meu melhor amigo e a garota que mudaria meu jeito de pensar pra toda a eternidade. 

Ela era tão tímida naquela época, meiga e envergonhada, tão fofa. 

Na verdade isso não mudou muito. 

Ok, vou tentar falar sério por mais que isso não seja uma das tarefas mais fáceis do mundo pra mim. 

_______ é a irmã do meu melhor amigo como todo mundo já deve saber.  

No dia que a conheci acho que não era um dos melhores dias da vida dela, então ela evita muito tocar no assunto em detalhes. Mas resumindo, o dia foi uma desgraça pra ela e a maior comédia pra mim. 

Chegamos Taehyung, Jungkook e eu sem avisar e de primeira já encontramos a _____ jogada no sofá de cabeça pra baixa enquanto assistia alguma série bizarra que não consegui deduzir qual era. Balançava suas pantufas de unicórnio e seu cabelo balançava sobre o tapete. 

Ela levantou assustada e correu pro quarto assim que nos viu. 

Demorou quase duas horas pra ela sair de lá novamente. Desceu as escadas rapidinho e se escondeu na cozinha. 

Levantei e fui até lá, vendo a mesma sentada sobre o balcão com um copo d'água nas mãos. 

Flashback ON 

– Onde tem um copo?  – perguntei disfarçadamente tentando puxar assunto. 

– Nesse armário preto aí – apontou e então sorri em forma de agradecimento. 

Peguei o tal copo, enchi e logo comecei a bebericar o mesmo enquanto a encarava. 

– Precisa de mais alguma coisa? – dava pra sentir o quanto estava incomodada apenas pelo tom de voz. 

– Não, obrigado –  falei me aproximando um pouco dela e a mesma acabou derrubando o copo que se transformou em centenas de cacos minúsculos espalhados pelo chão – Deixa que eu limpo, só me diz onde tá a vassoura e a pá. 

– Capaz, eu derrubei, deixa que eu mesma junto. 

– Você tá descalça, vai cortar o pé. Por favor, vou ficar chateado se não me deixar limpar. 

– A vassoura tá atrás da porta – disse se dando por vencida. 

Sorri e peguei os utensílios, logo voltando pro local. 

– Vai demorar um pouco pra limpar tudo isso – falei baixinho. 

– Desculpa, bem que eu queria ajudar mas você não quer me deixar fazer nada descalça. 

A peguei pela cintura e a coloquei do outro lado da cozinha, a mesma corou na hora e foi até o quarto logo voltando correndo agora vestindo uma sapatilha. 

– Agora posso te ajudar – sorriu se abaixando para pegar a pá enquanto eu varria os cacos até a mesma. 

– À propósito, me chamo Jimin –sorri. 

– ______. 

Flashback OFF 

Em meio à cacos de vidros, uma corrida por causa da vergonha e um tropeço na escada que aconteceu alguns minutos depois, comecei a achar seu jeito desastrado uma das coisas mais fofas do mundo. 

______ começou a fazer parte da minha vida de um modo incrível. Todos os dias ela estava lá, sorrindo pra mim. 

Era minha garota favorita no mundo inteiro, sem dúvidas. 

Pulava no meu colo toda a vez que eu abria a porta, cantava e dançava comigo, deitava no meu colo e assistia séries que acabamos ficando viciados e prometíamos que só iríamos assistir quando estivéssemos juntos, observávamos as estrelas, ouvíamos música e então cada dia que passava nos aproximávamos mais, até que Taehyung me pediu pra parar. 

Flashback ON 

Estávamos indo pra casa do Tae como sempre costumávamos fazer, até que ele me pediu pra parar em uma praça. Sentamos no banco e ele me encarou, fiquei com medo da seriedade de seu olhar, nós praticamente nunca conversávamos tão sérios assim. 

– O que aconteceu cara? Tô ficando preocupado – perguntei o encarando. 

– Você e minha irmã, isso que aconteceu. 

– O que tem? 

– Não quero que você continue grudado com ela, isso vai fazer mal pros dois. 

– Espera um pouco... Não tô entendendo como a nossa amizade pode acabar fazendo mal. 

– Você é bem mais velho que ela, Jiminie. 

– E desde quando idade significa alguma coisa em uma relação? 

– Desde que você não vai ser fiel e cumprir a promessa que me fez. 

– Que promessa? 

– Você prometeu que não magoaria a minha irmã. 

– Ah sim, mas por acaso magoei ela? Se fiz algo pode me espancar, mas que eu saiba não fiz nada de errado. 

– Jimin, ela tem sonhado com você, sabe o quanto ela se apaixonou, não vai conseguir corresponder. Vai encontrar uma garota mais velha e vai se apaixonar por ela, vai deixar minha irmãzinha chorando e juro que nunca te perdoaria se fizesse isso. 

– Eu vou me afastar dela, Taehyung. 

Por mais que doesse dizer algo assim, eu só quero fazer o que for melhor pra ela. 

Eu só quero ver a minha menina sorrir, e talvez eu não seja o melhor cara pra isso. 

Flashback OFF 

Acabei me afastando dela aos poucos, quando vi já estava sozinho e via ela chorando no quarto e como doía. Sentia tanta falta dos seus abraços, de seu cheiro, de seu carinho doce. 

Nunca a beijei, nunca a toquei com segundas intenções, jamais faria algo desse tipo com ela ainda mais sendo tão nova. Só gostava de seu cheirinho doce e suas mãos macias tocando minhas bochechas e brincando com as minhas mãos, ela as achava fofas por serem pequenininhas. 

Ah _____, como você era fofa. 

Então alguns anos se passaram, nossos pais se casaram e acabamos virando uma família só. Cada dia ficava mais difícil me manter longe, queria abraçá-la e dizer o quanto sentia sua falta. 

Mas ela estava crescendo, fazendo novas amizades, inclusive achava que ela e o tal Yoongi namoravam mas logo negaram. Talvez ele fosse o novo ''Jimin'' dela, acho que não precisa mais de mim. Então decidi seguir minha vida. 

Conheci a Becca, uma garota que fazia faculdade junto comigo. Não era a pessoa mais incrível do mundo, mas me fazia sorrir. Na verdade, não sei se acharia alguém tão incrível quanto a minha _____. 

Ela me amava e eu aprendia aos poucos a admirar seu jeito, não era como se a amasse, mas gostava mais do que o normal e pra mim isso já era o suficiente. Ainda aprenderia a te amar. 

Ficamos juntos por alguns meses e ela começou a falar sobre casamento, insistiu diversas vezes no assunto. Acabei pensando bem e achei que não seria uma má ideia, afinal de contas, gosto dela e nos damos muito bem em vários aspectos. 

A única coisa que não gosto muito é o tom de arrogância que ela usa pra falar com a _____, querendo se mostrar superior, coisa que ela não é, afinal ninguém é. 

Então finalmente chegamos na nossa situação atual. 

______ e Yoongi são melhores amigos, Taehyung, Jungkook e eu também continuamos quase irmãos, estou noivo e faltam apenas 6 meses pro meu casamento. 

Compramos nosso futuro apartamento essa semana e ela já imaginou como seria nossa vida com um filhinho. Becca sonha em ser mãe, mas não queria formar uma família tão rápido, mal sabemos se daremos certo tendo uma vida de casados. 

Se ver algumas vezes por semana é bem diferente do que ver todos os dias. 

______ cresceu muito. Ficou ainda mais linda, mais inteligente e interessante, tanto que muitas vezes confesso sentir saudades dos tempos antigos. Queria voltar a ser o único ''Jimin'' da sua vida. 

Agora estávamos condenados a passar um fim de semana juntos, ______, Yoongi, Becca e eu. 

Nunca imaginei que falaria isso mas, queria tanto ficar longe dessa garota pela primeira vez em toda a minha vida. 

Percebi sua expressão nada agradável assim que entrei no quarto com a Becca, mas estranhei ao ver que ela foi com o Yoongi pro quarto ao lado. Será que eles...? Não, eles não podem estar namorando, ou podem? 

Foda-se também, isso não é da minha conta, ela é uma garota bem grandinha pra saber o que fazer com a própria vida. 

Mas confesso que não gostei de vê-la sentada nas costas do Yoongi, tirava toda a imagem de puritana que ainda restava na minha mente. Não conseguia aceitar que a garota que tanto cuidava e respeitava podia estar fazendo algo desse tipo com ele.  

Minha garota está se tornando uma mulher mesmo. 

Então peguei Becca no colo e a levei até o meio da água, onde a beijei e abracei, tentando ignorar o que acontecia a alguns metros dali. 

Vi _____ se aproximando, coloquei minha noiva no chão e percebi que a mais nova havia tropeçado. Segurei em sua mão e sorri, a puxando pra perto. 

– Obrigada – sorriu. 

Jurei que pude ouvir um sussurro baixo seguido dessa palavra. Olhei pra sua boca e interpretei algo como ''não casa com ela'' mas achei que estava enxergando errado. _____ sempre foi a primeira a me apoiar em todas as minhas decisões por isso acho que não seria capaz de falar algo assim. 

– Amor, pega aquela garrafa de água pra nós? – perguntei pra Becca e ela apenas concordou, caminhando entre as águas até a areia. 

______ não olhava diretamente em meus olhos, então a cena de nós dois e o pobre copo de vidro veio em minha mente. Ela ainda era minha garota sim, a mesma garota envergonhada de sorriso doce que conheci à 7 anos atrás. 

– ______? -perguntei me aproximando dela. 

– Oi. 

– O que você sussurrou? 

– Falei que vocês formam um casal lindo – não senti firmeza em sua voz e aquele sorriso que lançou era falso, conheço ela o suficiente pra dizer quando ela está mentindo. 

– Não confio em uma palavra do que você acabou de dizer. 

– Fui o mais sincera possível. 

– Acho que você precisa ser mais sincera então – peguei em sua mão por baixo d'água já que tinha que evitar o olhar penetrante do irmão dela que tinha acabado de chegar, achei que ele nem viria pra cá afinal. 

– Jiminie, a Rebecca pode ver – disse envergonhada. 

– Eu prometi que cuidaria de você, só estou evitando que caia em outro buraco – pisquei discretamente e ela sorriu. 

E então como uma cena de filme, Taehyung entrou na água a puxou pra perto de si e Becca me puxou pela mão até a areia. 

Nossas mãos então entrelaçadas se separaram novamente. 

Sentei na areia e fiquei observando _____ e Tae abraçados na água. Como queria ser irmão dela para poder abraçá-la sem culpa. 

Sem dúvidas o pedido mais difícil que Tae já havia feito pra mim foi esse, de me manter afastado da _____. 

Afinal de contas, mesmo que estivesse noivo, meu coração ainda batia mais forte quando me aproximava dela. 

Mas nós temos que seguir em frente não é? Ela tem que encontrar algum garotinho da idade dela e viver um namoro selvagem, e eu tenho que sossegar, aprender a viver uma vida de adulto ao lado da minha futura esposa. 

A ______ merece bem mais do que eu posso dar, merece um primeiro beijo digno, sim, o primeiro. Quero que seja com um cara muito especial e que fiquem juntos por longos anos. Desejo tudo de melhor para o garoto que ficar com ela, que proteja ela e faça tudo que tive que deixar de fazer. 

Tive que protegê-la de mim mesmo, até pois não perdoaria se a tivesse feito algum mal. 

Yoongi devia ser esse cara. 

Ela ficava tão feliz ao lado dele, me lembrava até a época em que ficávamos juntos. 

Tanta coisa mudou desde a última vez que observamos as estrelas. 

As idades mudaram, as vidas, os sentimentos, os sorrisos, os rostos, os corpos, os amigos, o destino, eu e ela. 

Mas sabe o que não vai mudar nem daqui à 20, 30, 40 anos? 

O fato de que ela foi a primeira paixão verdadeira da minha vida. 

E sabe o que não muda também? 

A vontade de abraçá-la e dizer que mesmo que eu vá casar e ela tenha que seguir a vida dela, a minha garota ainda é aquela menininha de pantufa de unicórnios. 

Queria poder dizer para esquecer de tudo e viver sem mim, mas o destino brincou conosco e então ficaremos próximos por mais alguns meses. 

Mas quero que ela encontre um amor, e eu? Olhei para Becca e então abaixei a cabeça... preciso aprender a amá-la como eu te amei.


Notas Finais


Hey, Noona? : https://spiritfanfics.com/historia/hey-noona-imagine-jeon-jungkook-7165199

eles se amam, ai que dor </3
ele acha que ela gosta do Yoongi e ela acha que ele ama a Becca, alguém berra pra esses dois se amarem de uma vez?
espero que tenham gostado <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...